Camada hubs switch

1.797 visualizações

Publicada em

Publicada em: Educação
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
1.797
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
10
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
18
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Camada hubs switch

  1. 1. As colisões e a dimensão do domínio de colisão são dois fatores que afetam negativamente o desempenho da rede. A microssegmentação da rede reduz o tamanho dos domínios de colisão e reduz o número de colisões. A microssegmentação é implementada através da utilização de bridges e switches. O objetivo é melhorar o desempenho para um grupo de trabalho ou para um backbone. Os switches podem ser usados com hubs para fornecer o nível apropriado de desempenho a diferentes usuários e servidores.
  2. 2. Microssegmentação de rede
  3. 3. Outra importante característica de um switch de rede local é como ele aloca a largura de banda para cada porta. Isso proporciona maior largura de banda para o cabeamento vertical, uplinks e servidores. Este tipo de comutação é conhecido como comutação assimétrica. A comutação assimétrica fornece conexões comutadas entre portas com diferentes larguras de banda, como uma combinação de portas de 10 Mbps e de 100 Mbps. A comutação simétrica fornece conexões comutadas entre portas com largura de banda semelhante.
  4. 4. Comutação assimétrica
  5. 5. A capacidade desejada de um lance de cabo vertical é superior àquela de um lance de cabo horizontal. A instalação de um switch de rede local na MDF e na IDF permite que o lance de cabo vertical faça o gerenciamento do tráfego de dados entre a MDF e a IDF. Os lances horizontais entre a IDF e as estações de trabalho utilizam cabo Categoria 5e UTP. Um cabo de acesso horizontal não deve ter um comprimento superior a 100 metros (328 pés). Em um ambiente normal, 10 Mbps é adequado para o cabo de acesso horizontal. Os switches de rede local assimétricos permitem misturar portas de 10 Mbps e 100 Mbps no mesmo switch.
  6. 6. A próxima tarefa é determinar o número de portas de 10 Mbps e de 100 Mbps necessárias na MDF e em cada IDF. Isso é realizado por meio de um exame dos requisitos dos usuários quanto ao número de cabos de acesso horizontais para cada sala e o número total de cabos de acesso em qualquer área de captação. Isso inclui o número de lances de cabo verticais. Por exemplo, digamos que os requisitos dos usuários exijam quatro lances de cabos horizontais instalados em cada sala. A IDF cobre uma área de captação de 18 salas. Portanto, quatro cabos de acesso em cada uma das 18 salas totaliza 4x18, ou seja, 72 portas de switch de rede local.
  7. 7. O tamanho de um domínio de colisão é determinado pelo número de hosts fisicamente conectados a qualquer porta no switch. Isso também afeta a largura de banda disponível para qualquer host. A situação ideal é apenas um host conectado a uma porta do switch de rede local. O domínio de colisão consistiria somente no host de origem e o host de destino. O tamanho do domínio de colisão seria dois. Devido ao tamanho diminuto desse domínio de colisão, deveria haver virtualmente nenhuma colisão quando dois hosts se comunicam entre si. Outra maneira de implementar a comutação de uma rede local é instalar hubs de rede local compartilhados nas portas do(s) switch(es). Isso permite que vários hosts façam a conexão a uma só porta de switch. Todos os hosts conectados ao hub de rede local compartilham o mesmo domínio de colisão e a mesma largura de banda. Isso significa que ocorrerão colisões com mais freqüência.
  8. 8. Tamanho do domínio de colisão
  9. 9. Domínios de colisão do switch camada 2
  10. 10. Os hubs de meios físicos compartilhados são geralmente usados no ambiente de um switch de rede local para criar mais pontos de conexão na extremidade dos lances de cabos horizontais.
  11. 11. Switch da camada 2 com Hub
  12. 12. Os hubs de meios físicos compartilhados são geralmente usados no ambiente de um switch de rede local para criar mais pontos de conexão na extremidade dos lances de cabos horizontais. Essa solução é aceitável mas é preciso ter cuidado. Os domínios de colisão devem ser mantidos pequenos e a largura de banda para o host precisa ser providenciada de acordo com as especificações coletadas na fase de levantamento de requisitos do processo de projeto da rede.

×