Cidades fantasma

384 visualizações

Publicada em

0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
384
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
4
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
2
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Cidades fantasma

  1. 1. Cidades Fantasmas COM AUDIO CLIQUE
  2. 2. Gunkanjima Hashima Island, é uma entre as 505 ilhas desabitadas da cidade de Nagasaki, Japão. A ilha foi povoada entre 1887-1974, ela funcionava como uma instalação de mineração de carvão. A Mitsubishi comprou a ilha em 1890 e iniciou o projeto, cujo objetivo era extrair o carvão do fundo do mar. Eles construíram grandes edifícios na ilha, e vários blocos de apartamentos em 1916 para acomodar os trabalhadores, muitos dos quais, foram recrutados de outras partes da Ásia. E para proteger a cidade contra a destruição de tufões, foi construído, um muro de concreto em volta de toda a ilha. Como o petróleo substituiu o carvão no Japão na década de 1960, as minas de carvão começaram a fechar por todo o país. A Mitsubishi anunciou oficialmente o fechamento da mina, em 1974, e hoje ela está vazia e nua, razão pela qual ela é chamada de a 'Ilha dos espíritos'.
  3. 6. Humberstone Humberstone no Chile foi uma cidade que cresceu rapidamente entre os anos 20 e o início dos anos 40 do século XX, aproveitando a riqueza e a prosperidade advinda da mineração e do processamento de nitrato de potássio, também conhecido como salitre. Quando o salitre sintético foi inventado a cidade entrou em declínio e sua população começou a diminuir até que em 1961 ela ficou completamente vazia. Desde então, as areias do deserto foram entrando pelos edifícios que sobraram, que ainda possuem mobília e utensílios. A cidade foi considerada Patrimônio Mundial e será preservada como um monumento histórico.
  4. 10. Oradour-sur-Glane A pequena cidade de Oradour-sur-Glane na França é o palco de um indizível horror. Durante a II Guerra Mundial, 624 moradores foram massacrados pelos soldados alemães como punição pela resistência francesa. Os homens foram levados para silos e feridos com tiros nas pernas, pois assim eles morreriam mais devagar. As mulheres e as crianças, que buscaram abrigo numa igreja, foram todas mortas quando tentaram escapar de lá. Após essas atrocidades os alemães arrasaram a aldeia e as ruínas permanecem como um memorial a essas mortes.
  5. 14. Agdam A sinistra cidade de Agdam, no Azerbaijão, já foi uma próspera cidade de 150.000 habitantes. Isso perdeu-se em 1993 durante a guerra Nagorno Karabakh, e ainda que a cidade não tenha participado dos combates, ela foi vítima do vandalismo enquanto esteve ocupada por armenios. Os edifícios estão destruídos e vazios, e somente a mesquita coberta de grafite permanece intacta. Os moradores de Agdam foram removidos para outras áreas de Azerbaijam e também para o Irã.
  6. 18. Balestrino Balestrino, na Itália, é uma cidade medieval localizada numa estonteante colina a 70 km de Genova. Tendo sido propriedade da abadia beneditina de San Pietro dei Monti, Balestrino começou a perder sua população no final do século 19 quando os terremotos abriram fendas na região e estragaram muitas propriedades. Em 1953 a cidade foi abandonada devido a sua “instabilidade geológica”. A parte da cidade que permaneceu entocada desde essa época está sendo atualmente objeto de um plano de revitalização.
  7. 22. Prypiat A cidade de Prypiat,na Ucrania. Junto à Prypiat fica a central nuclear de Chernobyl, lugar onde ocorreu o maior acidente nuclear da história (em Abril de 1986). A cidade em si e os arredores não são seguros como lugar de habitação para os próximos séculos.
  8. 26. Centralia Com carvão mineral em abundância, a atividade na mina era a principal fonte de renda da cidade. Até que em algum dia de 1962 um acidente em uma mina de carvão causou um enorme incêndio. O fogo se espalhou pela mina, que se estendia por quase todo o subsolo da cidade, liberando gases tóxicos por toda a cidade. Em 1992 o estado da Pensilvânia clamou Domínio Eminente em todas as residências, condenando todas as casas e prédios da cidade. Após os habitantes, o governo também abandonou o projeto de controle do incêndio da cidade, tendo em vista o seu altíssimo custo. Devido à grande quantidade de carvão mineral, o fogo continua queimando o subsolo da cidade até os dias de hoje, mais de 40 anos após o início.
  9. 30. Kolmanskop No ano de 1908, atraídos pela caçada ao diamante, os alemães fundaram uma mina na deserta região da Namíbia e fundaram a pequena cidade de Kolmanskop. A prosperidade da mina fez com que a cidade fosse crescendo em tamanho. Porém depois da Grande Guerra os diamantes começaram a ficar escassos e os alemães fizeram suas malas.
  10. 33. K

×