SBSC 2012

827 visualizações

Publicada em

Keynote da SBSC 2012

Publicada em: Educação
0 comentários
2 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
827
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
23
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
0
Comentários
0
Gostaram
2
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide
  • Redes sociais = grupos de pessoas, representaçòes de nós e conexões. Modo estrutural de perceber conexões sociais. Nós ou nodos = atores, indivíduos ou grupos. Conexões = laços e conexões entre os atores
  • Cada laço fraco é uma “ ponte ”
  • Benefícios públicos e privados: Bens privados parecem ser a principal motivação – ações individuais são guiadas pela busca de benefícios escassos Bens públicos como efeito das práticas de competição pelo capital social
  • SBSC 2012

    1. 1. Redes Sociais Online,Capital Social e Cooperação Raquel Recuero raquel@raquelrecuero.com PPGL/UCPel
    2. 2. Redes sociais são representações degrupos de pessoas que permitem que sevisualize como esses grupos são
    3. 3. Rede Sociais Online são o que?Rede Sociais Online são o que? • Uma rede social é constituída de um grupo de atores (pessoas, instituições ou grupos; os nós da rede) e suas conexões (interações ou laços sociais).
    4. 4. A Revolução está nas Redes Sociais OnlineA Revolução está nas Redes Sociais Online
    5. 5. Sites de Rede Social impactaramprofundamente as redes sociais
    6. 6. Redes Sociais na Internet Redes Sociais na Internet• Atores – perfis e representações do indivíduo• Conexões: – Associativas (adicionar amigos) – Emergentes (conversar com amigos) Recuero e Zago, 2009; Huberman, Romero & Wu, 2009.
    7. 7. SEIS GRAUS DE SEPARAÇÃO MILGRAM (1967) GRANOVETTER (1973) Hiperconexão das Redes Sociais Hiperconexão das Redes Sociais3,74 graus de ? ? ?separaçãoBACKSTROMet al (2012)
    8. 8. Mais complexasMais complexas (Adamic e Adar) (Adamic e Adar) Permanência Permanência (Boyd) (Boyd) Mais Mais Mais Mais clusterizadas clusterizadas homogêneas homogêneas Difundem Difundem Capital Social Capital Social informações informações (Ellison, Steinfiel e (Ellison, Steinfiel e (Adamic) (Adamic) Lampe) Lampe)
    9. 9. CAPITALSOCIAL ser obtidos pelos É um conceito metafórico que se refereaos valores que podem indivíduos ao fazer parte de uma rede social.
    10. 10. Bem público – Apenas pode ser utilizado de Bem público – Apenas pode ser utilizado de forma coletiva pelos atores na rede (Putnam). forma coletiva pelos atores na rede (Putnam). CAPITAL SOCIALBem privado – Pode ser apropriado pelos atoresBem privado – Pode ser apropriado pelos atores individualmente (Coleman, Bourdieu, Lin etc.) individualmente (Coleman, Bourdieu, Lin etc.)
    11. 11. Sites de Rede Social possuem valoresSites de Rede Social possuem valoresespecíficos gerados pela apropriaçãoespecíficos gerados pela apropriação
    12. 12. A COOPERAÇÃO pode emergirA COOPERAÇÃO pode emergir dos laços fortes. dos laços fortes.
    13. 13. Tópicos Artificiais Tópicos Artificiais (Recuero e Araújo, 2012) (Recuero e Araújo, 2012) Atores unem-se e Atores unem-se ecooperam para tornar cooperam para tornaruma mensagem visíveluma mensagem visível
    14. 14. Tópicos Orgânicos Tópicos Orgânicos (Recuero e Araújo, 2012) (Recuero e Araújo, 2012)Tópicos que emergem dasTópicos que emergem das discussões orgânicas na discussões orgânicas na rede. rede.
    15. 15. r = -0,522
    16. 16. Dilma, #vetatudo.
    17. 17. #dilmavetatudo#dilmavetatudo
    18. 18. Estratégias de Estratégias de Cooperação Cooperação Geradas através dos Geradas através dos laços mais fortes laços mais fortes #CompreiMagazineLuizanaoentregou #CompreiMagazineLuizanaoentregouIdentificaçã Conexões Recuero, Amaral e Monteiro, 2012o Emergentes
    19. 19. A COOPERAÇÃO pode, entretanto,A COOPERAÇÃO pode, entretanto,também emergir dos laços fracos.também emergir dos laços fracos.
    20. 20. Por que as pessoas retuítam?RTs criam benefíciosRTs criam benefícios Visibilidade Visibilidade privados privados Popularidade PopularidadeAmbiente CompetitivoAmbiente Competitivo Credibilidade Credibilidade O acesso a informação é um efeito da O acesso a informação é um efeito da competição pelo capital social competição pelo capital social Reputação Reputação Recuero e Araújo, 2011
    21. 21. CASO MINISTÉRIO DA SAÚDE• De 14 a 17 de janeiro de 2011, o link foi repassado 539 vezes, por 453 nós Figure : Rede de menções Figura : Rede de seguidores Recuero e Zago, 2009
    22. 22. As práticas cooperativas e colaborativas sãoAs práticas cooperativas e colaborativas são ativadas pelo capital QUE Aconstruído nas ativadas pelo DIZER social construído nas PODEMOS capital social CMC É CONVERSAÇÃO? conexões conexões
    23. 23. As pessoas a quem nós estamosconectados influenciam nosso modo de ver e compreender o mundo. Redes sociais online alteraram osmodos de conexão entre as pessoas.
    24. 24. Crescimento da visibilidade (Interações) e do número de fãs do candidatoJurandir Silva no Facebook em Pelotas/RS(http://www.monitordaseleicoes.org)
    25. 25. Redes Sociais online – Novas formas de construir, Redes Sociais online – Novas formas de construir,acessar, negociar e compreender o capital social.acessar, negociar e compreender o capital social.
    26. 26. Obrigada! Raquel Recuero Raquel Recueroraquel@pontomidia.com.br raquel@pontomidia.com.br www.raquelrecuero.com www.raquelrecuero.com

    ×