Alerta colocado na porta de um espaço  terapêutico...    Muitas vezes : “ Feliz aquele que transfere o que sabe e aprende ...
<ul><li>O resfriado  escorre quando o corpo não chora. </li></ul>
<ul><li>  A dor de garganta entope  quando não é  possível comunicar as aflições.   </li></ul>
O estô mago arde  quando as raivas não conseguem sair.  
<ul><li>O diabetes invade  quando a solidão dói. </li></ul>
O corpo engorda  quando a insatisfação aperta.
<ul><li>  A dor de cabeça deprime  quando as dúvidas aumentam.   </li></ul>
O coração desiste  quando o sentido da vida parece terminar.  
A alergia aparece  quando o perfeccionismo fica intolerável.  
As unhas quebram  quando as defesas ficam ameaçadas.  
O peito aperta  quando o orgulho escraviza.  
A pressão sobe  quando o medo aprisiona.  
As neuroses paralisam  quando a “criança interna” tiraniza.  
A febre esquenta  quando as defesas detonam as fronteiras da imunidade.  
E as tuas dores caladas ? Como elas falam no teu corpo ?  
Mas cuidado....escolha o que falar, com quem, onde, quando e como...  
Mas tudo depende, principalmente, do nosso esforço pessoal para fazer acontecer as mudanças na nossa vida!    Escolha algu...
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

O corpo fala

398 visualizações

Publicada em

0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
398
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
5
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
6
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

O corpo fala

  1. 1. Alerta colocado na porta de um espaço  terapêutico...    Muitas vezes : “ Feliz aquele que transfere o que sabe e aprende o que ensina!” (Cora Coralina)
  2. 2. <ul><li>O resfriado escorre quando o corpo não chora. </li></ul>
  3. 3. <ul><li>  A dor de garganta entope quando não é  possível comunicar as aflições.   </li></ul>
  4. 4. O estô mago arde quando as raivas não conseguem sair.  
  5. 5. <ul><li>O diabetes invade quando a solidão dói. </li></ul>
  6. 6. O corpo engorda quando a insatisfação aperta.
  7. 7. <ul><li>  A dor de cabeça deprime quando as dúvidas aumentam.   </li></ul>
  8. 8. O coração desiste quando o sentido da vida parece terminar.  
  9. 9. A alergia aparece quando o perfeccionismo fica intolerável.  
  10. 10. As unhas quebram quando as defesas ficam ameaçadas.  
  11. 11. O peito aperta quando o orgulho escraviza.  
  12. 12. A pressão sobe quando o medo aprisiona.  
  13. 13. As neuroses paralisam quando a “criança interna” tiraniza.  
  14. 14. A febre esquenta quando as defesas detonam as fronteiras da imunidade.  
  15. 15. E as tuas dores caladas ? Como elas falam no teu corpo ?  
  16. 16. Mas cuidado....escolha o que falar, com quem, onde, quando e como...  
  17. 17. Mas tudo depende, principalmente, do nosso esforço pessoal para fazer acontecer as mudanças na nossa vida!   Escolha alguém que possa te ajudar a organizar as idéias, harmonizar as sensações  e recuperar a alegria.

×