Entrevista com rui infante

191 visualizações

Publicada em

Publicada em: Tecnologia, Diversão e humor
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
191
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
2
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
1
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Entrevista com rui infante

  1. 1. ENTREVISTA COM RUI INFANTE CABEÇA-DE-LISTA DO PCTP/MRPP PELO CÍRCULO ELEITORAL DE CASTELO BRANCOO que o levou a candidatar-se pelo PCTP/MRPP nestaseleições?O PCTP/MRPP é um partido pequeno mas que oferece plenagarantia de tudo fazer pelos interesses da população trabalhadora.Estas eleições têm de ser a ocasião de o povo português e oeleitorado popular do distrito de Castelo Branco manifestar a suarevolta e o seu desejo de mudança. Sou particularmente sensível àpalavra-de-ordem de que “não pagamos a dívida que não énossa!”. A luta contra o FMI, contra a “troika” e contra o acordode traição nacional subscrito pelo PS, pelo PSD e pelo CDS é umdever patriótico de toda a população trabalhadora. É noPCTP/MRPP que se podem encontrar as posições mais firmes econsequentes nesta situação tão grave em que o país se encontra.Por isso aceitei encabeçar a sua candidatura.
  2. 2. Quais são as prioridades da sua candidatura?Queremos contribuir com a nossa campanha para um aumentosubstancial da votação do PCTP/MRPP a nível nacional e paraimpor uma derrota eleitoral ao PS e ao PSD, através de umadescida acentuada da votação nesses dois partidos. Queremosmobilizar o eleitorado do distrito de Castelo Branco para lutarcontra o acordo com a “troika” e contra o aumento dodesemprego, da fome e da miséria para o povo que ele representa.Defendemos também para o distrito de Castelo Branco umapolítica de desenvolvimento económico que tire partido dosrecursos naturais, humanos e tecnológicos de que dispomos. Emlugar de liquidar empregos, baixar salários e aumentar impostossobre quem menos tem, é necessário criar empregos, valorizar otrabalho e ir buscar mais impostos à banca e às grandes fortunas.Na nossa campanha defendemos a prioridade da produçãoagrícola e agro-industrial no distrito. As condições de quedispomos para criar novas indústrias com elevada capacidadetecnológica devem ser aproveitadas. É preciso que as instituiçõesde ensino superior do distrito cumpram plenamente o seu papel dealavancas de desenvolvimento e de criação científica, tecnológicae cultural. É necessário também impedir a aplicação de portagensna A23, pois elas liquidarão muitas pequenas e médias empresas erepresentarão um peso incomportável para os que precisam de sedeslocar diariamente para os seus empregos.Como vai decorrer a campanha eleitoral doPCTP/MRPP no distrito?Basearemos a nossa campanha em acções de inquérito, de debatee de esclarecimento junto das populações. Os nossos meios sãoescassos mas temos a força das nossas ideias e das nossasconvicções. Procuraremos mostrar a importância de que todosparticipem neste acto eleitoral, recusando a chantagem da “troika”e dos partidos que pretendem impor mais sacrifícios edesemprego, como se não houvesse alternativas. Apelaremos comfirmeza ao voto no PCTP/MRPP, a esquerda que não se vende e
  3. 3. que não capitula. Defendemos um programa democrático epatriótico de desenvolvimento do país e do distrito e queremosdemonstrar que ele pode ser aplicado.

×