Revista de historia

219 visualizações

Publicada em

0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
219
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
1
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
1
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Revista de historia

  1. 1. Alunos:Gabriel Cerigueli e Matheus Azevedo.Turma: 3ªº B
  2. 2. Guerra do Contestado
  3. 3. Definição:•Ocorreu durante operíodo de 1912 à 1916;•Essa região era rica emerva mate;•Conflito por posse deTerras SC e PR;•Acordo de limites entreos governos deParaná e Santa Catarina;
  4. 4. Os três Monges:João Maria: Um homem de origem italiana. Faziaquestão de viver uma vida extremamente humilde, e suaética e forma de viver arrebanhou milhares de crentes.Não exerceu influência direta nos acontecimentos daGuerra do Contestado que ocorreria posteriormenteJoão Maria: seu verdadeiro nome era Atanás Marcaf,provavelmente de origem síria. Sobre sua situaçãopolítica, dizia ele "estou do lado dos que sofrem". Atuavana região entre os rios Iguaçu e Uruguai.
  5. 5. José Maria: A espera dos fiéis acabou em 1912, quandoapareceu publicamente a figura do terceiro monge. Esteera conhecido inicialmente como um curandeiro de ervas,tendo se apresentado com o nome de José Maria de SantoAgostinho, ainda que, de acordo com um laudoda polícia da Vila de Palmas, Estado do Paraná, ele fosse,na verdade, um soldado desertor condenado por estupro,de nome Miguel Lucena de Boaventura.
  6. 6. Dados importantes•Auge da Guerra: Março-abril de 1915, em Santa Maria, naSerra do Espigão;•Final da Guerra: Agosto de 1916, com a captura deAdeodato, o último líder do Contestado;•Combatentes militares no auge da Guerra: 8.000homens, sendo 7.000 soldados do Exército Brasileiro, doRegimento de Segurança do Paraná, do Regimento deSegurança de Santa Catarina, mais 1.000 civis contratados;•Exército Encantado de São Sebastião: 10.000combatentes envolvidos durante a Guerra;
  7. 7. •Baixas nos efetivos legalistas militares e civis: de 800a 1.000, entre mortos, feridos e desertores;•Baixas na população civil revoltada: de 5.000 a 8.000,entre mortos, feridos e desaparecidos;•A Guerra do Contestado durou mais tempo e produziumais mortes que a Guerra de Canudos, outro conflitosemelhante em terras do Brasil;•Em cinco anos de guerra, 9 mil casas foram queimadas e20 mil pessoas mortas.
  8. 8. Monumento erguidono município deIrani/SC àsmilhares de vítimasda Guerra doContestado.Cidades envolvidas:Cidades Envolvidas de Santa Catarina:1. Canoinhas;2. Mafra;3. Caçador;4. Fraiburgo;5. Videira;6. Curitibanos;7. Campos novos;8. Irani;9. Matos Costas;10.Três Barras;11. Lebon Regis;12.São Cristóvão do Sul;13.Timbó Grande;
  9. 9. Cidades Envolvidas doParaná:1. Palmas;2.União da Vitoria;3.General Carneiro;4.Rio Negro;5.Itaiópolis ;
  10. 10. Revoluçãofarroupilha
  11. 11. Definição•Ocorreu 20 de setembro de 1835 a 1 de março de 1845;•No Estado do Rio Grande do sul na cidade de São Pedro;•Vitória Militar Imperial;•Vitória Política Republicana;•Tratado de Poncho Verde;•Revolta com os altos impostos cobrados no comércio de couro echarque, importantes produtos da economia do Rio Grande do Sulnaquela época;
  12. 12. Principais líderes•Bento Gonçalves•Antônio de Sousa Neto•Giuseppe Garibaldi•David Canabarro•David Canabarro•Giuseppe Garibaldi• Pedro II do Brasil•Lima e Silva•Manuel Marques de Sousa•Bento Manuel Ribeiro
  13. 13. Forças:•40.000+ separatistas republicanos;•60.000+ soldados imperiais;
  14. 14. Os desdobramentos do conflito•Em setembro de 1835, os revolucionários, comandados porBento Gonçalves, tomaram a cidade de Porto Alegre,forçando a retirada das tropas imperiais da região.•Prisão do líder Bento Gonçalves em 1835. A liderança domovimento passa para as mãos de Antônio de Souza Neto.•Em 1836, os farroupilhas obtêm várias vitórias diante dasforças imperiais.
  15. 15. Curiosidades:•Nele, os imperiais perderam oito peças de artilharia, milarmas de infantaria, os víveres de que dispunham, etiveram trezentos mortos e feridos e setecentosprisioneiros.;•A derrota foi tamanha que o Marechal Barreto,comandante militar da província, respondeu a conselho deguerra devido a ela;•A tomada de Caçapava significou, para as forçasimperiais, a perda de 900 homens e de um importantearsenal, com 15 peças de artilharia, mais de 4 mil armas deinfantaria e muita munição.
  16. 16. •Pagar menos impostos;•Queriam que o governo central aumentasse as taxasalfandegárias sobre o charque (carne-seca), o sebo e o couro;•A concorrência não agradava os fazendeiros gaúchos quepagavam maiores impostos do que os estrangeiros.•Por causa dos impostos, a classe dominante do Rio Grande doSul apoiava os ideais dos federalistas (chamados defarroupilhas) que queriam diminuir o poder do centro eaumentar a autonomia provincial.•Em 1834, nas eleições para assembléia provincial, osfederalistas eram a maioria e isso dificultou as relações com opresidente da província (nomeado pelo imperador).
  17. 17. O fim do movimento• Em 1842, o governo imperial nomeou Duque de Caxias(Luiz Alves de Lima e Silva) para comandar uma ação comobjetivo de finalizar o conflito separatista no sul do Brasil.•Em 1845, após vários conflitos militares, enfraquecidos, osfarroupilhas aceitaram o acordo proposto por Duque deCaxias e a Guerra dos Farrapos terminou. A RepúblicaRio-Grandense foi reintegrada ao Império brasileiro.
  18. 18. Editores:Gabriel CerigueliMatheus AzevedoAssine Já!!!!Em Breve mais: Novidades e Atrações.Acesse:http://www.historiandosenai.blogspot.com.br/

×