Livro tfg-bar13-ok

1.319 visualizações

Publicada em

0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
1.319
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
13
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
8
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Livro tfg-bar13-ok

  1. 1. FAAL – FACULDADE DE ADMINISTRAÇÃO E ARTES DE LIMEIRA CURSO DE GRADUAÇÃO TECNOLÓGICA EM DESIGN DE INTERIORES ALUNO: Ricardo Alexandre Pompeu ORIENTADORA: Design de Ambientes IV – Trabalho Final de Graduação Professora Dra Alessandra Natali Queiroz LIMEIRA Dezembro de 2012 1
  2. 2. FAAL – FACULDADE DE ADMINISTRAÇÃO E ARTES DE LIMEIRA CURSO DE GRADUAÇÃO TECNOLÓGICA EM DESIGN DE INTERIORES BAR TREZE LTDA. ALUNO: Ricardo Alexandre Pompeu ORIENTADORA: Design de Ambientes IV – Trabalho Final de Graduação Professora Dra Alessandra Natali Queiroz Trabalho apresentado para a Avaliação Integrada, como exigência para aprovação nas disciplinas do 4º semestre do Curso de Graduação. Tecnológica em Design de Interiores,da Faculdade de Administração e Artes de Limeira, sob a orientação do Professor Dra Alessandra Natali Queiroz. Limeira Dezembro de 2012 2
  3. 3. DEDICATÓRIA Dedico este trabalho principalmente aminha mãe, meus amigos de classe queapoiaram e ajudaram neste projeto todosaqueles que de alguma forma acreditaramque seria possível e contribuíram para suarealização. 3
  4. 4. AGRADECIMENTOS Primeiramente agradecemos a Deus pelo privilégio de podermos estar realizando maisum objetivo. À minha mãe Shirley por me ter apoiado e com muita compreensão, Mauro peloapoio e grande ajuda incentivando nos estudos, minha sobrinha Amanda pela grande ajudaem tudo, grandes amigos da classe em especial alguns nomes Daniel, Lívia, Rafael, Rubem,Karina, Robson, e principalmente uma grande amiga e considero muito a Rosana Munizpelo transporte levando em vários lugares para completar nossos projetos, auxiliando nosmomentos difícil orientando e ensinando por nos apoiar nessa trajetória. Aos orientadoresque com sua paciência e competência nos tem auxiliado. 4
  5. 5. RESUMO Este estabelecimento Bar Treze localizados no centro da cidade de Limeira na RuaTreze de Maio, uma ótima localização por ter várias casas noturnas, restaurantes, bares quesão frequentados por várias classes sociais. Torna-se um local com muito transito deveículos e pessoas favorecendo e aumentando os clientes e os frequentadores boêmios. Esse projeto para o bar foi desenvolvido com objetivo de melhorar o ambiente, tornando-se mais confortável e agradável para fazer confraternizações e encontros com os amigos,melhorando assim seu atendimento pessoal, os abastecimentos dos seus produtos. Durante o processo foram desenvolvidos croquis, estudos de casos, propostas dediferentes layouts, representação gráficas, plantas, cortes, vistas, finalizando com maquetefísica e eletrônica. Os principais desafios foram resolver os problemas internos, sendo um imóvel pequenopara solucionar a acomodação dos clientes, criando um novo móvel com banquetas emesas com cadeiras, mudanças do balcão, retirando a coifa, reformas nos sanitáriostrocando vasos sanitários, mictórios, pias, portas, revestimentos e iluminação para melhorconforto dos seus clientes e do proprietário. 5
  6. 6. SUMÁRIO1. INTRODUÇÃO ......................................................................................................... 72. OBJETIVOS ............................................................................................................. 8 2.1. OBJETIVO GERAL ......................................................................................................... 8 2.2 - OBJETIVOS ESPECÍFICOS ............................................................................... 83. ESTUDOS DE CASO ............................................................................................... 9 3.1. ESTUDO DE MOBILIARIO PARA BAR CORES E FORMAS ...................................... 9 3.2. DESENHOS ORGANICOS ......................................................................................... 13 3.3. ILUMINAÇÃO REFERENTE BARES ..........................................................................15 3.4. AMPLITUDE DE AMBIENTE SUBTRAÇÃO DO ESPAÇO ......................................... 17 3.5 CENOGRAFIA ................................................................................................. 204. O CLIENTE............................................................................................................. 23 4.1. PAINEL SEMÂNTICO DO CLIENTE ............................................................................ 24 4.2. BRIEFING ....................................................................................................... 255. CONCEITO ............................................................................................................. 275.1. Painel Semântico do Conceito .................................................................................. 346. PROCESSO DE DESENVOLVIMENTO DO PROJETO ........................................ 35 6.1. Levantamento ............................................................................................................... 35 6.2. Estudos Preliminares .................................................................................................... 42 6.3. Anteprojeto ................................................................................................................... 47 6.4. Projetos executivos .......................................................................................... 57 6.4.1. Localização da área de intervenção .................................................... 57 6.4.2. Layout proposto, arquitetura, cortes e vistas ............................ 57 6.4.3. Projeto luminotécnico ............................................................. 57 6.4.4. Projeto Instalações Prediais Elétricas e Hidráulicas ................. 57 6.4.5. Paginação de Teto............................................................................... 57 6.4.6. Paginação de Piso ............................................................................... 57 6.4.7. Detalhes Gerais ................................................................................... 57 6.4.8. Projeto de Mobiliário ............................................................................ 58 6.4.9. Estudos Cromáticos............................................................................. 59 6.4.10. Especificação de Materiais .................................................................. 63 6.4.11. Planilha de Planejamento de Execução e Orçamento da Obra ............ 66 6.4.12. Maquete eletrônica ............................................................................. 67 6.4.12. Maquete física ..................................................................................... 727. REFERÊNCIAS ...................................................................................................... 748. LISTA DE FIGURAS .............................................................................................. 779. O AUTOR (A AUTORA) ........................................................................................ 83 6
  7. 7. 1.INTRODUÇÂO O estabelecimento esta situado na Rua Treze de Maio, 611 centro da cidade de Limeira,são frequentados por professores, alunos, atores de teatro, músicos, profissionais liberais,advogados, roqueiros, clube dos motoqueiros. O objetivo é modificar este ambiente tornando mais atraente aos fregueses e maisacessível ao proprietário para um melhor atendimento. Por ser um ambiente pequeno o maior desafio foi modificar os moveis e fazer integrar aoambiente com seus frequentadores. O conceito utilizado foi Resgate de Jogos Tradicionais foram utilizados os jogos como oxadrez, trilha e damas para agregar as pessoas neste ambiente assim tornando-se maisfácil fazer novas amizades. 7
  8. 8. 2. OBJETIVOS2.1. Objetivo Geral O objetivo do presente Trabalho Final de Graduação é desenvolver e documentar oprojeto de interiores para o Bar Treze Ltda. na cidade de Limeira, interior do Estado de SãoPaulo.2.2. Objetivos Específicos- estudar o conceito do Bar Treze Ltda.;- propor um novo layout para o espaço do bar;- realizar estudos cromáticos e de texturas;- realizar projeto de paginação de piso e paginação de teto;- encontrar soluções para melhorar a circulação de ar no espaço;- desenvolver soluções de espaço interno, circulação dos frequentadores e proprietário.- atualizar os equipamentos de áudio e vídeo.- retirada da coifa que esta sem uso.- desenvolver projeto de iluminação. 8
  9. 9. 3. Estudo de Caso3.1. Estudo de Caso 1: Estudo de mobiliário para bar. .Figura 1: Balcão o móvel deu o nome ao estabelecimento com 25 metros de comprimento e banquetas dos doislados, facilitando as conversas e as amizades e um ambiente bem descontraído. Visão geral do bar com agigante pintura de Roy Lichtenstein.Fonte: TIMEOUT.Balcão Bar. Disponível em: http://www.oscorujas.com.br/conteudo/2011/06/bar-balcao. Acesso em: 08 nov. 2012. Usei este estudo o balcão do estabelecimento como exemplo para o móvel criado nomeu projeto. Neste primeiro estudo de caso apresento este estabelecimento Balcão bar localizado naRua Doutor Melo Alves, 150 Bairro Jardim Paulista na cidade de São Paulo. O seu balcãolongo e sinuoso é usado com uma mesa única, aproximando os frequentadores ondeoriginou seu nome Balcão. Frequentados por boêmios, jovens e colunáveis, sendo o melhor bar da cidade paraquem busca um ambiente agradável para conversar e comer ótimos sanduíches. Aspessoas que preferem tem um mezanino com mesinhas no segundo piso. O ambienteiluminado é ideal para encontrar amigos depois do trabalho. Não há musica nem agitaçãoem excesso, é um estabelecimento com estilo, que atrai um público ligeiramente mais velhoe animado. Dependendo do dia, tem música ao vivo, geralmente jazz. 9
  10. 10. O forte do cardápio são os sanduiches, como o Hambúrguer Tomate e salada e BalcãoVegetariano. A comida, bem como o serviço, é simples mais de qualidade, e a gigantepintura afixada em uma das paredes é um genuíno Roy Lichtenstein. Figura 02:. Mezanino com mesinhas no segundo piso com pouca iluminação para casais e pessoas mais românticas. Fonte: OBAOBA. Balcão Bar. Disponível em: http:// www.obaoba.com.br/sao-paulo/bar/jardim-paulista/balcao. Acesso em: 08 nov. 2012. 10
  11. 11. Mobiliários: cores e formas Figura 03: Recepção do Hotel Pullman com pintura simulando o concreto. Fonte: ARCOWEB. Hotel Pullman, Consuelo Jorge. Disponível em:http://www.arcoweb.com.br/interiores/consuelo-jorge-arquitetos-hotel-sao-paulo-09-04-2012.html. Acesso em 30 ago. 2012. O Hotel Pullman fica localizado Rua Joinville, 515 Parque Ibirapuera zona sul dacapital paulista na cidade de São Paulo. Seu público executivo em viagens de negócios.Este empreendimento de luxo onde priorizou a integração de espaços, conectividade emtodos os ambientes e uma nova linguagem de interiores, sendo seu piso original demármore foi preservado no térreo. Os pilares receberam pintura que simula a aparência deconcreto. Figura 04: Balcões de atendimento individuais com luzes na parte inferior.Fonte: ARCOWEB. Hotel Pullman, Consuelo Jorge.Disponível em:http://www.arcoweb.com.br/interiores/consuelo-jorge-arquitetos-hotel-sao-aulo-09-04-2012.html. Acesso em 30ago. 2012. 11
  12. 12. Com balcões individuais diferenciam a recepção com iluminação na parte inferior comluzes Led. A luminária sobre os sofás é feita com chapas de policarbonato e led. Dirigida os executivos em viagens e negócios a arquiteta teve como objetivo nos serviçospersonalizados no atendimento, conectividade em todos os ambientes e uma linguagem deinteriores bastante refinada, um atendimento ao público mais exigente. O desenvolvimento deste projeto foi feitos pelos arquitetos Consuelo Jorge, Elísio deAssis e Murilo Nogueira. Usei este estudo para compor os detalhes do balcão. 12
  13. 13. 3.2. Estudo de Caso 2: Trabalhar com desenhos orgânicos Figura 05: Na recepção a cortina de toras de eucalipto inspira-se no cobogó. Fonte: ARCOWEB. Agencia Mídia Digital, Husky Marcos,Pretta Catta Renato. Disponível em:http://www.arcoweb.com.br/interiores/husky-catta-preta-agencia-midia-digital-rio-janeiro-03-08-2012.html. Acesso em 03 nov. 2012 Neste estudo aproveitei os estilos de desenhos orgânicos me expirou para osmobiliários..Esta empresa AM4 fica localizada na Avenida Albo A.Chiesse, 58, ED. AM4, centro BarraMansa no Rio de Janeiro. Trabalha com mídia digital, em sua especialidade é considerada amaior agencia do estado. Os arquitetos Marcos Husky e Renato Catta Pretta procuramelementos rústicos e arquitetura contemporânea. Com esta modificação se tornaram espaços criativos, onde funcionários, clientes e ospróprios donos, diretores interagissem em um ambiente prático, divertido e inusitado. 13
  14. 14. Figura 06: Na área do café, as luminárias em formato de anzol no teto foram desenhadas pelos arquitetos. Fonte: ARCOWEB. Agencia Mídia Digital, Husky Marcos,Pretta Catta Renato. Disponível em:http://www.arcoweb.com.br/interiores/husky-catta-preta-agencia-midia-digital-rio-janeiro-03-08-2012.html. Acesso em 03 nov. 2012Figura 07: A mesa de centro Toras reaproveita material usado e, obras como escoras. Fonte: ARCOWEB. Agencia Mídia Digital, Husky Marcos,Pretta Catta Renato. Disponível em:http://www.arcoweb.com.br/interiores/husky-catta-preta-agencia-midia-digital-rio-janeiro-03-08-2012.html. Acesso em 03 nov. 2012. 14
  15. 15. 3.3 Estudos de caso 3: Iluminação referente a bares. Figura 08: A vista geral mostra a integração dos espaços com diferentes ambientações, moveis com pouca iluminação. Fonte: ARCOWEB. Restaurante Momotaro. Kubota Roberto. Disponível em:http://www.arcoweb.com.br/interiores/roberto-kubota-restaurante-sao-paulo-25-06-2012.html . Acesso em : 3 nov. 2012. Neste estudo usei para iluminação do interior do bar.O Restaurante Momotaro fica localizado na Rua Diogo Jácome, 591, Moema na cidade deSão Paulo, em uma rua que vem concentrando cada vez mais restaurante. Aproveitando a construção anterior de uma cantina italiana e sua estrutura convencionalde concreto e o forno a lenha, hoje usado para assar peixes. Na reforma foram abertos diversos ambientes, configurando espaços menoresvisualmente integrados, intimistas e com identidade. O primeiro deles é a varanda, umacaixa de madeira simulando encaixes e vidro. Essa trama inspirada no biombo japonês está voltada para o exterior e faz um jogo detransparência que atrai a atenção de quem passa pela rua, garantindo a fácil identificaçãodo restaurante, mesmo sem as placas cuja utilização é restringida pela Lei Cidade Limpa. Preferida por grupos de jovens, a varanda tem pé-direito duplo, cobertura em toldo retrátile piso em deque de madeira.O acesso leva diretamente a um longe com estofados pretos, iluminação dramática parederevestida por cerâmica que simula metal oxidado. Essa parede ganha continuidade pelo jardim lateral contemporâneo, assinado porGilberto Eles, e valoriza também a pequena varanda posterior. 15
  16. 16. Figura 09: A madeira da fachada é jequitibá-rosa, escolhida por apresentar tonalidade intermediária. Fonte: ARCOWEB. Restaurante Momotaro. Kubota Roberto. Disponível em:http://www.arcoweb.com.br/interiores/roberto-kubota-restaurante-sao-paulo-25-06-2012.html . Acesso em : 3 nov. 2012. Figura 10: A parede de fundo é revestida por cerâmica com aspecto de metal oxidado. Fonte: ARCOWEB. Restaurante Momotaro. Kubota Roberto. Disponível em:http://www.arcoweb.com.br/interiores/roberto-kubota-restaurante-sao-paulo-25-06-2012.html . Acesso em : 3 nov. 2012. 16
  17. 17. 3.4. Estudo de Caso 4: Amplitude do ambiente, subtração do espaço. Figura 11: A Galeria Transversal resulta de dois sobrados germinados e ocupa a totalidade do andar superior. Fonte: ARCOWEB. Galeria Transversal. Marcelo Ferraz, Francisco Fanucci. Disponível em:http://www.arcoweb.com.br/interiores/brasil-arquitetura-galeria-transversal-09-09-2011.html. Acesso em 08 nov. 2012. Este estudo obteve a ideia de melhorar o espaço interno do meu projeto. A Galeria Transversal localizada na rua do Bosque, 206, bairro Barra Funda, na cidadede São Paulo, a arquitetura com outras áreas do conhecimento, como as artes plásticas.Para Marcelo Ferraz, autor com Francisco Fanucci da arquitetura da Galeria Transversal, oprojeto resulta de uma operação simples de subtração, conquista de espaço, com umamedida relacionada à necessidade e espaço. No total são apenas 200 metros quadrados de intervenção, cuja medida resulta najunção de dois antigos sobrados residenciais, dos quais a galeria passou a ocupar opavimento superior. No setor tem uma amarração do vigamento de madeira do telhado. Removidas asparedes que subdividia o andar superior, o pátio surgiu com uma estrutura frágil do projeto,pendendo assim os pontos centrais de apoio da cobertura em águas. Para resolver esta questão foram colocados quatro, pilares e quatro vigas metálicas, eainda tornaram-se um elemento marcante da proposta, com uma expressão exata dasdemandas funcionais. O telhado há tesouras e vigamentos desalinhados ou isolados,e, embora o desenho geralvá para o deságue na região do antigo pátio. No restante trata-se de uma boa arquitetura marcados pela presença simples deimplantação. 17
  18. 18. Figura 12: A entrada ocorre por corredor afunilado, dando acesso á escada de alvenaria. Fonte: ARCOWEB. Galeria Transversal. Marcelo Ferraz, Francisco Fanucci. Disponível em:http://www.arcoweb.com.br/interiores/brasil-arquitetura-galeria-transversal-09-09-2011.html. Acesso em 08 nov. 2012. A entrada ocorre por corredor afunilado, que dá acesso à escada de alvenaria. Atuandono limite da mínima intervenção, os arquitetos preservaram a modulação da fachadaresidencial deixando contextos mais simples de implantação. Figura 13: São desiguais os balanços da viga metálica, resultado direto da assimetria do telhado. Fonte: ARCOWEB. Galeria Transversal. Marcelo Ferraz, Francisco Fanucci. Disponível em:http://www.arcoweb.com.br/interiores/brasil-arquitetura-galeria-transversal-09-09-2011.html. Acesso em 08 nov. 2012. 18
  19. 19. Figura 14: Detalhe do reforço metálico e da tubulação aparente de elétrica e iluminação. Fonte: ARCOWEB. Galeria Transversal. Marcelo Ferraz, Francisco Fanucci. Disponível em:http://www.arcoweb.com.br/interiores/brasil-arquitetura-galeria-transversal-09-09-2011.html. Acesso em 08 nov. 2012. Figura 14: Detalhe do reforço metálico e da tubulação aparente de elétrica e iluminação. Fonte: ARCOWEB. Galeria Transversal. Marcelo Ferraz, Francisco Fanucci. Disponível em:http://www.arcoweb.com.br/interiores/brasil-arquitetura-galeria-transversal-09-09-2011.html. Acesso em 08 nov. 2012. 19
  20. 20. 3.5. Estudo de Caso 5: Cenografia Figura 16: Prateleiras cenográficas revestem o volume lateral do mezanino. Fonte: ARCOWEB. Bar Armazém Medeiros. Vecci Isabela. Disponível em: http://www.arcoweb.com.br/interiores/isabela-vecci-bar-armazem-08-07-2011.html. Acesso em: 08 nov. 2012. Bar Armazém Medeiros descontraído ostenta características principais a tipologia deesquina e o generoso pé-direito interno, ornamentado por prateleiras cenográficas que,feitas com madeira pinus. Localizado em Belo Horizonte um sobrado da década de 1940,onde era um armazém a arquiteta Isabela Vecci retomou o ambiente e a espacialidade daconstrução original, onde serviu de inspiração para a visualidade retro do empreendimento. Habituada á escala do objeto e ao universo museográfico, a arquiteta e designer adotouum novo projeto cenográfico para este bar. A fachada foi restaurada, valorizando-se a tipologia do sobrado de esquina. 20
  21. 21. Figura 17: As prateleiras funcionam como contraponto vertical ao ambiente escuro e revestimentos á iluminação. Fonte: ARCOWEB. Bar Armazém Medeiros. Vecci Isabela. Disponível em: http://www.arcoweb.com.br/interiores/isabela-vecci-bar-armazem-08-07-2011.html. Acesso em: 08 nov. 2012. Com 120 assentos apenas no pavimento térreo, o projeto priorizou a iluminação reduzidaos interiores, combinando com o mobiliário e revestimentos em tonalidades escuras. As prateleiras são equipadas com lâmpadas de baixa potência ligadas em circuitodiverso de sua especificação, com voltagens de 110 deste modo a reduzir-se aluminosidade do ambiente. Figura 18: Alguns dos produtos comercializados antigamente pelo armazém compõem as prateleiras do bar.Fonte: ARCOWEB. Bar Armazém Medeiros. Vecci Isabela. Disponível em: http://www.arcoweb.com.br/interiores/isabela-vecci-bar-armazem-08-07-2011.html. Acesso em: 08 nov. 2012. 21
  22. 22. Figura 19: A madeira pinus se destaca nos interiores. O volume suspenso não original da construção foi mantido pela arquiteta uma das laterais do bar. Fonte: ARCOWEB. Bar Armazém Medeiros. Vecci Isabela. Disponível em:http://www.arcoweb.com.br/interiores/isabela-vecci-bar-armazem-08-07-2011.html. Acesso em: 08 nov. 2012. Este estudo expirou-me para as prateleiras do meu projeto. 22
  23. 23. 4. O CLIENTE Figura 20: Foto do Sebastião (Tião) Fonte: foto do autor. Sebastião de Paula comerciante há 25 anos tem formação de ensino médio, deorigem brasileira, casado, tem dois filhos. Tem muito interesse por música brasileira compreferência ao rock nacional e internacional. As mudanças pedidas por ele é para melhoramento de sua cozinha colocando-seequipamentos melhores para facilitar e fazer mais petiscos para seus frequentadores. Trocaros eletroeletrônicos de áudio e vídeo por um mais atual, oferecendo atrativos para seusclientes, e o proprietário também. TV por assinatura para assistir jogos de futebol, musicaise filmes. Trocar as portas por uma mais atual fácil manuseio. 23
  24. 24. 4.1. Painel Semântico do Cliente Figura 21: Painel Semântico do Sebastião de Paula Fontes: Elaborado pelo autor. O cliente é uma pessoa bastante mística, gosta de ouvir rock internacional, nacional,fazer reuniões animadas com seus clientes e amigos, grande contador de causos e jogadorde xadrez. Preferem árvores como eucalipto, ipê por causa do aroma agradável, árvoresrobustas e resistentes. Suas flores preferidas são rosa e margarida bela sua beleza e cor. Gosta muito de tomar café, veste-se bem esporte com Jeans e camiseta é umapessoa que a acredita nos símbolos de sorte e azar. 24
  25. 25. 4.2. BriefingNome do estabelecimento: Bar Treze Ltda.Proprietário: Sebastião de Paula (Tião), 51 anos, casado, dois filhos, gosta muito de tomarcafé, contar piadas e causos, jogar xadrez, fumante.Localização do comercio: Rua Treze de Maio, 611 – Centro – Limeira – SP.Tipo de comércio: BarEstilos de pessoas que frequentam o estabelecimento? Estudantes, jogadores de xadrez, professores, atores de teatro, músicos, poetas,escritores, vendedores, advogados, comerciantes, profissionais liberais, políticos, Clube dasMotos, roqueiros, é um estabelecimento de pessoa de culturas diferentes.Quais bebidas são vendidas? Cervejas, refrigerantes, energéticos, destilados em geral.Do que você mais gosta do bar em funcionalidade?O atendimento pessoal e rápido.Do que não gosta no bar? A cozinha e os equipamentos de vídeo e som e também trocariaas portas por um sistema mais moderno e cômodo.Que tipo de guloseimas é vendido? Salgados, porções, petiscos, doces como: chocolates,balas, Dops, chicletes.Cores de preferência? Amarelo, marfim, laranja, vermelho e azul.Que tipo de material que gosta? Madeira e acrílico.Qual revestimento de parede que mais agrada? . Que tipo? Cerâmico anti escorregadio.Tipo de mobiliário? Acrílico e madeira.Luminária de sua preferência? Fluorescente, led.Que tipo de equipamentos de áudio e vídeo tem preferência? TV, DVD, mais novos.Sua comida preferida? Lasanha, massas em geral.Qual seu estilo a se vestir? Esporte, Jens e camiseta.O que gostaria de incrementar no estabelecimento? TV por assinatura para assistir osJogos e musicais. 25
  26. 26. Qual o estilo musical? Roque nacional me internacional.Gosta de plantas? Quais? Sim, samambaia, comigo ninguém pode.Gosta de flores? Quais? Sim, rosa, margarida.Gosta de arvores?Quais? Sim, ipê, eucalipto.Cantores ou conjuntos que mais gosta?Lei Zepelim, Ruim Stones, Raul Seixas, Para lamas do Sucesso, Kiss, Nazareth, Pink Floyd.Musica que mais gosta? Amigo Pedro do Raul SeixasEstação do ano preferida? Verão.Porque o nome Bar Treze? Porque o número treze é místico e dizem que traz azar paramim trouxe muita sorte, porque também eu sou muito MÍSTICO. 26
  27. 27. 5. CONCEITO. Resgate de Jogos Tradicionais. Neste projeto do Bar Treze, inspirado pelo conceito RESGATE DE JOGOSTRADICIONAIS, pois os frequentadores se reúnem para jogar xadrez, conforme foto abaixo,porque não acrescentar outros jogos como a Trilha e Damas para eles se sentirem mais avontade por serem uns estabelecimentos de varias culturas, eles ouvem boa musicastornando-se um ambiente propício para confraternizações, reuniões de amigos e uma boaconversa. Figura 21.1 – Proprietário jogando xadrez com cliente Fonte: Foto do autor 27
  28. 28. XADREZ Figura 22: Tabuleiro de xadrezFonte: BRASIL ESCOLA. Disponível em: http://www.brasilescola.com/educacaofisica/xadrez.htm. Acesso em: 30 out. 2012. O xadrez é um jogo de tabuleiro, de caráter competitivo, disputado entre doisparticipantes. Cada um é representado por peças de cores opostas, geralmente sãoutilizadas pretas e brancas. O objetivo do jogo é conquistar o “rei” de seu adversário. Para jogar é necessário um tabuleiro composto por oito colunas e oito linhas, o queresulta em 64 casas possíveis para a mobilidade das peças. As peças são compostas deoito peões, duas torres, dois cavalos, dois bispos, uma rainha e um rei. Cada peça tem sua particularidade no modo de movimentar-se sobre o tabuleiro. Ao peão, são apenas permitidos movimentos frontais, de modo que o primeiromovimenta de cada peão pode abranger duas casas, os outros movimentos se restringem auma casa à frente. Embora se movimente para frente, o ataque do peão sempre ocorre nadiagonal. A torre pode correr, sem restrições de número de casas, para frente/trás/direito-esquerda. O cavalo realiza movimentos em “L” (duas casas em um sentido e uma casa emsentido perpendicular àquele), para qualquer direção. O movimento do bispo ocorre, assimcomo no caso das torres, sem limitação de casas, porém apenas no sentido diagonal. Arainha tem livre movimentação no jogo. O rei pode apenas ser movimentado de casa emcasa, ainda que em qualquer direção do tabuleiro. A movimentação das peças, por parte dos jogadores, é feita a partir de estratégiabastante pensada. É por isso que se costuma usar o xadrez como analogia para quaisqueroutras ações de estratégias, como as ações políticas, por exemplo. 28
  29. 29. Segue o modelo de um tabuleiro para partida de xadrez com a disposição inicial das peças: TORRE CAVALO BISPO REI RAINHA BISPO CAVALO TORRE PEÃO PEÃO PEÃO PEÃO PEÃO PEÃO PEÃO PEÃO PEÃO PEÃO PEÃO PEÃO PEÃO PEÃO PEÃO PEÃO TORRE CAVALO BISPO REI RAINHA BISPO CAVALO TORRE É possível que você esteja se perguntando por que o xadrez é considerado esporte.Essa pergunta é muito válida porque, em geral, costumamos relacionar esporte à atividadefísica. No entanto, não é isso que caracteriza o esporte. Para uma atividade ser consideradaesporte, ela deve ter regras fixas; ser regulamentada por Federações e Confederações;apresentar caráter competitivo; beneficiar os vencedores com recompensa de tipoextrínseco, como medalhas, troféus e prêmios em dinheiro. Logo, percebe-se que o xadrezse encaixa perfeitamente na categoria “esporte”. 29
  30. 30. DAMAS Figura 23:Tabuleiro antigo Figura 23-1: Tabuleiro atual Fonte: HIEROPHANT. Disponível em: http://www.hierophant.com.br/arcano/posts/view/Kamalaksi/36. Acesso em 30 out. 2012. A história do jogo de damas nos leva a uma viagem de 4.000 anos. O tabuleiro primitivo,com captura já existe há 40 séculos. O povo da África movia pedras ou conchas em linhasdesenhadas na areia.Assim como fazemos hoje, eles capturavam as peças pulando sobre a peça adversária. Esse jogo ainda não era o Jogo de Damas. A peça movia-se para qualquer lado e nãohavia promoção á Dama. O Jogo de Damas nasceu entre 2000 e 1500 AC, quando osafricanos criaram a promoção á Dama. Os Faraós do Egito jogaram este jogo por volta de3.500 anos atrás. De acordo com o filósofo Platão, a Grécia emprestou os jogos detabuleiros do Egito. Junto com estes jogos, estava o Jogo de Damas. Não se sabe em queépoca o Jogo de Damas chegou à Atenas, mas os gregos o jogaram no século V AC, sob onome de: “Jogo das cinco linhas”. O Jogo de Damas foi tão comum e popular, que passoua fazer parte de provérbios. Caso alguém tivesse que abandonar uma posição favorável, osgregos diziam: “ele deve abandonar a linha sagrada”. Esta linha sagrada era a linha central,horizontal do tabuleiro de Damas. O primeiro jogador de damas, cujo nome é Publius Mucius Scaevola, viveu no século IIAC. No século VI DC ou um pouco antes, o nome Latino para o Jogo mudou para Jogo comPeças e havia um segundo jogo de tabuleiro com o mesmo nome: trilha, o que prova que oJogo de Damas e a Trilha eram jogados juntas frequentemente. Este nome latino “joga compeças” foi emprestado das tribos árabes. 30
  31. 31. Antes do século VIII DC, um jogador de damas árabe pensou em uma nova regra depromoção: a Dama ganharia uma grande liberdade de movimento. A dama longa havianascido. No século VIII DC os Mouros, povo árabe, conquistaram a Espanha. O Jogo deDamas deles, mais vive e rápido que o Jogo Roma, o com a Dama curta , conforme provadopela simulação feita em computador conquistou o território também. O primeiro livro de damas foi publicado na Espanha, em 1547, por Anton Torquemada. Na França, entre os anos 1000 e 1500, talvez antes, o jogo de damas era muito popular.Havia dúzias de expressões baseadas no jogo. Esta popularidade foi responsável pelainovação, feita no século XIV: jogadores de damas franceses começaram a jogar damas emtabuleiros de xadrez! E aí o jogo de damas no tabuleiro de xadrez recebeu seu próprio nome: no francês “jeude dames”, com o significado de “jogo de damas (diques)”. A primeira inovação foi à tomada para trás de uma peça não promovida e a segundainovação foi à introdução do tabuleiro de 100 casas. O jogo renovado recebeu o nome peculiar de: Damas Polonesas. Em holandês a palavra“Polish” significa estranho, esquisito. Um século mais tarde, entre 1670 e 1690, a variedade chegou à França. Este nome estranho inspirou o jogador parisiense Manoury, autor de dois livros de damas(1770 e 1787) a uma romântica lenda acerca do nascimento das Damas Polonesas. Este tipo de lenda sempre nacionaliza a invenção. Desta forma Manoury contava aosseus leitores que a Damas polonesas havia sido inventada em Paris por volta de 1725 ecom um oficial francês envolvido. O segundo personagem importante, da Polônia, contribuiu tanto, que o oficial,magnanimamente, propôs que o novo jogo tivesse o nome de Damas Polonesas. O Jogo de Damas, na França medieval foi extraordinariamente popular e foi tambémdurante os séculos XVI e XVII. Era o jogo de tabuleiro preferido na França. Nos cafés franceses do século XVIII, Xadrez,Gamão e Damas tinham a mesma popularidade. É notável, no entanto, que não menos que Philidor, admirado pelo seu dom comocompositor de músicas, jogador às cegas de Xadrez e autor de um lindo livro de Xadrez,reclamava da influência do Jogo de Damas no Xadrez. Assim como seus compatriotas artísticos e intelectuais, Philidor jogava Damas também eaté mesmo criou problemas em Damas. Como uma criança do seu tempo, Philidor não eracapaz de resistir ao espírito de sua época, o ano de 1740. Ele quebrou a estratégia comumde atacar com as peças principais descuidando dos peões. Ao contrário, enfatizava aestratégia dando valor ao peão, influência que ele trouxe do jogo de damas. 31
  32. 32. TRILHA Figura 24: Tabuleiro e as peças do jogo de Trilha. Fonte: WIKIPEDIA. Disponível em: http://pt.wikipedia.org/wiki/Trilha_(jogo). Acesso em: 10 nov. 2012. Trilha ou Moinho é um tradicional e antigo jogo de tabuleiro, que frequentemente éincluído por fabricantes brasileiros de jogos de tabuleiro como parte de coletâneas.Tipicamente acompanha jogos como Damas, Gamão, Ludo e Xadrez. É conhecido pormuitos outros nomes (por exemplo Marel), tanto em português quanto em outras línguas. O tabuleiro consiste em três quadrados concêntricos conectados entre si. Cada jogadorescolhe uma cor e dispõe de nove peças, que são colocadas alternadamente nas posiçõesde suas preferências (de forma semelhante à montagem inicial do Jogo da velha). Tanto oscantos dos quadrados quanto os pontos médios de seus lados são posições iniciais (e dejogo) válidas. O objetivo do jogo é remover as peças inimigas até que restem no máximo uma cada vezque um jogodor forma uma linha horizontal ou vertical com três de suas peças(um “moinho”)sobre o tabuleiro, tem o direito de escolher uma peça inimiga para remover, desde que essapeça não faça parte de um moinho inimigo O jogo começa com o tabuleiro vazio. Os jogadores se alternam colocando peças sobreinterseções vagas. Depois que todas as dezoito peças tenham sido colocadas, os jogadoresmovem peças por turnos. 32
  33. 33. Um movimento consiste em deslizar uma peça ao longo de uma das linhas do tabuleiropara uma outra intersecção adjacente. Se uma das fases de jogo forma um moinho (três peças colineares da mesma cor), entãopode-se remover qualquer peça da cor adversária (desde que não faça parte de outromoinho e ainda haja outras peças da cor adversária no tabuleiro). Se não houver peçasadversárias a não ser em moinhos, pode-se remover uma peça de moinho. Figura 25: Tabuleiro de Trilha com uma possivel situação de jogo. Fonte: WIKIPEDIA. Disponível em: http://pt.wikipedia.org/wiki/Trilha_(jogo). Acesso em: 10 nov. 2012. Uma situação ideal, que tipicamente resulta em vitória, é aquela em que se podemovimentar uma peça entre dois moinhos, removendo uma peça adversária a cada turno.Por exemplo, no diagrama ao lado o vermelho ganhou o jogo mesmo que azul se movaprimeiro. Quando um jogador estiver reduzido a três peças, essas peças podem voar de qualquerintersecção para qualquer outra. Embora pareça ser um recurso poderoso para o jogadorem desvantagem, na prática esse poder raramente muda o desfecho de um jogo. Ao ser reduzido a apenas duas peças, um jogador não pode mais capturar (remover)peças de seu oponente, e portanto perde o jogo. 33
  34. 34. 5.1. Painel Semântico do Conceito Figura 26: Painel semântico do conceito Resgate de jogos tradicionais Fontes: TABULEIRO DE XADREZ. Disponível em: http://www.tabuleirodexadrez.com.br/tabuleiro-e-pecas-do- xadrez.htm. Acesso em: 10 nov. 2012. WIKIPEDIA. Disponível em: http://pt.wikipedia.org/wiki/Trilha_(jogo). Acesso em: 10 nov. 2012. HIEROPHANT. Disponível em: http://www.hierophant.com.br/arcano/posts/view/Kamalaksi/36. Acesso em 30 out. 2012. O painel mostra o resgate dos jogos tradicionais que são: xadrez, damas e trilha e comoo símbolo de uma ampulheta para representar resgate. 34
  35. 35. 6. PROCESSO DE DESENVOLVIMENTO DO PROJETO A partir da ideia foi criar um ambiente mais aconchegante para os frequentadores sesentir mais a vontade e ouvir boa musicas tornando-se um ambiente propício paraconfraternizações, jogadores de xadrez acrescentando mais jogos como damas e trilhafazendo assim reuniões de amigos, utilizando o conceito Resgate de Jogos Tradicionais.6.1. Levantamento O maior desafio encontrado o estabelecimento possui uma área menor modificando seubalcão para acomodar melhor seus frequentadores, assim como nos mobiliários. Foramtrocados os equipamentos de som e vídeo, reformando os sanitários, cozinha, adquiridosnovos eletrodomésticos, trocados os revestimentos, pisos, retirado à coifa, fachada por umamais atual e cores das paredes mais atualizadas com o ambiente. 35
  36. 36. Planta baixa de levantamento Figura 27: Planta baixa do Levantamento geral do bar especificando toda sua área. Fonte: Autor 36
  37. 37. Fotos levantamento do estabelecimento. Figura 28: Vista sanitário feminino Fonte: autor Figura 28.1: Sanitário masculino Fonte: autor. 37
  38. 38. Fotos levantamento do estabelecimento. Figura 29: Mictório masculino. Fonte: autorFigura 30: Interior do bar com balcão, banquetas, mesas, cadeiras na entrada principal. Fonte: Autor. 38
  39. 39. Fotos de levantamento do estabelecimento.Figura 31: Porta central do bar entrada principal com as mesas e cadeiras. Fonte: autor. Figura 32: Cozinha com fogão bem simples. Fonte: autor. 39
  40. 40. Fotos levantamento do estabelecimentoFigura 33: Interior do bar uma vista geral com as mesas e cadeiras e as portas. Fonte: autor. Figura 34: Balcão, com os frezeers. Fonte: autor. 40
  41. 41. Fotos levantamento do estabelecimento Figura 35: Letreiro do bar . Fonte: autor. Figura 36: Fachada do estabelecimento Fonte: autor. 41
  42. 42. 6.2. Estudos PreliminaresForam feitos vários levantamentos das portas dos sanitários, caixa, balcão, mobiliários,cozinha, espaços internos, fachadas, cores. Figura 37: Croqui do primeiro projeto de layout do espaço. Fonte: autor Este projeto o balcão em forma de “U” modificando os espaços para colocar as mesas ecadeiras. 42
  43. 43. Figura 38: Croqui do segundo projeto de layout do espaço. Fonte: autor Este layout sugerido mudanças bem mais ampla tanto nos espaços interno como novobalcão, mobiliário, cozinha outra disposição do balcão mesas e cadeiras, aumentando asportas de entrada para melhorar o acesso, reforma geral dos sanitários trocando os vasossanitários, pias, mictório, portas. 43
  44. 44. Figura 39: Planta baixa do primeiro projeto. Foram sugeridas varias modificações no balcão, disposição do freezer, pia caixa. Fonte: autor. Figura 40: Fachada do estabelecimento com uma nova proposta de cores no interior e na fachada. Fonte: autor. 44
  45. 45. Figura 41: Um novo balcão com um desenho diferente. Fonte: autor. Foram sugeridas várias mudanças como: balcão, caixa, cores das paredes. Figura 42: Paginação do teto Fonte: autor.Foi retirado o forro trocadas as luminárias e acrescidas outras mais atuais. 45
  46. 46. Figura 43: Paginação do piso com as propostas do mobiliário e balcão. Fonte: autor. Foram trocados os pisos para melhor adequar ao conceito do projeto. 46
  47. 47. 6.3. Anteprojeto Fachada do estabelecimento. Figura 44: foto do estabelecimento antes Figura 45: foto maquete depois 47
  48. 48. Figura 46 :foto balcão antesFigura 47: foto maquete depois 48
  49. 49. Figura48: foto sanitário feminino antesFigura 49: fotos maquete depois. 49
  50. 50. Vista sanitário masculino Figura 50:foto sanitário masculino antesFigura 51: foto maquete depois 50
  51. 51. Vista mictório masculino Figura 52: foto mictório antes Figura 53: foto maquete mictório depois. Observação: O designer Yeongwoo Kim criou o Eco-Urinol, que tem a pia embutida nopróprio mictório, economizando água e espaço e incentivando a higiene. Uma ideia simplesque pode economizar cerca de 2 litros de água por uso, já que reutiliza a água usada paralavar as mãos no próprio mictório. 51
  52. 52. Vista da cozinhaFigura 54: foto cozinha antesFigura 55:foto maquete depois 52
  53. 53. Imagens das portas. Figura 56: foto porta de entrada do estabelecimento antesFigura 57: foto maquete depois 53
  54. 54. Imagem do tetoFigura 58: foto teto antes Figura 59:foto maquete depois 54
  55. 55. Imagem interior bar Figura 60: foto interior do bar antesFigura61: foto maquete depois 55
  56. 56. Piso do bar Figura 62: piso do bar antesFigura 63:foto maquete depois 56
  57. 57. Figura 64: foto maquete mesa com tabuleiros de jogos Figura 65:foto maquete do mobiliário projetado pelo autor6.4. Projetos executivos6.4.1. Localização da área de intervençãoDisponível em anexo final do livro6.4.2. Layout, cortes, vistas e fachada (se houver);Disponível em anexo final do livro6.4.3. Projeto LuminotécnicoDisponível anexo final do livro6.4.4. Paginação de TetoDisponível anexo final do livro6.4.5. Paginação de PisoDisponível em anexo final do livro6.4.6. Detalhe 57
  58. 58. 6.4.7. Projeto de Mobiliário Projeto de uma mesa tipo balcão feito de madeira.Perspectiva mobiliárioVista mobiliário 58
  59. 59. 6.4.8. Estudos Cromáticos6.4.8.1. Estudo número 01Harmonia Triádica É a harmonia onde usamos três cores equidistantes no circulo cromático. Por exemploazul, amarelo e vermelho. Esse tipo de combinação consegue dar um efeito visual muitoatraente..Fonte:AMOPINTAR. Disponível em: http://www.amopintar.com/harmonia-das-cores. Acesso em: 03 nov. 2012. Esta harmonia é muito popular entre os artistas porque oferece um alto contraste visual,ao mesmo tempo em que conserva o balanço e a riqueza das cores. Esta harmonia não étão contrastante como o esquema de complementares, mas aparece mais balançado eharmonioso. Acrescentei o branco para ajudar nas composições das cores. Azul Vermelho Amarelo Branco Composição das Cores 59
  60. 60. 6.4.8.2 . Estudo número 02Harmonia AnálogaFonte: AMOPINTAR. Disponível em: http://www.amopintar.com/harmonia-das-cores. Acesso em: 03 nov. 2012. É a harmonia formada de uma cor primária combinada com duas cores vizinhas na rodadas cores. Uma cor é utilizada como a dominante enquanto que adjacentes são utilizadaspara enriquecer a harmonia. Vermelho-violeta Vermelho Vermelho-laranjaComposição das Cores 60
  61. 61. Estudo Cromático Aplicação da Composição escolhida no Ambiente Foram escolhido estas cores como o branco, azul, vermelho e amarelo para deixar oambiente mais agradável, aconchegante e convidativo. 61
  62. 62. Estudo CromáticoSensações das cores escolhidas Os azuis - As tonalidades azuis simbolicamente associadas à imensidão do céu, àságuas claras e à espiritualidade, provocam sensações refrescantes. São tons que permitemo relaxamento, alívio de tensões e a calma, mas as nuances devem ser cuidadosamenteestudadas e dosadas, pois os excessos podem causar introversão e denotar tentativa desuper controle dos sentimentos e da excitação. Os amarelos - As tonalidades amarelas simbolicamente associadas à luz, ao sol,à consciência e à alegria de viver, transmitem a sensação de ambientes secos, o que podeajudar a resolver problemas com a umidade nos ambientes. Também estão ligadas à ideia de nobreza; no oriente é a cor mais importante depois dovermelho; pela associação com a cor do ouro. Entretanto, o excesso de amarelo pode terefeito catastrófico, pois podem denotar tendências excessivamente extrovertidas, quepodem remeter a algo brega, de mau gosto. Aplicado apropriadamente pode indicaraspirações e ambições bem desenvolvidas. Os vermelhos - O aspecto simbólico do vermelho está relacionado à força da vida, aocoração, ao erotismo, à nobreza, mas também, se usado em excesso, à instabilidadeemocional e à agressividade. Os brancos transmite paz, de calma, de pureza,traz todas as cores, ilumina etransforma. 62
  63. 63. 6.4.9. Especificação de Materiais.N. IMAGEM MATERIAL QTD MARCA MODELO COR VL UNIT. V.TOT01 Acrílica Super Vermelho TINTA 01 CORAL Lavável 18 LTS tomate 298,50 298,5002 Acrílica Super TINTA 01 CORAL Lavável 18 LTS Branca 298,50 298,5003 Acrílica Super TINTA 01 CORAL Lavável 18 LTS Amarelo 298,50 298,5004 Acrílica Super TINTA 01 CORAL Lavável 18 LTS Azul 298,50 298,5005 Lâmpada FLUORESCE 08 FLC PLE Amarela 15,00 120,00 NTE06 PENDENTE LUMINÁRIA 07 MARGI ALUMINIO VERMELHO 59,00 413,00 LUSTRES ESCOVADO07 TV PLASMA 01 PANASONIC TCP42UT50B PRETO 2632,90 2632,90 42”08 FOGÃO DE 01 FISCHER DIGITAL 1Q PRETO 260,00 260,00 INDUÇÃO09 PIA 01 BOM JESUS GRANITO LUXO CINZA 282,90 $ 282,90 COZNINHA 1,50X0,55M10 GABINETE PIA COZINHA 01 ITATIAIA GABINETE 2 BRANCO 399,90 399,90 PORTAS11 MICTÓRIO 02 ECO-UNIROL ECO-URINOL BRANCO 63
  64. 64. 6.4.9. Especificação de MateriaisN. IMAGEM MATERI QTD MARCA MODELO COR VL UNIT. V.TOT AL12 VASO 02 DECA CX ACOPLADA BRANCA 301,80 603,60 SANITARO BANCADA13 PIA DE 02 MERCURIO ETAMPO PRETO E 839,99 1679,98 VIDRO BRANCO BANHEI RO SUPORTE SOILD PAPEL BRONZE14 HIGIENI 02 TITULAR TAMPA INOX INOX 35,85 71,70 CO PORTA PORTA LISA15 MADEIRA 02 IMBUIA C/F IMBUIA MARROM 195,00 390,0016 PORTA SANFONA 02 MADEX SANFONADA AZUL 85,00 170,00 DA PVC Vidro 3,60m SHALON PLANO LISO 4 INCOLOR 65,00 234,0017 mm18 Vidro 24,42 NEOVIDRO TEMPERADO 10 AZUL 76,00 1.855,92 mm19 63,98 PRETO E PISO M2 ELIANE TABULEIRO BRANCO 17,90 M2 1145,24 1020 MDF Placas Popular Q&A MDF MARROM 120,00 1200,0021 PORTAO CONTRAPESO GALVANIZA 1288,53 2577,06 GARAGEM 02 ECOLUX DO 2,50X2, 4522 BANQUE 10 PAIVA STRUTURA AÇO BRANCOC/ 55,00 550,00 TAS TUBULAR ALMOFADAS PRETA 0523 MESAS E MESAS BOHEMIA CONJUNTO MARROM 316,00 1580,00 CADEIRAS 20 DOBRAVEL CAD. MADEIRA 64
  65. 65. 6.4.9. Especificação de Materiais IMAGEM MATERI QTD MARCA MODELO COR VL UNIT. V. TOT. AL N. BIZOTADO E ESPELHO 01 NOVA LAPIDADO INCOLOR 250,00 2100,00 24 GRANDE IGUAÇU quatro mm M2 25 TOLDO 01 MASTER COBERTURA 8,00X TOLDO CORTINA ROLO PRETO 65,00 585,00 1, 00 POLICARBONA TO 26 65
  66. 66. 6.4.10. Planilha de Planejamento de Execução e Orçamento da ObraCronograma da mão de obra que serão executadas.Revestimento Uma SemanaPiso Quinze diasEletricidade Um diaMadeira Dez diasVidros e toldo Um diaPintura Três diasHidráulicos Dois diasOrçamento de materiais, objetos e mobiliário. Serviços Quantidade Valor unitário Valor totalColocação 24,80 m2 $35,00 m2 868,00RevestimentoColocação de piso 63,98 m2 $ 35,00 m2 2239,30Colocação madeiras 1.088,50 m2 $10,00 $10885,00Colocação das Quatro portas $30,00 $120,00portasColocação de louça Seis peças $50,00 cada peça $300,00Pintura 114,92 m2 $10,00 m2 1149,20Instalação de 16 peças $20,00 320,00lumináriasColocação portas Duas portas $100,00 $200,00grandes Valor Total mão de obra: R$ 16.081,50 Valor Total de materiais: R$ 20.537,82 Total da obra: R$ 36.619,32 66
  67. 67. 6.4.11. Perspectiva eletrônica finalA perspectiva eletrônica Figura 66: Vista dentro balcão. Figura 67: Portas de entrada do estabelecimento 67
  68. 68. Figura 68: Vista da cozinhaFigura 69: Balcao mobiliário criado pelo autor 68
  69. 69. Figura 70: Vista balcão e mesasFigura 71: Sanitário masculinoFigura 72: Sanitário masculino 69
  70. 70. Figura 73: Fachada do estabelecimento na perspectiva Figura 74: Fachada do estabelecimento 70
  71. 71. Figura 75: Planta baixa do estabelecimento e vistas das mesas 71
  72. 72. 6.4.12. Fotos da maquete física 72
  73. 73. 73
  74. 74. 7. REFERÊNCIASARCOWEB. Hotel Pullman, Consuelo Jorge. Disponível em:http://www.arcoweb.com.br/interiores/consuelo-jorge-arquitetos-hotel-sao-paulo-09-04-2012.html. Acesso em 30 ago. 2012.ARCOWEB. Agencia Mídia Digital, Husky Marcos, Pretta Catta Renato. Disponível em:http://www.arcoweb.com.br/interiores/husky-catta-preta-agencia-midia-digital-rio-janeiro-03-08-2012.html. Acesso em 03 nov. 2012ARCOWEB. Restaurante Momotaro. Kubota Roberto. Disponível em:http://www.arcoweb.com.br/interiores/roberto-kubota-restaurante-sao-paulo-25-06-2012.html. Acesso em : 3 nov. 2012.ARCOWEB. Galeria Transversal. Marcelo Ferraz, Francisco Fanucci. Disponível em:http://www.arcoweb.com.br/interiores/brasil-arquitetura-galeria-transversal-09-09-2011.html.Acesso em 08 nov. 2012ARCOWEB. Bar Armazém Medeiros. Vecci Isabela. Disponível em:http://www.arcoweb.com.br/interiores/isabela-vecci-bar-armazem-08-07-2011.html. Acessoem: 08 nov. 2012ASK. Disponível em:http://br.ask.com/web?l=sem&ifr=1&qsrc=999&q=PORTA%20MADEIRA%20BANHEIRO%20%202.10X0%2C60%20PRE%C3%87OS&siteid=10005&o=10005&ar_uid=EF84F660-0D94-4880-B8E2-EE6B04779B5A&click_id=D447312F-8CEB-49F7-AF58-7BC6D2F5BE2B.Acesso em: 12 nov. 2012.BRASIL DO BEM. Disponível em. http://www.brasildobem.net/2008/12/para-espantar-o-mau-olhado-e-atrair.html. Acesso em: 08 nov. 2012.CANSTOCKPHOTO. Disponível em:http://www.canstockphoto.com.br/a%C3%A7o-ferradura-8692041.html. Acesso em: 08 nov.2012.CEC. Disponível em: http://www.cec.com.br/material-de-construcao/loucas/banheiro/bacia/para-caixa-acoplada/bacia-para-caixa-acoplada-branca-quadra-ref-p-210-17?produto=1176307. Acesso em: 13 nov. 2012. 74
  75. 75. 7. REFERÊNCIAS (CONTINUAÇÃO)COMPREFIMAP. Disponível em:http://www.comprefimap.com.br/Detalhe.aspx?DepID=119&CatID=281&ProID=967. Acessoem: 06 nov. 2012.FASTSHOP. Disponível em: http://www.fastshop.com.br/TV-PLASMA,dept,5770,subdept,-1.aspx. Acesso em: 20 nov. 2012.FISCHER. Disponível em: http://www.fischer.com.br/loja/fogao-de-inducao-220v.html.Acesso: 18 nov. 2012.HIEROPHANT. Disponível em:http://www.hierophant.com.br/arcano/posts/view/Kamalaksi/36. Acesso em 30 out. 2012.MERCADO LIVRE. Disponível em: http://servico.mercadolivre.com.br/MLB-248573016-toldos-coberturas-cortinas-rolo-policarbonato-lona-_JM. Acesso em: 03 nov. 2012MUNDO DAS TRIBOS. Disponível em: http://www.mundodastribos.com/porta-sanfonada-modelos-e-fotos.html#. Acesso em: 09 nov. 2012.NETSHOES. Disponível em:http://www.netshoes.com.br/categoria/index.jsp?q&_i=1016&qfh_ft=1016%3A11085%3A1016%3A11089&qfh_rct=4040571960&trail=1016%3A11085%3A1016%3A11089&catName=entretenimento/jogos&pageNo=1&pageIndex=1&tUrl=/categoria/index.jsp&ignt=false&oci=11085&showOutOfStockItems=false&campaign=c*lp_t*gglepqcmp_x*u_i*_ct*jog1_tm*_m*_r*_p*&cm_mmc=lp_ggle-_-jog_jgdama_tcb_pqcmp_xdzedm_-_-txt-_-_var_links____&gclid=CJjy3Zfl3rMCFQsGnQodyCUAuQ. Acesso em: 10 nov. 2012.NOVAIGUAÇU. Disponível em: http://novaiguacu.olx.com.br/espelho-bizotado-direto-de-fabrica-iid-298523957. Acesso em: 03 nov. 2012.OBAOBA. Balcão Bar. Disponível em: http://www.obaoba.com.br/sao-paulo/bar/jardim-paulista/balcao. Acesso em: 08 nov. 2012‘PAMPAS. Disponível em: http://vindodospampas.blogspot.com.br/2011/11/mictorios-sustentaveis.html. Acesso em: 10 nov. 2012.PRECIOLANDIA. Disponível em: http://www.preciolandia.com/br/pendente-de-aluminio-escovado-varias-cor-7amc4u-a.html#&panel1-5. Acesso em: 19 nov. 2012. 75
  76. 76. 7. REFERÊNCIAS (CONTINUAÇÃO)VIDRO TEMPERADOS PREÇOS. Disponívelemhttp://vidrotemperadoprecos.blogspot.com.br/2010/11/vidro-temperado-precos.html.Acesso em: 19 nov.. 2012.TABULEIRO DE XADREZ. Disponível em: http://www.tabuleirodexadrez.com.br/tabuleiro-e-pecas-do-xadrez.htm. Acesso em: 10 nov. 2012.WIKIPEDIA. Disponível em: http://pt.wikipedia.org/wiki/Trilha_(jogo). Acesso em: 10 nov.2012.TAQI. Disponível em: http://www.taqi.com.br/taqi/construcao/esquadria/portoes/cat60147http://produto.mercadolivre.com.br/MLB-446106175-banco-banqueta-cadeira-de-bar-em-aco-cores-variadas-_JM. Acesso em: 08 nov. 2012..TIMEOUT. Bares de São Paulo. Disponível em: http://www.timeout.com.br/sao-paulo/bares/venues/9/bar-balcao. Acesso em: 08 nov. 2012.WIKIPEDIA. Disponível em: http://pt.wikipedia.org/wiki/Trilha_(jogo). Acesso em: 10 nov.2012. 76
  77. 77. 8. LISTA DE FIGURASFigura 1: Balcão o móvel deu o nome ao estabelecimento com 25 metros de comprimento ebanquetas dos dois lados, facilitando as conversas e as amizades e um ambiente bemdescontraído. Visão geral do bar com a gigante pintura de Roy Lichtenstein.Fonte: TIMEOUT.Balcão Bar. Disponível em:http://www.oscorujas.com.br/conteudo/2011/06/bar-balcao. Acesso em: 08 nov. 2012Figura 02:. Mezanino com mesinhas no segundo piso com pouca iluminação para casais epessoas mais românticas.Fonte: OBAOBA. Balcão Bar. Disponível em: http:// www.obaoba.com.br/sao-paulo/bar/jardim-paulista/balcao. Acesso em: 08 nov. 2012Figura 03: Recepção do Hotel Pullman com pintura simulando o concreto.Fonte: ARCOWEB. Hotel Pullman, Consuelo Jorge. Disponível em:http://www.arcoweb.com.br/interiores/consuelo-jorge-arquitetos-hotel-sao-paulo-09-04-2012.html. Acesso em 30 ago. 2012.Figura 04: Balcões de atendimento individuais com luzes na parte inferior.Fonte: ARCOWEB. Hotel Pullman, Consuelo Jorge.Disponível em:http://www.arcoweb.com.br/interiores/consuelo-jorge-arquitetos-hotel-sao-aulo-09-04-2012.html. Acesso em 30 ago. 2012.Figura 05: Na recepção a cortina de toras de eucalipto inspira-se no cobogó.Fonte: ARCOWEB. Agencia Mídia Digital, Husky Marcos, Pretta Catta Renato. Disponívelem: http://www.arcoweb.com.br/interiores/husky-catta-preta-agencia-midia-digital-rio-janeiro-03-08-2012.html. Acesso em 03 nov. 2012Figura 06: Na área do café, as luminárias em formato de anzol no teto foram desenhadaspelos arquitetos.Fonte: ARCOWEB. Agencia Mídia Digital, Husky Marcos, Pretta Catta Renato. Disponívelem: http://www.arcoweb.com.br/interiores/husky-catta-preta-agencia-midia-digital-rio-janeiro-03-08-2012.html. Acesso em 03 nov. 2012Figura 07: A mesa de centro Toras reaproveita material usado e, obras como escoras. 77
  78. 78. Fonte: ARCOWEB. Agencia Mídia Digital, Husky Marcos, Pretta Catta Renato. Disponívelem: http://www.arcoweb.com.br/interiores/husky-catta-preta-agencia-midia-digital-rio-janeiro-03-08-2012.html. Acesso em 03 nov. 2012.Figura 08: A vista geral mostra a integração dos espaços com diferentes ambientações,moveis com pouca iluminação.Fonte: ARCOWEB. Restaurante Momotaro. Kubota Roberto. Disponível em:http://www.arcoweb.com.br/interiores/roberto-kubota-restaurante-sao-paulo-25-06-2012.html. Acesso em : 3 nov. 2012.Figura 09: A madeira da fachada é jequitibá-rosa, escolhida por apresentar tonalidadeintermediária.Fonte: ARCOWEB. Restaurante Momotaro. Kubota Roberto. Disponível em:http://www.arcoweb.com.br/interiores/roberto-kubota-restaurante-sao-paulo-25-06-2012.html. Acesso em : 3 nov. 2012.Figura 10: A parede de fundo é revestida por cerâmica com aspecto de metal oxidado.Fonte: ARCOWEB. Restaurante Momotaro. Kubota Roberto. Disponível em:http://www.arcoweb.com.br/interiores/roberto-kubota-restaurante-sao-paulo-25-06-2012.html. Acesso em : 3 nov. 2012.Figura 11: A Galeria Transversal resulta de dois sobrados germinados e ocupa a totalidadedo andar superior.Fonte: ARCOWEB. Galeria Transversal. Marcelo Ferraz, Francisco Fanucci. Disponível em:http://www.arcoweb.com.br/interiores/brasil-arquitetura-galeria-transversal-09-09-2011.html.Acesso em 08 nov. 2012.Figura 12: A entrada ocorre por corredor afunilado, dando acesso á escada de alvenaria.Fonte: ARCOWEB. Galeria Transversal. Marcelo Ferraz, Francisco Fanucci. Disponível em:http://www.arcoweb.com.br/interiores/brasil-arquitetura-galeria-transversal-09-09-2011.html.Acesso em 0Figura 13: São desiguais os balanços da viga metálica, resultado direto da assimetria dotelhado.Fonte: ARCOWEB. Galeria Transversal. Marcelo Ferraz, Francisco Fanucci. Disponível em:http://www.arcoweb.com.br/interiores/brasil-arquitetura-galeria-transversal-09-09-2011.html.Acesso em 08 nov. 2012.8 nov. 2012Figura 14: Detalhe do reforço metálico e da tubulação aparente de elétrica e iluminação. 78
  79. 79. Fonte: ARCOWEB. Galeria Transversal. Marcelo Ferraz, Francisco Fanucci. Disponível em:http://www.arcoweb.com.br/interiores/brasil-arquitetura-galeria-transversal-09-09-2011.html.Acesso em 08 nov. 2012v. 2012Figura 16: Prateleiras cenográficas revestem o volume lateral do mezanino.Fonte: ARCOWEB. Bar Armazém Medeiros. Vecci Isabela. Disponível em:http://www.arcoweb.com.br/interiores/isabela-vecci-bar-armazem-08-07-2011.html. Acessoem: 08 nov. 201Figura 17: As prateleiras funcionam como contraponto vertical ao ambiente escuro erevestimentos á iluminação.Fonte: ARCOWEB. Bar Armazém Medeiros. Vecci Isabela. Disponível em:http://www.arcoweb.com.br/interiores/isabela-vecci-bar-armazem-08-07-2011.html. Acessoem: 08 nov. 2012.Figura 18: Alguns dos produtos comercializados antigamente pelo armazém compõem asprateleiras do bar.Fonte: ARCOWEB. Bar Armazém Medeiros. Vecci Isabela. Disponível em:http://www.arcoweb.com.br/interiores/isabela-vecci-bar-armazem-08-07-2011.html. Acessoem: 08 nov. 2012Figura 19: A madeira pinus se destaca nos interiores.O volume suspenso não original da construção foi mantido pela arquiteta uma das lateraisdo bar.Fonte: ARCOWEB. Bar Armazém Medeiros. Vecci Isabela. Disponível em:http://www.arcoweb.com.br/interiores/isabela-vecci-bar-armazem-08-07-2011.html. Acessoem: 08 nov. 2012Figura 20: Foto do Sebastião (Tião)Fonte: foto do autor.Figura 21: Painel Semântico do Sebastião de PaulaFontes: Elaborado pelo autor.Figura 21.1 – Proprietário jogando xadrez com clienteFonte: Foto do autor 79
  80. 80. Figura 22: Tabuleiro de xadrezFonte: BRASIL ESCOLA. Disponível em:http://www.brasilescola.com/educacaofisica/xadrez.htm. Acesso em: 30 out. 2012.Figura 23:Tabuleiro antigoFonte: HIEROPHANT. Disponível em:http://www.hierophant.com.br/arcano/posts/view/Kamalaksi/36. Acesso em 30 out. 2012.Figura 23-1: Tabuleiro atualFonte: HIEROPHANT. Disponível em:http://www.hierophant.com.br/arcano/posts/view/Kamalaksi/36. Acesso em 30 out. 2012.Figura 24: Tabuleiro e as peças do jogo de Trilha.Fonte: WIKIPEDIA. Disponível em: http://pt.wikipedia.org/wiki/Trilha_(jogo). Acesso em: 10nov. 2012.Figura 25: Tabuleiro de Trilha com uma possivel situação de jogo.Fonte: WIKIPEDIA. Disponível em: http://pt.wikipedia.org/wiki/Trilha_(jogo). Acesso em: 10nov. 2012.Figura 26: Painel semântico do conceito Resgate de jogos tradicionaisFontes: TABULEIRO DE XADREZ. Disponível em:http://www.tabuleirodexadrez.com.br/tabuleiro-e-pecas-do-xadrez.htm. Acesso em: 10 nov.2012.WIKIPEDIA. Disponível em: http://pt.wikipedia.org/wiki/Trilha_(jogo). Acesso em: 10 nov.2012.HIEROPHANT. Disponível em:http://www.hierophant.com.br/arcano/posts/view/Kamalaksi/36. Acesso em 30 out. 2012.Figura 27: Planta baixa do Levantamento geral do bar especificando toda sua área.Fonte: AutorFigura 28: Vista sanitário femininoFonte: autor 80
  81. 81. Figura 28.1: Sanitário masculinoFonte: autor.Figura 29: Mictório masculino.Fonte: autorFigura 30: Interior do bar com balcão, banquetas, mesas, cadeiras na entrada principal.Fonte: Autor.Figura 31: Porta central do bar entrada principal com as mesas e cadeiras.Fonte: autor.Figura 32: Cozinha com fogão bem simples.Fonte: autor.Figura 33: Interior do bar uma vista geral com as mesas e cadeiras e as portas.Fonte: autor.Figura 34: Balcão, com os frezeers.Fonte: autor.Figura 35: Letreiro do bar .Fonte: autor.Figura 36: Fachada do estabelecimentoFonte: autor.Figura 37: Croqui do primeiro projeto de layout do espaço.Fonte: autorFigura 38: Croqui do segundo projeto de layout do espaço.Fonte: autorFigura 39: Planta baixa do primeiro projeto. Foram sugeridas varias modificações no balcão,disposição do freezer, pia caixa.Fonte: autor.Figura 40: Fachada do estabelecimento com uma nova proposta de cores no interior e nafachada.Fonte: autor. 81
  82. 82. Figura 41: Um novo balcão com um desenho diferente.Fonte: autor.Foram sugeridas várias mudanças como: balcão, caixa, cores das paredes.Figura 42: Paginação do tetoFonte: autor.Figura 43: Paginação do piso com as propostas do mobiliário e balcão.Fonte: autor 82
  83. 83. 9. O AUTOR A AUTORAFoto sua 5x7 em preto e branco, com breve biografia. BIOGRAFIA Ricardo Alexandre Pompeu separado, 1,73 , 88kgs, trabalhei em várias áreascomo: informática, industria, comercio e artes cênicas exercendo váriasprofissões tais como: Digitador, Operador de computador, Programador,Professor, Ator de teatro, Garçom, Porteiro, Segurança, Operador decomputador, Fiscal de Prevenção e Perdas e atualmente estudanteuniversitário de Design de Interiores na Faculdade Acadêmica de Artes deLimeira. 83

×