Indicadores junho (dados de maio)

1.141 visualizações

Publicada em

Publicada em: Turismo, Tecnologia
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
1.141
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
457
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
7
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Indicadores junho (dados de maio)

  1. 1. INDICADORESDesempenho do Varejo no Brasil
  2. 2. COMENTÁRIOCaros Leitores, A fusão entre o Pão de Açúcar e o Carrefour é positiva sim em todos osaspectos.Depois de semanas de especulação, finalmente o Carrefour anunciou, em28/06/11, haver recebido proposta de fusão com o Pão de Açúcar.Imediatamente vimos reações em sua maioria, contrárias a realização donegocio. Puro medo.Só uma marca com o poder que tem a do Pão de Açúcar, somadas aimagem de Abílio Diniz e a da não menos prestigiada bandeira Carrefour,poderiam sacudir o mercado como fizeram. Em outros setores da economia,essa reação não aconteceria. Continue lendo este artigo.Um grande abraço,Prof. Ricardo Pastore.
  3. 3. Comércio Varejista Setores Consumidor
  4. 4. MÊS DE ABRIL TEM DESEMPENHO 0,2% PIOR DO QUE O MÊS DE MARÇO Fonte: IBGE - Junho
  5. 5. Comércio Varejista Setores Consumidor
  6. 6. SUPER & HIPER• Cesta Básica tem queda de 0,41% em maio.•No acumulado do ano, o preço da cesta caiu 0,48%.•As vendas reais em abril nos supermercados de SãoPaulo cresceram 10,34% em relação a abril de 2010. Fontes: APAS ABRAS & PROCON-SP junho/2011
  7. 7. E-COMMERCE•Comércio Eletrônico registra deflação pelo terceiromês seguido.• O mês de junho apresentou queda de preços de1,5%.•“A leve redução do consumo e a concorrência acirradaexistente em sites de e-commerce, por conta dafacilidade de pesquisa são os fatores responsáveis poressa contínua deflação” C. de Angelo, coordenadorgeral do Provar Fonte: Câmara E-net 24/06/2011
  8. 8. SHOPPING CENTERS •O Mercado de Shopping Centers representa 18,3% do faturamento do varejo nacional, e 2% do PIB do Brasil. •Até o fim do ano, a ABRASCE espera crescimento de 12% nas vendas. Fonte: Abrasce (www.portadoshopping.com.br)
  9. 9. CANAL FARMAA atividade de Artigos farmacêuticos, médicos, ortopédicos ede perfumaria, com a quarta maior participação na taxa globaldo varejo, apresentou crescimento de 10,0% na comparaçãocom abril de 2010 e taxas acumuladas no ano e nos últimos 12meses de 9,5% e 10,8%, respectivamente.A expansão da massa de salários decorrente do atualcrescimento da economia, bem como a essencialidade dosbens, explicam o desempenho positivo do segmento. Fonte: IBGE - junho
  10. 10. MATERIAL DE CONSTRUÇÃOEm abril, o Sinapi (Índice Nacional da ConstruçãoCivil), calculado pelo IBGE, em convênio com a CaixaEconômica Federal, ficou em 1,5%, mais de 1 pontopercentual superior ao registrado em abril (0,48%) e0,11 ponto percentual superior ao verificado em maiodo ano passado (1,61%).Em 12 meses, a inflação do setor ficou em 6,88%.Está previsto para os próximos meses, segundo aANAMACO, quedas nos preços. Fonte: SINAPI/ IBGE junho/2011
  11. 11. Comércio Varejista Setores Consumidor
  12. 12. IPCA (ÍNDICE DE PREÇO AO CONSUMIDOR AMPLO) • Em maio: 0,47% de alta. •Acumulado do ano: 3,71%. Acumulado dos últimos doze meses: 6,55 Fonte: IBGE - junho
  13. 13. INADIMPLÊNCIA DO CONSUMIDORIndicador que registra a quantidade (fluxo) mensal de anotações de inadimplência das pessoasfísicas que sensibilizam a base de dados da Serasa Experian.•Em relação a maio de 2010, a inadimplência em maio de 2011foi consideráveis 21,7% maior;• Já no comparativo a abril deste ano, o aumento nainadimplência foi de 8,2%. Fonte: Serasa Experian
  14. 14. Produzido por: Luiz Carvalhaes Cauduro Supervisão: Tatiana Lacerda FagundesProfessor Ricardo Pastore, Msc

×