Climas do brasil

2.337 visualizações

Publicada em

0 comentários
3 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
2.337
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
1
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
95
Comentários
0
Gostaram
3
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Climas do brasil

  1. 1. GEO/Terceirão/Profa. Raquel P. R. de Avila
  2. 2. <ul><li>O Brasil tem 92% de suas terras encaixadas entre os trópicos de Câncer e de Capricórnio, é um país eminentemente tropical. </li></ul><ul><li>As temperaturas médias estão entre os 20ºC e os 28ºC, sem os rigores e as amplitudes térmicas que ocorrem em tantos outros países, alguns dos quais com maior extensão territorial, mas dotados de limitações que não conhecemos como os desertos, as geleiras, os invernos prolongados com temperaturas diárias abaixo de zero graus. </li></ul>
  3. 3. <ul><li>Quanto ao Brasil, temos cerca de 4.300km de norte a sul e 92% do nosso território entre os trópicos de Câncer e de Capricórnio, dados que nos conferem predominância de temperaturas elevadas com pequenas amplitudes térmicas. </li></ul><ul><li>A amplitude térmica será maior quanto maior a latitude (distância da linha do Equador) e quanto maior a continentalidade (distância dos efeitos benéficos das grandes massas de água como os oceanos). </li></ul>
  4. 4. <ul><li>Apenas 0,5% do seu território acima de 1200 metros e que 80% do território está entre 0 e 500 metros acima do nível do mar, do que se conclui que temos vocação para temperaturas elevadas, além de facilitar o deslocamento de várias massas de ar que atuam no nosso clima </li></ul>
  5. 5. <ul><li>O Brasil tem uma grande extensão territorial no sentido leste/oeste, são mais de 4.300km. Devido a esse fator os climas das regiões interiores apresentam maiores amplitudes térmicas diárias e menores índices pluviométricos anuais (continentalidade). </li></ul><ul><li>Na faixa litorânea, a presença de correntes oceânicas quentes acentua ainda mais a estabilidade das amplitudes térmicas tanto diárias quanto anuais e justificam, em parte, a maior pluviosidade anual (maritimidade). </li></ul>
  6. 6. Observe a influência da altitude nas temperaturas Veja a influência da latitude nas temperaturas
  7. 12. CLIMA EQUATORIAL Clima quente e úmido, com temperaturas médias mensais em torno dos 25 graus, amplitudes térmicas inferiores a 3 graus, não apresenta estação seca, as chuvas são regularmente distribuídas o ano todo, os índices pluviométricos anuais estão entre 2000mm e 2500 mm.
  8. 13. CLIMA TROPICAL Clima quente com temperaturas médias superiores a 20 graus, amplitudes térmicas em torno de 5 graus. Apresenta duas estações bem definidas: uma chuvosa (verão) e outra seca (inverno). Os índices pluviométricos estão por volta dos 1500mm/ano.
  9. 14. CLIMA TROPICAL DE ALTITUDE. Clima tropical, com regime de chuvas concentradas no verão e secas no inverno. As temperaturas são amenas para a latitude, em função das maiores altitudes; as temperaturas situam-se entre 18º e 22ºC. Os índices pluviométricos estarão em torno dos 1500mm/ano.
  10. 15. CLIMA SEMI-ÁRIDO Encontrado no sertão do Nordeste brasileiro e no norte de Minas Gerais. Apresenta médias térmicas superiores a 24ºC e amplitudes baixas. As precipitações ficam entre 250e 700 mm/ano. Além de escassas, as chuvas estão mal distribuídas no tempo e no espaço.
  11. 16. CLIMA SUBTROPICAL Apresenta as menores médias de temperatura, entre 12º e 18ºC. As amplitudes térmicas podem superar 10ºC. O inverno é marcante no planalto Meridional (maior altitude), com ocorrência de geada e eventuais nevascas. A pluviosidade em torno de 1500 mm/ano a 2000mm/ano. As chuvas se distribuem de forma regular o ano todo.
  12. 17. TROPICAL ÚMIDO Na faixa litorânea do país, do nordeste oriental até o Sudeste do país encontramos, nas áreas de planície litorânea e na encosta do Planalto Atlântico, um clima marcado pelo alto índice pluviométrico e pelas elevadas temperaturas médias anuais. As altas precipitações estão ligadas principalmente ao mecanismo das chuvas orográficas.

×