Obreiros da vida eterna

681 visualizações

Publicada em

0 comentários
1 gostou
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
681
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
2
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
0
Comentários
0
Gostaram
1
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Obreiros da vida eterna

  1. 1. Ditado pelo espírito André Luiz
  2. 2. O homem moderno, pesquisadorda estratosfera e do subsolo, esbarra, ante os pórticos do sepulcro, com a mesma aflição dos egípcios, dos gregos e dos romanos de épocas recuadas.
  3. 3. Os séculos que varreram civilizações e refundiram povos, não transformaram a misteriosa fisionomia da sepultura. Milenário ponto de interrogação, a morte continua ferindo sentimentos e torturando inteligências.
  4. 4. E em todas as escolas religiosas, aTeologia, representando as diretrizes de patriarcas veneráveis da fé, procura controlar o campo emotivo dos crentes, acomodando os interesses imediatistas da alma encarnada.
  5. 5. Para isso, criou regiões definidas,tentando padronizar as determinações de Deus pelos decretos dos reis medievais, lavrados à base de audaciosa ingenuidade.
  6. 6. Indubitavelmente, existem províncias de angústia punitiva e dor reparadora nas mais variadas dimensões do Universo...
  7. 7. ... No entanto, o serviço teológico tradicional e dogmático, nessesentido, não atende às exigências docérebro, nem aos anseios do coração.
  8. 8. Como transferir imediatamente para o inferno a mísera criatura que se emaranhou no mal por simples influência da ignorância?
  9. 9. Dentro das mesmas razões, comopromover ao céu, em caráter definitivo o discípulo do bem que apenas se iniciou na prática da virtude?
  10. 10. Como haver-se no paraíso, o pai carinhoso cujos filhos fossem entregues a Satã?
  11. 11. Que alegria se reserva à esposa dedicadae fiel, que tem o esposo nas chamas consumidoras do inferno ?
  12. 12. Como justificar um inferno onde asalmas gemessem distante de qualquer esperança?
  13. 13. ...Quando na esfera terrestre, sob limitações de vária ordem, há caminhos para todas as formas e todos os seres?
  14. 14. ...onde ao influxo renovador doEvangelho de Jesus Cristo, existem grandes escolas de regeneração e curas psíquica?
  15. 15. ...como admitir um céu, onde o egoísmo recebesse consagração absoluta, sem nenhuma compaixão pelos que caíram em ingênuas armadilhas?
  16. 16. São interrogações oportunas para os teólogos sinceros da atualidade.O Espiritismo começou o inapreciável trabalho de positivar a continuação da vida além da morte, fenômeno natural do caminho de ascensão.
  17. 17. A morte não extingue a colaboraçãoamiga, o amparo múltuo, a intercessão confortadora, o serviço evolutivo.As dimensões vibratórias do Universo são infinitas, como infinitos são os mundos que povoam a Imensidade.
  18. 18. Ninguém morre!O aperfeiçoamento prossegue em toda parte. A vida renova, purifica e eleva os quadros múltiplos de seus servidores, conduzindo-os, vitoriosa e bela, à União Suprema com a Divindade.
  19. 19. Allan Kardec, o inesquecível codificador, refere-se váriasvezes, em sua obra,à erraticidade, onde estaciona considerávelnúmero de criaturas humanas desencarnadas.
  20. 20. Transferir-se alguém da esfera carnal para a erraticidade não significa ausentar-se da iniciativa ou da responsabilidade, nem vaguear em turbilhão aéreo, sem diretivas essenciais.
  21. 21. Como acontece aos que chegam à Crosta da Terra, os que saem dela encontram igualmente sociedades e instituições, templos e lares, onde o progresso continua para o alto.
  22. 22. Obreiros da Vida Eterna Emmanuel
  23. 23. André LuizEditoração: Antonio Carlos Taua

×