Culto
 Matutino
        em
Comemoração
 dos


 112                    anos da

Sociedade Metodista
    de Mulheres
  da Ca...
Adoração
Prelúdio
Chamado à Adoração
  Dirigente: “Ele é como árvore plantada junto a corrente de
águas, que, no devido te...
Filho nos purifica de todo pecado. Se dissermos que não temos
pecado nenhum, a nós mesmos nos enganamos e a verdade não
est...
Edificação
Litania:
   Dirigente: Era o final do século dezenove, ano de 1896,
dezembro. Aromas natalinos exalavam pela cid...
à Sociedade Metodista de Mulheres e pastoreou a igreja junto
com o pastor, seu esposo – Rev. Cyrus Dawsey, deixando-nos
te...
Trabalho Missionário no Campestre – Filipe Fernandes Ri-
beiro Maia
  Desafios, projetos, perspectivas da SMM – Inayá Toled...
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Culto smm web

1.232 visualizações

Publicada em

0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
1.232
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
3
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
1
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Culto smm web

  1. 1. Culto Matutino em Comemoração dos 112 anos da Sociedade Metodista de Mulheres da Catedral Metodista de Piracicaba DATA: 23 DE NOVEMBRO DE 2008
  2. 2. Adoração Prelúdio Chamado à Adoração Dirigente: “Ele é como árvore plantada junto a corrente de águas, que, no devido tempo, dá o seu fruto e cuja folhagem não murcha; e tudo o que ele faz será bem sucedido”. (Salmos 1:3) Canto: Coral feminino da SMM – “Paz como um rio” Oração de Adoração Darlene Barbosa Schützer Hino Congregacional: nº. 129 1-Vós criaturas de Deus Pai, Todos erguei a voz cantai, Aleluia! Aleluia! Tu, sol dourado a refulgir, Tu, lua em prata a reluzir, Oh! Louvai-O! Oh! Louvai-O! Aleluia! Aleluia! Aleluia! 2- Oh! Boa terra mãe que dá Infindas bênçãos, canta já, Oh! Louvai-O! Aleluia! Frutos e flores, juntos dai A glória a Deus, Senhor e Pai. Oh! Louvai-O! Oh! Louvai-O! Aleluia! Aleluia! Aleluia! 3- Vós homens sábios e de bem, A todos proclamai também, Oh! Louvai-O! Aleluia! Louvor ao Filho, glória ao Pai, E ao Santo Espírito louvai! Oh! Louvai-O! Oh! Louvai-O! Aleluia! Aleluia! Aleluia! Confissão Convite à Confissão Dirigente: “Se, porém, andarmos na luz, como ele está na luz, mantemos comunhão uns com os outros e o sangue de Jesus, seu
  3. 3. Filho nos purifica de todo pecado. Se dissermos que não temos pecado nenhum, a nós mesmos nos enganamos e a verdade não está em nós. Se confessarmos os nossos pecados, ele é fiel e justo para nos perdoar os pecados e nos purificar de toda injustiça”. ( I João 1: 7-9) Momentos de oração silenciosa Canto: Coral feminino da SMM. – Pelas dores deste mundo (Rodolfo Gaede Neto) Pelas dores deste mundo, ó Senhor, Imploramos piedade. A um só tempo geme a criação Teus ouvidos se inclinem ao clamor Desta gente oprimida. Apressa-te com tua salvação. A tua paz, bendita e irmanada co’a justiça Abrace o mundo inteiro. Tem compaixão! O teu poder sustente o testemunho Do teu povo, teu reino venha a nós! Kyrie eleison. Louvor Momentos de louvor: Coral feminino da SMM . – Rendei Graças (J.W. Faustini) Rendei graças ao Senhor! A Sua misericórdia dura para sempre. Ofertas e ofertório Dirigente: “ Viu também certa viúva pobre lançar ali duas pe- quenas moedas; e disse: verdadeiramente,vos digo que esta viúva pobre deu mais do que todos. Porque todos estes deram como oferta daquilo que lhes sobrava; esta, porém, da sua pobreza deu tudo o que possuía, todo o seu sustento.” ( Lucas 21: 2-4) (Congregação leva ao altar suas ofertas e dízimos) Cântico congregacional: “Tudo vem de ti Senhor e do que é teu to damos” Ministério do Acolhimento: Cumprimentos aos aniversariantes e visitantes
  4. 4. Edificação Litania: Dirigente: Era o final do século dezenove, ano de 1896, dezembro. Aromas natalinos exalavam pela cidade, pelas re- sidências e, especialmente, pelas igrejas. O clima era propício para uma programação que, certamente, deveria iniciar no ano seguinte e atravessar os séculos. Mulheres: Rev. Guilherme José da Costa, português de vin- te e nove anos, casado, pastoreava as Igrejas Metodistas de Piracicaba e Capivari, cidade muito próxima de nossa cidade. Todos: Agradecemos, ó Deus, pela vinda, em 1881, dos missionários americanos, pela nomeação de um pastor, nas terras de Piracicaba, que falava a nossa língua. Dirigente: Oito mulheres reunidas em uma sala da Igreja discutiam a formação de uma Sociedade Auxiliadora de Se- nhoras.Dessa memorável reunião, quatro delas assumiram a primeira Sociedade da Igreja Metodista de Piracicaba, assim constituída: Mulheres: Leonora Dixon Amith – Presidente; Bertha Cremn Müller Krahenbuhl – Vice; Mis Mary Ann Moore – Secretá- ria; Laurinda Cândida da Costa – Tesoureira. Todos: Agradecemos ó Deus, pela iniciativa de um grupo de mulheres que criaram em nossa igreja a Sociedade Auxilia- dora de Senhoras. Dirigente: Com uma história de mais de cem anos, traze- mos à memória, os nomes das presidentes, mulheres do sécu- lo vinte, que aceitaram o desafio e com outras companheiras contribuíram com a sua fé e com o seu trabalho para o de- senvolvimento de nossa Sociedade. A vocês, queridas irmãs, nossas homenagens e o sentimento mais profundo de gratidão. A vocês: Mulheres: Eugênia Beccker – Branca Marcondes – Elza Dias de Souza- Júlia Michelucci- Jael Lopes do Amaral- Jo- ana Barbosa Duarte- Maria Amélia Villara- Sarah Toledo Veiga- Ada Sucasas- Yolanda Tognozzi Munhoz- Maria Stella Martins- Maria Eliza de Souza Barros Leitão- Yone Pereira Zitto- Eunice Hahn- Filomena Matos- Jair de Araújo Lopes- Marshlea Dawsey- Inayá Ometo- Vera Alvim- Cloris Alessi- Vera Quintanilha Caontoni e Rinalva Cassiano Silva. Todos: Agradecemos ó Deus, por todas as demais mulheres de nossa igreja, e, em especial, as presidentes da Sociedade pela dedicação e amor demonstrados durante as suas gestões. Dirigente: Dentre essas mulheres, queremos destacar o nome de Marshlea Dawsey, falecida neste mês de novembro, nos Estados Unidos. Dedicou grande parte de sua vida junto
  5. 5. à Sociedade Metodista de Mulheres e pastoreou a igreja junto com o pastor, seu esposo – Rev. Cyrus Dawsey, deixando-nos testemunho e exemplo de fidelidade à igreja e lembranças ines- quecíveis. A ela, nossa gratidão e nosso amor. Todos: Agradecemos ó Deus, pela vida e morte de Marshlea Dawsey e pelo trabalho desempenhado junto a nossa igreja, atuando como presidente, como mãe, irmã e conselheira, todo tempo que esteve entre nós. Mulheres: Todas essas mulheres mencionadas são responsá- veis pela solidez dessa caminhada empreendida desde 1896 e chega aos nossos dias com muito trabalho realizado, fruto de fé e da criatividade. Com elas, foram construídas a AMAS e o Lar Betel; instituída a reunião de oração; participação nos congressos e seminários, no trabalho missionário do Campes- tre; na “Semana pra Jesus”: publicação da “Gaivota”; formação do Coral Feminino, fundado por Marshlea Dawsey e que teve continuidade com Áurea Alves de Moraes e Vera Q. Canto- ni; realização da Festa dos Talentos; comemoração do “Dia do Pastor”, Dia da Voz Missionária e muitas outras atividades. Todos: Agradecemos, ó Deus, pela existência da SMM nes- te século XXI e pelos trabalhos desenvolvidos junto à igreja. Senhor nosso Deus, neste culto oferecemos a Ti as nossas mãos e a nossa vida, da mesma forma que fizeram Leonor, Bertha, Mary Ann e Laurinda, alcançando mulheres da estirpe de Marshlea Dawsey e Vera Baggio Alvim. Por essas mulheres e por todas nós Lhe agradecemos e rogamos a Sua bênção e o seu amor. Amém. Música: (Entrada dos frutos, conduzidos pelas pessoas que darão seus testemunhos) Dirigente: “O justo florescerá como a palmeira, crescerá como o cedro no Líbano. Na velhice darão ainda frutos, serão cheios de seiva e de verdor, para anunciar que o Senhor é reto”. (Salmos 92: 12, 14 e 15a) AMAS – Priscila Barroso Segabinazzi Congressos e Seminários – Zoé Pedroso Barbosa Coral Feminino Marshlea Dawsey – Vera Quintanilha Cantoni Gaivota - Vera Baggio Dias Alvim Grupo de Oração – Maria José Martins Lar Betel – Joana D’Arc Bicudo da Silva Semana prá Jesus – Hilkias Nicolau Valente
  6. 6. Trabalho Missionário no Campestre – Filipe Fernandes Ri- beiro Maia Desafios, projetos, perspectivas da SMM – Inayá Toledo Veiga Ometto Ação de Graças Hino Congregacional: nº. 125 1- Graças te rendemos, Deus de luz e amor, Pelo dom de Cristo Nosso Salvador; Pelo que nos deste Com bondosa mão; Pelos bens da vida: Veste, abrigo e pão; 2- Pelos bons amigos Que, Senhor, te apraz Congregar conosco, Nesta doce paz. Dá-nos sempre e encanto De contigo estar, Dá-nos sempre o gozo De teu nome honrar! Oração e Bênção: Pastor Paulo Dias Nogueira Amém tríplice Poslúdio: Coral feminino da SMM:“Irmãos da Lua” Comissão responsável pela elaboração do programa: Joana D’Arc Bicudo da Silva, Zoé Pedroso Barbosa, Susana F. Ribeiro Maia, Vera Q. Cantoni, Sheila Matos Hussar. Litania: Clóris Alessi Organista: Vera Quintanilha Cantoni Maestrina: Sheila Matos Hussar Dirigente: Luciana Alvim Gava Ornamentação: Adriano Inácio Ferreira

×