Tecnologia e Negócios de Rádio e TV - 20/10/2014

77 visualizações

Publicada em

Aula da disciplina Tecnologia e Negócios de Rádio e TV, do curso de Audiovisual do Centro Universitário Senac, em 20 de outubro de 2014.

Publicada em: Tecnologia
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
77
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
2
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
6
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Tecnologia e Negócios de Rádio e TV - 20/10/2014

  1. 1. Tecnologia e negócios de rádio e TV 20 de outubro de 2014
  2. 2. Nas residências (em %) TV Celular Rádio PC Internet Fonte: IBGE 48.9 42.4 38.5 2 Renato Cruz – Senac – 20/10/2014 75.7 97.2 92.5 Telefone fixo
  3. 3. O início da radiodifusão  A primeira emissora comercial de rádio foi a KDKA, de Pittsburgh, nos Estados Unidos, criada em 1920  No Brasil, a Rádio Sociedade do Rio de Janeiro, primeira emissora do País, é criada pelo médico Edgard Roquette- Pinto (1884-1954), em abril de 1923 3 Renato Cruz – Senac – 20/10/2014
  4. 4. A era do rádio  Radio Days é uma comédia dirigida por Woody Allen, lançada em 1987.  Mostra como o rádio ocupava uma posição central na vida das pessoas, mais tarde ocupada pela televisão. 4 Renato Cruz – Senac – 20/10/2014
  5. 5. Os marcianos de Orson Welles  O futuro cineasta Orson Welles aterrorizou os ouvintes do programa Mercury Theatre on the Air, na CBS, em 30/10/1938, com uma adaptação de A Guerra dos Mundos, de H.G. Wells.  Os primeiros dois terços do programa de 60 minutos foram estruturados como um noticiário. Muitos acreditaram que a invasão de marcianos era real. 5 Renato Cruz – Senac – 20/10/2014
  6. 6. A evolução do rádio No Brasil, o rádio é o único meio de comunicação que continua analógico.  As vantanges do rádio digital são: • a qualidade do áudio (AM com qualidade de FM e FM com qualidade de CD); • a multiprogramação (até três programas digitais e um analógico simultâneos num só canal); • a possibilidade de se transmitir texto e até imagens, como pequenas animações. 6 Renato Cruz – Senac – 20/10/2014
  7. 7. As opções do rádio digital  Os testes com os sistemas de rádio digital começaram em 2005 no Brasil.  As tecnologias analisadas foram o HD Radio, da americana Ibiquity, e o europeu Digital Radio Mondiale (DRM).  O HD Radio é uma tecnologia Iboc (In-Band On- Channel), em que o sinal analógico e o digital são transmitidos no mesmo canal.  Várias emissoras compraram transmissores em 2007. 7 Renato Cruz – Senac – 20/10/2014
  8. 8. Os obstáculos ao rádio digital  Os resultados foram insatisfatórios, com problemas como o atraso na transmissão do sinal.  www.youtube.com/watch?v=HZkGAOoQ3G8  Em testes feitos pelo Mackenzie com o HD Radio, o atraso chegou a 14 segundos.  A Ibiquity diz que o atraso é de “somente 8 segundos”, recomendando que o sinal analógico também seja atrasado.  http://www.youtube.com/watch?v=iuPR6Rc4TeY  O DRM foi criado para transmissões em AM. 8 Renato Cruz – Senac – 18/11/2013
  9. 9. Disponibilidade de aparelhos Insignia Portable HD Radio NS-HD01A Preço: US$ 59 9 Renato Cruz – Senac – 20/10/2014
  10. 10. O rádio via satélite  A tecnologia vencedora de rádio digital, nos EUA, é o serviço pago via satélite SiriusXM.  São mais de 175 canais, com mais de 26,3 milhões de assinantes.  Mensalidades a partir de US$ 5,99.  Segredo do sucesso: acordos com montadoras de automóveis.  Os rádios vêm instalados nos carros e a mensalidade é cobrada com o leasing do veículo. 10 Renato Cruz – Senac – 20/10/2014

×