se lig@PROJETO DE EXTENSÃO UNIVERSITÁRIA        UNEMAT-ALTO ARAGUAIA   DISTRIBUIÇÃO GRATUITA EDIÇÃO_1 ANO_1 NOVEMBRO_2011 ...
se lig@            PROJETO DE EXTENSÃO UNIVERSITÁRIA                   UNEMAT-ALTO ARAGUAIA                               ...
sem coisas tão simples todos iam                                                                                          ...
T                                                                                                                         ...
A             ações que Alto Araguaia                                                                                     ...
vereadora fala do seu               COMBATE             às drogas em Alto Araguaia                                        ...
Puxa mas em Alto Araguaia preci-      ali não é lugar de se vender bebi-                                            mentos...
VOCÊ é tão         IMPORTANTE!!!                As pessoas demoram muito para      própria propaganda feita pelo tra-     ...
?é essa brincadeira que você quer  enfrentar16    Se Lig@					      Edição 1	   Ano 1		   Novembro_2011   Se Lig@					   E...
maconha                                                             remédio álcoolÉ a substância psicoativa mais antiga da...
RESENHAS                                                                                                                  ...
Seliga 1ª edição
Seliga 1ª edição
Seliga 1ª edição
Seliga 1ª edição
Seliga 1ª edição
Seliga 1ª edição
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Seliga 1ª edição

1.008 visualizações

Publicada em

0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
1.008
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
85
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
5
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Seliga 1ª edição

  1. 1. se lig@PROJETO DE EXTENSÃO UNIVERSITÁRIA UNEMAT-ALTO ARAGUAIA DISTRIBUIÇÃO GRATUITA EDIÇÃO_1 ANO_1 NOVEMBRO_2011 ? o que você está a fim de ENFRENTAR
  2. 2. se lig@ PROJETO DE EXTENSÃO UNIVERSITÁRIA UNEMAT-ALTO ARAGUAIA carta ao leitor seja usuário da nossa IDEIA DISTRIBUIÇÃO GRATUITA EDIÇÃO_1 ANO_1 NOVEMBRO_2011 Não seria preciso nem dizer, que a sociedade recrimina. Fugindo do senso comum, mas é certo que Se Lig@ discute usar droga, assim como consumir cigarro e bebida al- um assunto tão polêmico quan- coólica em exagero, aumenta a probabilidade de ônus to necessário. Mesmo favorável a à própria vida e à de terceiros. uma postura definida, a nossa re- Adolescente, jovem. Uma faixa de idade tão com- vista não vem com o objetivo de plexa, que a coerência muitas vezes foge, tornando moralizar a discussão, e sim ofere- passivos e intolerantes aqueles que deveriam orien- As escolhas que a gen- Como uma artista O que se cer algumas ideias para que o de- tar. Perceba que não há o meio termo, insinuando que te faz definem muito dosumário de extremo talen- faz em Alto bate se estabeleça. a resolução dos problemas está mais distante do que que acontecerá adiante. to e sucesso pode Araguaia em Embora um tabu, já passou da qualquer outra coisa. Optar ou não pela droga 4 6 8 se perder em tão prol do jo- hora de se instituir mais claramen- Exercendo uma função social, visando benfeito- pode não garantir nada, pouco tempo por vem indeciso te o diálogo sobre as drogas, posto ria pública, sem ser piegas ou vago demais, surge o mas aumenta ou dimi- causa das drogas e vulnerável que negligenciá-lo só torna os en- jornalismo, representado aqui pela revista Se Lig@, nui suas probabilidades torpecentes mais atrativos e a nos- material destinado a você, jovem ou adolescente ara- sa juventude, frágil a eles. guaiense, para que compreendas melhor a situação Até por isso, o moralismo ten- sem extremismos, exageros. deria a atrapalhar essa conversa Este veículo de informação tentará cumprir a dura franca, e obstáculos não faltam missão de se aproximar, mais até do que as drogas nessa relação jovem-droga, em que, de tão perto, pode aliciá-lo a qualquer momento, que o segundo tem se mostrado como já fez com tantos outros. Para que você não seja mais arrebatador. surpreendido ou iludido, abra-se a esta experiência Nesse sentido, temos uma posi- chamada Se Lig@. Pode apostar: ela não lhe fará mal ção assumida – somos contrários algum. ao uso de entorpecentes, não por- Tenha uma boa leitura! @ Hélida Moraes fala Uma brincadeira pode não significar sobre os perigos nada. Pode representar algo bom, re- 14 apresentados pelas meter à infância. Mas se for traiçoeira 16 drogas na vida do tende a transformá-lo em um refém jovem e da dificulda- completamente frágil e entregue. Por de que é recuperá-lo isso, cuidado com o que se brinca Demais integrantes expediente Aline Oliveira Barbosa Agradecimentos Geslâine Pires dos Reis Unemat, Maria Luiza de O. Ma- Coordenação do projeto Wanderléia Pereira da Silva chado (vereadora), Creas, Circu- Cássia Regina Tomanin Revisão lando e Alcoólicos Anônimos Co-coordenação, Design e Dia- Shirlene Rohr de Souza gramação Fotos Tiragem As fotos sem créditos foram ex- Thiago Cury Luiz 1000 exemplares Reportagem traídas do Google e podem ou não Impressão ter sido modificadas João José Alencar Mundi Gráfica Se Lig@ Edição 1 Ano 1 Novembro_2011 Se Lig@ Edição 1 Ano 1 Novembro_2011
  3. 3. sem coisas tão simples todos iam concordar com a legalização da maconha. No entanto, é preciso prestar atenção em tais pontos. Primeiro é o fato de que se for- DROGAS mos concordar com os que dizem que a maconha deve ser permitida porque é tão nociva quanto o cigar- ro e as bebidas alcoólicas, então o mais sensato é pensar que essas substâncias é que deveriam ser proibidas, assim como as outras.MATÉRIA ESPECIAL x Um outro ponto que deve ser por Cássia Tomanin quem vencerá essa guerra? cuidadosamente analisado antes HOMEM que se permita que nossos jovens O mundo atual está vivendo um maconha é o traficante. Se tal pro- possam comprar maconha livre- período de mudanças. As pessoas duto fosse liberado, o governo ain- mente no bar da esquina ou na pa- se deram conta que têm direitos e da arrecadaria impostos com sua daria, é o argumento de que cada que devem reivindicá-los; e estão comercialização, que já acontece um pode fazer o que quiser con- batalhando por isso. No cenário mesmo, debaixo do nosso nariz. sigo mesmo. Devemos lembrar mundial, vemos regimes políticos Em alguns lugares, como parte que grande parte das pessoas que sendo mudados; ditadores, há anos dos Estados Unidos, Canadá, Por- Entre essas consomem substâncias alucinó- no comando, perdem o poder e vão tugal e Holanda, o uso da maco- reivindicações, há genas acaba por ficar dependente. para a cadeia; pessoas do mesmo nha é legal. Os EUA explicam que uma que, pelo De acordo com os dicionários, um tratamento dos usuários. sexo podem se casar. Enfim, está muita gente era detida ou presa por menos no Brasil, dos significados atribuídos à DE- Além dos argumentos apontados como favoráveis acontecendo uma série de fatos usar maconha, e quando iam ver PENDÊNCIA é “necessidade físi- serem tão frágeis, há ainda os argumentos daqueles a ficha criminal da pessoa, ela era está gerando muita que até 10 anos atrás ninguém ou- ca e/ou psicológica de determina- que lutam contra a liberação da maconha. Entre várias saria pensar em reivindicar. limpa, a pessoa era estudante, tra- polêmica e da substância ou atividade”. Sendo justificativas, há pelo menos duas que são determi- Entre essas reivindicações, há balhadora e pelo único fato de es- preocupando uma assim, podemos concluir que uma nantes: MATÉRIA ESPECIAL uma que, pelo menos no Brasil, tar consumindo maconha acabava grande parcela da pessoa que é dependente em dro- •Se liberada, a maconha será consumida numa es- está gerando muita polêmica e pre- tendo sua ficha suja, o que prejudi- sociedade. Falamos gas não responde por si, ou seja, cala cada vez maior, o que acarretará sérios danos à ocupando uma grande parcela da cava sua vida profissional. Pensa- da liberação ou não tem como decidir sobre suas saúde do usuário; sociedade. Falamos da liberação se ainda que no caso de a pessoa vontades, seus limites, sua própria •Na maioria dos casos de viciados, a maconha leva ficar detida, é um trabalhador ativo legalização da ou legalização da maconha. vida. Quem acaba decidindo por ao uso de drogas mais fortes e, consequentemente, Esse, como qualquer outro fato, que está deixando de produzir e maconha. ele é a droga da qual ela depende. mais nocivas ao ser humano, como a cocaína, o ecs- divide a população em dois lados: contribuir com o desenvolvimento Além disso, se após algum tempo tasy, o LSD, o crack, entre outras. os que aceitam e apoiam a medida de seu país. de uso da(s) droga(s) essa pessoa De fato, muitas pesquisas mostram, como já dis- e os que rejeitam e desaprovam a Bem, se esses argumentos fos- adoece (e geralmente isso ocorre), semos acima, que na maioria dos casos, o usuário de mesma. na maioria dos casos, é levada para qualquer droga perde o controle sobre si mesmo, so- Aqueles que defendem a pro- um hospital público para se tratar, bre sua própria vontade e seu corpo vai necessitando posta alegam pelo menos três pon- ou seja, quem acaba pagando por de mais drogas, cada vez em mais quantidade e cada tos: seu tratamento é a população, por vez mais fortes. •Acham que cada um é livre e meio dos altíssimos impostos que Sendo assim, antes de se pensar na implantação de 5 responsável por si próprio; pagamos. Quer dizer, a pessoa se uma lei que venha a facilitar a circulação de deter- •Dizem que outras drogas que acha livre para fazer o que quiser, minado produto em uma região ou em uma nação, o também causam problemas à saú- mas quem acaba tendo que pagar povo que ali reside deve estar muito bem preparado, de e à sociedade, como o cigarro por seu tratamento somos nós. instruído e esclarecido sobre os efeitos naquele pro- e as bebidas alcoólicas, são per- Vemos, assim, que o terceiro duto no seu organismo e na sua vida. E aí nos sur- mitidas, então a maconha também argumento também se torna frágil, ge uma pergunta: Será que o jovem (que é o maior poderia ser; porque os impostos arrecadados consumidor de drogas lícitas e ilícitas) está preparado •Dizem ainda que quem mais pela comercialização legal da ma- para consumir drogas de forma consciente? ganha com o comércio ilícito da conha acabaria sendo gasto para o Tudo indica que não.@ Se Lig@ Edição 1 Ano 1 Novembro_2011 Se Lig@ Edição 1 Ano 1 Novembro_2011
  4. 4. T I ER RA é possível se LB MATÉRIA ESPECIAL ? das drogas AMY a morte de família, amigos e tudo o que o di- Há muitos outros detalhes sobre a turbulenta vida WINEHOUSE nheiro pode comprar, sabemos o de Amy Winehouse e sua fracassada luta contra as final trágico dessa história. drogas, mas pelo que sabemos até aqui, é possível fa- Depois de seu casamento com zermos uma pergunta: Por que alguém que tem tudo Blake Fielder, em maio de 2007, a para ter uma vida feliz morre por não conseguir se Um fato recente chamou nossa atenção justamente vida de Amy começou a se trans- libertar das drogas? Pelo que sabemos, a família de para esse ponto. Falamos da prematura morte da can- formar. Amy tornou-se dependente Amy, principalmente seu pai, fez tudo que estava a tora Amy Winehouse. de vários tipos de drogas, entre elas seu alcance para libertar a filha. Então, se ela tinha o Amy era inglesa, cantora e compositora, iniciou o crack, conforme se pode ver num apoio da família, dos amigos, dinheiro para pagar as sua carreira ainda muito jovem e ficou conhecida em vídeo exposto pelo jornal inglês melhores clínicas, os melhores profissionais, por que quase todo o mundo, dominando perfeitamente a gui- The Sun. Passou a ser comum ver ela perdeu essa guerra?MATÉRIA ESPECIAL tarra e o violão, mas principalmente por ter uma voz e o nome da famosa cantora envolvi- Médicos especialistas explicam que o poder quí- um estilo inconfundíveis. do em escândalos, prisões, clínicas mico das drogas sobre o organismo humano é tão for- Embora em uma carreira curta, a cantora lançou vá- de tratamento e, não raramente, ia te que é possível que a pessoa que as utiliza fique to- rios discos e recebeu diversas premiações. Em 14 de fazer shows em visível estado de talmente dependente daquela substância. A sensação fevereiro de 2007, ganhou um Brit Award de melhor embriaguez. de prazer, de euforia, que a maioria das drogas causa artista feminina britânica, entregue pela Baby Spice, Sua imagem ficou tão negativa é absolutamente fantástica, é uma sensação incrível Emma Bunton. Quatro meses depois, recebeu o Mojo que o governo norte-americano que dificilmente pode ser experimentada sem o uso Awards pela melhor canção do ano. Ainda recebeu proibiu sua entrada naquele país, de alguma substância alucenógena. No entanto, essa vários outros, como MTV Video Music Awards, Mer- impedindo que a cantora recebesse sensação dura muito pouco e, em seguida, aparece a cury Prize Awards, Q Awards, Elle Style Awards, Ivor um prêmio Grammy que ganhou. sensação exatamente contrária: depressão, medo, so- Novello Awards, South Bank Show Awards, Meteor Agora, Mitchell Winehouse, pai lidão ou algo parecido. É precisamente aí que está o Irish Music Awards, entre outros. da cantora, parece estar disposto a grande problema. A pessoa nesse estado deseja ime- A cantora fazia shows em várias partes do mundo, ajudar pessoas e famílias com o diatamente se livrar da referida sensação e sabe que6 que eram lotados por uma multidão de fãs. Amy Wi- mesmo problema que enfrentou. A a droga, além de tirá-lo daquela situação, ainda trará nehouse era, sem dúvida, um sucesso. própria casa de Amy será transfor- de volta a impressão de poder sem limites. É por isso Os pais da cantora sempre apoiaram sua carreira mada num centro de reabilitação que a pessoa viciada “precisa” cada vez mais de mais e estiveram ao seu lado. Havia muito carinho entre para viciados. Seus fãs lembrarão droga eles, tanto que em uma das suas cinco tatuagens Amy dela com carinho por muito tempo. E é esse o grande problema que envolve as drogas. mandou escrever daddys girl, que quer dizer “menina Seus discos continuam vendendo, Uma vez viciada, é muito difícil para uma pessoa vol- do papai”, o que mostra a intimidade carinhosa que suas músicas continuam sendo ou- tar atrás, justamente por causa da forma, muitas vezes ela tinha em casa. vidas, enfim, a vida continua, mas definitiva, com que a droga atua em nosso cérebro, Mesmo assim, com tudo na vida a seu favor, fama, não para Amy Jade Winehouse! @ em nosso corpo. @ Se Lig@ Edição 1 Ano 1 Novembro_2011
  5. 5. A ações que Alto Araguaia sa droga, ela sentiu a necessidade SCOL de procurar auxílio junto à equipe o que a DESENVOLVE E técnica do CRAS. Em casos como o dessa mãe, que agiu corretamen- te, no sentido de não “fechar os olhos” para o problema, o CRAS possui essa equipe técnica que faz... contra as drogas acolhe, encaminha e acompanha a família, porque a equipe, que conta com psicólogo e assistente social, Não podemos deixar de mencionar problema de forma mais adequada. é capacitada para tratar desses ca- que as escolas, de um modo geral, Os alunos do ensino médio de Alto por Cássia Tomanin também são bastante engajadas Araguaia e Santa Rita do Araguaia sos. Se o problema não se resolve, porque esse é um problema social nessa questão. Alguns professores acreditam que há conscientização nacional, pelo menos nós tentamos fazem até cursos extracurricula- suficiente, que as escolas traba- Revista Se Liga- O que é o procuram o auxílio do CRAS em amparar e conscientizar as famí- res, como os professores da Escola lham bastante essa questão, mas a CRAS? questões relacionadas à droga? lias. Alfredo Nasser, que fizeram um ação parece não surtir efeito. Olha Jucimar Cruz da Silva- O CRAS, JCS- Quem nos procura são, ge- curso em Brasília para terem mais só o que eles dizem: Centro de Referência de Assistên- ralmente, famílias desestruturas, RSL- Em resumo, como as pesso- informações e saberem abordar o cia Social, tem como maior ob- seja no campo financeiro, social, jetivo a prevenção de problemas moral. Enfim, famílias que en- as envolvidas com uso e usuários A escola consegue esclarecer sociais, como violência infantil, frentam problemas na relações en- de drogas podem contar com a muito bem aos alunos os riscos abuso sexual infantil, uso de dro- tre seus membros. Isso ocorre, na ajuda do CRAS? que corremos. gas e exploração do trabalho in- maioria das vezes, nas famílias da JCS- Bem, o que eu quero dizer a fantil. O CRAS é conhecido como classe trabalhadora (baixa e média toda população é que o CRAS está Não só as escolas, mas de portas abertas para receber e aju- A escola nos esclarece “a casa das famílias”. Ele trabalha baixa), mas geralmente a pessoa as emissoras de rádio dar toda e qualquer família que se muito bem sobre o que com o Bolsa Família, além de tra- que chega até nós representando e televisão conseguem identificar com alguns dos proble- a droga pode nos cau- balhar com as famílias referencia- a família são as mães. Outro dia, esclarecer muito bem. mas mencionados acima. O CRAS sar, e se um aluno usar das no CRAS, que são famílias por exemplo, veio até aqui uma Falta as pessoas toma- é a casa das famílias. Os profissio- está ciente do que irá em vulnerabilidade (situação de mãe de um adolescente contando rem vergonha na cara e nais daqui trabalham com muita acontecer. extrema pobreza) e famílias que se que encontro entre as coisas do não usarem essas coisas. encontram em situação em que se filho, um cachimbo, e não sabia o ética. Os problemas trazidos para pode trabalhar a prevenção. que aquilo significava. Ela levou o cá são tratados com o maior sigilo, Todas as palestras são ou seja, ninguém além da psicólo- A escola explica muito objeto a uma pessoa conhecida que muito bem explicadas. bem. Faltam os alunos RSL- Quais as ações que o CRAS lhe esclareceu que se tratava de ga e da assistente social vai saber o Todas as perguntas são que se passa na casa ou na vida de em geral se conscienti- desenvolve em relação ao uso de um instrumento utilizado no uso esclarecidas. Vai paraENTREVISTA cada um. Então, dizemos para as zarem de que a droga drogas? do crack. Mediante a confirmação esse mundo só quem não vai levar ninguém a JCS- O CRAS trabalha com a ideia de que seu filho era usuário des- pessoas que enfrentam problemas realmente quer. com drogas, para aquela mãe que lugar algum. da PREVENÇÃO. Assim sendo, realizamos constantemente campa- Jucimar Cruz da Silva percebe que o filho está agindo de Coordenadora do CRAS A escola faz o possível. Eu acho que falta a Wanderléia Pereira da Silva nhas preventivas. Neste ano foram forma diferente, que está tendo um comportamento estranho, que nos Quem tem que mudar presença de uma pessoa realizadas várias atividades, dentre procure, que não espere a situação não é a escola, e sim a que já tenha passado elas destacam-se as seguintes: se agravar, porque é muito mais pessoa que usa. por isso e venha aqui • “Eu dirijo pela vida” – fácil tratar do problema enquanto para dar depoimento. campanha relacionada à prevenção do uso do álcool por motoristas; a pessoa ainda não está totalmen- Sempre tem palestras, Têm muitas palestras,8 9 • “Faça Bonito” – campanha te na dependência da droga. Quer mas acho que deveriam só que tem que investir contra o abuso sexual da criança e dizer, é mais difícil, mais caro e levar a gente para uma mais pra ver se coloca do adolescente; mais demorado tirar uma pessoa clínica de dependentes. ideia nas nossas cabeças. • “Independência ou Morte” do vício. É melhor conscientizar – campanha de combate às dro- as pessoas e as famílias e impedir A escola esclarece, mas gas, realizada na época do Festival que elas comecem a usar drogas, faltam pessoas que usam Náutico. porque, para muitos, esse é um ca- drogas para falar conosco, minho sem volta e procurar ajuda pra mostrar como a droga RSL- Quem são as pessoas que na hora certa pode ser a diferença nos faz esquecer a vida. entre a vida e a morte. @ Se Lig@ Edição 1 Ano 1 Novembro_2011 Se Lig@ Edição 1 Ano 1 Novembro_2011
  6. 6. vereadora fala do seu COMBATE às drogas em Alto Araguaia Aluizio Pimentel do Carmo Desde que assumiu o cargo de vereadora em 2009, Maria Luiza de Oliveira Machado realiza um trabalho de conscientização em relação e combate às drogas, buscando resolver os problemas que são freqüentes em nossa comunidade. Em entrevista, a vereadora conta das ações que ela e a câmera de ve- Lei, eu consegui instituir em Alto car esse programa. Embora ele te- readores promovem em prol da comunidade. É interessante a leitura para Araguaia a “Semana Municipal de nha recebido um treinamento, par- ENTREVISTA conhecermos aquilo que os nossos administradores estão fazendo por Álcool e Drogas”, que ocorre no ticipado de uma formatura, ele não nossa sociedade, já que essas ações nos atingem diretamente e antes de período de 19 a 23 de junho de todo ganha a mais por isso. Então, já foi tudo o vereador é um funcionário do povo que deve prezar e lutar pelos ano, e aí será trabalhada a questão feita uma reivindicação de nossa nossos direitos das drogas no nosso município. É parte para tratar dessa questão, de também de minha autoria um Pro- ter um policial em Alto Araguaia jeto de Lei que instituiu em nosso designado especificamente para Revista Se Liga - A senhora acha Eles têm algum tipo de acesso, e é município o PROERD, que é um essa função. O programa aconte- interessante que em Alto Araguaia algo que nós precisamos trabalhar, dos maiores programas do mundo ce da seguinte forma: o policial seja tratado o tema “drogas? principalmente junto à família e de resistência ao álcool, drogas e vai fardado para a sala de aula, e o mesmo para com o adulto. Não à violência. Trabalha-se tudo isso que ele faz é ministrar um curso. É Vereadora Maria Luiza - Eu acho que ele deixe de beber, mas que ele dentro das escolas. Alto Araguaia uma sequência: têm as apostilas e de suma importância, porque é um não ofereça bebida ao jovem, por- ficou um pouco prejudicada, por- o policial na escola por seis meses, assunto com o qual o mundo está que as conseqüências estão aí, es- que o policial que iria aplicar esse acompanhado do professor e no fi- preocupado. Existem pesquisas tão no nosso dia-a-dia, dentro dos programa era o capitão Wilson, nal tem a formatura, a criança re- que mostram que hoje esse proble- nossos lares. Sem falar na questão mas ele veio a falecer. Hoje, nós cebe um certificado e no ato ele se ma atinge 30% da população. Uma da violência: os maiores casos de estamos trabalhando em nosso compromete a resistir às drogas.ENTREVISTA outra coisa que queremos destacar violência doméstica estão relacio- município com a ajuda de um po- é que a sociedade se preocupa mais nados ao alcoolismo, até mesmo licial de Alto Taquari, o nome dele RSL- Em relação a esses projetos, com as drogas ilícitas, mas não é casos de homicídio. O Promotor é Kleber, conhecido como solda- qual é o posicionamento da Prefei- bem assim. Eu estive há pouco de Justiça pode falar melhor sobre do Maia. Nós temos ido juntos às tura e da Câmara de Vereadores? tempo em Cuiabá, e uma das rei- esses fatos. Eu fiquei sabendo que escolas e aplicado o programa no vindicações de um representan- na maioria dos julgamentos que quinto e sexto ano. Ele aplica pa- VML- Eu agradeço muito aos te de uma casa de recuperação, a ocorreram aqui em Alto Araguaia lestras, mostra vídeos... e assim meus colegas vereadores por terem casa “Vida Serena”, é em relação nos últimos três anos, praticamen- tem sido feito no decorrer desse aprovado meus projetos e também ao álcool, porque pelo fato de não te 90% têm relação com o alcoo- ano, é uma seqüência. Faltam pou- ao prefeito, por ter sancionado as ser proibido, a sociedade, em ge- lismo. cas escolas para serem visitadas. leis. Um único projeto meu que ral, ingere com muita facilidade e não teve apoio dos demais foi em10 11 com isso as pessoas não percebem RSL- Nós temos acompanhado RSL- As escolas acolhem bem relação à limitação do horário de as consequências do alcoolismo na sua preocupação em relação a es- esse programa? funcionamento de bares e restau- vida de suas famílias. ses problemas nos projetos que rantes no município. Em Diadema você faz, nas indicações feitas na VML- Eles ficam maravilhados. (São Paulo) já foi constatada a di- RSL- E mesmo sendo proibida a Câmara de Vereadores. Conte-nos Esse projeto, na realidade, precisa- minuição do índice de criminali- venda de bebida alcoólica para o um pouco sobre suas reivindica- ria de um policial específico para dade com o controle do horário de menor, ele consegue comprar? ções. esse fim em Alto Araguaia, porque funcionamento dos bares e restau- esse policial que está fazendo esse rantes. Nos Estados Unidos isso VML- Ele consegue facilmente. VML- Bem, através do Projeto de trabalho não ganha a mais por apli- funciona também. Aí a gente fala: Se Lig@ Edição 1 Ano 1 Novembro_2011 Se Lig@ Edição 1 Ano 1 Novembro_2011
  7. 7. Puxa mas em Alto Araguaia preci- ali não é lugar de se vender bebi- mentos já foram dados. citado a vaga, mas parece que não saria disso? Devemos lembrar que da alcoólica, ou seja, não se deve Outra coisa que eu queria mencio- houve muito sucesso com relação essas medidas são preventivas. Isso vincular escola com venda de be- nar é que o pessoal do CRAS tem a isso. A lei foi posta, eu não sei não é repressão, porque o cidadão bidas. se esforçado muito com relação a se faltou procura... Até agora eu de bem tem horário, horário para Fomos contemplados esse trabalho também. Era a Nara, não sei o que houve. Talvez tam- tudo e pode se programar. Então, o RSL- Vereadora, há ainda outras agora com o SENAI, hoje é o Jucimar que está a fren- bém por ser uma ação que dependa horário que foi estipulado, em mi- reivindicações feitas por você para te do CRAS, e tem sido feito um do judiciário. Muitos deles tam- nha opinião, durante a semana, po- Alto Araguaia? que é uma luta, des- trabalho meio “de formiguinha” bém preferem trabalhar em outras deria melhorar um pouco mais. O de 2009, que nós nas escolas. O que nós queremos empresas à do próprio município. de final de semana e feriados ficou VML- Sim. Fomos contemplados estamos trabalhando com isso é a assimilação dos nos- Mas, no geral, o que eu percebo é flexível, muito bom, porque até as agora com o SENAI, que é uma junto com o Conse- sos jovens, não a imposição, e esse que o prefeito municipal tem dado ENTREVISTA três horas da manhã, horário Mato luta, desde 2009, que nós estamos lho Tutelar. A Pre- trabalho de conscientização é fei- total sustentação nessa área, sobre Grosso, é praticamente a noite toda trabalhando junto com o Conselho feitura Municipal to de forma mais lenta, que é mais as questões que envolvem os pro- Eu quero dizer para que a pessoa já teria aproveitado e Tutelar. A Prefeitura Municipal eficaz. O trabalho não se limita a blemas causados pelas drogas. todos os jovens já estaria na hora de retornar para também se empenhou bastante. também se empenhou “falar bonito”. Outro projeto que eu instituí no que a gente sonha, seus lares. Outra questão nesse Essa era uma promessa de cam- bastante. Essa era Sobre o tratamento de dependentes município foi um cadastro, junto eu sonho mesmo e projeto é também proibir a venda panha, a briga para essas vagas uma promessa de cam- químicos, meus colegas aprova- aos Centros de Saúde do Municí- acredito que pode- de bebidas alcoólicas nas escolas, para adolescentes. Nós já tivemos panha, a briga para ram, o prefeito sancionou e eu ins- pio, para que se possa contabilizar nas festas, nos eventos em geral, reuniões com as indústrias, por- mos vencer. Basta essas vagas para tituí duas leis, que seriam reservas todos os atendimentos que são fei- que a gente quei- porque eu penso que a escola é um que dependíamos delas, já que o adolescentes de vagas para pessoas que fazem tos em decorrência do uso de álco- lugar sagrado, a gente tem que ver SENAI, quando procurado, ale- o tratamento da dependência quí- ol e drogas, e seja possível ter esse ra. Eu posso falar como sagrado. Se ali é um lugar ga que eles dão os cursos, mas é mica e para aqueles que estão em controle. isso porque sou um que vai formar caráter, cidadãos de preciso que as indústrias peçam, situação de regime semi-aberto. exemplo vivo de que bem... É a educação em si, então porque depende de uma demanda Assim, ficou determinado que uma RSL- Você tem um recado para criança pobre tem empresa que trabalha para o muni- dar para os adolescentes e jovens condições de chegar cípio destinará dois por cento das de nossa cidade? num mundo melhor vagas para aquele que voltou do tratamento químico ou é preso em VML- Eu quero dizer para todos os regime semi-aberto, é uma espécie jovens que a gente sonha, eu sonho de cota. O motivo dessa medida mesmo e acredito que podemos é que já chegaram mães em meu vencer. Basta que a gente queira. gabinete desesperadas, pois o filho Eu posso falar isso porque sou um chega do tratamento, mas precisa exemplo vivo de que criança po- de uma vida nova, ele precisa de bre tem condições de chegar num outros contatos. Caso contrário, mundo melhor. Digo ao jovem queENTREVISTA ele vai voltar a usar droga, e sem o estude, lute, procure um emprego, que fazer, realmente eles voltam. porque ele é capaz de superar mui- Com relação aos presos, eles têm tas dificuldades e vencer inclusive da região, e as indústrias, até então AABB Comunidade. Trata-se de ido ao Ministério Público e soli- a pobreza. @ vinham resistindo, mas hoje, não. um projeto bastante ousado das Já tivemos reuniões, eles pediram AABB’s do Brasil e também um e haverá um curso de aprendiza- dos melhores do mundo. Os pro- gem de atendimento ao público e fessores envolvidos irão para a informática, que vai atender crian- USP fazer cursos para lidar com12 13 ças a partir de 14 anos. Quando ele a criançada, haverá uniformes, é terminar o curso, se teve um bom algo muito bem organizado. Fo- desempenho, ele já sai empregado. ram solicitados cursos de ginástica É uma medida preventiva que tem olímpica, xadrez, dança... Serão a intenção de tirar nossas crianças atendidas crianças de baixa renda da rua. que sejam estudantes, e haverá o Nós conseguimos também, por acompanhamento dos professores. meio de parceria do município Não há uma data certa para o início com o Banco do Brasil, o Projeto deste projeto, mas os encaminha- Se Lig@ Edição 1 Ano 1 Novembro_2011 Se Lig@ Edição 1 Ano 1 Novembro_2011
  8. 8. VOCÊ é tão IMPORTANTE!!! As pessoas demoram muito para própria propaganda feita pelo tra- perceber que o prazer causado pe- ficante, entre outros fatores. Mas o las drogas é muito passageiro, que fato é que cada caso é um caso, é as drogas não trazem felicidade, que se agrava pela falta de diálogo cida pelo traficante e pelo grupo blemas, suas fraquezas, e está sem- que é um sentimento pleno e du- com amigos e família, o medo que de usuários. Tenho percebido que pre de mãos estendidas. Há ainda radouro. O que as drogas trazem é a família tem de encarar a verdade, as pessoas que têm o apoio de al- um outro tipo de ajuda: você pode um sentimento falso, e que cobram o medo da constatação do proble- guém e, principalmente, acreditam sempre contar com um profissional um alto preço, que é o preço de ma, a vergonha da sociedade, e, que Deus pode libertá-las têm tido que não vai te julgar, nem te discri- roubar suas forças, seu caráter, sua principalmente, a falta de conheci- sucesso em sua recuperação. É minar, apenas te ajudar. personalidade, sua vida, enfim, seu mento sobre o assunto. Aí surgem preciso acreditar que os momentos Afaste-se de tudo que te faz ARTIGO próprio EU. as “desculpas” em frases que são de euforia proporcionados pelas mal: coisas e pessoas! Goste de Quando você é usuário de dro- sempre as mesmas: “Ele já é maior, drogas são ilusões muito passagei- você! Afirmo com toda certeza: gas, você mesmo se discrimina, sabe o que faz” ou “ O que que eu ras e estão muito longe do que seja nenhuma droga não traz nada de foge da realidade, afasta as pes- posso fazer?” felicidade. bom para ninguém, pelo contrário, soas, sente-se inferiorizado, passa Mas o fator mais determinante O ser humano precisa a cada dia ela escraviza e consome o homem. @ a fazer parte e pertencer a um gru- que faz alguém procurar as dro- reconhecer o seu valor, sua impor- po que não tem responsabilidade, gas é a baixa estima, que embora tância e se conscientizar de que ele equilíbrio, respeito, noção do certo inconsciente, trazem consigo a pode construir uma felicidade com e do errado. A partir daí, começam insegurança e os complexos. As bases sólidas as práticas ilícitas, sem nenhum pessoas nessas condições sentem a Infelizmente, há muito apoio pudor, sem nenhum arrependimen- necessidade de pertencer a um gru- ao tráfico, no sentido de que as fa- to. Você já está deixando de ser po, um grupo aceito socialmente. mílias não denunciam porque aca-ARTIGO quem você era. Assim, tem na droga um modismo. bam se beneficiando. A corrupção, Alguém pode dizer: “Eu sus- Com algum tempo de uso, vem a como se sabe, também existe e, no tento meu vício!”; ou “Isso é tão degradação, em todas as áreas de final, surge uma desculpa: “O tra- natural!”. Então, por que você não sua vida, e aí o usuário, já depen- ficante não obriga ninguém a com- quer que ninguém saiba de seu ví- dente, tem poucas forças para lutar prar, ele só oferece. Compra quem cio? São inúmeras as causas que contra a droga que o escravizou. quiser.” Hélida Maria de Moraes é espe- levam as pessoas a fazerem usos Muitas vezes é nesse ponto, ou Se você está pensando em ex- cialista em psicopedagogia, formada de drogas. As justificativas são seja, no fundo do poço, que a pes- perimentar alguma droga, ou se já pela USC de Bauru (SP), onde já muitas, e os usuários, tanto hoje soa tem um impulso para sair, mas experimentou e já começou a se atendia usuários de drogas. De volta14 15 como em qualquer tempo, não têm se não tiver uma mão estendida, a arrepender, o que tenho a dizer a a esta cidade, continua com o propó- idade, nem classe social. Ou seja, libertação desse cativeiro se torna você é que não tenha medo, nem sito de ajudar essas pessoas tão en- para que se procure a falsa ajuda muito difícil . vergonha de pedir ajuda e, pode ganadas pelo falso prazer das drogas. das drogas, basta ser um humano. É isso mesmo! Durante minha Atualmente, atende como psicopeda- acreditar, você pode ser ajudado, No entanto, como mostram as carreira tenho percebido que mui- goga em todas as escolas municipais nunca é tarde. A primeira pessoa de Alto Araguaia, bem como na zona estatísticas, em algumas regiões tos tentam se libertar, mas as al- que pode te ajudar é você mesmo, rural, a toda criança com problemas o uso é mais freqüente, e isso se gemas são fortes, tanto pela ação depois você pode contar, sempre de comportamento e aprendizagem, o dá por vários motivos, como a fa- química da droga, que vicia o que quiser, com a ajuda de Deus, que a leva a atender também a famí- cilidade de acesso ao traficante, a usuário, como pela pressão exer- que te conhece, sabe de seus pro- lia das mesmas. Se Lig@ Edição 1 Ano 1 Novembro_2011 Se Lig@ Edição 1 Ano 1 Novembro_2011
  9. 9. ?é essa brincadeira que você quer enfrentar16 Se Lig@ Edição 1 Ano 1 Novembro_2011 Se Lig@ Edição 1 Ano 1 17 Novembro_2011
  10. 10. maconha remédio álcoolÉ a substância psicoativa mais antiga da huma- cafeína O café foi inicialmente usado para ajudar a manter É a droga de entrada para consumo das outras drogas. Barata e de fácil acesso, o seu uso continuado inter- fere na aprendizagem, memorização e na fertilidade. São os calmantes e sedativos, provocam alte- rações na capacidade de raciocínio, concentra- ção e coordenação motora. Enumerando-se os efeitos provocados pelo uso abusivo e indiscri- as pessoas acordadas nas noites frias, durante longos É uma combinação de flores e folhas da planta conhe-nidade. Consumo excessivo traz aplicações no minado dos barbitúricos, temos: eventos religiosos. A cafeína não produz uma verdadeira cida como Cannabis sativa, e pode ser verde, marromsistema digestivo, podendo resultar em câncer - Dependência física (a administração repetida euforia, mas causa dependência psicológica, aumenta ou cinza. Causa vermelhidão nos olhos, boca seca,na boca, faringe, laringe e esôfago, atrofia de barbitúricos cria, no sistema nervoso cen- taquicardia; angústia e medo para uns, calma e relaxa-do cérebro, demência, icterícia, teleangioma a vivacidade, a performance mental e a motora, espe- tral, um transtorno fisiológico que obriga à con- mento para outros. Vício mundial, a maconha é usada(ruptura dos vasos sanguíneos da superfície), cialmente nos fadigados. Entre os efeitos conhecidos da comendo-a, mascando-a, fumando-a; aspirando-a sob tinuação do consumo destas drogas para evitareritema palmar, varizes abdominais, fluído cafeína estão a estimulação do coração (aumento do rit- o aparecimento da síndrome de abstinência) a forma de rapé, ou engolindo-a. No Brasil, ela é maisabdominal, atrofia testicular, pancreatite, mo e potência, e às vezes, ritmo acelerado) e a diurese - Dependência psicológica (o viciado fica obce- usada e, seu emprego é mais comum sob a forma deedema de tornolzelos, tendência a sangramen- (aumento do volume de urina). cado em obter os barbitúricos, e persiste em “cigarros”, que apresentam vários nomes, como: fini-to fácil, tremor, aumento do braço, cirrose, usá-lo apesar do conhecimento prévio de que nho, baseado, dólar, beck e pacau.vasos sanguíneos dilatados, coração aumen- eles são nocivos física, psicológica e socialmen-tado e enfraquecido, etc. Afeta a capacidade te)intelectual, memória e destrói a vida social e - Tolerância (são necessárias doses progressiva-afetiva do dependente. mente maiores de barbitúricos para se gerarem os mesmos efeitos iniciais) cogumelo cigarro ecstasy Chamada erroneamente de droga do amor, o ecstasy é considerada uma Todas as informações foram Empregados como alucinógenos há milhares de anos, os cogumelos apresen- www.antidrogas.com.br droga nova e é muito conhecida entre a galera que sai à noite na bala- tam muitas variedades. O tipo Amanita muscaria, também conhecido como da, principalmente em raves. O ecstasy causa uma sensação de euforia extraídas do portal “agário das moscas” porque o seu sumo atordoa as moscas por ele atraídas, Há 1,1 bilhão de fumantes no mun- e prazer. Segundo algumas pessoas que já experimentaram a droga, é familiar à maioria das pessoas como cogumelo decorativo. Os primeiros do, segundo a OMS, matando mais você é tomado por uma sensação de leveza, alegria e poder. O ecstasy efeitos do cogumelo Amanita são desorientação, falta de coordenação e que o álcool e drogas ilegais. O fumo foi inventado em 1914 em uma pesquisa com antidepressivos com efeito sono, enquanto que os efeitos posteriores incluem euforia intensa, distorção é o maior responsável pelas farin- rápido. Começou a ser usada há 10 anos na Inglaterra e hoje é consumi- da noção de tempo, alucinações visuais intensas e alterações de humor que gites, bronquites, falta de apetite, do em geral por jovens de classe média. O tráfico não vem dos morros podem incluir fúria. No caso de doses altas podem ocorrer efeitos tóxicos. tremores, perturbações da visão, das favelas: na maioria das vezes, é feito dentro de algumas festas Sua intoxicação provoca salivação, lacrimejamento, perda de controle da diversos tipos de câncer, sobretudo mesmo. Mas o perigo está justamente nessa sensação de poder que a urina e das fezes. Podem ainda ocorrer contração pupilar, cólicas, naúseas, do pulmão e doenças cardiovascula- droga passa. Esse “bem estar”, alegria e muita energia é como se fosse vômitos e queda do ritmo cardíaco e da pressão arterial. O genêro Psilosybe res como a angina do peito e o en- uma “ilusão” que o cérebro passa. De repente, uma pessoa toma a dro- traz os alucinógenos psilosibin, quimicamente semelhantes à serotonina e farte do miocárdio. Além do câncer ga e fica dançando por umas 5 horas, mas muitas vezes ela não tem um ao LSD. Podem provocar euforia, náusea, sonolência, visão obscura, pupilas do pulmão, de que o fumo é maior preparo físico para agüentar tanta agitação. Não é raro algumas pessoas dilatadas, aumento de percepção de cores, de contornos, formas e imagens. causador, produz bronquite crônica, ficarem com febre ou resfriadas no dia seguinte. Isso porque a droga Outras reações comuns são forte ansiedade e angústia, com imagens extraor- enfisema pulmonar, coronariopatias, diminui a resistência do corpo. dinárias e assustadoras. Os efeitos podem passar em três horas, mas cria-se úlceras do estômago e do duode- cocaína rapidamente a tolerância. no, câncer da língua, da faringe, do esôfago e da bexiga. O fumante crack sofre, em cada trago, endurecimen- to das artérias, fazendo o coração É uma das drogas ilegais mais consumidas no mundo. A cocaína é um psi- trabalhar mais depressa, enquanto cotrópico, pois age no Sistema Nervoso Central, isto é, sua atuação é no os pulmões absorvem monóxido de cérebro e na medula espinhal, exatamente nos órgãos que comandam os carbono, amônio, ácido carbônico, pensamentos e as ações das pessoas. A respiração, primeiro é estimulada piridina e substâncias alcatroadas e, depois decai. A morte advém devido ao colapso cardíaco. As alucina- Leva 10 segundos para fazer o efeito, gerando euforia e excitação; respiração e batimentos car- que passam a circulação do sangue. ções cocaínicas são terríveis: no início, um pouco de prazer, mas com o díacos acelerados, seguido de depressão, delírio e “fissura” por novas doses. “Crack” refere-se O monóxido de carbono também ori- decorrer do tempo, o usuário pode ouvir zumbidos de insetos, queixando- à forma não salgada da cocaína isolada numa solução de água, depois de um tratamento de sal gina dores de cabeça; o amônio irri- se de desagradável cheiro de carrapatos; sente pequenos animais imaginá- dissolvido em água com bicarbonato de sódio. Os pedaços grossos secos têm algumas impurezas e ta as narinas e a garganta, a piridina rios, como vermes e piolho, rastejando embaixo de sua pele, e as coceiras também contêm bicarbonato. Os últimos estouram ou racham (crack) como diz o nome. irrita os brônquios e as substâncias ou comichões quase o levam à loucura. Nos casos agudos de intoxicação, Cinco a sete vezes mais potente do que a cocaína, o crack é também mais cruel e mortífero do alcatroadas engrossam a língua, su- pode haver perfuração do septo nasal, quando a droga é aspirada ou fric- que ela. Possui um poder avassalador para desestruturar a personalidade, agindo em prazo muito jam os dentes e determinam câncer cionada nas narinas; e queda dos dentes, quando a fricção for nas gen- curto e criando enorme dependência psicológica. Assim como a cocaína, não causa dependência na boca e na língua.A nicotina, em givas. A maneira como a cocaína é usada pode ter influência nos efeitos. física, o corpo não sinaliza a carência da droga. si, diminui a vitalidade do fumante Quanto mais rápido a cocaína é absorvida e enviada para o cérebro, maior As primeiras sensações são de euforia, brilho e bem-estar, descritas como o estalo, um relâmpago, e de seus filhos. A fumaça do cigarro será a euforia experimentada. O reforço do próprio uso e a possibilidade o “tuim”, na linguagem dos usuários. Na segunda vez, elas já não aparecem. Logo os neurônios provoca uma reação violenta nos de efeitos colaterais também são maiores. são lesados e o coração entra em descompasso (de 180 a 240 batimentos por minuto). Há risco de hemorragia cerebral, fissura, alucinações, delírios, convulsão, infarto agudo e morte. centros nervosos, produzindo a de- generação das células do cérebro.
  11. 11. RESENHAS RESENHAS por Maiza da Cruz Sampaio por Maiza da Cruz Sampaio A Mulher Invisível, dirigido por ligente, uma amante ardente que O Futuro da Humanidade – a saga por sonhos, emoções e decepções. Cláudio Torres, é mais um sucesso gosta de futebol e não é ciumenta. de um pensador, de Augusto Cury, Cury nos apresenta essa obra como que o cinema brasileiro conquistou Seu único defeito era não existir. trata a história de um jovem es- uma forma de conhecer e entender no gênero comédia. A história gira Estrelando Selton Mello e Luana tudante de medicina que se depa- o mundo da psicologia ao mesmo em torno de Pedro, um cara que Piovani como protagonistas, o fil- ra com a dura e fria realidade de tempo em que discute de forma acreditava no casamento, mas foi me fica entre ser ou não ser engra- seus professores em relação aos transversal o tema preconceito na abandonado pela esposa. Após fi- çado. Salvo pela ótima atuação de pacientes e suas histórias de vida. sociedade. Essa é mais uma obra car três meses isolado e em depres- Selton que deu uma aula de humor, Indignado, o jovem desafia seus que o autor propõe para que o lei- são, ele ouve batidas na sua porta. ao contrário de Luana, que voltou superiores, com o intuito de provar tor possa repensar o mundo e suas É Amanda a mulher mais linda do às telas, mas esqueceu de dar um que cada ser humano deve ter seu atitudes enquanto ser humano. mundo pedindo uma xícara de açú- toque de humor para que o filme reconhecimento, pois é constituído car e dizendo ser sua vizinha. Pe- se tornasse completamente engra- dro se apaixona por aquela mulher çado. perfeita, carinhosa, sensível, inte- por Glória Teodora Chapini por Lurdes VisnieskiO livro Jornalismo e Filosofia da jornais. A autora reflete sobre o pa- O filme Vermelho como o Céu de cegos em Gênova e tenta adap-Comunicação*, de Mayra Rodri- pel da comunicação nas sociedades (Rosso come Il Cielo), do diretor tar-se. Com a ajuda de Francesca,gues Gomes, mostra de forma cla- e suas condições de sustentação. Cristiano Bortone, é um drama, a filha da arrumadeira do internato,ra, objetiva e exemplificada como Para tanto, a autora toma alguns com duração de 96 minutos. Foi do professor Giulio e o auxílio deentender as ocorrências nas mídias telejornais como referência: Jornal baseado na história real de Mirco um gravador/toca-fitas, o meninoem geral e em especial no jorna- Nacional, Jornal da Record e Jor- Mencacci, um renomado editor de juntamente com alguns colegaslismo. O livro apresenta as teses nal da Cultura. som da indústria cinematográfica ouve sons, barulhos e gravam parade alguns importantes pensadores italiana. O ator Luca Capriotti re- representar as quatro estações doda atualidade como Gilles Deleu- presenta um garoto toscano de 10 ano. Este trabalho foi apresentadoze e Michael Foucault. Mayra se * GOMES, Mayra Rodrigues. Jor- anos que, certo dia, ao subir em um para toda a escola no final do anoaprofunda nos conceitos de poder, nalismo e Filosofia da Comunica- caixote para observar a espingarda letivo. O filme estimula a alma aaplicando-os à experiência da pro- ção. São Paulo: Escrituras, 2004. de seu pai, escorrega e cai e a arma pensar, pois somente através deladução jornalística e à realidade dos Coleção Ensaios Transversais; 26. dispara atingindo seus olhos, afe- podemos incitar o corpo a aceitar tando totalmente a sua visão. As- novas experiências e também as sim, Mirco vai para um internato diferenças.20 CINEMA 21 SALA DE SESSÃO DE Se Lig@ LEITURA Edição 1 Ano 1 Novembro_2011 Se Lig@ Edição 1 Ano 1 Novembro_2011

×