Marketing Digital

1.447 visualizações

Publicada em

Palestra ministrada no CB da Unicamp/Campinas para o curso de Midiologia.

Publicada em: Tecnologia
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
1.447
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
3
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
6
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Marketing Digital

  1. 1. MARKETING DIGITAL<br />RenatoFrigo<br />frigo@clicinterativa.com.br<br />
  2. 2. Pelaordem<br />RenatoFrigo, vulgoFrigo<br />PublicitariopelaAnhembiMorumbi<br />Unicamp– Campinas – 1996/1999<br />DM9DDB – São Paulo – 2000/2002<br />AGÊNCIA CLICK – São Paulo – 2002/2003<br />LODUCCA – São Paulo – 2003/2005<br />FALLON PMA – São Paulo – 2005/2006<br />CLIC INTERATIVA – Limeira – 2006/20.....<br />Clic Interativa - Todos os direitos reservados.<br />
  3. 3. 2006 – Umaodisséiana web<br />2006 – CriaçãodaClicInterativa. A primeiraprodutora de mídia digital de Limeira.<br />www.clicinterativa.com.br<br />www.vidauniversitaria.com.br<br />www.oestagiario.com.br<br />Clic Interativa - Todos os direitos reservados.<br />
  4. 4. Clientes do passado<br />Coca Cola Light<br />Diadora<br />Escola Panamericana de Arte<br />Firestone<br />Guaraná Antarctica<br />Harley Davidson<br />Honda Motos<br />Johnson & Johnson<br />Chocolates Hersheys<br />Purina<br />Philips<br />Americanas.com <br />AOL <br />Bacardi<br />UOL<br />Banco Itaú<br />Bridgestone<br />Cerveja Antarctica<br />Cerveja Bohemia<br />Cerveja Caracu<br />Cerveja Original <br />Citybank<br />Sony<br />Clic Interativa - Todos os direitos reservados.<br />
  5. 5. Clientes do presente<br />Google<br />Youtube<br />Sony Pictures<br />Disney Pictures<br />Lionsgate<br />Intervias, Autovias, Centrovias e Regis Bittencourt.<br />Maisaqui: www.clicinterativa.com.br<br />Clic Interativa - Todos os direitos reservados.<br />
  6. 6. MARKETING<br />Ontem e hoje<br />Clic Interativa - Todos os direitos reservados.<br />
  7. 7. Como diriaKotler:<br />“Marketing é um processo social por meio do qual pessoas e grupos de pessoas obtêm aquilo de que necessitam e o que desejam com a criação, oferta e livre negociação de produtos e serviços de valor com outros.”<br />(KOTLER e KELLER, 2006).<br />Clic Interativa - Todos os direitos reservados.<br />
  8. 8. Conceito<br />Marketing é a gestão dos mercados, fazendo emergir trocas e relações com o intuito de criar valor e satisfazer necessidades e desejos. <br />É um processo através do qual os indivíduos e grupos obtêm o que necessitam e desejam criando e trocando produtos e valor uns com os outros. <br />Clic Interativa - Todos os direitos reservados.<br />
  9. 9. Clic Interativa - Todos os direitos reservados.<br />
  10. 10. O quesignifica “mercado”?<br />Designa-se por mercado o local no qual agentes econômicos procedem à troca de bens por uma unidade monetária ou por outros bens. Os mercados tendem a equilibrar-se pela lei da oferta e da procura.<br />Existem tanto mercados genéricos como especializados, onde apenas uma mercadoria é trocada. Os mercados funcionam ao agrupar muitos vendedores interessados e ao facilitar que os compradores potenciais os encontrem. Uma economia que depende primariamente das interações entre compradores e vendedores para alocar recursos é conhecida como economia de mercado.<br />Clic Interativa - Todos os direitos reservados.<br />
  11. 11. Fatores de evolução<br />Um mercado é um sistema que evolui no tempo, sob o efeito de variáveis cuja influência se verifica a curto/médio e a longo prazo. <br />É importante identificar esses fatores, os quais ajudarão a perceber o que de mais importante se vai passando no mercado e assim adotar as estratégias mais indicadas.<br />Fatores: Tecnologia, Ambiente e Sociedade.<br />Clic Interativa - Todos os direitos reservados.<br />
  12. 12. O querealmenteimportapragente?<br />Um aspecto fundamental para entender "O Capital", é o conceito de fetichismo da mercadoria, segundo o qual, na troca de mercadorias, a relação entre pessoas “assume a forma fantasmagórica de uma relação entre coisas”. <br />Na sociedade mercantil ocorre que a troca de mercadorias é a única maneira na qual os diferentes produtores isolados se relacionam entre si. Dessa maneira, o valor das mercadorias é determinado de modo independente dos produtores individuais, e cada produtor deve produzir sua mercadoria em termos de satisfação de necessidades alheias. <br />Disso resulta que a mercadoria ou o mercado parece determinar a vontade do produtor e não o contrário. O fetichismo da mercadoria é o fenômeno social e psicológico onde as mercadorias aparentam ter uma vontade independente de seus produtores.<br />Clic Interativa - Todos os direitos reservados.<br />
  13. 13. O quenoslevaaoconsumidor<br />Estudar e entender o consumidoré fator primordial para qualquer ação de marketing.<br />Etnocentrismo e Multiculturalismo.<br />Leia Max Weber.<br />Clic Interativa - Todos os direitos reservados.<br />
  14. 14. A ética protestante e o espírito do capitalismoMax Weber (1904)<br />Clic Interativa - Todos os direitos reservados.<br />
  15. 15. Marshall McLuhan – o profeta<br />Aldeia global quer dizer simplesmente que o progresso tecnológico estava reduzindo todo o planeta à mesma situação que ocorre em uma aldeia, ou seja, a possibilidade de se intercomunicar diretamente com qualquer pessoa que nela vive.<br />Como paradigma da aldeia global, ele elegeu a televisão, um meio de comunicação de massa em nível internacional, que começava a ser integrado via satélite. No entanto as formas de comunicação da aldeia são essencialmente bidirecionais. Somente agora, com o celular e a internet, é que o conceito começa a se concretizar.<br />Clic Interativa - Todos os direitos reservados.<br />
  16. 16. Diretodafonte<br />Convidotodos a dar um passopara o futuro. <br />Futuroqueparamuitos jáérealidade.<br />Videos:VocêSabia(Did You Know 3)VocêSabia(Did you know 4)Eleições2.0 Uma Visão dos Estudantes de Hoje<br />Clic Interativa - Todos os direitos reservados.<br />
  17. 17. O mercado web<br />A Internet tem trazido vários benefícios ao marketing: - Custo relativamente baixo.- Maiores capacidades para a distribuição da informação e mídia para uma audiência mundial. - A natureza interativa do marketing na Internet, em termos de fornecer respostas instantâneas. Aproxima o consumidor do produtor/mercadoria.<br />Clic Interativa - Todos os direitos reservados.<br />
  18. 18. O marketing na web<br />Marketing Digital: esforços das empresas em informar, comunicar, promover e vender seus produtos e serviços pela internet. <br />Esta modalidade de promoção apresenta grandes vantagens em relação aos veículos de marketing tradicionais como o fato de tanto grandes como pequenas empresas podem enfrentar seus custos já que estes são relativamente baixos, não há limite real de espaço para propaganda, o acesso é rápido e o conteúdo fica disponível para o mundo todo, sem limitações geográficas.<br />Clic Interativa - Todos os direitos reservados.<br />
  19. 19. Características do Marketing Digital<br />Efeito Imediato – Permite uma enorme rapidez na implementação das campanhas promocionais e apresentação de novos produtos/serviços.<br />Personalização – É a chave para passar do tradicional marketing para um marketing one-to-one. (web 2.0)<br />Quantificação – A internet permite mensurar as visitas, pesquisas, etc. (Metricas)<br />Envolvimento do consumidor – Novas formas de envolvimento do cliente uma vez que este é inevitavelmente interativo.<br />Efeito de Rede – A comunicação entre cliente é importante. Os clientes tem maior capacidade de construir ou destruir a reputação de empresas ou marcas.<br />Clic Interativa - Todos os direitos reservados.<br />
  20. 20. Fatorespositivospara as empresas<br />Imagem e prestígio da organização<br />Notoriedade e reconhecimento da marca<br />Prospecção e desenvolvimento do mercado<br />Reação à concorrência<br />Venda de produtos e/ou serviços<br />Melhoria do serviço aos clientes (anytime, anywhere)<br />Poupança de recursos/reduzir custos (por exemplo anulando a necessidade de pontos de venda físicos)<br />Teste de novos produtos no mercado e estudos de mercado<br />Customização, adequando a oferta em função dos gostos, preferências e necessidades dos consumidores<br />Adaptabilidade constante<br />Acesso permanente aos mercados internacionais, a outros segmentos ou nichos<br />Possibilidade de atuação global<br />Redução dos tempos de transação<br />Redução de erros de processamento<br />Rapidez de adoção das novas tecnologias<br />Clic Interativa - Todos os direitos reservados.<br />
  21. 21. Fatorespositivospara o consumidor<br />Obtenção de informação (disponível em maiores quantidades) com maior transparência<br />Recreação e diversão<br />Experimentação e testes de variados produtos<br />Gratificação imediata<br />Maior oferta (escolha) de produtos e serviços<br />Conveniência (quando e onde quiser)<br />Interatividade e, em alguns casos, composição e adequação específica das características do produto<br />Maior "poder" sobre as empresas<br />Clic Interativa - Todos os direitos reservados.<br />
  22. 22. Novo UNO criado no Twitter<br />Video: Aproximando pessoas e marcas... likeneverbefore<br />Clic Interativa - Todos os direitos reservados.<br />
  23. 23. Aceitacompanhia?<br />Quandofalamosdainfluênciaque a Internet causou no marketing, maisimportantequefalarsobrecomousar a Web paraatingirseupúblico é falarsobrecomoelamudou o consumidor. <br />Mesmoque a Internet nãopudesse ser explorada do ponto de vista de marketing, elacontinuariatendoenormeinfluência no comportamento do consumidore conseqüentementena forma como as empresas e suastáticas de marketing devem se portarnesta nova realidade.<br />Como a Internet Mudou a Propagandahttp://www.youtube.com/watch?v=8lWcnK5Cbyc<br />Clic Interativa - Todos os direitos reservados.<br />
  24. 24. 1 - 1<br />A acessibilidade à internet também viabilizou o surgimento de uma nova modalidade de comercialização, tanto que para Kotler (2006) as empresas podem operar através da internet um poderoso canal de vendas e informação.<br />O e-marketing é calcado nos mesmos conceitos do marketing tradicional em integrar um meio através do qual, indivíduos tenham suas necessidades identificadas e supridas através da criação, divulgação, oferta e troca de produtos. <br />A internet é o canal utilizado pelo e-marketing para realizar essa comunicação de valor e propiciar interatividade ao cliente, possibilitando maior troca de informações e um relacionamento individualizado – marketing one to one.<br />Bomba Atômica x Tiro de Sniper<br />Vídeo: Burger King<br />Clic Interativa - Todos os direitos reservados.<br />
  25. 25. Como funciona?<br />O e-marketing tem a sua base primaria no e-commerce, seja este business to business ou business to consumer. <br />Este novo canal de divulgação e promoção de produtos agrega a possibilidade de exposição global ao tradicional composto de marketing: produto, preço, praça (ponto de venda, distribuição) e promoção (propaganda, comunicação). <br />Este incrementa potencialmente as relações de interação entre empresas e público-alvo, constitui uma ação complementar ao mix de marketing.<br />Clic Interativa - Todos os direitos reservados.<br />
  26. 26. Power to the people!<br />Atravésda Internet, o consumidor tem maisacesso a informação e porissoconsegueconhecer, questionar, comparar e divulgarsuaopiniãosobreprodutos, serviços, marcas e empresas. Leilão, leilãoreverso, e-marketplace, sites de comparação de preços entre outrospermitirammaiorfacilidadeparaachar o melhorpreço. <br />O consumidorganhamaispoder, exigeumamudançanaproposta de valor das empresas e, conseqüentemente, nosseusesforços de marketing.<br />Clic Interativa - Todos os direitos reservados.<br />
  27. 27. Eusoueu<br />Aoexigir a mudança, o consumidortorna-se um agente e nãomaisapenas um target. Gostandoounão, as empresasprecisamconvivercom estarealidade. <br />Atravésda Internet, o consumidor é capaz de interagir de forma rápida, barata e assíncrona com outrosconsumidorese com as marcas. <br />O consumidorvai de passivo a ativo, passando a tomar a iniciativa no relacionamento e tervozativa. Elefalamais e é maisouvido. <br />Video: Estratégias de Marketing Online - Chleba Agência Digital<br />Clic Interativa - Todos os direitos reservados.<br />
  28. 28. Conhece o Maritônio?<br />MaritônioBarreto de Almeida, professor universitárioemMatoGrosso do Sulsentiu-se lesadopela FIAT. Vestiu-se de palhaço e produziu o site chamado “Fuiiludido, agora é tarde”. <br />A montadoratentoutirar o site do aralgumasvezes, mas o resultadonãofoi o esperado. Maritôniovirou case empalestras e congressos, seu site foivisitadomais de 463 mil vezes6 e noticiadoeminúmerosoutros sites, jornais e revistas. Foientrevistadopelatelevisão e conseguiuvisibilidadeemveículos de peso com altatiragem e alcancecomo o jornal O Globo (tiragemestimada de 300 mil exemplares), revistaIstoÉDinheiro (tiragemestimada de 96 mil exemplares).<br />http://www.maritonio.com.br<br />Clic Interativa - Todos os direitos reservados.<br />
  29. 29. O quemudou?<br />Hojepodemosolharpara a Internet e perceberqueseumaiorimpactonãofoiportersurgidocomouma nova mídia e simportermudado o comportamento do consumidor. <br />E issoatingetoda e qualquermídiaexistente. Mesmonaesfera de trabalho, a tecnologiaajudou a quebrar a linhatênue entre vidapessoal e profissional. <br />Clic Interativa - Todos os direitos reservados.<br />
  30. 30. Calmaque tem mais<br />Não é apenas o impacto no composto de marketing queafeta o relacionamento com o consumidor. Com a fragmentaçãodaaudiência, ficoumaisdifícilimpactá­lo. Revistas e jornaisconcorrem com sites e blogs especializados; o rádioconcorre com o rádio via satélite, audiolivros, MP3 players e podcasting; a TV com osgravadores de vídeodigitais, com vídeo sob demanda, com a piratariada Internet, DVDs e embrevecomeçando a concorrer com o celular e consoles de jogos. <br />PorUS$ 1.99, norte-americanospodemcomprarosepisódiosde Desperate Housewives, Lost e outrasminisséries no diaseguinte à suatransmissãoparaassisti-los emseuiPod/iPhone/iPad. <br />Clic Interativa - Todos os direitos reservados.<br />
  31. 31. A humanidadeécomo um vírus Neo…<br />A Internet criou um ambientepropíciopara o marketing do boca-a-boca, conhecidopornomespompososcomobuzz marketing e marketing viral. <br />Clic Interativa - Todos os direitos reservados.<br />
  32. 32. Marketing Viral<br />Marketing viral ou publicidade viral referem-se a técnicas de marketing que tentam explorar redes sociais pré-existentes para produzir aumentos exponenciais em conhecimento de marca, com processos similares à extensão de uma epidemia. <br />A definição de marketing viral foi cunhada originalmente para descrever a prática de vários serviços livres de email de adicionar publicidade às mensagens que saem de seus usuários. O que se assume é que se tal anúncio ao alcançar um usuário "susceptível", esse usuário será "infectado" e reenviará o email a outras pessoas susceptíveis, "infectando-as" também. <br />Enquanto cada usuário infectado envia um email a mais do que um usuário susceptível, em média (ou seja, a taxa reprodutiva básica é maior do que um), os resultados padrão m epidemiologia implicam que o número de usuários infectados crescerá segundo uma curva logística, cujo segmento inicial é exponencial.<br />Clic Interativa - Todos os direitos reservados.<br />
  33. 33. Como acontece?<br />De forma mais geral, o marketing viral se utiliza às vezes para descrever alguns tipos de campanhas de marketing baseadas na internet, incluindo o uso de blogs, de sitesaparentemente amadores, e de outras formas de astroturfing para criar o rumor de um novo produto ou serviço. <br />O termo "publicidade viral" se refere à idéia de que as pessoas passarão e compartilharão conteúdos divertidos. Esta técnica muitas vezes está patrocinada por uma marca, que busca construir conhecimento de um produto ou serviço. Os anúncios virais tomam muitas vezes a forma de divertidos videoclipes ou jogos interativos, imagens e inclusive textos.<br />Clic Interativa - Todos os direitos reservados.<br />
  34. 34. Astroturfing<br />Astroturfing é um termo utilizado para designar ações políticas ou publicitárias que tentam criar a impressão de que são movimentos espontâneos e populares.<br />Muito usado nas campanhas políticas de 2010. Fiquem atentos.<br />Vídeos:Sunglass Catch Samsung Viral Vídeo<br />Clic Interativa - Todos os direitos reservados.<br />
  35. 35. A revolução do conteúdo<br />Outrodemonstrativo de sucesso do boca-a-bocasãoos blogs. A maioria deles não tem nenhumamaneira de divulgação a não ser através de links enviadosporseusvisitantes. <br />A tecnologiaofereceferramentas, criapossibilidades. A ameaça agora para a TV, cinema ougravadorasnão é apenasdapirataria, masumaalternativa de bomconteúdosendogeradoaosmontesdiariamenteporcentenas de milhares de pessoas. O consumidorviroumídia. <br />“No futuro todos serão famosos durante quinze minutos” – Andy Warhol<br />Video: RedesSociais<br />Clic Interativa - Todos os direitos reservados.<br />
  36. 36. Privacidade<br />Em um mundoconectado, ondetudo é gravado e nada é deixado de lado, ninguémseráanônimo. Saberãoquemsomos, do quegos­tamos, ondeestamos, quando e muitomais. Nãoteremosmaises­colhasobrequemcapturainformaçãosobre a gente, poistodomun­docapturaráinformações. <br />O importanteserá saber quemcapturou, com qualpropósito, sob quaiscircunstâncias e comovaiusaressainformação. O conceito de privacidadevaimudar. Hoje, privacidade é o direito de permaneceranônimo. Amanhã, privacidadeserá o controlesobre a informaçãoquenosidentifica e nosdescreve. <br />O prazer de permaneceranônimoserácadavezmais um luxo.<br />Clic Interativa - Todos os direitos reservados.<br />
  37. 37. As RedesSociais<br />Uma rede social é uma estrutura social composta por pessoas ou organizações, conectadas por um ou vários tipos de relações, que partilham valores e objetivos comuns. Uma das características fundamentais na definição das redes é a sua abertura e porosidade, possibilitando relacionamentos horizontais e não hierárquicos entre os participantes. "Redes não são, portanto, apenas uma outra forma de estrutura, mas quase uma não estrutura, no sentido de que parte de sua força está na habilidade de se fazer e desfazer rapidamente." <br />Muito embora um dos princípios da rede seja sua abertura e porosidade, por ser uma ligação social, a conexão fundamental entre as pessoas se dá através da identidade. "Os limites das redes não são limites de separação, mas limites de identidade. (...) Não é um limite físico, mas um limite de expectativas, de confiança e lealdade, o qual é permanentemente mantido e renegociado pela rede de comunicações."<br />Clic Interativa - Todos os direitos reservados.<br />
  38. 38. As RedesSociais<br />As Redes Sociais podem operar em diferentes níveis, como, por exemplo, redes de relacionamentos (facebook, orkut, myspace, twitter), redes profissionais (linkedin), redes comunitárias (redes sociais em bairros ou cidades), redes políticas, dentre outras, e permitem analisar a forma como as organizações desenvolvem a sua actividade, como os indivíduos alcançam os seus objectivos ou medir o capital social – o valor que os indivíduos obtêm da rede social.<br />Vídeo: Mídia Social (Social Media) - legendado<br />Clic Interativa - Todos os direitos reservados.<br />
  39. 39. As RedesSociais<br />Um ponto em comum dentre os diversos tipos de rede social é o compartilhamento de informações, conhecimentos, interesses e esforços em busca de objetivos comuns. A intensificação da formação das redes sociais, nesse sentido, reflete um processo de fortalecimento da Sociedade Civil, em um contexto de maior participação democrática e mobilização social.<br />Clic Interativa - Todos os direitos reservados.<br />
  40. 40. Clic Interativa - Todos os direitos reservados.<br />
  41. 41. Mobile Life<br />Mobile marketing é o termo utilizado para definir ações de marketing realizadas através de celulares ou dispositivos móveis. Recente no Brasil, porém amplamente utilizado para campanhas que utilizam: SMS, jogos, mobile sites (páginas da internet para dispositivos móveis) e ações com conteúdo multimídia entregues via bluetooth.<br />Clic Interativa - Todos os direitos reservados.<br />
  42. 42. Case – www.vidauniversitaria.com.br<br />Complexo midiático digital focado no publico universitário com o propósito de representar todos os aspectos da Vida Universitária.<br />Portal<br />http://www.vidauniversitaria.com.br<br />Blog<br />http://www.vidauniversitaria.com.br/portal<br />Twitter<br />http://twitter.com/vidauni<br />Revista<br />http://www.vidauniversitaria.com.br/revistavu<br />Clic Interativa - Todos os direitos reservados.<br />
  43. 43. Futuro?<br />Videos:<br />Ford Ka Augmented Reality Ad<br />Augmented (hyper)Reality<br />Clic Interativa - Todos os direitos reservados.<br />
  44. 44. Pralerem casa<br />http://www.insna.org<br />http://www.hks.harvard.edu/netgov/html/index.htm<br />http://www.abemd.org.br<br />http://www.advbfbm.org.br<br />http://www.abmn.com.br<br />http://www.ampro.com.br<br />http://www.marketingpower.com<br />http://pt.wikipedia.org/wiki/Peter_Drucker<br />http://pt.wikipedia.org/wiki/Philip_Kotler<br />http://www.marshallmcluhan.com<br />Clic Interativa - Todos os direitos reservados.<br />
  45. 45. www.clicinterativa.com.br<br />Obrigado ;-)<br />RenatoFrigo<br />renatofrigo@gmail.com<br />Clic Interativa - Todos os direitos reservados.<br />

×