ENCENAÇÃO DA VIDA DE CRISTO – 2013                                    INTRODUÇÃO     (Música 01)     NARRADOR: Este moment...
O céu se encheu de luz                                   Pois vai nascer Jesus                             Santa Maria, De...
para celebrar a Páscoa judaica. Quando José e Maria retornavam a Nazaré, perceberam queJesus tinha ficado para trás. Procu...
NARRADOR: Então o Demônio o deixou e um anjo aproximou-se para confortá-lo.(PAUSA)   Jesus, cheio da força do espírito, vo...
MULHER ADÚLTERA    NARRADOR: Jesus continuava sua missão evangelizando. Certa vez estava Ele notemplo ensinando e várias p...
MARIA: Sim, aí sepultaram meu irmão.    JESUS: Tirem à pedra!    MARTA: Não Senhor, o corpo já cheira mal, já está sepulta...
Jarro e bacia tomou,                              Lavou os pés dos discípulos,                                Este exemplo...
Novo Testamento foi firmado por vós                               Bebei dele todos que Me amam                            ...
CONDENAÇÃO     (Música 28)     NARRADOR: Prenderam Jesus no Getsemani e o levaram para Pilatos. (PAUSA)     PILATOS: O que...
culpado, e Pilatos ouvindo todas as acusações, reafirmou as falsas acusações e para garantirlhe uma legitimidade para aque...
SEGUE ENFIM...                                     Pela via dolorosa                                (JESUS CAI PELA 2ª VEZ...
M. MADALENA: Senhora, aonde vais?    MARIA: Quero chegar perto dele. (PAUSA)    JESUS: Mãe, outro filho lhe deixo. Mulher ...
Tenho esperado que estivesses assim                                Eu sei bem o que tens vivido                           ...
(JESUS APARECE)                        EU VOU CRER, NÃO VOU DUVIDAR                      O PREÇO QUE FOI PAGO ALI NA CRUZ ...
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Encenaçao 2013

3.319 visualizações

Publicada em

0 comentários
2 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
3.319
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
167
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
41
Comentários
0
Gostaram
2
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Encenaçao 2013

  1. 1. ENCENAÇÃO DA VIDA DE CRISTO – 2013 INTRODUÇÃO (Música 01) NARRADOR: Este momento evangelizador é baseado em fatos históricos, reais edescrito nos evangelhos das escrituras sagradas que tem sido ao longo dos séculos, afundamentação da fé de milhões de pessoas em todo mundo. (PAUSA) (POVO ENTRA) Nós, que desfrutamos desta mesma fé, cremos que o maravilhoso plano de salvação deDeus foi consumado em Cristo Jesus, que cumpriu o propósito do Pai, através de suaressurreição, sua morte, sua vida e por fim seu nascimento. Este e o significado pleno de umavida com um propósito: seu começo justifica seu fim e o seu fim testifica seu começo. Sendo assim, torna-se impossível celebrarmos apenas o nascimento de Cristo, porquecristo já nasceu na sua própria cruz. (POVO SAI) ANUNCIAÇÃO (Música 02) NARRADOR: Em uma pequena vila entre montanhas de Nazaré, vivia uma modesta epura jovem. Uma simples moça do povo e comprometida com um carpinteiro chamado Joséda família de Davi. Certa vez ela estava orando em seu quarto quando uma estranha luminosidade solveu apenumbra. Era o Anjo enviado por Deus. (Música 03) (Maria e o Anjo – Anjos de Resgate) (Maria) Quem serás tu criatura bela, Que encheu meu quarto com tua luz, O teu olhar me trouxe a paz, Tua presença me refaz. (Anjo) Eu sou o Anjo Gabriel Venho em nome do Senhor Darás a luz ao Salvador Serás a mãe do Emanuel (Maria) Porque teus lábios tremem tanto assim Porque não tira os seus olhos de mim (Anjo) Há tanta graça estar diante de ti E o céu inteiro espera por teu sim (Maria) Não temas doce anjo do Senhor Escuta o que agora eu vou falar Sorria e vai ao céu anunciar Sim eu serei a mãe do Salvador (ENTRA OS ANJINHOS) (Anjo) Ave Maria, quanta alegria 1
  2. 2. O céu se encheu de luz Pois vai nascer Jesus Santa Maria, Deus escolheu-te bem E todos os Anjos cantam Amém!!! APARIÇÃO DO ANJO A JOSÉ (Música 04) ANJO: José, não temas em receber Maria como esposa. Eis que vos trago nova egrandes alegrias. Hoje vos nasceu o Salvador. Toma o menino e sua mãe e foge para o Egito,pois Herodes a de procurá-lo pra o matar. NASCIMENTO DE JESUS (Música 05) NARRADOR: José subiu para a cidade de Davi, chamada Belém na Judéia pararegistrar-se com sua esposa Maria que estava grávida. Lá chegando encontraram a cidade emgrande agitação. Era grande o número de pessoas de todas as cidades de Judéia e estavapróximo o momento de Maria dar a luz. José percorreu todas as ruas em busca dehospedagem. JOSÉ: É inútil Maria as hospedagens estão todas ocupadas. Não há uma única vaga. Enem ao menos temos parentes aqui! Estou desesperado! O que vamos fazer? MARIA: Deus há de nos ajudar, eu levo o filho dele no meu ventre, e o filho de Deus,precisa de um lugar para nascer. José porque não procuramos um lugar fora da cidade? JOSÉ: Mas onde? Nos campos? MARIA: Porque não? JOSÉ: Sim então vamos. (PAUSA) NARRADOR: Depois de procurar algum tempo José encontrou um estábulo. Era umanoite suave e fria. Na modesta manjedoura sobre um monte de palhas. Maria acomodou-secomo pode. (Música 06) (Noite Feliz) A mais bela das noites, noite feita de prata e azul. Na simplicidade de um estábulonasceu o menino Jesus. (CHORO DO BEBÊ) Nasceu como mortal. Seu choro de recém-nascido cortou o silencio da noite. Mariacomovida apertou-o contra o peito aquele filho amado. O cordeiro de Deus. MARIA: Meu pobre filhinho!!! JOSÉ: Teve que nascer num estábulo. MARIA: Não importa José. O importante que encontramos um lugar para o filho deDeus nascer. (Música 07) NARRADOR: O rei Herodes soube do nascimento de um menino na cidade de Belémque governaria todo o povo de Israel. Enciumado, Herodes mandou matar todas as criançasde 2 anos abaixo na cidade de Belém e nos arredores, mas o anjo do Senhor avisou a José paraque tomasse o menino e sua mãe, e fugisse com eles para o Egito, e lá permaneceram até amorte de Herodes. JESUS AOS 12 ANOS (Música 08) NARRADOR: E quando acabaram de cumprir tudo segundo a lei do Senhor, voltaram àGalileia, para a sua cidade de Nazaré. Aos 12 anos, Jesus viajou com os pais para Jerusalém 2
  3. 3. para celebrar a Páscoa judaica. Quando José e Maria retornavam a Nazaré, perceberam queJesus tinha ficado para trás. Procuraram o garoto durante 3 dias e decidiram voltar aoTemplo, onde o encontraram discutindo religião com os sacerdotes. E todos que o ouviam seadmiravam com sua inteligência. MARIA: Meu Filho, por que você fez isso conosco? Olhe que seu pai e eu estávamosangustiados, à sua procura. JESUS: Por que me procuravam? Não sabiam que eu devo estar na casa do meu Pai? NARRADOR: E Jesus crescia em sabedoria, em estatura e graça diante de Deus e doshomens. BATISMO (Música 09) NARRADOR: Muitas pessoas dirigiam-se ao deserto atraídas pela notícia da apariçãodo Messias. Ali encontrava-se um homem de rosto macerado pela penitencia e jejum,vestia-se com pele de carneiro e alimentava-se apenas de mel silvestre e gafanhotos eclamava com voz potente o nome do senhor. Aquele homem era João Batista, filho deZacarias e Isabel, que deveria preparar os caminhos do filho de Deus. De todas as Regiõespróximas do Rio Jordão vinha gente para ouvi-lo, mas quando ele viu algum fariseu,cobrador de impostos e guarda, disse-lhes: JOÃO BATISTA: Raça de víboras. Quem vos ensinou a fugir da ira de Deus? Fazeipenitencia e não digais que Abraão é vosso pai, porque Deus, também pode tirar filhos deAbraão desta pedra. Eu vos afirmo: Toda árvore que não der bons frutos será cortada elançada ao fogo. FARISEU: Então que devemos de fazer? JOÃO BATISTA: Quem tiver duas túnicas dê uma a quem não tem nenhuma, e assimtambém se faça com os alimentos. COBRADOR: E eu senhor, que sou cobrador de impostos, o que devo fazer? JOÃO BATISTA: Não exigir mais que a taxa marcada sejam honestos. JOÃO BATISTA: Todos devem fazer penitencia pois o reino de Deus está próximo. ALGUEM BATIZADO: João, você é o Messias o Cristo? JOÃO BATISTA: Eu sou a voz que clama no deserto, preparai os caminhos do senhor.Eu vos batizo com água, mas o cristo, o que vem depois de mim é tão poderoso que não soudigno nem de desamarrar as suas sandálias. Ele vos batizara com o Espírito Santo. (PAUSA) (Música 10) JOÃO BATISTA: Eis o Cordeiro de Deus, Eis o que tira os pecados do mundo. ComoTu vens a mim? Eu sim deveria ser batizado por vós. JESUS: Deixai por hora para que se cumpram as escrituras. (PAUSA) VOZ: “ESTE É MEU FILHO MUITO AMADO, EM QUEM PUS TODA A MINHACOMPLACÊNCIA”. JESUS TENTADO PELO DEMÔNIO (Música 11) NARRADOR: Foi Jesus impelido pelo Espírito para o deserto, onde foi tentado porsatanás por 40 dias e 40 noites. (PAUSA) SATANÁS: (GARGALHADAS) Todos os Reinos deste mundo serão teus, se tuprostrardes e somente me adorares. JESUS: Vai-te satanás, porque escrito estas: adorará o Senhor teu Deus e somente a Eleservirá. (Música 12) 3
  4. 4. NARRADOR: Então o Demônio o deixou e um anjo aproximou-se para confortá-lo.(PAUSA) Jesus, cheio da força do espírito, voltou para Nazaré na Galileia. JESUS REÚNE OS DICÍPULOS (Música 13) NARRADOR: Jesus começou suas primeiras pregações em público. Sua famaespalhou-se por toda a região e foi morar em Cafarnaum onde teve vários seguidores, dentreeles: Pedro, André, João, Felipe, Bartolomeu, Matheus, Tome, Tiago filho de Alfeu,Thiago, Simão chamado Zelador, Judas irmão de Thiago, e Judas Iscariotes, aquele que foi otraidor. Jesus realizou milagres durante a sua vida terrena, e o primeiro foi este: BODAS DE CANÁ (Música 14) NARRADOR: Em Caná da Galileia celebravam-se Bodas. Jesus, Maria e seusdiscípulos também foram convidados (PAUSA). A certa altura da festa faltou vinho. A mãede Jesus disse-lhe: MARIA: Eles já não têm vinho. JESUS: Mulher, isto não compete a nós. Minha hora ainda não chegou. MARIA: Fazei o que eles vos disser. NARRADOR: Ora, achavam-se ali algumas talhas de pedra para as purificações dosjudeus. Jesus ordenou-lhes. JESUS: Enchei as talhas de água. (PAUSA) JESUS: Tirai agora e levai ao chefe dos serventes. NARRADOR: Logo que o chefe dos serventes provou da água transformada em vinho,mandou chamar o noivo e disse-lhe: CHEFE DOS SERVENTES: É costume servir primeiro o vinho bom, e depois servir omenos bom, mas tu guardaste o melhor vinho até agora. NARRADOR: Este foi o 1º milagre de Jesus. E este milagre Jesus continua realizandono meio de nós, transformando muitas vezes as águas do nosso egoísmo em vinho bom dehumildade; as tristezas em alegrias; as magoas em compreensão; as derrotas em vitórias, oódio em amor. (PAUSA) BEM AVENTURANÇAS. (Música 15) NARRADOR: Jesus realizou muitos milagres no meio do povo, e sua fama se espalhoupor toda parte, e vinham pessoas de vários lugares para ver e ouvi-lo. (PAUSA) Vendo aquelamultidão, Jesus subiu a montanha e ensinou-lhes: JESUS: Quando orares, entra no teu aposento e, fechando a tua porta, ora a teu Pai; e teuPai te recompensará. E, orando, não useis de vãs repetições, como os gentios, que pensamque por muito falarem serão ouvidos. Não vos assemelheis, pois, a eles; porque vosso Paisabe o que vos é necessário. Portanto, vós orareis assim: Pai nosso, que estás nos céus,santificado seja o teu nome; Venha o teu reino, seja feita a tua vontade, assimna terra como no céu; O pão nosso de cada dia nos dá hoje; E perdoa-nos asnossas dívidas, assim como nós perdoamos aos nossos devedores; E não nosinduzas à tentação; mas livra-nos do mal; porque teu é o reino, e o poder, e aglória, para sempre. Amém. 4
  5. 5. MULHER ADÚLTERA NARRADOR: Jesus continuava sua missão evangelizando. Certa vez estava Ele notemplo ensinando e várias pessoas o ouvia atentamente. JESUS: “Tomem cuidado com o fermento dos fariseus que é a hipocrisia. Não há nadade escondido que não venha a ser revelado, e não há nada de oculto que venha a serescondido... ...quando introduzirem vocês diante das sinagogas, magistrados e autoridades,não fiquem preocupados como ou com que vocês se defenderão, ou o que dirão. Pois, nessahora o Espírito Santo ensinará o que vocês devem dizer.” (PAUSA) NARRADOR: Chegaram alguns fariseus trazendo uma mulher, que tinha sido pegacometendo adultério. Eles colocaram a mulher no meio daquelas pessoas e disseram a Jesus. FARISEU: Mestre, essa mulher foi pega em flagrante cometendo adultério. A Lei deMoisés manda que mulheres desse tipo devam ser apedrejadas. E tu, o que dizes? NARRADOR: Eles diziam isto para pôr Jesus à prova e ter um motivo para acusá-lo.Então Jesus inclinou-se e começou a escrever no chão com o dedo. E os fariseus insistiam napergunta. FARISEU: Então Mestre o que devemos fazer? JESUS: “Quem de vocês não tiver pecado, atire nela a primeira pedra.” NARRADOR: Jesus inclinou-se novamente e após ter dito isto foram saindo um a um.E Jesus ficou sozinho. Mas a mulher continuava ali. JESUS: Mulher, onde estão os outros? Ninguém condenou você? MULHER: Ninguém Senhor. JESUS: “Eu também não a condeno. Pode ir, e não peques mais.” RESSURREIÇÃO DE LÁZARO (Música 16) NARRADOR: Jesus seguia sua missão pregando o evangelho, fazendo milagres,restaurando vidas. Certo dia Jesus ficou sabendo que Lázaro estava muito doente, Jesus foi àspressas para Betânia, cidade natal de Lázaro. Quando Jesus chegou à casa de Lázaro havia 4dias que ele estava morto. MARTA: Ah!... Lázaro, quanta falta você me faz! AMIGA: Marta seja forte. (Marta viu Jesus e correu ao seu encontro chorando) MARTA: Senhor se estivesse aqui, meu irmão não teria morrido. JESUS: É grande a sua dor Marta, mas não fique triste, seu irmão ressuscitará. MARTA: Eu sei Senhor. Sei que há de ressuscitar no juízo final. JESUS: Marta, eu sou a ressurreição e a vida, aquele que crê em Mim, mesmo mortoviverá, e todo aquele que vive e crê em Mim, jamais morrerá. Crê nisto? MARTA: Creio Senhor. Mais ainda, creio que Tu és o Filho de Deus, que vieste aomundo. (PAUSA) JESUS: Vá chamar sua irmã Maria. MARTA: Maria! Maria! MARIA: O que foi Marta? MARTA: Maria o Mestre está aqui e te chama. MARIA: O Mestre está aí?! Onde... Ele veio. Senhor, Lázaro morreu, se o Senhorestivesse aqui... Ele não teria morrido. (Maria se lança aos pés de Jesus em prantos). JESUS: Onde o puseram? MARIA: Vinde ver Senhor. (PAUSA) JESUS: É esta a sepultura? 5
  6. 6. MARIA: Sim, aí sepultaram meu irmão. JESUS: Tirem à pedra! MARTA: Não Senhor, o corpo já cheira mal, já está sepultado há quatro dias. JESUS: Eu te disse que Sou a ressurreição e a vida: Se crê em Mim... verá a glória deDeus. Vamos retirem a pedra! Pai, rendo graças por que me ouvistes. Eu bem sei que sempre me ouves, mas faloassim por causa do povo que me cerca. Lázaro! Lázaro! Venha pra fora! (Música 17) MARTA: Lázaro, Lázaro, meu irmão. MARIA: Oh Jesus! O meu irmão está vivo. MORTE DE JOÃO BATISTA (Música 18) NARRADOR: Era o dia do aniversário de Herodes. E ele fez um banquete para osgrandes oficiais e cidadãos importantes da Galileia. HERODÍADES: Salomé. Dance para alegrar o seu Rei. SALOMÉ: Dançar? Eu...? HERODES: Sim. Dance para mim, sendo hoje o dia em que comemoro o meuaniversário, a sua dança seria um presente. SALOMÉ: Então majestade farei de minha dança o seu melhor presente. (Música 19) (Música – momento da dança) HERODES: De todos os presentes que ganhei hoje, a sua dança foi o melhor. Peça tudoo que quiserdes, mesmo que seja a metade do meu reino que eu te darei. HERODÍADES: Salomé. Você sabe o que pedir? SALOMÉ: Não, ainda não. HERODÍADES: Então peça a cabeça de João Batista. SALOMÉ: Mas a cabeça de João Batista? Por quê? HERODÍADES: Porque aquele homem nos afronta diante do povo e esta é aoportunidade que tenha para acabar com ele. SALOMÉ: Sim minha mãe. Farei como deseja. (PAUSA) (Música 20) Majestade. Quero que me traga numa bandeja a cabeça de João Batista. NARRADOR: O Rei ficou muito triste. Mas não podia recusar, pois tinha feito ojuramento na frente de todos os convidados. HERODES: Guardas. // Tragam-me numa bandeja a cabeça de João Batista. (PAUSA – os guardas entregam a Herodes a cabeça de João Batista) Aqui está o seu pedido. SALOMÉ: Ahhhh... (GRITA) LAVA PÉS E SANTA CEIA (Música 21) NARRADOR: Sabendo Jesus que era chegada a sua hora de passar deste mundo para oPai, e havendo amado os seus discípulos que estavam no mundo, amou-os ate o fim, eenquanto ceavam, tendo já o diabo posto no coração de Judas para que o traísse. (PAUSA) Jesus sabendo que o Pai lhe entregara tudo nas mãos, e que saíra de Deus e para DEUSvoltaria pôs-se a lavar os pés dos discípulos. (Música 22) (Lava-Pés – Silvio Mori) 1. Jesus, erguendo-se da Ceia, 6
  7. 7. Jarro e bacia tomou, Lavou os pés dos discípulos, Este exemplo nos deixou. (JESUS VAI ATÉ PEDRO) Aos pés de Pedro inclinou-se. Ó Mestre, não, por quem és! Não terás parte comigo, Se não lavar os teus pés! 2. És o Senhor, tu és o Mestre, Os meus pés não lavarás. O que ora faço não sabes, Mas depois compreenderás. Se eu, vosso Mestre e Senhor, Vossos pés hoje lavei, (JESUS LAVA OS PÉS DOS OUTROS DISCÍPULOS) Lavai os pés uns dos outros, Eis a lição que vos dei! 3. Eis como irão reconhecer-vos Como discípulos meus: Se vos amais uns aos outros, Disse Jesus para os seus. Dou-vos novo mandamento, Deixo ao partir nova lei: Que vos ameis uns aos outros, Assim como eu vos amei. (Música 23) JESUS: Tenho desejado comer esta páscoa antes do meu sofrimento, pois vos digo quenunca mais a comerei até que ela se cumpra no reino de Deus. NARRADOR: Tomando um pão, tendo dado graças, o partiu e lhes deu dizendo: JESUS: Isto e o meu corpo oferecido por vós, fazei isto em memória de mim. (PAUSA) NARRADOR: Semelhantemente depois de cear tomou o cálice dizendo: JESUS: Este é o meu sangue, o sangue da nova e eterna aliança que é derramado emfavor de vos. (Música 24) (Santa Ceia – Sergio Lopes) 1. Este é o Meu corpo que por vós é dado Comei em memória de Mim Novo Testamento foi firmado por vós Comei dele todos que Me amam Antes que padeça as dores Que por vós na cruz Me entregue Desejei convosco repartir Secreta comunhão Até que se cumpra o Reino de Deus Deste pão não comeremos juntos outra vez 2. Este é Meu sangue por vós é derramado Bebei em memória de Mim 7
  8. 8. Novo Testamento foi firmado por vós Bebei dele todos que Me amam Antes que padeça as dores Que por vós na cruz Me entregue Desejei convosco repartir Secreta comunhão Até que se cumpra no Reino de Deus Este sangue não teremos juntos outra vez (Música 25) JESUS: Agora eu vos darei um novo mandamento: que amem uns aos outros assimcomo eu vos amei. Um homem não terá um amor maior do que dar a sua vida por um amigo.E se amarem uns aos outros, então todos saberão que são meus discípulos. (Jesus reclina a cabeça e reza). JESUS: Pai é chegada à hora. Glorifica o seu filho para que o filho possa glorificá-los.Que a paz eterna esteja com eles. Não rezarei apenas por eles, mas também por aqueles queacreditarem em mim através deles. (Jesus ergue a cabeça, olha firme e diz). JESUS: Eu sou o caminho, a verdade e a vida, ninguém vai ao pai senão por mim. JARDIM DAS OLIVEIRAS E A PRISÃO DE JESUS (Música 26) NARRADOR: Então saiu Jesus de onde estava e segundo o seu costume foi para oGetsemani, no Monte das Oliveiras e os seus discípulos o seguiram. (PAUSA) Chegando naquele lugar pediu-lhes que orassem, e afastou-se deles para que a sóstambém buscasse ao Pai em oração. (PAUSA) JESUS: Pai, se tu queres passa de mim este cálice. Todavia não seja feita a minha, mas aTua vontade. (Música 27) (Adonai, Aba Pai – Aline Barros) Adonai, Aba Pai, seja feita a tua vontade Adonai, Aba Pai, este cálice eu vou beber Nascerá um novo olhar Porque não vou desistir Quero ser fiel até o fim Teu caminho vou seguir Adonai, Aba Pai, seja feita a tua vontade Adonai, Aba Pai, este cálice Eu vou beber, eu vou beber Nascerá um novo olhar Porque não vou desistir Quero ser fiel até o fim Teu caminho vou, eu vou seguir Adonai, Aba Pai, seja feita a tua vontade Adonai, Aba Pai, este cálice eu vou beber (BIS) 8
  9. 9. CONDENAÇÃO (Música 28) NARRADOR: Prenderam Jesus no Getsemani e o levaram para Pilatos. (PAUSA) PILATOS: O que desejam? SACERDOTE: Excelência, trouxemos este homem para ser julgado por vós. Trata-sede um malfeitor. PILATOS: Tomai-o, pois e julgai-o vós mesmos, segundo a vossa lei. SACERDOTE: Mas a nós Pilatos não é permitido julgar ninguém. PILATOS: Que crime cometeu? SACERDOTE: Nós o encontramos agitando o povo, proibindo tributos a César,dizendo ser o Messias, o rei. Pilatos, ele conduz o povo à rebelião por toda Judéia, até mesmoaqui em Jerusalém. (PAUSA) PILATOS: Traga-o a minha presença. PILATOS: Tu és o rei dos Judeus? (PAUSA) não me respondes, veja quantos teacusam? Tu és rei? JESUS: Pergunta isto por ti, ou foram outros que te disseram sobre mim? PILATOS: Porventura, sou algum Judeu? Teu povo te entregou a mim. O que fizestes? JESUS: O meu reino não é deste mundo. Se meu reino fosse deste mundo, meuspartidários lutariam para que eu não fosse aprisionado. PILATOS: Então, tu és rei? JESUS: Sim, eu sou rei. É pra dar testemunho da verdade que nasci e vim ao mundo.Todo o que é verdade ouve a minha voz. SACERDOTE: Pilatos, nós Judeus temos uma lei, e segundo esta lei ele deve morrerporque declarou filho de Deus. PILATOS: Este homem não é um criminoso, é apenas um sonhador, vou mandarcastigá-lo e depois o soltarei. Levem para ser açoitado. NARRADOR: Então Pilatos mandou açoitar Jesus, e entregou a seus soldados para sercrucificado, estes vestiram um manto escarlate, tecendo uma coroa de espinhos puseram-lhesobre a cabeça e na mão direita uma cana. (PAUSA) Ajoelhando-se diante dele o escarneciam dizendo-lhe: SOLDADO: Salve o rei dos judeus! AÇOITE (Música 29) (Os Açoites – Marquinhos Gomes) Mas ele foi traspassado, pelas nossas transgressões E moído pelas nossas iniquidades, O castigo que nos traz a paz estava sobre ele E pelas suas pisaduras fomos sarados Estou sarado, estou sarado, estou sarado Pelo nome de Jesus (Música 30) PILATOS: Eis o homem. O que dizes agora? Fale! Quem é você? Fale alguma coisa.Não vai se defender? Tenho poder para libertá-lo ou crucificá-lo! JESUS: Nenhum poder teria sobre mim se não te fosse dado por Deus. PILATOS: Não vejo neste homem nenhuma culpa, por isso o libertarei. SACERDOTE: Pilatos, se o libertares, não é amigo de César, porque todo o que se dizrei, se declara contra o imperador. (PAUSA) NARRADOR: O povo fantasiou o julgamento no qual Ele saiu com o veredicto de 9
  10. 10. culpado, e Pilatos ouvindo todas as acusações, reafirmou as falsas acusações e para garantirlhe uma legitimidade para aquele assassinato, apesar de avisado o imperador tratalevianamente a situação e prefere agradar a enfurecida multidão. PILATOS: Se e o vosso desejo que eu solte Barrabás, o que desejam que eu faça entãocom o Jesus chamado o Cristo? (Música 31) (Crucifica-o – O Encontro) Crucifica-o, crucifica-o, crucifica-o, crucificai-o já, (2x) Crucifica-o, crucifica-o, crucifica-o, crucificai-o já, (2x) Crucifica-o, crucifica-o, crucifica-o, Liberte a Barrabás, crucificai-o já... Crucifica-o, crucifica-o, crucifica-o, crucificai-o já, Crucifica-o, crucifica-o, crucifica-o, crucificai-o já, Liberte a Barrabás, crucificai-o já... (Música 32) NARRADOR: O povo que o saudava era o mesmo que o crucificou. PILATOS: Traga-me uma bacia com água! Eu sou inocente do sangue deste justo, vósrespondereis por ele. SACERDOTE: Que seu sangue caia sobre nós e nossos filhos! PILATOS: Que seja registrado que Jesus de Nazaré é condenado por traição, por seproclamar rei dos Judeus, e que sua sentença é a crucificação. NARRADOR: Então Pilatos soltou Barrabás e entregou-lhe Jesus para ser crucificado. CALVÁRIO (Música 33) (Via Dolorosa – Alex Gonzaga) Pela via dolorosa Em Jerusalém se viu Os soldados conduzindo meu Jesus Mas o povo se juntava Para ver Aquele que levava a cruz (JESUS CAI PELA 1ª VEZ) Com Seu corpo já ferido (JESUS CONTINUA) E marcado pela dor A coroa de espinhos viu então E ouvia a cada passo Escárnios a ferir-lhe o coração (JESUS ENCONTRA MARIA) PELA VIA DOLOROSA A SOFRER TERRÍVEL DOR COMO OVELHA VEIO A CRISTO REI, SENHOR QUANTO AMOR JESUS MOSTROU MORRENDO ALI, POR TI E POR MIM PELA VIA DOLOROSA AO CALVÁRIO (VERÔNICA ENXUGA O ROSTO DE JESUS) 10
  11. 11. SEGUE ENFIM... Pela via dolorosa (JESUS CAI PELA 2ª VEZ) Em Jerusalém se viu Os soldados conduzindo meu Jesus Mas o povo se juntava Para ver Aquele que levava a cruz (JESUS CONTINUA) PELA VIA DOLOROSA A SOFRER TERRÍVEL DOR COMO OVELHA VEIO A CRISTO REI, SENHOR QUANTO AMOR JESUS MOSTROU (JESUS LEVANTA AS MULHERES) MORRENDO ALI, POR TI E POR MIM PELA VIA DOLOROSA AO CALVÁRIO SEGUE ENFIM... Seu Sangue, porém, o muitos também (JESUS CAI PELA 3ª VEZ) Iria remir em Jerusalém PELA VIA DOLOROSA (SOLDADOS PEGAM CIRINEU) A SOFRER TERRÍVEL DOR COMO OVELHA VEIO A CRISTO REI, SENHOR (CONTINUA A CAMINHADA) QUANTO AMOR JESUS MOSTROU MORRENDO ALI, POR TI E POR MIM PELA VIA DOLOROSA AO CALVÁRIO... SEGUE ENFIM. (TODOS SAEM) CRUCIFICAÇÃO (Música 34) NARRADOR: Com a ajuda de Simão Sirineu, Jesus finalmente chega ao alto daGólgota onde será crucificado. Os algozes arrancaram-lhe as vestes e pregaram Jesus na cruz. MARIA: Vejam, eles crucificaram meu filho. M. MADALENA: Senhor, meu amado mestre? JOÃO: Eles levantam a cruz. MARIA: Meu filho, crucificado entre dois ladrões. FARISEUS: Você salvou os outros, salve a si mesmo. Si és o messias como dizia ser, éso filho de Deus, salva-se. MULHER DO POVO: É se és filho de Deus, desce da cruz. JESUS: Perdoai-vos meu pai, eles não sabem o que fazem. 11
  12. 12. M. MADALENA: Senhora, aonde vais? MARIA: Quero chegar perto dele. (PAUSA) JESUS: Mãe, outro filho lhe deixo. Mulher eis ai o seu filho, filho eis ai sua mãe. MAU LADRÃO: Senhor se és filho de Deus, porque não nos liberta desse sofrimento? BOM LADRÃO: És mesmo um mau ladrão! Nós pagamos pelos crimes quecometemos. Ele é justo, nada fez para passar por tal sofrimento. Senhor lembra-te de mimquando estiver em seu reino. JESUS: Dimas, em verdade te digo, ainda hoje estarás Comigo no paraíso. GUARDA: Veja, ele fala com os ladrões. JESUS: Tenho sede. MARIA: Ouviram, meu filho tem sede. GUARDA: Toma esta esponja embebida de vinagre e fel, isto matará sua sede. JESUS - Eli, Eli, lamá Sabactani. Deus meu, meu Deus, porque me desamparastes? (Música 35) (Lamá Sabactani – Quatro por Um) LAMÁ SABACTÂNI (2X) PAI PORQUE ME DESAMPARASTE? (2X) 1. Estou agora tão sozinho, rejeitado e nos espinhos Como dói a minha dor, o meu Pedro me negou Fui traído e perseguido, o meu sangue foi vendido Minha carne esta remida, derramei a minha vida E agora, Pai, que me sinto tão sozinho Quero agora o teu carinho E me deitar nos teus braços Pra descansar o meu cansaço (2X) LAMÁ SABACTÂNI (2X) PAI, PORQUE ME DESAMPARASTE? (2X) 2. Bem maior que o meu estado, é o calor que vem dos braços Que aconchega os meus espinhos, sangue e fel, dor e carinho Olho em volta e tenho sede, tenho fome, tenho pena Estou morrendo por alguém que me mata e tira o bem (Música 36) MARIA: Meu pobre filho! Quanto sofrer... NARRADOR: E já era quase a hora sexta, e escurecendo-se o sol houve treva sobretoda a terra, até a hora nona, e rasgou-se pelo meio o véu do santuário. Então Jesus clamouem alta voz e disse-lhe: JESUS: Pai, à tuas mãos entrego o meu Espírito. MARIA: Morto! Meu filho está morto! (TROVÕES) M. MADALENA: Vejam! Até o próprio céu se revolta contra esse grande crime. GUARDA: Este homem era mesmo o filho de Deus! (Música 37) (Ninguém Te Ama como Eu) 1. Tenho esperado este momento Tenho esperado que viesses a mim Tenho esperado que me fale 12
  13. 13. Tenho esperado que estivesses assim Eu sei bem o que tens vivido Sei também que tens chorado Eu sei bem que tens sofrido Pois permaneço ao seu lado NINGUÉM TE AMA COMO EU NINGUÉM TE AMA COMO EU OLHE PARA A CRUZ ESTA É A MINHA GRANDE PROVA NINGUÉM TE AMA COMO EU NINGUÉM TE AMA COMO EU NINGUÉM TE AMA COMO EU OLHE PRA CRUZ FOI POR TI POR QUE TE AMO NINGUÉM TE AMA COMO EU RESSURREIÇÃO (Música 38) NICODEMOS: Ele cresceu como broto na presença de Javé, como raiz em terra seca.Ele não tinha aparência nem beleza para atrair o nosso olhar, nem simpatia para quepudéssemos apreciá-lo. Desprezado e rejeitado pelos homens, homem do sofrimento eexperimentado na dor: como indivíduo de quem a gente esconde o rosto, ele era desprezado enem tomamos conhecimento dele. Todavia, eram as nossas doenças que ele carregava, eramas nossas dores que ele levava em suas costas. E nós achávamos que ele era um homemcastigado, um homem ferido por Deus e humilhado. Mas ele estava sendo transpassado porcausa de nossas revoltas, esmagados por nossos crimes. Caiu sobre ele o castigo que nosdeixaria quites; e por suas feridas é que veio a cura para nós. (PAUSA) (DESCEM JESUS DA CRUZ) NARRADOR: Depois da morte na cruz Jesus foi descido do madeiro e entregue nosbraços de sua mãe Maria, que tanto sofreu por acompanhar toda trajetória de seu Filho santo,e agora tão ferido e desfigurado por causa dos pecados do mundo inteiro. (PAUSA) Depois Jesus foi sepultado num tumulo novo que pertencia a José de Arimateia. Os guardas com a permissão de Pilatos selaram o tumulo com uma pedra epermaneceram ali como vigias para ver se Jesus ressuscitaria como havia prometido.(PAUSA) Mas perante as escrituras esta profecia ainda não havia se cumprido, pois dizia: o santoque de ti há de nascer, sofrerá todo o tipo de iniquidade por causa do peso dos pecados domundo, mas ao terceiro dia de sua morte eis que ele ressurgira para o cumprimento de toda apalavra. (ENTRA: MARIA, VERÔNICA, MARIA MADALENA, JOÃO E MULHERES DE JERUSALÉM) (Música 39) (Milagre – André Valadão) 1. Posso crer que em minha vida O milagre vai acontecer Posso ver as promessas Sendo liberadas sobre mim Sendo liberadas sobre mim HOJE O MEU MILAGRE VAI CHEGAR 13
  14. 14. (JESUS APARECE) EU VOU CRER, NÃO VOU DUVIDAR O PREÇO QUE FOI PAGO ALI NA CRUZ ME DÁ VITÓRIA NESTA HORA JESUS: A paz esteja com vocês! Assim como o Pai me enviou, eu também vos envio.Vão e anunciem a boa nova a toda criatura. (Música 40) (Nossa Missão – Adriana) 1- Desde o ventre da minha mãe Já me conhecia Antes que eu nascesse Jesus me escolheu Hoje a minha vida É para o seu louvor Sigo anunciando o seu eterno amor AONDE MANDAR EU IREI SEU AMOR EU NÃO POSSO OCULTAR QUERO ANUNCIAR PARA O MUNDO OUVIR QUE JESUS É O NOSSO SALVADOR. (2X) 2- Grato eu estou Senhor Porque me confiaste A missão de proclamar o seu eterno amor Mesmo sendo tão pequeno Me deste autoridade De em seu nome anunciar A paz e a liberdade *** Fim *** Confia os teus cuidados ao Senhor, e ele te susterá; jamais permitirá que o justo seja abalado. (Salmos 55:22) 14

×