curriculum gut 2016_portugues rev3

76 visualizações

Publicada em

0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
76
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
7
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
0
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

curriculum gut 2016_portugues rev3

  1. 1. Originator: R.Gutierrez/rgutier5 Page 1 of 6 Date Issued: August 18,2015 curriculum gut 2015_portugues rev3 Date Revised: August 18, 2015 REINALDO JOÃO GUTIERREZ 56 / casado Endereço: Av. Ministro Oswaldo Aranha, Bl.A Ap 44 Vila Franca - São Bernardo do Campo - SP – Brasil CEP 09626-000 (5511) 99949 7724 (cel) e-mails gutinois@yahoo.com.br / rgutier5@gmail.com Área Objetivo: Engenharia do Produto / PD Engenharia de Testes / Campo de Provas Engenharia de Processo / Manufatura, Engenharia de Qualidade / STA Experiência: Ford Motor Company – 32 anos Qualificações: Experiência em Carros e Caminhões nas Áreas Chassis, Powertrain e Carroceria no desenvolvimento de modificações de Engenharia com foco na melhoria de design para atender objetivos de Viabilidade de processo, reduções de custo, melhorias de durabilidade e desempenho auxiliado por testes de certificação das peças e conjuntos otimizados e aprovados pela viabilidade de Manufatura após comprovada as melhorias planejadas e certificadas nas Plataformas de veículos Ford Fiesta, Ka, Cargo Leve – VL HDB/E (C-816/C- 916/C-1119) , Cargo Médio (C-1317, C1519), Cargo Pesado (17 Ton / 6x2 / 6x4 / Tractors C4332, C-1933, C- 1932, C2633, C-2632, C-3133), Cargo Extra Pesado (C-2042 / C-2842) e linha F-serie, F-250, F-350, F4000 . Habilidades Ótimo relacionamento interpessoal com todos os níveis de hierarquia, boa capacidade prática para solucionar problemas (hands’on), conhecimento em várias ferramentas dos sistemas específicos Ford para Liberação, Gerenciamento e Controle das modificações de Design e de Programas de Engenharia.
  2. 2. Originator: R.Gutierrez/rgutier5 Page 2 of 6 Date Issued: August 18,2015 curriculum gut 2015_portugues rev3 Date Revised: August 18, 2015 Posições Ocupadas Fev/2015 – Ago/2015 – Engenheiro Sênior - Ford VFG Chassis Team Leader Trabalhando como Engenheiro Senior na Engenharia de Produto de Chassis Caminhões Ford ocupando a Função de VFG Team Leader (Vehicle Function Group Team Leader) desempenhava a função de coordenação dentro do Time de Engenharia de Chassi de Caminhões, monitorando os indicadores de Qualidade Externos e Internos, sejam R / 1000 / CPU, GQRS, ITF (First Time Trhough) e também suportava as reclamações de campo consideradas críticas pelo Time de Serviços. Atuava junto aos times de Manufatura, PVT e PD para direcionar, priorizar e acompanhar a redução/solução de cada indicador. Apresentava os Gráficos dos indicadores de Qualidade da Área de Chassis de Caminhões para os colegas Engenheiros, para Supervisão e para a Gerencia do Departamento, acompanhando os itens de Suspensão, Direção e Rodas & Pneus, identificando através do ranking das principais questões através do gráfico de Pareto a classificação da criticidade, direcionando e cobrando internamente ações dos Times para solução dos problemas dentro do menor tempo possível, e seguindo a metodologia “6-sigma”, acompanhava a evolução semanalmente e abordava os responsáveis para as próximas tarefas focadas à encontrar as soluções, sejam através de adoção de ICAs (ações de contenção provisórias) e ou adoção de PCAs (ações de contenção permanentes) para fechar os problemas descritos nos “concerns” apontados nas BSAQs (Balance Score Agenda for Quality – Sistema de Agenda única de Qualidade Ford) dentro do menor tempo possível priorizados pela expectativa da Alta Gerencia . Jun/2006 - Jan/2015 – Engenheiro Produto Sênior - Ford VRT Team Leader - Engenheiro PVT Chassis Caminhões Durante 9 anos exerci a função de Engenheiro do Produto Sênior na Área de PVT (Plant Vehicle Team) de Caminhões Ford, atuando como representante da Engenharia de Chassi dentro de Manufatura, função na qual atuava diretamente junto as Áreas de Qualidade, Processo, Logística e Manufatura para auxiliar na análise e solução de problemas de Qualidade, ajudando na racionalização de processos, melhoria de produto e redução de custos, provendo soluções e ou alterações de design principalmente com foco na variabilidade de montagem. Nosso foco eram as características de montagem e design como torque de aplicação de fixadores, ajuste das faixas de tolerâncias dimensionais, viabilização da substituição de materiais para auxiliar fornecedores na continuidade de fornecimento quando na restrição de fontes de matéria prima, etc. Procurava garantir a continuidade da Produção e fluxo Logístico, avaliando em conjunto com o Core Team de Engenharia as melhores alternativas e assim deliberávamos autorizações para as alterações requeridas através dos “Alerts” (autorização temporárias de desvios de Engenharia) quando na iminência de um risco de parada de produção, quebra de qualidade, falta de matéria prima, desgaste ou quebra de ferramental de produção. Agindo para adequar rapidamente as soluções interinas e ou definitivas, sejam ICAs e ou PCAs garantíamos a redução da variabilidade das peças envolvidas e melhorávamos a robustez do projeto ao identificar e tratar a causa raiz de cada problema. Antes de implementarmos as ações interinas ou definitivas na Produção, certificávamos e registrávamos a efetividade de cada solução proposta. Agindo assim eliminávamos as falhas previamente reclamadas e apontadas nos “concerns’ da Agenda de Qualidade (BSAQ) que o time de VRT (Variability Reduction Team) suportava nas reuniões semanais. Essas análises eram realizadas seguindo a metodologia de análise e solução de problemas chamada “6-Sigma” através da ferramenta “6-Panel” para visualização e apresentação das análises e das etapas de desdobramentos até solução final do problema, registrando as evidencias através dos indicadores relacionados. Após a conclusão do trabalho de análise e identificação da causa raiz e certificação da efetividade da solução proposta, abríamos um “concern” no sistema WERS para processar a liberação de Engenharia que após aprovados pelos vários departamentos envolvidos liberavam a nova estrutura de produto com os novos números de peças e conjuntos oficializando a liberação dos desenhos de produto e gerando o “BOM” (bill of material) que iria migrar para o sistema Logístico através do sistema CMS3 que suportado pela programação (suport plans) Logística junto aos Fornecedores e fábrica, estabelece datas para PPAPs, APQPs , PSWs, e data para fornecimento de peças para teste teste funcional de montagem na Manufatura, viabilizando a etapa final de implementação da modificação de produto na linha de produção.
  3. 3. Originator: R.Gutierrez/rgutier5 Page 3 of 6 Date Issued: August 18,2015 curriculum gut 2015_portugues rev3 Date Revised: August 18, 2015 Conduzi muitas modificações de Engenharia para a linha de caminhões Cargo e F-séries principalmente no sistema de Freios, na otimização de circuitos pneumáticos, roteiros de tubulações, melhoria de desempenho de válvulas, desenvolvendo especificações de limite máximo de contaminantes para circuito de freios a ar e máximo vazamento de ar para conter problemas de vazamento internamente a Planta e assim garantir a eliminação de incidências de problemas no Campo. Além de muitos trabalhos de otimização de processos junto a fornecedores para estabilização de níveis de qualidade, tais como Maxion, Randon, Jost, Tecnotubo, Pirelli, Suspensys, NHK Rassini, Master Freios, Wabco, Frum, Fras-Le, Knorr-Bremse, Eaton, ZF, Meritor, Dana, Sifco, Bollhof, Ingepal, etc, além de desenvolvendo de Especificações de Engenharia para estabelecimento de limite máximo de contaminantes para circuito de freios a ar e máximo vazamento de ar. Junho/1998 – maio/2006 – Engenheiro Produto Sênior - Ford Engenheiro TVM Chassis Caminhões (Total Value Management – Redução de Custos) Durante 8 anos conduzi muitas modificações de Engenharia para a linha de caminhões Cargo e F-séries com objetivo de redução de custos, principalmente nos sistemas de Freios, Direção e Suspensão realizando trabalhos de otimização de circuitos pneumáticos, roteirização de tubulações, melhoria de desempenho de válvulas, desenvolvendo coluna de direção de conteúdo nacional para F16000 e desenvolvendo melhorias no sistema de suspensão. Outro trabalho de destaque foi o desenvolvimento de uma roda de alumínio fundido para picapes F-Serie Heavy Duty (selecionado para apresentação no SAE em 2002), além de comunização de travessas de chassi, comunização de Cabines de carroceria, substituição de materiais, etc, Esses trabalhos foram realizados e seus objetivos de ganho de custo efetivamente capturados pelo Controller de Finanças após implementação. Cabe destacar que naquele período as aprovações dos “concerns” de liberação tinham de passar pela aprovação da Matriz Ford em Dearborn, o que exigia bastante desenvoltura e habilidade de argumentação para convencimento dos colegas Americanos. Jun/1994 – maio /1998 – Engenheiro Produto Sênior – Ford Lançamento Programas Fiesta & Ka Após o período Autolatina, trabalhei no Launch do Ford Fiesta e Ford Ka como Coordenador de Localização (nacionalização ou “tropicalização”) para atender o conteúdo mínimo de peças locais exigidos pela Legislação brasileira, período em que liderava reuniões semanais e diárias junto ao Time de Engenharia, Compras, Qualidade e Fornecedores com foco na adaptação de desenhos e das várias especificações de produto, materiais e desempenho refletissem as condições de processo disponíveis no mercado local atendendo o perfil do consumidor brasileiro, sem deteriorar a Qualidade ou o desempenho do veículo. Assim que o compromisso era alcançado era nossa atribuição obter o aval da Matriz Líder dos Programas atravez da aprovação dos “concerns” de liberação de produto pelos gerentes de engenharia situados em Dunton na Inglaterra, o que exigia habilidade de negociação e argumentação para obter as aprovações necessárias. Essa função ganhou tal projeção que a Ford criou um novo Departamento e designou um gerente sênior para liderar essa atividade após o termino dos trabalhos de Launch o qual eu fui responsável. Jun/1991 – maio /1994 – Engenheiro Produto Sênior - Autolatina Enga. Avançada Motor e Transmissão No departamento de Engenharia Avançada Motor e Transmissão da Autolatina (joint venture Ford & Volkswagen) participei do desenvolvimento dos conceitos técnicos e conteúdo programático (add & delete list) dos motores 1000 cm3 e transmissões (VW e cambio Ford MQ) que equiparam os veículos Gol e Escort, dos anos 90. Coordenava também a calendarização ou Timming de atividades dos Programas de Enga. Avançada Motor e Transmissão, acompanhando desde os testes em Dinamômetro, cálculos de performance veicular, estudos de package de layout até o design transmital para o Time de Projeto Motor e Transmissão que finalizava nossa liberação. Além disso cabe também destacar os programas para atendimento a legislação CONTRAN para Emissões de gases Fase II para GOL, Kombi, Logus, Santana, Versailles e Escort, além de alguns projetos de |desenvolvimento de Injeção Eletrônica nos motores a ar VW, que não foram ao mercado por deliberações internas.
  4. 4. Originator: R.Gutierrez/rgutier5 Page 4 of 6 Date Issued: August 18,2015 curriculum gut 2015_portugues rev3 Date Revised: August 18, 2015 Nov/1988 – Maio /1991 – Analista de Custos Pleno - Autolatina Engenharia de Manufatura Estafe Essa nova denominação foi adotada após a transição de Ford para Autolatina porem as atribuições das atividades como Analista de Custo Pleno eram as mesmas das atividades de Engenheiro Industrial, portanto participei do Estafe de Manufatura da Autolatina custeando cada projeto proposto pelos Times de Engenharia de Produto do ponto de vista de fabricação interna, ou seja, dentro das Plantas de Manufatura Ford e Volkswagen. Nossa responsabilidade era apresentar a variação de custo de Mão de Obra, custos de Ferramentas e Instalações de Trabalho, necessários para implementar os Projetos de Engenharia, direcionando assim a estratégia de executar as novas operações dentro das Plantas ou encaminha-las para serem custeadas e executadas por Fornecedores externos, a fim de viabilizar a melhor equação de custos para a Empresa. Jan/1988 – Out /1988 – Engenheiro Industrial A - Ford Engenharia de Manufatura Estafe Como Engenheiro Industrial A, participei do Estafe de Manufatura Ford e nosso trabalho era custear cada projeto proposto pelos Times de Engenharia de Produto do ponto de vista de fabricação interna, ou seja dentro das Plantas de Manufatura Ford. Nossa responsabilidade era apresentar a variação de custo de Mão de Obra, custos de Ferramentas e Instalações de Trabalho, necessários para implementar os Projetos de Engenharia, direcionando assim a estratégia de executar as novas operações dentro da Planta ou encaminha-las para serem custeadas e executadas por Fornecedores externos, a fim de viabilizar a melhor equação de custos. Out/1985 – Dez /1987 – Engenheiro Controle de Qualidade B - Ford Controle de Qualidade As funções desempenhadas como Engenheiro do Controle de Qualidade eram idênticas as atribuições do Analista de Controle de Qualidade atuando junto a Linha de Montagem final analisava os problemas de qualidade referente a montagem e desempenho das funções da linha de montagem referente aos itens de motor, freio, direção e suspensão dos veículos Corcel, Del Rey, Belina, Pampa e Escort. Acompanhava os indicadores internos (UPAS) e encaminhava os APPs (aviso de peça com problema) para a Área de Recebimento e Analise |dimensional e após o laudo do relatório de conformidade encaminhava o problema para a Engenharia de Produto e ou cobrava as ações junto aos fornecedores envolvidos na quebra de qualidade, quando era o caso. Março/1983 – Set /1985 – Analista de Controle de Qualidade B - Ford Controle de Qualidade Como Analista de Controle de Qualidade atuando junto a Linha de Montagem final analisava os problemas de qualidade referente a montagem e desempenho das funções da linha de montagem referente aos itens de motor, freio, direção e suspensão dos veículos Corcel, Del Rey, Belina, Pampa e Escort. Acompanhava os indicadores internos (UPAS) e encaminhava os APPs (aviso de peça com problema) para a Área de Recebimento e Analise |dimensional e após o laudo do relatório de conformidade encaminhava o problema para a Engenharia de Produto e ou cobrava as ações junto aos fornecedores envolvidos na quebra de qualidade. Set/1981 – Ago. /1982 - Assistente Técnico - DYNAPAC Serviços e Garantia Assistência técnica aos Tratores e Rolos compactadores de solo e seus sistemas de acionamento e operação hidráulicos e demais equipamentos, além de instrução de manuseio, manutenção e operação dos Tratores, seus componentes e demais produtos de compactação de solo da Dynapac.
  5. 5. Originator: R.Gutierrez/rgutier5 Page 5 of 6 Date Issued: August 18,2015 curriculum gut 2015_portugues rev3 Date Revised: August 18, 2015 Set. /1979 – maio / 1981 - Técnico Metalurgista - AÇOS VILLARES Pesquisa e Desenvolvimento Trabalhando no departamento de Pesquisa e desenvolvimento de Aços Especiais, era responsável por processar corpos de prova quanto a tratamentos térmicos de amostras, medição de dureza, preparação de amostras para macrografias e micrografias, fundição de corridas em forno de indução elétrico, preparação de carga para fundição, preparação de refratários, lingoteiras, secagem de sucata para fundição no laboratório de pesquisas, organização e limpeza do laboratório, sob a supervisão do Professor e Chefe da cadeira de Metalurgia da USP Sr. Ivan Falleiros. fev./1978 – ago./1979 - Assist. Téc. de Manutenção - AÇOS VILLARES Planejamento e execução de manutenção preventiva dos equipamentos da Fundição e Aciaria, tais sejam, Estufas de Tratamento térmico, Filtros Industriais, Fornos de fusão de Aço e assistência técnica a Área de Produção para garantir a continuidade de produção. Alguns Trabalhos Recentes Realizados: . Caixa de Direção – Desenvolvimento de Melhorias e certificação junto aos fornecedores TRW e ZF, . Retentor de cj. Cubo & Tambor – Desenvolvimento e certificação junto ao fornecedor SKF e Campo de Provas Ford Tatuí (TPG), . Cintos de Segurança para Ford Cargo e F250 LHD – desenvolvimento e certificação junto ao fornecedor Chris Cintos e Campo de Provas Ford Tatuí (TPG), . Roda de Aluminio Fundido para F-250 desenvolvimento e certificação junto ao fornecedor Italmagnesio e Campo de Provas Ford Tatuí (TPG ), . Melhoria de processo de enchimento de ar em cj. Roda e Pneus junto ao fornecedor Pirelli para controle de estabilidade de pressões, . Melhoria de alinhamento de feixe de molas dianteiras para Cargo Médio junto ao fornecedor NHK-Rassini. . Rearranjo nos circuitos de freio e reposicionamento de válvulas pneumáticas de freio junto aos fornecedores WABCO, KNORR BREMSE e MAXION. . Substituição de Compressor de ar do sistema de freios para Ford Cargo Linha Leve.junto aos fornecedores CUMMINS e KNORR-BREMSE. . Melhorias técnicas em barras de direção e barras de ligação e barras estabilizadoras junto ao fornecedor DANA. . Diversas melhorias e modificações em várias peças estampadas junto aos fornecedores Stamptec, Nakayone, Dana, Suprens, Resil, etc para atender propósitos de ergonomia e montagem. . Participação em vários Programas de Caminhões na análise e solução de falhas de durabilidade em Campo de Provas. Mais recentemente do Programa Cargo ABS Brake System. Sumario da Funções ocupadas Empresas ° Engenheiro do Produto Sênior jun / 1994 – Ago / 2015 FORD ° Engenheiro do Produto Sênior Jun 1991 – maio/1994 AUTOLATINA (Ford / Volkwagen) ° Analista de Custos Pleno Nov/1988 – Maio /1991 AUTOLATINA (Ford / Volkwagen) ° Engenheiro Industrial A Jan/1988 – Out /1988 FORD ° Engenheiro Controle de Qualidade B Out/1985 – Dez /1987 FORD ° Analista de Controle de Qualidade B Mar/1983 – Set /1985 FORD ° Assistente Técnico - Set/1981 – Ago. /1982 DYNAPAC ° Técnico Metalurgista Set. /1979 – maio / 1981 AÇOS VILLARES ° Assistente Técnico de Manutenção fev./1978 – ago./1979 AÇOS VILLARES
  6. 6. Originator: R.Gutierrez/rgutier5 Page 6 of 6 Date Issued: August 18,2015 curriculum gut 2015_portugues rev3 Date Revised: August 18, 2015 Registros nos Conselhos Regionais de Classe SÃO PAULO - BRASIL ° Engenharia e Arquitetura - CREA - Nº 0601834061 ° Química - CRQ - Nº 04223545 Formação: Especialização em Administração com ênfase em Administração de Negócios (MBA) FIA – Fundação Instituto de Administração – USP – São Paulo – Brasil Graduação Jun/2007 Especialização em Engenharia Mecânica Automotiva Faculdade de Engenharia Industrial (FEI) - São Bernardo do Campo – SP - Brasil Graduação dez /98 Pós-graduação em Administração Industrial Universidade de São Paulo (USP) – Fundação Vanzolini – São Paulo – SP - Brasil Graduação em dez/97 Engenharia Mecânica Universidade Santa Cecília dos Bandeirantes – Santos – SP - Brazil Graduação dez/89 Bacharel em Química Industrial Faculdade de Filosofia São Bernardo do Campo – São Bernardo do Campo – SP - Brasil Graduation on dec/84 Nível Médio - Técnico em Mecânica ETI Lauro Gomes – São Bernardo do Campo – SP – Brasil - Graduation on dez/76 Linguas ° Inglês - Fluente Avançado Centro de Cultura Anglo Americana (C.C.A.A.) ° Espanhol – Fuente Língua nativa de meus avós paternos ° Japonês - Básico Bunka Kiyokai SBC – nivel 3 proficiência "Noriyoko Shiken" ° Italiano - Básico Internet Outros Cursos ° 6 SIGMA – BLACK BELT TRAINED ° 6 SIGMA – GREEN BELT CERTIFIED ° WINDOWS (EXCCEL / WORD 6.0 / POWER-POINT / PROJECT) ° ADMINISTRAÇÃO DO TEMPO ° DOE (Design of Experiment) ° DESIGN OF PARAMETERS ° PREPARAÇÃO DE REUNIÕES ° FMEA - FAILURE MODE AND EFFECT ANALYSIS ° MOTORES DIESEL ° HIDRAULICA INDUSTRIAL ° CONTROLE ESTATISTICO DO PROCESSO (CEPS)

×