PNT 012 Evangelhos em Ordem Cronológica

260 visualizações

Publicada em

Os slides versão sobre a Exposição Cronológica do Evangelho e compõe o Panorama do Novo Testamento, ministrado na Igreja Cristã Evangélica de Brasília (ICEB).
Os slides atuais tratam da exposição de João a respeito do VERBO e da colocação de Mateus quanto a ANÁS e CAIFÁS, com prováveis consequências em JOÃO.

Publicada em: Espiritual
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
260
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
3
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
7
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

PNT 012 Evangelhos em Ordem Cronológica

  1. 1. Úulíf/ Z! (gl/ miyéâca q? (Q7615 [Éh
  2. 2. mrwuuu iníeír'rias: :rímluulíiwi¡ . Inmanzt e: ííllllí7ilttà
  3. 3. @kgfm«Émfñ-«àxfatgxift/ Joutâ
  4. 4. I DO NASCIRGEBFTO Ao INÍCIO DO íxñlNlSTÉRlO MINISTÉRIO NA JUDÉIA MINISTÉRIO NA GALILÉIA MINISTÉRIO NA PERÉIA ÚLTIMA SEMANA PREPARATIVOS PARA A PÁSCOA CRUCIFICAÇÃO RESSURREIÇÃO ÚLTIMOS 4o DIAS
  5. 5. &Jem; NiOLÇ/ @Jjél @g3 F¡4“1“OL3 _| : t» y ~ »r , _ 4 IÍ Í_êjÍÍÃ. _|ÀÂ_| _,ÊÊ$F/ f'| J , Aids Hx . M E : JW_ À)_: _LW. A_E; ,= _ rh_ R. ? ir' &vê/ gmm/ &nxzzuàzrquwgfuñ 45.6.4014 A' w' * * “ " , l. gp¡
  6. 6. __-_-_-_. ,_. ___-____7êr__. ,. _. ___- . -'/ EYJINGELII()SL - -~_/ ” * EEEaraJ. L3E~ 1< :1r| A = I E= = Irñíi
  7. 7. f' “. '5_NxÍrLÊLL. LIf. t,-*. ' - , v, E 'a Í r . À . ..E Juli-lu l t “Hj *ÃIÚELÊLVÀIÊÍÍÍHÊÍ : :g-Segui : É: 211350 'z' No princípio era o Verbo, e o Verbo estava com Deus, e o Verbo ' era Deus. Ele estava no princípio com Deus. Todas as coisas r foram feitas por intermédio dele, e, sem ele, nada do que foi : feito se fez. [. ..] E o Verbo se fez carne e habitou entre nós, cheio de graça e de verdade, e vimos a sua glória, glória como , do unigênito do Pai (Jo 1.1-3,14) 3 / “ »K/ ,r W *
  8. 8. 3 . fa. u. : a": 'í : ' V_›í_›§_'*' N 131 í 1 à M-*f q . Intl-lu l t HÊÍÂíKIÚLLÊ 15313111111 a e 1,¡ _¡; ,,. ':r: '-*. :I.1 : É: 211950 " No princípio era o Verbo, e o 4V, ,_e_rt>o'›es“tava, c>. ^m e o Verbo ' era Deus. Ele estavameorprfncíplo “n : :T2, 'frodãxs as coisas r foram feitas. mrÍintermér-àjr" de( em 3, nadàxãdo que fo¡ í feito se feàÊF «. ;._; ¡' Va, ti¡ , se 21_ carñe_e. ha; ›i*rc›'u entre nós, Ê cheio de grab, .rt o t, ,~rr': ... ae, e VÍFPÓSÉ sua glória, glória como , . ,. . ; Tt '- . -* , .. f do unlgenrto dg. , Pa¡ (JÇ_1_.7.'<-c'›,14) . , 'k' , - ' A V' ›
  9. 9. f' Af JLNKÊLÊLLELL u ' . ln 11-11; no principio com Deus. Todas as coisas foram feitas por intermédio dele, e, sem ele, nada do que foi feito se fez. [. ..] E o Verbo se fez carne e habitou entre nós, cheio de Q 'ê graça e de verdade, e vimos a sua glória, glória como do unigênito do Pai (Jo 1.1-3,14) l Em SoM o AlfA e o Ômega. , o Primeiro e o Últimoi, o Princípio e o Film- (Ap ZUSARA) ° . IT T ? ÍFSÚ em ms DTLTWS m íiíêíxíã l rlltt: Íiustsuiírtrlllni' l ' No principio era o Verbo, e o Verbo estava com Deus, e o Verbo era Deus. Ele estava 1 ›.
  10. 10. f' f : LiNxÍiLÊLL-Líi. u ' . ln 11-11; no principio com Deus. Todas as coisas foram feitas por intermédio dele, e, sem ele, nada do que foi feito se fez. [. ..] E o Verbo se fez carne e habitou entre nós, cheio de Q 'ê graça e de verdade, e vimos a sua glória, glória como do unigênito do Pai (Jo 1.1-3,14) i Em SoM o Alf-x e o Ômega. , o Primeiro e o Últimoi, o Princípio e o Film- (Ap 22.13,ARA) . ITT ? ÍFSÚ nm ? t3 @fitas m main. : l rlltt: Íiustsuiírtrlllni' l ' No principio era o Verbo, e o Verbo estava com Deus, e o Verbo era Deus. Ele estava 1 ›.
  11. 11. í'› . À*. ;NK: '1.. Ê1..1.. ›1ÀLJ3.' 1111-11 1 11111)NÚÊÊUÂSIÊ1111IÍI' ' NH i As cima; QGHGAJOQÍÀS <1o Messias Lc 3 e ' 111131 111111111 Tão certo como eu vivo, diz o Senhor, ainda que Jeconiasc, filho de Jeoaquim, rei de Judá, fosse o anel do selo da minha mão direita, eu dali o arrancaria. [. ..] Assim diz o Senhor: Registra¡ E este como se não tivera filhos; homem que não prosperará nos seus dias, e nenhum dos seus filhos prosperará, para se * assentar no trono de Davi e ainda reinar em Judá. (Jr 22.24,30,ARA) *
  12. 12. _ _. __. _-_. _.z_ _ __ _ __-_. __, . ______ ___. ____Tn_r_, _. ___, .f/ imfANtillz-Lllílsà o , lltda-de Nq§su -Senhor o
  13. 13. .q. E 1° III' 24.111 111111131111111111115 .1111111 l311T1ST11 No décimo quinto ano do reinado de Tibério César, sendo Pôncio Pilatos governador da Judeia, Herodes, tetrarca da Galileia, seu irmão Filipe, tetrarca da região da Itureia e Traconites, e Lisânias, tetrarca de AbiIene, sendo sumos Sacerdotes Anás e Caifás, veio a palavra de Deus a João, filho de Zacarias, no deserto. PÍDIDE HAVE! ! 2 SU M0 SACEIIINYTES? ll: 31-3
  14. 14. O*>““"“À : ' ›IaIQLÍ: M/>ILÊLL. LÍL-ÍÂ-. ”“”“v'êr›<ra M_ . À ' ” '- E t¡ ' ' l , ' _ _ [clã-li l Í ¡vgp2,¡_1g' z Í a¡ MEEÉSTEÊERÉEB EEE . Êããíâãâ HÊIÃTÉJTÍÂ Tt*›_44v m¡ LL» L: ' o ~ *ÍLUÁÍJ I. 'ÍÍI'Í. 'V'<ÍÍ . TJÍJ[j1': .C 'ÍÊLÍ Í . I 15 . ÍMÉ . Í3Í'. F'1:Í. TE, Segundo Flávio . Josefo (A História dos Judeus), os romanos fizeram uma proposta a Anás, e o colocaram como sumo * sacerdote e assim Anás tornou-se um sumo sacerdote de Israel É a serviço dos romanos.
  15. 15. . u . ~ MP1 i” ' s* avwtâggãíviiá àw (O V- ' Ç ln 15-5 i i IIÊÍ) “Úõttüiàliiiiílii I” cr 24.10' 'z' iitmi. É ia Ltttttttaam m. : . teima, it aiiattswt? Nos dias de Herodes, rei da . Judeia, houve um sacerdote chamado: Zacarias, do turno de Abiasa. Sua mulher era das filhas de Arão e se Ê chamava Isabel. Ambos eram justos diante de Deus, vivendo irrepreensiveimente em todos os preceitos e mandamentos do Senhor. . - ' I . itaim, !E ittattstit É sttzscizitaztzitttz m: . c i I
  16. 16. ZMNN . x Piõiiiii¡ m' N - . j . à . Jun -uu-': 'a¡ ll: 19-10 do seu turno, coube-lhe por sorte, segundo o costume sacerdotal, entrar no santuário do Senhor para queimar o incenso; .. .e, durante esse tempo, toda a multidão do povo permanecia da parte de fora, orando. ¡Êtãlítlvllttt Hitciaitsn 121m tvitssitii sms EIESIIBEIJEIEEHT as sua Iâttftti: Arão fara cheqar o noviiho da sua oferta pelo pecado e Fara expiaçao por si e pela sua casa; ivholara o novilho da sua oferta pelo pecado. Tomara também, de sobre o altar, o incensario cheio de Brasas de foqo, diante do Senhor, e dois punhados de incenso arovnatico beim vnoído e o trara para dentro do véu. Pora o incenso sobre o fogo, perante o Senhor, para que a Vmvêlm do incenso cubra o propiciatório, que esta sobre o Testemunho, para que nao vnorra. (Lv ióJi-iiA/ KA). i tiltt: Ítusttuiíntilliiai' i ' *s* Ora, aconteceu que, exercendo ele diante de Deus o sacerdócio na ordem ›.
  17. 17. a . in 1.29 Disseram-lhe, pois: Declara-nos quem és, para que demos p resposta àqueles que nos enviaram; que dizes a respeito de ti , mesmo? Então, ele respondeu: Eu sou a voz do que clama no . deserto: Endireitai o caminho do Senhord, como disse o profeta Isaías. *ía-www . .iiiiíasi sia airtattiaia ItPEEIãItS Elilítíit ii , , i, i illiijÍWSSUXBÃIÉEIIlIiI' i ' *f* ›'l l
  18. 18. ~ , i a m' ti Cl l i ; s ; b» « , » ' 'z n42- : MZ 1': qc'1'í ' j ' ' t íãu i iiiit: ~Êi'Lie*5*Lii“= .Íiã; siiiiiii' i ' Slitiliitiiãititii liiiàtTii iitiitiii iiitii iIãiitltiiPTii " mas CA/ FÁ; Prestígio Poder Politico Agente intervhediador Roi/ Maine Ii PRlíSlEliÇli Hi3 DEUS ãiliãíãTliiiii IiiiiilíLlí Tlííiiiisii? ÊÊEHEEM É IMÊÊHEELEE Him! CLEBER Hi5 EEEESEKTÉE?
  19. 19. , . _em _u_ «Itt nl r . t c _F . .. . . E. .. . n E mw E www g Ê Daiwa E ã mais E §a. d me E E A . M J a -ii . a , k . .IN Muniz É W4,_ nun, av um hfkim. a É. sit. ” E. .. .tg @W EEE ! E s i. i e. . x, . mea mw mmwmw . . . ,_u M; uu. .É est: I. N F' u . I. Mid E , , . i Vga à i áü ma. .. H4# nn E à @ü WH uma 41d m É Mw anna Jn129
  20. 20. :'i": l_'N', lÍl. Êl__pl. ._l_í5_l . ' - i i i i Ç: ""Ê: _.: Z i *lllijaii*iUCSL*. 1iillllil' i a › . in 1.29 ü No dia seguinte, viu . João a . Jesus, que vinha para ele, e disse: Eis o 'l Cordeiro de Deus, que tira o pecado do mundo! 'E Eitaaaeiiit ii saia Piaitttcaitçitai Arão fara Chegar o novilho da sua oferta pelo pecado e fara expiaçao por si e pela sua casa; imolara o novilho da sua oferta pelo pecado. Tomara também, de sobre o altar, o incensario Cheio de Brasas de fogo, diante do Senhor, e dois punhados de incenso arovnatico l>EVn moído e o trara para dentro do véu. Pora o incenso sobre o fogo, perante o Senhor, para que a nuvem do incenso cubra o propiciatório, que esta sobre o Testemunho, para que nao morra. (Lv iáii-iiArcA). í l
  21. 21. r a 1 i , Em Rima césar' Augusta Eziverna l l l ll' SSH ? til l l l l' . ltifiti iiiatastia Deserto Templo Peles de Camelo e cinto de couro Qafanhotos e mel silvestre HSSUHEÍU H0 SUMH SRGEHHUÍE DE URUEM Utiitlêü i' _o_ . S: n : :Tzz 31mm ÊItEIEREEtBTEE vestimenta Sacerdotal Paes da propiciaçao ÊSEEEÊU E', , t. z i
  22. 22. Em Rima césar' Augusta Etvxerna Eiiiias iaii sima lttiTlíliTãíllttt . liiliti citam Sami¡ SIHIEERJEEBTEE = i aiiíaaiiaitaaerat at, @Itatiaia = o justo santo de Deus t' . LNkÍis LÊ Ll. .l. í5.í c . ,a ' i t “iittg ~ÊilLie*5*iií“= .l1ã; siiiiiai' Ele e' o Cordeiro Pascal Ele e' o Filho Amado Ele e' a Oferta aceitável a-Jíaiü Homem perfeito O Sacrifício Perfeito @Till Íafííiíêàíiliiãêiaià? pelos injustos pelos pecadores
  23. 23. l l. :Ípl L1_ ti i j' “líxeeaí : llilàcil“àiilllliti' li: 31-3 --n--n--n---u---n--u- v~ 1 _uu-xa en. ; - m - 1 _--_-__-______-___-_--___

×