A Riqueza das Redes

                  segundo Yochai Benkler

                            Imre Simon
                    ...
Yochai Benkler: The Wealth of Networks, 2006




     • Yochai Benkler, The Wealth of Networks:
       How Social Producti...
Introdução



Um livro seminal sobre o impacto social da Internet
     • uma multi-disciplinaridade que quase agride
     ...
1. Transição da Economia da Informação:
             de Industrial para Interconectada
A transição é a espinha dorsal do W...
1. A Produção Social - no centro do furacão



É uma produção
     • alheia a mercados
     • alheia a hierarquias
     • ...
1. Mais sobre o novo método produtivo
   por J.Bradford DeLong (Economista, UCBerkeley, 2004)

                      Ever ...
1. Localizando a Produção Social

                      hierarquias fortes    hierarquias fracas
                      cen...
1. Quatro Exemplos de Produção Social

O Software Livre é a mãe de toda produção social
Wikipedia é um exemplo mais fácil ...
2. Análise Econômica




Propriedade e commons
     • escassez e abundância
     • bens rivais e não rivais
     • o compa...
2. Commons-based Peer Production


Objeto do artigo de 2002:
Coase's Penguin, or Linux and the Nature of the Firm
Caracter...
3. Análise Antropológica e Cultural

A Produção Social se apoia num
grande aumento da autonomia individual
Sempre fizemos ...
4. Análise Política I: A Esfera Pública Interconectada


A Economia da Informação: Industrial -> Interconectada
Mídia de M...
5. Análise Política II: Justiça Social e Desenvolvimento




Outras aplicações possíveis
     • pesquisa em agricultura
  ...
6. A Batalha sobre a Ecologia Institucional
                             do Ambiente Digital
As inúmeras disputas em curso...
7. O que Está em Jogo?

Descobrimos, ao acaso e de forma espontânea,
um novo processo produtivo de riquezas que
desafia pr...
7. À guisa de conclusão
                        That we cannot fully understand a phenomenon
                             ...
Outras fontes de informação

     • Cass R. Sunstein,
       Infotopia - how many minds produce knowledge,
       Oxford U...
O Ciclo Temático no IEA da USP
sessões mais ou menos mensais
começa em 31mai07, 14:30, no IEA
com webcast ao vivo e retran...
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

A riqueza das Redes - segundo Yochai Benkler

3.229 visualizações

Publicada em

Estas são as transparências de uma palestra proferida por Imre Simon no Instituto de Computação da UNICAMP em 27abr07. Elas descrevem, ao mesmo tempo, as principais idéias do livro de Benkler e a estrutura do Ciclo Temático, objeto deste portal. Os números na frente dos títulos das transparências indicam a sessão do ciclo em que o tema será abordado.

Publicada em: Negócios, Tecnologia
0 comentários
9 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
3.229
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
61
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
89
Comentários
0
Gostaram
9
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

A riqueza das Redes - segundo Yochai Benkler

  1. 1. A Riqueza das Redes segundo Yochai Benkler Imre Simon Universidade de São Paulo São Paulo, Brasil <is@ime.usp.br> http://www.ime.usp.br/ is/ Imre Simon, USP IC-UNICAMP, 27abr07 1
  2. 2. Yochai Benkler: The Wealth of Networks, 2006 • Yochai Benkler, The Wealth of Networks: How Social Production Transforms Markets and Freedom, Yale University Press, 2006, www.benkler.org/wealth of networks • veja também: WoN.incubadora.fapesp.br Imre Simon, USP IC-UNICAMP, 27abr07 2
  3. 3. Introdução Um livro seminal sobre o impacto social da Internet • uma multi-disciplinaridade que quase agride • abre perspectivas de análise e de aprofundamento na análise acadêmica de um fenômeno inesperado, difícil de explicar • são 500 páginas de uma argumentação cuidadosa, precisa e difícil • um texto provocador de pensamentos em cada frase numa só palavra: uma obra brilhante Imre Simon, USP IC-UNICAMP, 27abr07 3
  4. 4. 1. Transição da Economia da Informação: de Industrial para Interconectada A transição é a espinha dorsal do WoN A Economia Industrial da Informação é caracterizada • por poucos produtores (ou integradores) ativos • muitos consumidores passivos • grande barreira de entrada para produtores • a concentração de poder pode levar a distorções substancias A Economia Interconectada da Informaçao é caracterizada • cada consumidor pode virar um produtor • barreira de entrada totalmente carcomida pela Lei de Moore • mecanismos de auto-organização espontânea estabelecem ordem na cacafonia potencial A Economia Industrial não desaparece, ela passa a conviver com a Economia Interconectada Todas as opções estão na mão da sociedade (em última análise) Imre Simon, USP IC-UNICAMP, 27abr07 4
  5. 5. 1. A Produção Social - no centro do furacão É uma produção • alheia a mercados • alheia a hierarquias • intermediada pela Internet A Produção Social, sempre existente, capacitou-se através da Internet, a ponto de afetar muitos dos sistemas sociais existentes Existe uma enorme escalabilidade potencial: 109 Joe Einsteins podem participar da Produção Social Imre Simon, USP IC-UNICAMP, 27abr07 5
  6. 6. 1. Mais sobre o novo método produtivo por J.Bradford DeLong (Economista, UCBerkeley, 2004) Ever since the invention of agriculture, human beings have had only three social-engineering tools for organizing any large-scale division of labor: markets (and the carrots of material benefits they offer), hierarchies (and the sticks of punishment they impose), and charisma (and the promises of rupture they offer). Now there is the possibility of a fourth mode of effective social organization - one that we perhaps see in embryo in the creation and maintenance of open-source software. Imre Simon, USP IC-UNICAMP, 27abr07 6
  7. 7. 1. Localizando a Produção Social hierarquias fortes hierarquias fracas centralizado descentralizado mercados são empresas GNP, comércio, importantes bolsa de valores mercados são ONGs, produção social secundários governos em geral compartilhamento e sistemas militar, cooperação jurídico, político, religioso, acadêmico Imre Simon, USP IC-UNICAMP, 27abr07 7
  8. 8. 1. Quatro Exemplos de Produção Social O Software Livre é a mãe de toda produção social Wikipedia é um exemplo mais fácil de ser entendido pelo leigo SETI@HOME, FOLDING@HOME, ...@HOME • formam-se supercomputadores mais poderosos do que qualquer computador de qualquer organização • Atenção: estão sendo compartilhados recursos escassos, rivais Reversão do bloqueio do YouTube (caso Cicarelli) • É uma ação política fulminante, coordenada pela Internet aguarda expilcação acadêmica: deonde veio? como funciona? porque agora? para onde vai? Imre Simon, USP IC-UNICAMP, 27abr07 8
  9. 9. 2. Análise Econômica Propriedade e commons • escassez e abundância • bens rivais e não rivais • o compartilhamento permite uma construção incremental e modularizada a propriedade intelectual é um imposto sobre o processo criativo de bens de conhecimento Imre Simon, USP IC-UNICAMP, 27abr07 9
  10. 10. 2. Commons-based Peer Production Objeto do artigo de 2002: Coase's Penguin, or Linux and the Nature of the Firm Características básicas para a aplicabilidade • objetivo modularizável, com módulos de granularidade diversificada • comunidade numerosa, capacitada e motivada, com ampla diversidade de habilidades e de disponibilidades • integrável por meios automáticos Uma redundância abundante de recursos é essencial para o funcionamento desta modalidade produtiva Imre Simon, USP IC-UNICAMP, 27abr07 10
  11. 11. 3. Análise Antropológica e Cultural A Produção Social se apoia num grande aumento da autonomia individual Sempre fizemos produção social (música no século 19 ou antes) A surpresa está na grande saliência econômica atual capaz de impactar o modelo capitalista Cultura da dádiva (Gift Culture) Motivação: porque as pessoas fazem isto? • para muitos é natural fazer isto • para muitos é gostoso e desafiante fazer isto • há, porém, uma variedade tão grande de motivações quantos são os participantes ... Imre Simon, USP IC-UNICAMP, 27abr07 11
  12. 12. 4. Análise Política I: A Esfera Pública Interconectada A Economia da Informação: Industrial -> Interconectada Mídia de Massa -> Mídia Participativa A produção participativa de conteúdos ganha corpo a cada dia • blogs, vídeos, folksonomies, bibliotecas digitais Ação política que se deslumbra: uma democracia mais direta, mais participativa Uma sessão de leitura recomendadíssima: On Power Law Distributions, Network Topology, and Being Heard capítulo 7, páginas 241-261 Imre Simon, USP IC-UNICAMP, 27abr07 12
  13. 13. 5. Análise Política II: Justiça Social e Desenvolvimento Outras aplicações possíveis • pesquisa em agricultura • pesquisa em fármacos • pesquisa em genética (já é uma realidade parcial) Acesso ao Conhecimento (A2K) • Acesso Aberto à Literatura Científica Imre Simon, USP IC-UNICAMP, 27abr07 13
  14. 14. 6. A Batalha sobre a Ecologia Institucional do Ambiente Digital As inúmeras disputas em curso refletem a reação violenta e vigorosa dos interesses constituídos na economia industrial e que se sentem ameaçados, às vêzes acuados Desenvolvem-se, de formas sui gêneris, nas três camadas dos sistemas de comunicação (camadas de Benkler): • Camada Física • Camada Lógica (software) • Camada de Conteúdos Desenvolvem-se nas três camadas de sistemas democráticos • no judiciário • no legislativo • no executivo (agências reguladoras, por exemplo) Objetivo imprescindível: manter aberta uma faixa de liberdade em cada uma das três camadas de Benkler! Imre Simon, USP IC-UNICAMP, 27abr07 14
  15. 15. 7. O que Está em Jogo? Descobrimos, ao acaso e de forma espontânea, um novo processo produtivo de riquezas que desafia praticamente todas as nossas crenças anteriores Não podemos perder a oportunidade de explorar as suas características e de descobrir as suas con- sequências O autor escreveu este livro para ajudar na compreensão de o que está em jogo Um depoimento pessoal: a leitura do livro me ajudou, e muito, organizar e sistematizar o meu pensamento ao acompanhar o fogetório diário que rola neste turbilhão Eu espero que a sua leitura organize a sua visão também! Imre Simon, USP IC-UNICAMP, 27abr07 15
  16. 16. 7. À guisa de conclusão That we cannot fully understand a phenomenon does not mean that it does not exist. That a seemingly growing phenomenon refuses to fit our settled perceptions of how people behave and how economic growth occurs counsels closer attention, not studied indifference and ignorance. Peer-production presents a fascinating phenomenon that could allow us to tap unknown reserves of human creative effort. It is of central importance to policy debates today that we not squelch it, or, more likely, move its benefits to economies that do appreciate it and create the institutional conditions needed for it to flourish. (Yochai Benkler, 2002) Imre Simon, USP IC-UNICAMP, 27abr07 16
  17. 17. Outras fontes de informação • Cass R. Sunstein, Infotopia - how many minds produce knowledge, Oxford University Press, 2006 • Steven Weber The Success of Open Source Harvard University Press, 2004 • Eric von Hippel Democratizing Innovation MIT Press, 2005 • Don Tapscott and Anthony D. Williams Wikinomics - How Mass Colaboration Changes Everything Portfolio, 2006 • John Willinsky The Access Principle MIT Press, 2005 • Charlotte Hess and Elinor Ostrom Understanding Knowledge as a Commons MIT Press, 2007 Imre Simon, USP IC-UNICAMP, 27abr07 17
  18. 18. O Ciclo Temático no IEA da USP sessões mais ou menos mensais começa em 31mai07, 14:30, no IEA com webcast ao vivo e retransmissão ``on demand'' Portal na Incubadora • http://WoN.incubadora.fapesp.br A intenção do Ciclo e do Portal é instalar uma discussão, tão ampla quanto possível, sobre os temas do livro Eu acredito que cedo ou tarde, cada comunidade acadêmica terá que reorganizar a sua agenda para acomodar os desdobramentos da Produção Social A nossa expectativa última é podermos renomear o portal, em algum momento futuro para WeWoN :-)) Participe, a sua contribuição é muito importante! Imre Simon, USP IC-UNICAMP, 27abr07 18

×