Disciplina De GerêNcia E AvaliaçãO Ambiental1

3.733 visualizações

Publicada em

Publicada em: Tecnologia, Negócios
0 comentários
1 gostou
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
3.733
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
32
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
150
Comentários
0
Gostaram
1
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Disciplina De GerêNcia E AvaliaçãO Ambiental1

  1. 1. GERÊNCIA E AVALIAÇÃO AMBIENTAL Rodrigo Francalacci Fortunato http://rodrigofortunato.wordpress.com/
  2. 2. CONCEITOS BÁSICOS CONCEITO MODERNO DE ECOLOGIA: “que expressa as relações entre o homem moderno e o seu meio ambiente, incluindo aspectos sociais e naturais. Nesse sentido a ecologia não seria apenas um ramo da biologia, mas uma visão antropologizada da natureza.” (Pedro Leitão, 1993) MEIO AMBIENTE: “o conjunto de condições naturais e de influências que atuam sobre os organismos vivos e os seres humanos.” (Dicionário Aurélio) MEIO AMBIENTE: “o conjunto de condições, leis, influências e intera- ções de ordem física, química e bíológica que permite, abriga e rege a vida em todas as suas formas.” (Lei n. 6.938, de 31/08/81) GERÊNCIA E AVALIAÇÃO AMBIENTAL Rodrigo Francalacci Fortunato http://rodrigofortunato.wordpress.com/
  3. 3. QUESTÕES AMBIENTAIS GLOBAIS <ul><li>aquecimento da temperatura da Terra </li></ul><ul><li>perda da biodiversidade </li></ul><ul><li>destruição da camada de ozônio </li></ul><ul><li>contaminação dos recursos dos oceanos </li></ul><ul><li>escassez, mau uso e poluição das águas </li></ul><ul><li>superpopulação mundial urbana </li></ul><ul><li>baixa qualidade da moradia e ausência de </li></ul><ul><li>saneamento básico </li></ul><ul><li>degradação dos solos agricultáveis </li></ul><ul><li>destinação do lixo </li></ul>Rodrigo Francalacci Fortunato http://rodrigofortunato.wordpress.com/
  4. 4. BREVE HISTÓRICO Década de 60 : - Conflito entre Preservacionistas e Desenvolvimentistas - 1962/9 - Rachel Carson - “ A primavera Silenciosa” - DDT - dimetildicloroetileno - desenvolvido em 1942 Década de 70 : - Reunião do Clube de Roma, 1970 - “Limites do Crescimento” - Primeira Conferência das Nações Unidas, 1972 - Estocolmo - Crise do Petróleo - Despertar Legislativo Década de 80 : - EPA : 1986 - Estabeleceu uma Política Ambiental - ICC : 1986 - Diretrizes para Indústria Mundial - WCED: 1987 - “ Our Common Future” - Despertar sócio-econômico Rodrigo Francalacci Fortunato http://rodrigofortunato.wordpress.com/
  5. 5. Década de 90 : - ICC : 1991 - Carta Empresarial para o Desenvolvimento Sustentável - BCDS :1991- Mudando o Rumo: uma perspectiva empresarial global sobre desenvolvimento e meio ambiente - ISO: 1991 - Grupo Estratégico Consultivo sobre o Meio Ambiente (SAGE) - ONU: 1992 - Conferência do Rio de Janeiro ECO-92 - RIO+5: 1997 - Conferência do Clima em Kyoto, Japão - A Década da Ação Construtivista BREVE HISTÓRICO Rodrigo Francalacci Fortunato http://rodrigofortunato.wordpress.com/
  6. 6. FATOS QUE FIZERAM A HISTÓRIA <ul><li>Minamata - Lançamento de Mercúrio, Japão, 50s - 700 mortos, 9.000 doentes crônicos </li></ul><ul><li>O anunciar de uma crise </li></ul><ul><li>Seveso - Desastre Industrial, Itália, 1976 </li></ul><ul><li>- Incêndio numa Fabrica de Pesticidas </li></ul><ul><li>A Dioxina entra em cena </li></ul><ul><li>Bhopal - Desastre com gás metil isocianeto, 1984 </li></ul><ul><li>- Indía, Union Carbide </li></ul><ul><li>- 3.300 mortos e 20.000 doentes crônicos </li></ul><ul><li>International Responsible Care </li></ul>Rodrigo Francalacci Fortunato http://rodrigofortunato.wordpress.com/
  7. 7. <ul><li>Chernobyl - Acidente Nuclear, Ucrânia, 4/1986 </li></ul><ul><li> - 29 mortes, 200 condenados </li></ul><ul><li> - 135.000 casos de câncer e 35.000 mortes </li></ul><ul><li>Vulnerabilidade Terrestre </li></ul><ul><li>Basiléia - Incêndio e derramamento, Suíça, 11/1986 </li></ul><ul><li>- 30 toneladas de pesticida no Rio Reno </li></ul><ul><li>- 193 km do rio morto </li></ul><ul><li>- 500.000 peixes e 130 enguias </li></ul><ul><li>O Paraíso ameaçado </li></ul>FATOS QUE FIZERAM A HISTÓRIA Rodrigo Francalacci Fortunato http://rodrigofortunato.wordpress.com/
  8. 8. FATOS QUE FIZERAM A HISTÓRIA <ul><li>Valdez - Desastre com Óleo no Alasca, 1989 </li></ul><ul><li>- 37 milhões litros de Óleo </li></ul><ul><li>- 23.000 aves migratórias </li></ul><ul><li>- 730 lontras e 50 aves de rapina </li></ul>Rodrigo Francalacci Fortunato http://rodrigofortunato.wordpress.com/
  9. 9. AUMENTO DA PREOCUPAÇÃO COM O MEIO AMBIENTE ALEMANHA OCIDENTAL (3 vertentes do panorama político na década de 80) <ul><li>aumento da conscientização ambiental, mudança na preferência do </li></ul><ul><li>consumidor e ascensão de um vigoroso movimento ecológico; </li></ul><ul><li>protestos tecnológico contra energia nuclear e outras megatecnologias; </li></ul><ul><li>ascensão do Partido Verde introduzindo temas ecológicos críticos no </li></ul><ul><li>diálogo político e no processo legislativo. </li></ul>Rodrigo Francalacci Fortunato http://rodrigofortunato.wordpress.com/
  10. 10. AUMENTO DA PREOCUPAÇÃO COM O MEIO AMBIENTE ANTES DOS ANOS 80: VISÃO REATIVA - proteção ambiental vista como custosa, indesejável A PARTIR DA DÉCADA DE 80: VISÃO PRÓ-ATIVA - investimentos no futuro - vantagem competitiva Rodrigo Francalacci Fortunato http://rodrigofortunato.wordpress.com/
  11. 11. AUMENTO DA PREOCUPAÇÃO COM O MEIO AMBIENTE Senso de responsabilidade ecológica 1 Exigências legais 2 Proteção dos interesses da empresa 3 Imagem 4 Proteção dos funcionários 5 Pressão do mercado 6 8 7 Lucro Qualidade de vida Lutz (1990) Rodrigo Francalacci Fortunato http://rodrigofortunato.wordpress.com/
  12. 12. POLÍTICA DE CRESCIMENTO ECONÔMICO <ul><li>Baixos salários </li></ul><ul><li>Impostos elevados </li></ul><ul><li>Empréstimos e Financiamentos externos </li></ul>POBRES MILIONÁRIOS Rodrigo Francalacci Fortunato http://rodrigofortunato.wordpress.com/
  13. 13. CRESCIMENTO X DESENVOLVIMENTO “ entende-se por crescimento econômico o crescimento contínuo do produto nacional em termos globais ao longo do tempo, enquanto desenvolvimento econômico representa não apenas o crescimento da produção nacional, mas também a forma como esta é distribuída social e setorialmente” (Pereira, 1981) Rodrigo Francalacci Fortunato http://rodrigofortunato.wordpress.com/
  14. 14. CRESCIMENTO X DESENVOLVIMENTO <ul><li>Segundo Souza (1993), o desenvolvimento econômico passou a ser </li></ul><ul><li>complementado por indicadores que expressam a qualidade de vida dos </li></ul><ul><li>indivíduos: </li></ul><ul><li>diminuição dos níveis de pobreza </li></ul><ul><li>desenvolvimento </li></ul><ul><li>desigualdade </li></ul><ul><li>elevação das condições de saúde, nutrição, educação e moradia </li></ul>E A DEGRADAÇÃO DOS RECURSOS NATURAIS ? Rodrigo Francalacci Fortunato http://rodrigofortunato.wordpress.com/
  15. 15. DESENVOLVIMENTO NO BRASIL DÉCADA DE 40 A 70: NACIONAL DESENVOLVIMENTISMO - industrialização como porta de entrada para recursos - nenhuma preocupação ambiental APÓS DÉCADA DE 70: DESENVOLVIMENTO SUSTENTÁVEL - Rio-92 - indústria como fonte de preocupação - consciência ecológica - agravamento da crise ambiental - maior preocupação com a pobreza Rodrigo Francalacci Fortunato http://rodrigofortunato.wordpress.com/
  16. 16. DESENVOLVIMENTO SUSTENTÁVEL DESENVOLVIMENTO SUSTENTÁVEL AMBIENTALISMO DESENVOLVI- MENTISMO Rodrigo Francalacci Fortunato http://rodrigofortunato.wordpress.com/
  17. 17. DESENVOLVIMENTO SUSTENTÁVEL Relatório Founex (1970-71): estabeleceu um caminho intermediário entre o pessimismo da advertência dos malthusianos a respeito do esgotamento dos recursos e o otimismo da fé na tecnologia. Declaração de Estocolmo (1971): Declaração sobre a Conferência das Nações Unidas sobre Meio Ambiente Humano. ECODESENVOLVIMENTO DESENVOLVIMENTO SUSTENTÁVEL Rodrigo Francalacci Fortunato http://rodrigofortunato.wordpress.com/
  18. 18. DESENVOLVIMENTO SUSTENTÁVEL Primeiro Conceito (1980): União Internacional para Conservação da Natureza - UICN Fundo Mundial para Vida Selvagem - WWF Programa das Nações Unidas para o Meio Ambiente - PNUMA “ para ser sustentável, o desenvolvimento precisa levar em conta fatores sociais e ecológicos, assim como econômicos; as bases dos recursos vivos e não-vivos; as vantagens de ações alternativas, a longo e a curto prazos” Rodrigo Francalacci Fortunato http://rodrigofortunato.wordpress.com/
  19. 19. DESENVOLVIMENTO SUSTENTÁVEL 1987: Relatório da Comissão Brundtland Comissão sobre Meio Ambiente e Desenvolvimento - convocação da Conferência das Nações Unidas sobre Meio Ambiente e Desenvolvimento ECO-92 “ aquele que atende às necessidades do presente sem comprometer a possibilidade de gerações futuras atenderem as suas próprias necessidades” Rodrigo Francalacci Fortunato http://rodrigofortunato.wordpress.com/
  20. 20. VISÃO NORTE-SUL SOBRE DESENVOLVIMENTO SUSTENTÁVEL NORTE: - riscos ambientais globais - responsabilidade compartilhada - redução de emissões também aos do sul SUL: - desenvolvimentismo - industrialização - pobreza e desigualdade social Solução: maior justiça econômica para os países em desenvolvimento, caso contrário, esses países não serão capazes nem terão interesse em unir-se aos esforços dos países industrializados para salvar o planeta. Rodrigo Francalacci Fortunato http://rodrigofortunato.wordpress.com/
  21. 21. AS CINCO DIMENSÕES DO DESENVOLVIMENTO SUSTENTÁVEL (Ignacy Sachs, 1993) Todo planejamento de desenvolvimento precisa levar em conta, simultaneamente, as cinco dimensões de sustentabilidade: Sustentabilidade social Sustentabilidade econômica Sustentabilidade ecológica Sustentabilidade espacial Sustentabilidade cultural Rodrigo Francalacci Fortunato http://rodrigofortunato.wordpress.com/
  22. 22. DESENVOLVIMENTO SUSTENTÁVEL NA PRÁTICA <ul><li>Segundo Rattner (1993) para formulação de estratégias e diretrizes de </li></ul><ul><li>desenvolvimento sustentável: </li></ul><ul><ul><li>multidisciplinaridade </li></ul></ul><ul><ul><li>pensar em escala global </li></ul></ul><ul><ul><li>preocupação com a criação de novos empregos </li></ul></ul><ul><ul><li>distanciar-se da perspectiva econômica </li></ul></ul><ul><ul><li>rejeitar a estratégia de “inovação-produtividade-competitividade” a qual induz a políticas convencionais recessivas </li></ul></ul><ul><ul><li>investimentos em estudos no campo das ciências sociais, tecnologia, educação superior, planejamento, etc. </li></ul></ul><ul><ul><li>conferir maior peso ao desenvolvimento e à implementação de tecnologias sociais, organizações comunitárias e ONGs </li></ul></ul><ul><ul><li>discutir e definir o significado do desenvolvimento e da democracia entendidos como vias para a emancipação da humanidade e para a realização pessoal de cada indivíduo </li></ul></ul>Rodrigo Francalacci Fortunato http://rodrigofortunato.wordpress.com/
  23. 23. IMPORTANTES ATORES NO PROCESSO DE VIABILIZAÇÃO DO DESENVOLVIMENTO SUSTENTÁVEL UNEP - formado após a Conferência de Estocolmo em 1972, tem o propósito de elevar a consciência e ação ambientalistas em todos os níveis da sociedade mundial, promovendo o cuidado ao meio ambiente. ISO - com sede em Genebra, Suíça, é uma organização não governamental fundada em 1947 cuja missão é promover o desenvolvimento mundial da normalização, facilitando a troca internacional de bens e serviços, GATT - fundado em 1947 o General Agreement on Tariffs and Trade é um órgão autônomo, porém filiado à ONU, que tem como principal proposta o comércio livre como forma de promover o crescimento econômico. Rodrigo Francalacci Fortunato http://rodrigofortunato.wordpress.com/

×