O processo decisório precisa levar em conta a diversidade
cultural para que o clima organizacional de uma empresa não
seja...
A diversidade nas multinacionais são importantes para
aproximação de parcerias estratégicas com as empresas
concorrentes, ...
Trata-se de uma contradição, pois o Brasil é um país
multicultural. Um dos países com a maior diversidade do mundo.
É mist...
RANKING DAS MAIORES EMPRESAS EM DIVERSIDADE
1. Novartis Pharmaceuticals
Corporation
2. Sodexo
3. EY
4. Kaiser Permanente
5...
11. Deloitte
12. Accenture
13. Abbott
14. Merck & Co
15. Cummins
16. Marriott
International
17. Wells Fargo
18. Cox
Commun...
DECIDINDO EM PROL DA DIVERSIDADE
O processo decisório não pode ser entendido simplesmente como
uma medida imediata e espor...
Isso por si só já gera um estado de natureza potencialmente tenso,
com as condições de risco e incertezas extremamente vin...
O preconceito ocasionou desigualdade social como também
profissional. Conforme observamos o crescimento hierárquico, menos...
Diversidade racial
Diversidade racial
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Diversidade racial

243 visualizações

Publicada em

Trabalho de Atividade de Aperfeiçoamento da matéria Processo Decisório

Publicada em: Educação
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
243
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
3
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
1
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Diversidade racial

  1. 1. O processo decisório precisa levar em conta a diversidade cultural para que o clima organizacional de uma empresa não seja afetado pela segregação. A diversidade cultural está ligada diretamente aos costumes, tradições, comportamento religião e a localização da organização. Através do processo decisório, podemos realizar a inclusão, capacitação, planos de carreira para jovens talentos de minorias sociais.
  2. 2. A diversidade nas multinacionais são importantes para aproximação de parcerias estratégicas com as empresas concorrentes, fornecedores, instituições e grupos minoritários. Ao observarmos o ranking das cinquenta maiores empresas em diversidade e inclusão do mundo. Elaborado pela DiversityInc. É possível verificar que nenhuma delas é brasileira.
  3. 3. Trata-se de uma contradição, pois o Brasil é um país multicultural. Um dos países com a maior diversidade do mundo. É mister ressaltar que no mundo globalizado, não há mais espaço para segregação. Grande parte das minorias também são consumidores ativos que representam uma considerável fração do mercado de consumo. Idosos, mulheres, jovens, deficientes, LGBT, etc. Embora não haja nenhuma empresa brasileira no top 50. Algumas das empresas da lista possuem fábricas, franquias em nosso país. A expectativa é de que possam introduzir novas experiências no ambiente organizacional. Difundindo as vantagens da diversidade.
  4. 4. RANKING DAS MAIORES EMPRESAS EM DIVERSIDADE 1. Novartis Pharmaceuticals Corporation 2. Sodexo 3. EY 4. Kaiser Permanente 5. PricewaterhouseCoopers 6. MasterCard Worldwide 7. Procter & Gamble 8. Prudential Financial 9. Johnson & Johnson 10. AT&T
  5. 5. 11. Deloitte 12. Accenture 13. Abbott 14. Merck & Co 15. Cummins 16. Marriott International 17. Wells Fargo 18. Cox Communications 19. Aetna 20. General Mills 26. BASF 27. Eli Lilly and Company 28. Northrop Grumman 29. WellPoint 30. Colgate-Palmolive 21. KPMG 22. Target 23. IBM 24. ADP 25. New York Life 31. Kellogg Company 32. Dell 33. The Coca-Cola Company 34. The Walt Disney Company 35. Kraft Foods Group 36. TIAA-CREF 37. Allstate Insurance Company 38. Toyota Motor North America 39. Wyndham Worldwide 40. Rockwell Collins 41. Medtronic 42. Time Warner 43. Verizon Communications 44. Comcast 45. TD Bank 46. Monsanto 47. KeyCorp 48. JCPenney 49. AbbVie 50. Nielsen DiversityInc ranking de 2014
  6. 6. DECIDINDO EM PROL DA DIVERSIDADE O processo decisório não pode ser entendido simplesmente como uma medida imediata e esporádica a fim de solucionar problemas com base no momento que eles aparecem. O processo decisório deve, isso sim, ser pró-ativo, realizado por um tomador de decisões também de antevisão e que analise o cenário numa forma contínua, sempre em alerta para ameaças que por ventura possam surgir. Esse oscilante mar de riscos fica mais potencialmente revolto quando em relação com questões sociais, raciais e sexuais, já que estão diretamente relacionadas com o convívio entre colaboradores e sua histórica tensão. E, por isso mesmo, questões como a diversidade racial em empresas deve ser acompanhado continuamente, uma vez que são inerentes às oscilações das relações intra-trabalhistas de seus funcionários.
  7. 7. Isso por si só já gera um estado de natureza potencialmente tenso, com as condições de risco e incertezas extremamente vinculadas às personalidades dos funcionários. Assim, caberá ao tomador de decisão maleabilidade, mas também poder de imposição e convencimento, a medida que será necessário se impor e se flexibilizar para minimizar qualquer possibilidade de estresse. Da mesma forma, deverá ter uma visão ética consolidada, ciente de que as empresas, mais do que fontes de lucros, são construções sociais e assim devem se manter para garantir sucesso. E ciente também que a diversidade é um caminho necessário, o qual deverá ser seguido por qualquer um que desejar acompanhar o progresso do mundo. É o sucesso do trabalho coletivo da organização que está atrelado às condições de trabalho dos seus funcionários. E é necessário o mesmo se sentir bem para render bem. Portanto, além de diretamente relacionada ao lucro, tal objetivo é vital para a sobrevivência da companhia. É nisso que o tomador de decisão deve ter em mente. Suas preferências devem priorizar essa harmonia, pautadas sempre nos valores de respeito, ética e confiança no próximo, para que assim qualquer melhora não seja esporádica, mais uma concreta força impulsionadora da cultura organizacional e de seus agentes.
  8. 8. O preconceito ocasionou desigualdade social como também profissional. Conforme observamos o crescimento hierárquico, menos vemos indivíduos negros, homossexuais e de distintas religiões nos respectivos altos cargos. O tomador de decisão deverá pensar em contribuir para por fim a tal cenário. Deverá contratar, ciente de que o número de candidatos com a qualificação exigida poderá ser menor, uma vez que não tiveram tantas oportunidades ofertadas e condicionadas. Uma vez que estará investindo na diversidade em sua empresa, deverá estar ciente também que objetivos devem ser visualizados a longo prazo. Para tal, o tomador de decisões deverá se colocar defronte com o tanto de situações que poderão – e devem – surgir. A mudança cultural leva tempo e deve ser administrada, com constante chance de riscos, de desarmonia e conflitos – uma vez que está diretamente relacionada às pessoas e seu comportamento. Sendo assim, uma estratégia bem sucedida deverá levar tudo isso em consideração, onde o tomador de decisões deverá estar ciente de que caminhos serão traçados a todo momento e uma oscilante trilha penderá não para um lado definitivo, mas sim, para aquele o qual a situação – e ele próprio como funcionário e indivíduo – julgará o melhor.

×