ESPECIALIZAÇÃO EM ENFERMAGEM DO
TRABALHO
HIGIENE E SEGURANÇA DO TRABALHO
PROGRAMA DE CONTROLE MÉDICO DE
SAÚDE OCUPACIONAL ...
PROGRAMA DE CONTROLE MÉDICO
DE SAÚDE OCUPACIONAL - PCMSO
 Objetiva promover e manter o mais alto
grau de bem estar físico...
ELABORAÇÃO DO PCMSO:
 Detalhamento do perfil dos funcionários da
empresa envolvendo, entre outros, os
seguintes dados: se...
DO DESENVOLVIMENTO DO PCMSO:
 Realização de Exames Ocupacionais:
 Admissionais;
 Periódico;
 Retorno ao Trabalho;
 Mu...
EMPRESAS DESOBRIGADAS DE INDICAR
MÉDICO COORDENADOR DO PCMSO
 Estão desobrigadas de manter médico
coordenador do PCMSO as...
O QUE DEVE SER FEITO PRIMEIRO, O
PPRA OU O PCMSO?
O objetivo do PPRA é levantar os riscos existentes e
propor mecanismos d...
OS EXAMES COMPLEMENTARES MAIS
COMUNS EM SAÚDE OCUPACIONAL SÃO:
 Audiometria;
 Espirometria;
 Radiografias;
 Eletrocard...
ATESTADO DE SAÚDE OCUPACIONAL - ASO
 Após o exame, o médico emitirá o Atestado de
Saúde Ocupacional, onde indica se o fun...
O ASO DEVE CONTER:
 nome completo do trabalhador, o número de registro de sua
identidade e sua função;
 b) os riscos ocu...
COMUNICAÇÃO DE ACIDENTE DE TRABALHO - CAT
 É um formulário que a empresa deverá preencher
comunicando o acidente do traba...
DOS PRIMEIROS SOCORROS:
 Todo estabelecimento deverá está equipado com
material necessário à prestação dos primeiros
soco...
CONTROLE DE ABSENTEÍSMO
Absenteísmo é a ausência ao trabalho por
qualquer razão: doenças, acidentes de trabalho,
direitos ...
PROGRAMAS DO PCMSO:
 Programa de Orientação alimentar;
 Programa de Controle e prevenção de Colesterol,
Diabetes e Hiper...
BENEFÍCIOS DO PCMSO:
 Diminuição do absenteísmo por motivos médicos;
 Melhoria da Produtividade
 Melhoria da Qualidade ...
Buscando atender as determinações legais, conclui-se
que o programa, segundo a NR 7, é parte integrante do
conjunto mais a...
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

PROGRAMA DE CONTROLE MÉDICO E SAÚDE OCUPACIONAL - PCMSO

530 visualizações

Publicada em

Especialização em Enfermagem do Trabalho
Higiene e Segurança do Trabalho
Programa de Controle Médico e Saúde Ocupacional - PCMSO

Publicada em: Educação
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
530
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
3
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
15
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

PROGRAMA DE CONTROLE MÉDICO E SAÚDE OCUPACIONAL - PCMSO

  1. 1. ESPECIALIZAÇÃO EM ENFERMAGEM DO TRABALHO HIGIENE E SEGURANÇA DO TRABALHO PROGRAMA DE CONTROLE MÉDICO DE SAÚDE OCUPACIONAL - PCMSO Professora: Williani Costa Alunos: Renata Araújo Thiago Araújo Maria Edneide Savana Miquiles
  2. 2. PROGRAMA DE CONTROLE MÉDICO DE SAÚDE OCUPACIONAL - PCMSO  Objetiva promover e manter o mais alto grau de bem estar físico, mental e social dos trabalhadores em todas as suas ocupações, proporcionando melhores condições de saúde, por meio da prevenção das doenças e da promoção e recuperação da saúde, contribuindo assim para a melhor qualidade de vida e para o aumento da produtividade.
  3. 3. ELABORAÇÃO DO PCMSO:  Detalhamento do perfil dos funcionários da empresa envolvendo, entre outros, os seguintes dados: sexo, idade, estado civil, função e horário de trabalho;  Conhecimento dos ambientes de trabalho e reconhecimento dos riscos presentes nas áreas de trabalho da empresa, mediante visita do médico do trabalho e análise do PPRA;  Elaboração e redação do Programa De Controle Médico De Saúde Ocupacional - PCMSO da empresa;
  4. 4. DO DESENVOLVIMENTO DO PCMSO:  Realização de Exames Ocupacionais:  Admissionais;  Periódico;  Retorno ao Trabalho;  Mudança de função;  Demissional.  Emissão da programação anual de exames, segundo o PCMSO da empresa;  Consultoria técnica.
  5. 5. EMPRESAS DESOBRIGADAS DE INDICAR MÉDICO COORDENADOR DO PCMSO  Estão desobrigadas de manter médico coordenador do PCMSO as empresas:  com até 25 empregados, desde que enquadradas no grau 1 ou 2;  até 10 empregados, desde que enquadradas no grau de risco 3 ou 4.  Mediante negociação coletiva de trabalho, também poderão ficar dispensada de médico coordenador as empresas cujo número de empregados esteja compreendido entre:  a) 26 e 50, se enquadrada no grau de risco 1 ou 2;  b) 11 e 20, se enquadradas no grau de risco 3 ou 4.
  6. 6. O QUE DEVE SER FEITO PRIMEIRO, O PPRA OU O PCMSO? O objetivo do PPRA é levantar os riscos existentes e propor mecanismos de controle. Os riscos NÃO ELIMINADOS são objeto de controle pelo PCMSO. Portanto, sem o PPRA não existe PCMSO, devendo ambos estar em permanentes ativos.
  7. 7. OS EXAMES COMPLEMENTARES MAIS COMUNS EM SAÚDE OCUPACIONAL SÃO:  Audiometria;  Espirometria;  Radiografias;  Eletrocardiograma;  Eletroencefalograma;  Acuidade Visual;  Exames Laboratoriais.
  8. 8. ATESTADO DE SAÚDE OCUPACIONAL - ASO  Após o exame, o médico emitirá o Atestado de Saúde Ocupacional, onde indica se o funcionário está apto ou inapto para a função específica que o trabalhador irá exercer (admissão), exerce (periódico) ou exerceu (demissional).
  9. 9. O ASO DEVE CONTER:  nome completo do trabalhador, o número de registro de sua identidade e sua função;  b) os riscos ocupacionais específicos existentes, ou a ausência deles, na atividade do empregado, conforme instruções técnicas expedidas pela Secretaria de Segurança e Saúde no Trabalho-SSST;  c) indicação dos procedimentos médicos a que foi submetido o trabalhador, incluindo os exames complementares e a data em que foram realizados;  d) o nome do médico coordenador, quando houver, com respectivo CRM;  e) definição de apto ou inapto para a função específica que o trabalhador vai exercer, exerce ou exerceu;  f) nome do médico encarregado do exame e endereço ou forma de contato;  g) data e assinatura do médico encarregado do exame e carimbo contendo seu número de inscrição no Conselho Regional de Medicina.
  10. 10. COMUNICAÇÃO DE ACIDENTE DE TRABALHO - CAT  É um formulário que a empresa deverá preencher comunicando o acidente do trabalho, ocorrido com seu empregado, havendo ou não afastamento, até o primeiro dia útil seguinte ao da ocorrência e, em caso de morte, de imediato à autoridade competente, sob pena de multa. O atestado médico da CAT é de competência única e exclusiva do médico.
  11. 11. DOS PRIMEIROS SOCORROS:  Todo estabelecimento deverá está equipado com material necessário à prestação dos primeiros socorros considerando-se as características da atividade desenvolvida, manter esse material guardado em local adequado e aos cuidados de pessoa treinada para esse fim.
  12. 12. CONTROLE DE ABSENTEÍSMO Absenteísmo é a ausência ao trabalho por qualquer razão: doenças, acidentes de trabalho, direitos legais (doação de sangue, licença maternidade, etc.) A medicina do trabalho atuará no controle de faltas de funcionários por atestados médicos, onde todos os trabalhadores deverão ser encaminhados para o médico do trabalho, para que seja realizada a análise de todos os casos, identificação e acompanhamento dos casos mais sérios para que assim o trabalhador se sinta assistido, cumpra o tratamento prescrito pelo seu médico assistente e retorne ao trabalho o mais breve possível.
  13. 13. PROGRAMAS DO PCMSO:  Programa de Orientação alimentar;  Programa de Controle e prevenção de Colesterol, Diabetes e Hipertensão arterial;  Programa de Orientação sobre saúde na velhice;  Programa de melhoria cultural;  Programa de reduções de acidentes;  Programa de Controle as endemias;  Programa Antialcoolismo.
  14. 14. BENEFÍCIOS DO PCMSO:  Diminuição do absenteísmo por motivos médicos;  Melhoria da Produtividade  Melhoria da Qualidade de Vida no trabalho  Melhoria das relações de trabalho  Aumento do comprometimento e satisfação dos empregados com a empresa  Prevenir as doenças do trabalho e os acidentes de trabalho
  15. 15. Buscando atender as determinações legais, conclui-se que o programa, segundo a NR 7, é parte integrante do conjunto mais amplo de iniciativas da empresa ou instituição, nos locais de trabalho, no campo da saúde dos trabalhadores, privilegiando o instrumento clínico- epidemiológico na abordagem da relação entre a sua saúde e o trabalho. Tem caráter preventivo, rastreador, evitando e diagnosticando no início os casos de doenças profissionais que possam causar danos irreversíveis à saúde do trabalhador. O planejamento do Programa baseia-se nos riscos previsíveis e que poderão de alguma forma, afetar a saúde dos trabalhadores.

×