Família cactaceae

2.004 visualizações

Publicada em

Publicada em: Ciências
0 comentários
2 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
2.004
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
3
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
86
Comentários
0
Gostaram
2
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Família cactaceae

  1. 1. Santana do Ipanema 2014 Universidade Estadual de Alagoas – UNEAL Curso: Ciências Biológicas Disciplina: Sistemática Vegetal Aldean Lima de Souza Danivia Moura Maria Regina de Oliveira CACTACEA E
  2. 2. 1. INTRODUÇÃO A família Cactaceae, com mais de 100 gêneros e aproximadamente 2000 espécies, apresenta distribuição neotropical, originárias principalmente do México, América do Norte e América do Sul; no Brasil existem cerca de 40 gêneros e mais de 200 espécies. Distribuição das Cactáceas e suculentas pelo mundo. Fonte: Modificado de Hewitt, 1997. 2
  3. 3. • É uma das mais importantes famílias da divisão Magnoliophyta, apresentando uma nítida vocação para ambientes secos (xerófitos), com exceção das espécies epífitas, originárias das florestas tropicais. pla • Acredita-se que os cactos evoluíram com a Separação dos continentes. • Perspectiva de vida entre 25 a 300 anos. 1. INTRODUÇÃO 3
  4. 4. • A palavra cactus vem do grego Κακτος kaktos, empregada antigamente para designar uma espécie de cardo espinhoso, e foi escolhida como nome genérico cactus. • Reino: Plantae • Divisão: Magnoliophyta • Classe: Magnoliopsida • Ordem: Caryophyllales • Família: Cactaceae 2. DEFINIÇÃO Cereus jamacaru 4
  5. 5. 2. DIVISÃO GEOGRÁFICA 5
  6. 6. O sistema como descrito em The Evolution and Classification of Flowering Plants (1988) Magnoliophyta (plantas com flor) 3. DIVISÃOTAXONÔMICA 6
  7. 7. Classe Magnoliopsida (dicotiledônea) subclasse II. Hamamelidae ordem 11. Casuarinales família 1. Casuarinaceae subclasse III. Caryophyllidae ordem 1. Caryophyllales família 1. Phytolaccaceae família 2. Achatocarpaceae família 3. Nyctaginaceae família 4. Aizoaceae família 5. Didiereacea família 6. 3. DIVISÃOTAXONÔMICA 7
  8. 8. 4. EVOLUÇÃO • Estudos das prováveis relações evolutivas entre as espécies indicam que a subfamília mais antiga das cactáceas seria PERESKIOIDEAE, cujos indivíduos apresentam folhas inteiras e que, com o passar de milhões de anos, foram adaptando-se aos locais de climas mais hostis, onde suas folhas se atrofiaram e se 8
  9. 9. 5. CARACTERÍSTICAS GERAIS Principais clados: Angiospermas Magnollideas Monocotiledôneas Commelinideas Eudicotiledoneas Nucleo eudicotiledoneas A)4.1 Raízes: Possuem a função de sustentação, absorção de água e sais minerais. 9
  10. 10. B) 4.2 Caule: As cactáceas armazenam água no tecido esponjoso do caule. Este, maioria das espécies, é clorofilado e, local onde ocorre a fotossíntese. 5. CARACTERÍSTICAS GERAIS 10
  11. 11. • C) 4.3 Folha: • Somente podem ser observadas folhas inteiras nos gêneros Pereskia, Quiabentia (nativos do Brasil) e Pereskiopsis. Em Opuntia spp. as folhas podem ser observadas nos cladódios jovens, são caducas (caem depois de curto período de tempo) e subuladas (com 5. CARACTERÍSTICAS GERAIS 11
  12. 12. D) 4.4 Aréolas: São as gemas das cactáceas. 5. CARACTERÍSTICAS GERAIS 12
  13. 13.  E) 4.5 Espinhos:  Os espinhos são folhas modificadas e possuem diferentes formatos. o tronco contra alguns predadores;  Condensa a umidade atmosférica para absorção raiz ;  Também servem para a planta;  Podem ser robustos, ou peludos, farpado, preso 5. CARACTERÍSTICAS GERAIS 13
  14. 14. 5. CARACTERÍSTICAS GERAIS Tipos de espinhos 14
  15. 15. F) 4.6 Flores: As flores “brotam das aréolas próximas ao ápice dos talos, coroas ou em fileiras longitudinais. 5. CARACTERÍSTICAS GERAIS 15
  16. 16. G) 4.7 Fruto: O fruto provém da transformação do ovário após a polinização. Podem apresentar formatos e ser tomentosos, ou escamosos. 5. CARACTERÍSTICAS GERAIS 16
  17. 17. •Adaptação •Abre os estômatos apenas durante a noite •Hormônio auxina •Giberulina induz a germinação •Geralmente vivem em ambientes secos. 5. CARACTERÍSTICAS GERAIS 4.8 Fisiologia 17
  18. 18. • Morfologia • Como a maioria das plantas superiores, os cactos são providos raízes, folhas, flores, frutos e sementes. Possuem ainda órgãos mais específicos do grupo, como aréolas e espinhos (folhas modificadas). 5. CARACTERÍSTICAS GERAIS 18
  19. 19. •Ocorre com a polinização das flores, o desenvolvimento do frutos e a dispersão das sementes, que pode acontecer através do vento, da chuva, ou por animais que ingerem seus frutos e defecam as sementes limpas e prontas para germinar. 6. REPRODUÇÃO Echinopsis 19
  20. 20. IMPORTÂNCIA ECONÔMICA • Paisagismo; • Jardins em regiões áridas; • Jardins decorativos dos climas mais quentes; • Cercas vivas como segurança; • Cobiçadas por colecionadores; • Potencial ornamental; • Alguns produzem frutas comestíveis, como o Hylocereus que produz a fruta do dragão ou Pitaya; 7. IMPORTÂNCIA ECONÔMICA 20
  21. 21. • Dentre as ameaçadas podemos citar: Ariocarpus, Astrophytum, Aztekium, Backebergia, Coryphanta, Echinocereus, Eichinomastus, Leuchtenbergia, Mammillaria, Pediocactus, Pelecyphora, Sclerocactus, Turbinicarpus eWilcoxia. • Opuntia cochenillifera –Quando os espanhóis chegaram ao Novo Mundo, deram início a suas próprias plantações e enviaram esta tintura para a Espanha. Atualmente existem muitas plantações no México para utilizar o corante 8. CURIOSIDADES 21
  22. 22. • Muitos espinhos de cactáceas são utilizados como palitos, agulhas ou pentes. • Mammillaria bocasana– seu espinho é usado como anzol no México. • Calibanus hookeri (México) - contém uma substância parecida com sabão. • Trichocereus pasacana - usado para construção de casas e como lenha na fronteira da Bolívia com Argentina, onde existem poucas árvores. • Ferocactus- espinhos usados para coleta de frutos. 8. CURIOSIDADES 22
  23. 23. • A Opuntiapode ser usada para a produção de álcool. • Opuntia ficus-indica- seus frutos são muito apreciados. No Brasil é conhecido como fígo-da-índia. • Echinocereus triglochidiatus– os frutos são usados para a produção de geléia. • Neowerdermanmia vorwerkii- (Bolívia) é cozida e comida como batata. • Opuntia subulata (México) - seus brotos novos são descascados, cortados e fervidos para fazer “nopalitos”. • Ferocactus wislizenisão adocicados em uma solução de açúcar para fazer um tipo de doce. 8. CURIOSIDADES 23
  24. 24. • http://botanica.sp.gov.br/familia-cactaceae/, acessado em 23 de outubro de 2014 às 20h14min. • BENEDITO, André Luiz Dadona; CORRADINI, Marcus Cultivo de Cactos e Suculentas. Prefeitura de Santo André. 2006. 9. REFERÊNCIAS 24
  25. 25. 25

×