Open Space - Mídias sociais e comunicação digital

499 visualizações

Publicada em

Apresentação usada no 2ª encontro da 2ª Edição do Grupo de Estudos de Comunicação Digital e Mídias Sociais (Lhama Knowledge), promovido pela agência Lhama.me,

Publicada em: Educação
0 comentários
3 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
499
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
2
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
4
Comentários
0
Gostaram
3
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Open Space - Mídias sociais e comunicação digital

  1. 1. PROJETO LHAMA KNOWLEDGE Apoio GRUPOS DE ESTUDOS MÍDIAS SOCIAIS E COMUNICAÇÃO DIGITAL Idealização
  2. 2. - os participantes propõem e se responsabilizam pelos temas a serem discutidos e aprofundados, - todos criam a agenda do evento de forma colaborativa - exercita a capacidade de auto-organização inerente a qualquer sistema vivo (neste caso, o grupo de pessoas) - cria uma migração dos participantes da posição de expectadores para protagonistas do processo. - pode ser usado para o planejamento de ações, resolver conflitos, gerar novas idéias… OPEN SPACE
  3. 3. Modelo CAÓRDICO Conceito foi criado por Dee Hock, fundador e primeiro CEO da Visa Internacional e foi o princípio por trás do crescimento da maior rede de cartões de crédito do mundo.
  4. 4. Ordem-Controle: Essa intersecção é comum nos atuais sistemas sociais, com freqüente extrapolação para o controle . Em tempos de estabilidade, é um caminho seguro para se seguir, oferecendo previsibilidade e “mais do mesmo”. Ótima opção para se manter o status-quo, porém, na presença de incerteza e necessidade de inovação, o apego cego a esse caminho pode ser extremamente ineficiente e gerar frustração, paralisando a criação. Caos-Ordem, o Caórdico: O princípio de organização fundamental da natureza e da evolução. Quando há caos e ordem simultaneamente, na medida certa, a auto-organização ocorre. Os sentimentos que encontramos no caminho caórdico freqüentemente são a ansiedade, o medo e a insegurança, tanto pessoalmente quanto em grupos. Quando reconhecemos estes sentimentos como nossos amigos (permitindo que continuemos nesse caminho) impressionantes e imprevisíveis resultados surgem espontaneamente internamente e na interação coletiva. A alegria da descoberta e da criação é uma conseqüência natural quando temos a coragem de atravessar o caórdico. A transição do controle para o caórdico é o movimento iminente da nossa cultura global atual. Fonte: Co Criar
  5. 5. Chamos: O extremo do agressivo do caos, dominado pelo ambiente destrutivo e o desmantelamento das estruturas e da organização. Caos: O espaço criativo da incerteza, onde acontecimentos espontâneos, o improviso e o imprevisível ocorrem. Excelente lugar para o surgimento do novo, porém a falta de pragmatismo impede que haja continuidade e concretização de ações e planos, tornando difícil a estabilidade de formas. Ordem: O espaço regular da previsibilidade, onde os padrões se repetem. Ótimo para ações práticas, mas o excesso de rigidez pode podar a imaginação e impedir a fertilidade. Controle: O extremo dominador da ordem, no qual a imposição forçada de conceitos e vontades pré-determinadas paralisa toda a inovação. O espaço mecanizado resultante sufoca a vida. O controle é o paradigma dominante na sociedade atual. Fonte: Co Criar
  6. 6. OPEN SPACE Lei dos dois pés “Se você está em um lugar onde não esteja nem contribuindo, nem aprendendo, use os seus dois pés e vá para outro lugar.” + 4 princípios Quem quer que venha, são as pessoas certas. Quando começar é a hora certa. O que quer aconteça é a única coisa que poderia ter acontecido. Quando acabar, acabou. Referências: Harrison Owen, Open Space Technology (livro) – Open Space World (http://www.openspaceworld.org/)
  7. 7. Para fluir: - Trabalhamos com situações reais - Criamos o sincero desejo de aproveitar a diversidade de pessoas e opiniões - Desejo de abandonar hierarquias e criar dinâmica colaborativa - Fale com intenção, sentindo o que tem relevância para o coletivo no momento. - Ouça com atenção e curiosidade, respeitando o processo de todos. - Cuide do bem-estar do grupo onde está, permanecendo alerta ao impacto das suas contribuições.
  8. 8. Conversação Inovação Colaboração Com nosso jeito de fazer eventos, o legado é construído a partir da inteligência coletiva. Trazemos recursos do design thinking e de várias outas fontes para criar dinâmicas produtivas e impactantes Metodologias de conversação permitem a criação de um ambiente propício para a comunicação horizontal e integração dos participantes Qual o DNA dos eventos da Lhama.me?
  9. 9. MAIS SOBRE A FACILITADORA Raquel Camargo é mestre pelo Programa de Pós-Graduação em Estudos de Linguagens, vinculado à área de Letras, Linguística e Artes, na linha de pesquisa Literatura, Cultura e Tecnologia, do CEFET/MG (2011) . Fundadora da Lhama.me Bacharel em Comunicação Social - Habilitação em Jornalismo. Estuda as relações entre a produção e a reapropriação de conteúdo nas redes sociais e suas relações mercadológicas, interacionais e científicas. Pesquisa de mestrado: Citação e Atribuição de Autoria no Twitter: Um Estudo com Base na Literatura no Microblog @raquelcamargo www.raquelcamargo.com
  10. 10. Fortalecendo o ecossistema de mídias sociais
  11. 11. ESTUDOS PRÁTICOS E TEÓRICOS Sábados Temas 02/05/2015 Tecnologias emergentes e gamification. Convidado: Ronaldo Gazel 16/05/2015 Agenda colaborativa. Precificação? Linguagens? Você define a pauta do nosso Open Space. (local a confirmar) 06/06/2015 Teoria e academia | Estudos do escritor holandês Van Dijk e da estrutura global da notícia factual na web – (Camila Gonzaga- Pontes, Mestre em Estudos de Linguagens) 27/06/2015 Cases do grupo + conversas de mercado
  12. 12. O que é Pecha Kucha? Pecha Kucha é um formato de apresentação em que o conteúdo pode ser fácil, eficiente e informalmente mostrado, geralmente em um evento público projectado para essa finalidade. 20 slides 20 segundos 6 minutos e 40 segundos
  13. 13. Qual será a dinâmica? Você vai escolher 1 palavra do ‘Banco de Insights’. A palavra para apresentação do próximo encontro será sorteada Esfera conversional Biopoder Capital Social Hipermídia e transmídia CiberCultura Creative Commons Letramento digital Comunicação ubíqua Mobilidade Pirâmide de Maslow Cultura P2P Biocognição da Comunicação Inclusão digital Remarketing Sociedade da informação Mídias cívicas Cibercidade Imaginário cultural Mídia Locativa Antropologia e redes sociais Netnografia Wikileaks Mídias locativas e vigilância Empoderamento social e novas mídias Cibergames Cibernarrativas Cypherpunks Identidade nas redes sociais Piérre Lévy Websemântica Julian Assange Impacto das novas mídias no mundo árabe Villém Flusser Mikhail Bakhtin - filosofia do diálogo Serious games Redes sociais x Mídias sociais Inteligência coletiva Memes e epidemias Modernidade líquida Origem das mídias sociais Análise de discurso A Morte do Autor Storytelling André Lemos Raquel Recuero
  14. 14. Seja super bem vindo(a) Vai começar!
  15. 15. Se quiser, fale com a gente Raquel@lhama.me contato@lhama.me

×