Revista gabriela do nascimento pires

305 visualizações

Publicada em

0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
305
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
2
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
1
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Revista gabriela do nascimento pires

  1. 1. Aluna: Gabriela do Nascimento Pires
  2. 2.  Ao longo de sua História a região doContestado foi alvo de sucessivosepisódios de disputa política eeconômica. Localizada entre osestados do Paraná e Santa Catarina, aregião foi marcada por essas disputasem razão da presença de uma ricafloresta e uma grande região dedicadaà plantação de erva-mate. Uma dasmais imediatas manifestações desseproblema se dava na pressão exercidapelos grandes proprietários de terraque forçavam agregados e posseiros ase estabelecerem em outras terras.
  3. 3.  Além disso, a construção de umaestrada de ferro interligando osestados de São Paulo e Rio Grande doSul agravou o problema social aliinstalado. Sob a liderança doempresário estadunidense PercivalFarquhar, a Brazil Railway Companycomprou uma extensa área paraconstrução desta estrada, ondediversas famílias já estavam instaladas.Após viabilizar o processo dedesocupação das terras, a companhiaatraiu a mão-de-obra de mais de 8 miloperários que participaram dagigantesca obra.
  4. 4.  Depois de realizar a construção, a Brazil Railwayadquiriu uma outra área com mais de 180 mil hectaresonde realizaria exploração madeireira. Utilizando ummoderno maquinário para a execução desse novoempreendimento, a empresa estrangeira precisou deum contingente mínimo de mão-de-obra, o queacabou forçando a expulsão de outra leva de pequenosagricultores que também estavam fixados naquelaregião.
  5. 5.  Com a formação dessa massa de operáriosdesempregados e camponeses desapropriados, a regiãodo Contestado começou a presenciar um movimentomessiânico. Diversos profetas, beatos e “monges”apareceram pregando ideais de justiça, paz ecomunhão que seriam estabelecidos em ummovimento de inspiração religiosa. O primeiro desseslíderes foi o beato José Maria, que atacava oautoritarismo da ordem republicana e pregava novostempos de prosperidade e comunhão espiritual.
  6. 6.  Inspirado pela lenda messiânica do antigo reiportuguês Dom Sebastião, José Maria agrupou diversosseguidores para a fundação da comunidade deQuadrado Santo, que viveu da agricultura subsistente edo furto de gado. Preocupados com a formação decomunidades desse mesmo tipo, os governos estaduale federal passaram a enviar expedições militares contraa população de Quadrado Santo. Ao saberem da açãodo governo, os sertanejos fugiram para a cidade deFaxinal do Irani, no Paraná.
  7. 7.  Após essa fuga, ainda no ano de 1912, um novodestacamento militar foi mandado para entrar emconforto com os seguidores de José Maria. Durante osconflitos, as tropas federais foram derrotadas,entretanto o líder espiritual acabou morrendo. Apósesse primeiro confronto, os rebeldes começaram areorganizar a comunidade de Quadrado Santo. Nofinal do ano seguinte, uma nova luta foi travada com osmilitares e, mais uma vez, a comunidade doContestado subjugou as autoridades republicanas.
  8. 8.  Em 1914, o governo mais uma vez foi neutralizado coma fuga em massa dos moradores do contestado. No anoseguinte, outros confrontos seriam marcados comsucessivas derrotas do Exército. O já prolongadoconflito só veio a ter um fim quando as tropas dogoverno foram mantidas por mais de um ano emconfrontos regulares contra a comunidade revoltosa.Para tanto, utilizaram de aviões e uma pesadaartilharia. No fim da luta, em 1916, milhares desertanejos foram brutalmente executados.

×