Ansiedade
Bem-aventurados os Aflitos
Uma pequena história para começar...
A mãe trouxe seu filho ao Mahatma Gandhi.
Ela implorou: - Por favor Mahatma. Diga ao ...
Será que estamos mais Ansiosos?
3/48
A ansiedade é uma das características
mais habituais da conduta
contemporânea.
Impulsionando ao competitivismo da
sobreviv...
A ansiedade é, na conjuntura social
da atualidade, um grave fator de
perturbação e de desequilíbrio, que
merece cuidados e...

As crianças estão mais ansiosas?(TDAH)

Os jovens estão mais ansiosos?

Os adultos estão mais ansiosos?

Os idosos es...
O mundo está ansioso,
pois a mudança para
melhor é inevitável!
A ansiedade natural, o desejo de que ocorra o que
se aguarda, a normal expectativa em torno dos
fenômenos existenciais com...

Uma jovem mãe leva o filho ao parque.
Conversa rapidamente com uma mulher e, ao
se virar, não vê mais a criança.

No tr...
Você é ansioso(a)?
TAG = transtorno de ansiedade generalizado. TAS = transtorno de ansiedade social (fobia social).
TEPT =...
Somos todos doentes, em maior ou
menor grau, neste hospital-escola
chamado Terra!
Por isto, devemos praticar o não-
julg...
Causas Atuais das Aflições

Quantos homens caem por sua própria culpa! Quantos são
vítimas de sua imprevidência, de seu o...
Causas Atuais das Aflições
Interroguem friamente suas consciências
todos os que são feridos no coração pelas
vicissitudes ...
Causas Anteriores das Aflições
Mas, se há males nesta vida cuja causa
primária é o homem, outros há também aos
quais, pelo...
Causas Anteriores das Aflições
Todavia, por virtude do axioma segundo
o qual todo efeito tem uma causa, tais
misérias são ...
A ausência de serenidade para enfrentar os
desafios da existência, faz que o comportamento do
indivíduo se torne doentio, ...
… aturdindo, desorientando o paciente, que
sempre se transfere de um estado psicológico
para outro, muitas vezes alternand...
A ansiedade abafa a voz da consciência
Remédios e
Calmantes
Ser Espectador
Drogas
Maledicência
Rotina Fanatismo Religioso
...
19/48
É nosso destino vivermos tão Ansiosos?
“As ansiedades armam
muitos crimes e jamais
edificam algo de útil na
Terra.
Invaria...
É nosso destino vivermos tão Ansiosos?
Se o homem nascesse para andar ansioso,
seria dizer que veio ao mundo, não na
categ...
É nosso destino vivermos tão Ansiosos?
Indubitável que as paisagens se modificarão
incessantemente, compelindo-nos a enfre...
É nosso destino vivermos tão Ansiosos?
Lança as inquietudes sobre as tuas esperanças
em Nosso Pai Celestial, porque o Divi...
Jesus, o
Psicoterapeuta
por Excelência
“O Sermão da
Montanha”
Mateus, Capítulo V
Não andeis ansiosos
Por isso vos digo: Não estejais ansiosos
quanto à vossa vida, pelo que haveis de
comer, ou pelo que ha...
Não andeis ansiosos
Ora, qual de vós, por mais ansioso que esteja,
pode acrescentar um côvado à sua estatura? E
pelo que h...
Não andeis ansiosos
Portanto, não vos inquieteis, dizendo: Que
havemos de comer? ou: Que havemos de
beber? ou: Com que nos...
Quem está no Controle?
A ansiedade é provocada pela
necessidade de controlar o que não
pode e não precisa ser controlado!
...
As Bem-aventuranças
Jesus, pois, vendo as multidões, subiu ao monte; e, tendo
se assentado, aproximaram-se os seus discípu...
As Bem-aventuranças

Bem-aventurados os limpos de coração, porque eles
verão a Deus.

Bem-aventurados os pacificadores, ...
“Se toda a literatura espiritual da
Humanidade desaparecesse, e só se
salvasse o Sermão da Montanha, nada
estaria perdido”...
Quem é mais importante
Certa vez houve uma disputa entre os olhos, os
ouvidos, a língua, a mente e a respiração, para
sabe...
Quem é mais importante
Adaptado de Livro Yoga para Crianças, Rajiv
e Swati Chanchani,
Quando os olhos retornaram, os ouvid...
Como controlar a Ansiedade?
34/48
Técnicas para respirar corretamente

Respiração abdominal pelo nariz, a respiração
do bebê;

Expire pelo dobro do tempo ...
Visualizações Positivas - Otimismo
A terapêutica libertadora há que iniciar-se na
racionalização do tormento, trabalhando-...
Meditação
“Nunca esquecer-se, igualmente, que a
meditação, induzindo à calma e ao bem-estar,
inspira à ação do bem, do amo...
Técnicas de Meditação

Ficar sozinho em meditação, pelo menos duas
vezes por dia.

Reservar um período
do dia para comun...
Leitura Edificante e Exercício Físico
Alongue o corpo
e a mente!
39/48
Leitura Edificante e Exercício Físico
“Nesse sentido, as leituras edificantes
propiciadoras de renovação mental e
emociona...
Oração, Passes Magnéticos e
Evangelho no Lar
41/48
Oração, Passes Magnéticos e
Evangelho no Lar
“As aflições defluentes da ansiedade podem ser
erradicadas, portanto, graças ...
Conclusão
Sofrer por antecipação
“A cada dia basta o seu mal”
Por que acrescentamos espinhos em nosso
coração ante a “poss...
Sofrer por antecipação
As dificuldades reais que atravessamos no
presente já representam cotas abençoadas de
ensinamentos ...
Sofrer por antecipação
Vive cada dia na busca de fazer o melhor,
guardando a convicção de quem produz o melhor
qualifica-s...
Viva o Presente!
46/48
A Pergunta que fica....
Como praticar a aceitação
e aumentar a minha
confiança em Deus?
47/48
Referências

O Evangelho Segundo o Espiritismo – Allan Kardec

Joanna de Angelis, O Homem Integral

Joanna de Angelis, ...
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Ansiedade - Bem-aventurados os aflitos

1.045 visualizações

Publicada em

Será que estamos mais Ansiosos? A ansiedade é uma das características mais habituais da conduta contemporânea; impulsionando ao competitivismo da sobrevivência e de uma sociedade eticamente egoísta,
predomina a insegurança no mundo emocional das
criaturas.

Publicada em: Espiritual
0 comentários
2 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
1.045
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
3
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
96
Comentários
0
Gostaram
2
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Ansiedade - Bem-aventurados os aflitos

  1. 1. Ansiedade Bem-aventurados os Aflitos
  2. 2. Uma pequena história para começar... A mãe trouxe seu filho ao Mahatma Gandhi. Ela implorou: - Por favor Mahatma. Diga ao meu filho que ele pare de comer açúcar. Gandhi fez uma pausa e disse: - Traga seu filho de volta em duas semanas. Confusa, a mulher agradeceu e disse que faria o que o Mahatma pediu. Duas semanas mais tarde ela retornou com seu filho. Gandhi olhou o jovem nos olhos e disse: - Pare de comer açúcar. Agradecida mas inconformada, a mulher perguntou: - Mahatma, por que o senhor me pediu para trazê-lo em duas semanas? O senhor poderia ter dito a ele, como fez agora, há duas semanas atrás! Gandhi responde: - Há duas semanas atrás, eu estava comendo açúcar. 2/48
  3. 3. Será que estamos mais Ansiosos? 3/48
  4. 4. A ansiedade é uma das características mais habituais da conduta contemporânea. Impulsionando ao competitivismo da sobrevivência e de uma sociedade eticamente egoísta, predomina a insegurança no mundo emocional das criaturas. Será que estamos mais Ansiosos? 4/48
  5. 5. A ansiedade é, na conjuntura social da atualidade, um grave fator de perturbação e de desequilíbrio, que merece cuidados especiais, observação profunda e terapia especializada. Será que estamos mais Ansiosos? Joanna de Angelis, Livro O Homem Integral, Psicografia Divaldo Pereira Franco 5/48
  6. 6.  As crianças estão mais ansiosas?(TDAH)  Os jovens estão mais ansiosos?  Os adultos estão mais ansiosos?  Os idosos estão mais ansiosos?  Os desencarnados estão mais ansiosos? Será que estamos mais Ansiosos? 6/48
  7. 7. O mundo está ansioso, pois a mudança para melhor é inevitável!
  8. 8. A ansiedade natural, o desejo de que ocorra o que se aguarda, a normal expectativa em torno dos fenômenos existenciais compõem um quadro saudável na existência de todos os indivíduos equilibrados. O tormento, porém, que produz distúrbios generalizados, tais: sudorese abundante, colapso periférico, arritmia cardíaca, inquietação exagerada, receio de insucesso, produz o estado patológico, que pode ser superado com o auxílio do especialista em psicoterapia e o desejo pessoal realizado com empenho para consegui-lo. Joanna de Angelis, Livro Conflitos Existenciais O que é ansiedade? 8/48
  9. 9.  Uma jovem mãe leva o filho ao parque. Conversa rapidamente com uma mulher e, ao se virar, não vê mais a criança.  No trabalho alguém menciona que haverá demissões e que o chefe quer vê-lo.  Você abre a caixa do correio e tem uma carta da Receita Federal.  Em um cruzamento, um carro te ultrapassa e avança o sinal vermelho.  Você entra no restaurante e vê o seu marido conversando baixinho com uma mulher. Ansiedade Nossa de Cada Dia Deepack Chopra, Livro O Poder da Consciência9/48
  10. 10. Você é ansioso(a)? TAG = transtorno de ansiedade generalizado. TAS = transtorno de ansiedade social (fobia social). TEPT = transtorno de estresse pós-traumático. TOC = transtorno obsessivo-compulsivo. TP = transtorno de
  11. 11. Somos todos doentes, em maior ou menor grau, neste hospital-escola chamado Terra! Por isto, devemos praticar o não- julgamento e Devemos trabalhar firmemente, de maneira serena, na nossa própria reforma íntima. Somos Todos Doentes! 11/48
  12. 12. Causas Atuais das Aflições  Quantos homens caem por sua própria culpa! Quantos são vítimas de sua imprevidência, de seu orgulho e de sua ambição!  Quantos se arruínam por falta de ordem, de perseverança, pelo mau proceder, ou por não terem sabido limitar seus desejos!  Quantas uniões desgraçadas, porque resultaram de um cálculo de interesse ou de vaidade e nas quais o coração não tomou parte alguma!  Quantas dissensões e funestas disputas se teriam evitado com um pouco de moderação e menos suscetibilidade!  Quantas doenças e enfermidades decorrem da intemperança e dos excessos de todo gênero!  Quantos pais são infelizes com seus filhos, porque não lhes combateram desde o princípio as más tendências! 12/48 Capítulo V – Bem Aventurados os Aflitos
  13. 13. Causas Atuais das Aflições Interroguem friamente suas consciências todos os que são feridos no coração pelas vicissitudes e decepções da vida; remontem passo a passo à origem dos males que os torturam e verifiquem se, as mais das vezes, não poderão dizer: Se eu houvesse feito, ou deixado de fazer tal coisa, não estaria em semelhante condição. 13/48
  14. 14. Causas Anteriores das Aflições Mas, se há males nesta vida cuja causa primária é o homem, outros há também aos quais, pelo menos na aparência, ele é completamente estranho e que parecem atingi- lo como por fatalidade.  Perda de entes queridos  Os acidentes  Os reveses da fortuna  Flagelos naturais  As enfermidades de nascença  Mortes prematuras. 14/48
  15. 15. Causas Anteriores das Aflições Todavia, por virtude do axioma segundo o qual todo efeito tem uma causa, tais misérias são efeitos que hão de ter uma causa e, desde que se admita um Deus justo, essa causa também há de ser justa. Capítulo V – Bem Aventurados os Aflitos
  16. 16. A ausência de serenidade para enfrentar os desafios da existência, faz que o comportamento do indivíduo se torne doentio, cheio de expectativas, normalmente perturbadoras, gerando incapacidade de ação equilibrada e de desenvolvimento dos valores ético-morais corretos. Ao mesmo tempo, avoluma-se na mente uma grande quantidade de ambições, de desejos de execução ou conquista de coisas simultaneamente... Desdobramento dos Fenômenos Ansiosos Joanna de Angelis, O Homem Integral, Psicografia Divaldo Pereira Franco 16/48
  17. 17. … aturdindo, desorientando o paciente, que sempre se transfere de um estado psicológico para outro, muitas vezes alternando também o humor, ora risonho, ora sisudo. A necessidade conflitiva de preencher os minutos com atividades, mesmo que desconexas, diminui-lhe a capacidade de observação, confunde-lhe o pensamento e, quando, por motivo imperioso vê-se obrigado a parar, amolenta-se, deixando de prestar atenção ao que ocorre, para escorregar pelo sono no rumo da evasão da realidade. Desdobramento dos Fenômenos Ansiosos 17/48
  18. 18. A ansiedade abafa a voz da consciência Remédios e Calmantes Ser Espectador Drogas Maledicência Rotina Fanatismo Religioso 18/48
  19. 19. 19/48
  20. 20. É nosso destino vivermos tão Ansiosos? “As ansiedades armam muitos crimes e jamais edificam algo de útil na Terra. Invariavelmente, o homem precipitado conta com todas as probabilidades contra si. Opondo-se às inquietações angustiosas, falam as lições de paciência da Natureza, em todos os setores do caminho humano. 20/48
  21. 21. É nosso destino vivermos tão Ansiosos? Se o homem nascesse para andar ansioso, seria dizer que veio ao mundo, não na categoria de trabalhador em tarefa santificante, mas por desesperado sem remissão. Se a criatura refletisse mais sensatamente reconheceria o conteúdo de serviço que os momentos de cada dia lhe podem oferecer e saberia vigiar, com acentuado valor, os patrimônios próprios. 21/48
  22. 22. É nosso destino vivermos tão Ansiosos? Indubitável que as paisagens se modificarão incessantemente, compelindo-nos a enfrentar surpresas desagradáveis, decorrentes de nossa atitude inadequada, na alegria ou na dor; contudo, representa impositivo da lei a nossa obrigação de prosseguir diariamente, na direção do bem. A ansiedade tentará violentar corações generosos, porque as estradas terrenas desdobram muitos ângulos obscuros e problemas de solução difícil; entretanto, não nos esqueçamos da receita de Pedro. 22/48
  23. 23. É nosso destino vivermos tão Ansiosos? Lança as inquietudes sobre as tuas esperanças em Nosso Pai Celestial, porque o Divino Amor cogita do bem-estar de todos nós. Justo é desejar, firmemente, a vitória da luz, buscar a paz com perseverança, disciplinar-se para a união com os planos superiores, insistir por sintonizar-se com as esferas mais altas. Não olvides, porém, que a ansiedade precede sempre a ação de cair. “Lançando sobre ele toda a vossa ansiedade, porque ele tem cuidado de vós.” (1ª EPÍSTOLA A PEDRO, CAPÍTULO 5, VERSÍCULO 7.) 23/48
  24. 24. Jesus, o Psicoterapeuta por Excelência “O Sermão da Montanha” Mateus, Capítulo V
  25. 25. Não andeis ansiosos Por isso vos digo: Não estejais ansiosos quanto à vossa vida, pelo que haveis de comer, ou pelo que haveis de beber; nem, quanto ao vosso corpo, pelo que haveis de vestir. Não é a vida mais do que o alimento, e o corpo mais do que o vestuário? Olhai para as aves do céu, que não semeiam, nem ceifam, nem ajuntam em celeiros; e vosso Pai celestial as alimenta. Não valeis vós muito mais do que elas? 25/48
  26. 26. Não andeis ansiosos Ora, qual de vós, por mais ansioso que esteja, pode acrescentar um côvado à sua estatura? E pelo que haveis de vestir, por que andais ansiosos? Olhai para os lírios do campo, como crescem; não trabalham nem fiam; contudo vos digo que nem mesmo Salomão em toda a sua glória se vestiu como um deles. Pois, se Deus assim veste a erva do campo, que hoje existe e amanhã é lançada no forno, quanto mais a vós, homens de pouca fé? 26/48
  27. 27. Não andeis ansiosos Portanto, não vos inquieteis, dizendo: Que havemos de comer? ou: Que havemos de beber? ou: Com que nos havemos de vestir? Pois a todas estas coisas os gentios procuram. Porque vosso Pai celestial sabe que precisais de tudo isso. Mas buscai primeiro o seu reino e a sua justiça, e todas estas coisas vos serão acrescentadas. Não vos inquieteis, pois, pelo dia de amanhã; porque o dia de amanhã cuidará​ de si mesmo. Basta a cada dia o seu mal. 27/48
  28. 28. Quem está no Controle? A ansiedade é provocada pela necessidade de controlar o que não pode e não precisa ser controlado! Aceitação versus Controle 28/48
  29. 29. As Bem-aventuranças Jesus, pois, vendo as multidões, subiu ao monte; e, tendo se assentado, aproximaram-se os seus discípulos, e ele se pôs a ensiná-los, dizendo:  Bem-aventurados os humildes de espírito, porque deles é o reino dos céus.  Bem-aventurados os que choram, porque eles serão consolados.  Bem-aventurados os mansos, porque eles herdarão a terra.  Bem-aventurados os que têm fome e sede de justiça porque eles serão fartos.  Bem-aventurados os misericordiosos, porque eles alcançarão misericórdia. 29/48 Mateus, 5, 1 a 12
  30. 30. As Bem-aventuranças  Bem-aventurados os limpos de coração, porque eles verão a Deus.  Bem-aventurados os pacificadores, porque eles serão chamados filhos de Deus.  Bem-aventurados os que são perseguidos por causa da justiça, porque deles é o reino dos céus.  Bem-aventurados sois vós, quando vos injuriarem e perseguiram e, mentindo, disserem todo mal contra vós por minha causa. Alegrai-vos e exultai, porque é grande o vosso galardão nos céus; porque assim perseguiram aos profetas que foram antes de vós. 30/48 Mateus, 5, 1 a 12
  31. 31. “Se toda a literatura espiritual da Humanidade desaparecesse, e só se salvasse o Sermão da Montanha, nada estaria perdido”. Mahatma Gandhi 31/48
  32. 32. Quem é mais importante Certa vez houve uma disputa entre os olhos, os ouvidos, a língua, a mente e a respiração, para saber quem era mais importante. Todos estes sentidos se aproximaram de Deus e pediram: “Rogamos que nos diga dentre nós o mais importante”. “Isso é fácil”, disse Deus. “Cada um de vocês deixará o corpo por um ano. O corpo então decidirá quem de vocês é o maior.” Seguindo o conselho, a língua foi quem primeiro saiu, deixando o corpo sem fala por um ano inteiro. Quando ela voltou os olhos saíram, deixando o corpo cego por um ano. 32/48
  33. 33. Quem é mais importante Adaptado de Livro Yoga para Crianças, Rajiv e Swati Chanchani, Quando os olhos retornaram, os ouvidos saíram, deixando o corpo surdo por um ano. Quando eles retornaram, a mente saiu e o corpo permaneceu em estado simplório por um ano inteiro. Então a mente retornou. Em seguida foi a vez da respiração deixar o corpo. Assim que ela começou a partir, a língua perdeu o poder de fala, os olhos perderam o poder de visão, os ouvidos perderam a habilidade de escutar e a mente perdeu a inteligência. “Volte, volte, ó respiração”, eles imploraram, “porque você é a mais importante de todos nós”. A respiração então retornou e o corpo voltou a se recompor. 33/48
  34. 34. Como controlar a Ansiedade? 34/48
  35. 35. Técnicas para respirar corretamente  Respiração abdominal pelo nariz, a respiração do bebê;  Expire pelo dobro do tempo da inspiração;  Perceba que a respiração muda quando você fica ansioso(a);  Basta respirar corretamente para se equilibrar novamente. 35/48
  36. 36. Visualizações Positivas - Otimismo A terapêutica libertadora há que iniciar-se na racionalização do tormento, trabalhando-o mediante a reflexão e a adoção do otimismo, de modo que lentamente a paciência e o equilíbrio possam instalar-se nas paisagens interiores. Joanna de Angelis, Livro Conflitos Existenciais, Psicografia Divaldo Pereira Franco 36/48
  37. 37. Meditação “Nunca esquecer-se, igualmente, que a meditação, induzindo à calma e ao bem-estar, inspira à ação do bem, do amor, da compaixão e da caridade em relação a si mesmo e ao próximo, haurindo alegria de viver e satisfação de autorrealizar-se, entregando-se aos desígnios divinos, ao tempo em que realizará a tarefa de criatura lúcida e consciente das próprias responsabilidades, que descobriu o nobre sentido existencial.” Joanna de Angelis, Livro Conflitos Existenciais, Psicografia Divaldo Pereira Franco37/48
  38. 38. Técnicas de Meditação  Ficar sozinho em meditação, pelo menos duas vezes por dia.  Reservar um período do dia para comungar com a natureza e observar em silêncio a inteligência que existe em todas as coisas.  Praticar o não-julgamento. Deepack Chopra, Livro As Sete Leis Espirituais do Sucesso38/48
  39. 39. Leitura Edificante e Exercício Físico Alongue o corpo e a mente! 39/48
  40. 40. Leitura Edificante e Exercício Físico “Nesse sentido, as leituras edificantes propiciadoras de renovação mental e emocional, as técnicas da Ioga disciplinando a vontade e o sistema nervoso, constituem valiosos recursos psicoterapêuticos ao alcance de todos.” Joanna de Angelis, Livro Conflitos Existenciais, Psicografia Divaldo Pereira Franco 40/48
  41. 41. Oração, Passes Magnéticos e Evangelho no Lar 41/48
  42. 42. Oração, Passes Magnéticos e Evangelho no Lar “As aflições defluentes da ansiedade podem ser erradicadas, portanto, graças aos cuidados especializados, adicionados à aplicação da bioenergia por meio dos passes e da água fluidificada que restauram o campo vibratório e revitalizam as células. Outrossim, o hábito da oração e o cultivo dos pensamentos dignificadores são o coroamento do processo curativo para o encontro da saúde e da paz.” Joanna de Angelis, Livro Conflitos Existenciais, Psicografia Divaldo Pereira Franco42/48
  43. 43. Conclusão Sofrer por antecipação “A cada dia basta o seu mal” Por que acrescentamos espinhos em nosso coração ante a “possibilidade” de sofrimento no futuro? Quantas vezes não nos envolvemos em fluidos nocivos por inquietação precoce ante fatos, que muitas vezes, não chegam a concretizar-se? Contorna qualquer ansiedade por dores que não se justificam presentemente. Fonte: Livro Ajuda-te e o Céu te Ajudará – Espirito Marta43/48
  44. 44. Sofrer por antecipação As dificuldades reais que atravessamos no presente já representam cotas abençoadas de ensinamentos redentores, para nos fixar em temores futuros. Não esqueças que o livre-arbítrio pode alterar destinos e a previdência dos céus conhece tuas forças e necessidades, alterando rumos, a te aliviar, tanto quanto possível, a jornada. Com certeza não vale que te perturbes por situações que podem não exatamente como pensas. 44/48
  45. 45. Sofrer por antecipação Vive cada dia na busca de fazer o melhor, guardando a convicção de quem produz o melhor qualifica-se a conquistar vultuosos créditos morais, reorganizando os planos, reordenando lutas, redirecionando provas e cobrindo a multidão de deslizes anteriores, apresentando-se como candidato feliz a novas etapas evolutivas na terra ou em outros mundos de progresso. Acima de nossas impressões existe a lei sapiente, ordenadora da vida, cuja direção empreendida é sempre na rota que nos favoreça com o sumo bem. 45/48
  46. 46. Viva o Presente! 46/48
  47. 47. A Pergunta que fica.... Como praticar a aceitação e aumentar a minha confiança em Deus? 47/48
  48. 48. Referências  O Evangelho Segundo o Espiritismo – Allan Kardec  Joanna de Angelis, O Homem Integral  Joanna de Angelis, Livro Conflitos Existenciais  Deepack Chopra, Livro O Poder da Consciência  Transtornos de ansiedade – Brian M Iacoviello PhD Sanjay, J Mathew MD www.medicinanet.com.br  Emmanuel, Livro Pão Nosso, Chico Xavier  Rajiv e Swati Chanchani, Livro Yoga para Crianças  Deepack Chopra, Livro As Sete Leis Espirituais do Sucesso  Joanna de Angelis, Livro Triunfo Pessoal  Marta, Livro Ajuda-te e o Céu te Ajudará 48/48

×