População brasileira e mundial Aula do dia 10/05/2011
<ul><li>O crescimento da população mundial até 1830 foi  muito lento . Havia  alta taxa de  natalidade , mas a taxa de  mo...
Ano População estimada 1 D.C 250 Milhões 1830 1 bilhão 1927 2 bilhões 1960 3 bilhões 1974 4 bilhões 1987 5 bilhões 1999 6 ...
<ul><li>Umas das grandes questões apontam para o  limite racional da expansão humana . </li></ul><ul><li>Ecologistas afirm...
<ul><li>Censo : é o método utilizado para calcular o número da população de um determinado lugar. </li></ul><ul><li>Popula...
<ul><li>Em 1872 quando foi realizado uma contagem da população brasileira, descobriu-se que mal somávamos  10 milhões de h...
 
País Habitantes 2007 China  1.321.852.000 Índia 1.129.866.673  EUA 301.139.947  Indonésia 234.693.997  Brasil 190.010.647 ...
Países Densidade demográfica Mônaco 16.410 hab./km² Cingapura 6396 hab./km² Malta 1267 hab./km² Maldivas 1006 hab.km² Bang...
<ul><li>Ao analisar a distribuição geográfica da população mundial, percebe-se que existem áreas de  grandes concentrações...
 
 
<ul><li>As áreas favoráveis a fixação humana são chamadas de  ecúmenas  e as desfavoráveis são conhecidas como  anecúmenas...
<ul><li>Apresenta uma distribuição  muito desigual  da população pelo território, pois há uma  forte concentração  da popu...
 
<ul><li>No Rio de Janeiro a densidade demográfica passa dos 328 hab./km², contudo em algumas áreas da Amazônia Ocidental, ...
 
A
<ul><li>Representa o  número médio de filhos por mulher  em idade fértil. </li></ul><ul><li>Os países  desenvolvidos  pass...
Ano Número de filhos  1950 6,2 1960 6,3 1970 5,8 1980 4,4 1991 2,9 2000 2,4
 
 
<ul><li>A taxa de fecundidade está  caindo progressivamente . O número de filhos por mulher encontra-se atualmente em torn...
 
D
<ul><li>Trata-se da  distribuição da população  por idade, tradicionalmente dividida em três faixas:  jovens , adultos  e ...
1980 1991 2002 Jovens  (0 a 19 anos) 48,5% 46,62% 38,84% Adultos  (20 a 59 anos) 45% 46,79% 52,06% Idosos  (acima de 60 an...
<ul><li>Desde a década de 90, o  perfil etário  da população brasileira tem apresentado  significativas mudanças . </li></...
<ul><li>Trata-se da representação gráfica da  composição de uma população , segundo o  sexo  e a  idade . </li></ul><ul><l...
 
 
<ul><li>A base larga de uma pirâmide indica um grande número de  jovens  devido à alta natalidade. </li></ul><ul><li>Ápice...
 
B
<ul><li>O crescimento da população despertou preocupação no mundo científico e nos economistas. Idéias e debates surgiram ...
 
Sexo 1980 2000 2002 Masculino 49,7% 49,2% 48,7% Feminino 50,3% 50,8% 51,3%
<ul><li>O Brasil como a maior parte dos países ocidentais, apresenta um  ligeiro predomínio  de população feminina. </li><...
<ul><li>Três grupos básicos deram origem à população brasileira: o  indígena  de provável origem asiática, o  branco  prin...
1950 1980 1996 2002 Branca 61,7% 54,8% 55,3% 53,06% Parda 26,5% 38,5% 39,3% 40,38% Negra 11% 5,9% 4,9% 5,64% Amarela 0,6% ...
<ul><li>Apesar da  enorme diversidade  de grupos, culturas e religiões que compõem a população brasileira, alguns grupos s...
<ul><li>Além dos grupos principais, o Brasil foi destino de  correntes migratórias menores . </li></ul><ul><li>Podemos des...
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Aula 3 u 10.05.11

1.677 visualizações

Publicada em

0 comentários
1 gostou
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
1.677
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
2
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
89
Comentários
0
Gostaram
1
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Aula 3 u 10.05.11

  1. 1. População brasileira e mundial Aula do dia 10/05/2011
  2. 2. <ul><li>O crescimento da população mundial até 1830 foi muito lento . Havia alta taxa de natalidade , mas a taxa de mortalidade também era alta, mantendo-se um equilíbrio . </li></ul><ul><li>A partir dessa data a população cresceu rapidamente , graças a avanços na medicina, saúde pública e maior oferta de alimentos. </li></ul>
  3. 3. Ano População estimada 1 D.C 250 Milhões 1830 1 bilhão 1927 2 bilhões 1960 3 bilhões 1974 4 bilhões 1987 5 bilhões 1999 6 bilhões Atualmente a população estimada é de 6,5 bilhões
  4. 4. <ul><li>Umas das grandes questões apontam para o limite racional da expansão humana . </li></ul><ul><li>Ecologistas afirmam que o planeta teria que ser 50% maior para sobreviver ao atual nível de exploração . </li></ul><ul><li>Alguns demógrafos indicam que a população mundial pode crescer até o número de 18 bilhões de almas . </li></ul>
  5. 5. <ul><li>Censo : é o método utilizado para calcular o número da população de um determinado lugar. </li></ul><ul><li>População absoluta : é o número total, real da população de um determinado lugar. </li></ul><ul><li>População relativa ou densidade demográfica : é obtida dividindo-se a população absoluta pela área de um determinado lugar. </li></ul><ul><li>Populoso : é uma determinada área que apresenta grande população. </li></ul><ul><li>Povoado : é uma determinada área que apresenta alta densidade demográfica. </li></ul>
  6. 6. <ul><li>Em 1872 quando foi realizado uma contagem da população brasileira, descobriu-se que mal somávamos 10 milhões de habitantes em todo o território nacional. </li></ul><ul><li>Quase 140 anos depois, atingimos a marca de 190 milhões de habitantes.Tornamo-nos um dos países mais populosos do mundo. </li></ul><ul><li>Contudo, devemos lembrar que apesar do Brasil ser um país populoso, é também um país de baixa densidade demográfica : em torno de 22 hab./km². </li></ul>
  7. 8. País Habitantes 2007 China 1.321.852.000 Índia 1.129.866.673 EUA 301.139.947 Indonésia 234.693.997 Brasil 190.010.647 Paquistão 164.741.924
  8. 9. Países Densidade demográfica Mônaco 16.410 hab./km² Cingapura 6396 hab./km² Malta 1267 hab./km² Maldivas 1006 hab.km² Bangladesh 975 hab.km² Bahrein 884 hab.km²
  9. 10. <ul><li>Ao analisar a distribuição geográfica da população mundial, percebe-se que existem áreas de grandes concentrações humanas e outras de vazios demográficos . </li></ul><ul><li>Essa desigual distribuição está condicionada a três fatores principais, que favorecem ou dificultam a ocupação humana: os fatores naturais , históricos e econômicos . </li></ul>As margens dos grandes rios, a faixa litorânea e mais recentemente as grandes áreas urbanas industriais apresentam as maiores concentrações populacionais .
  10. 13. <ul><li>As áreas favoráveis a fixação humana são chamadas de ecúmenas e as desfavoráveis são conhecidas como anecúmenas . </li></ul><ul><li>Representam excelentes exemplos de áreas favoráveis as planícies do Mississipi e Chinesa, vales e deltas fluviais (Nilo, Ganges e Reno). </li></ul><ul><li>Entre as áreas anecúmenas destacamos como exemplos os desertos (Gobi e Saara), as regiões montanhosas (Himalaia, Andes e Rochosas) e densas florestas (Amazônica e Congo). </li></ul>
  11. 14. <ul><li>Apresenta uma distribuição muito desigual da população pelo território, pois há uma forte concentração da população na faixa litorânea, enquanto no interior do país vai se tornando gradualmente menor. </li></ul>A maior parte da população brasileira concentra-se em uma faixa de até 300 km do litoral.
  12. 16. <ul><li>No Rio de Janeiro a densidade demográfica passa dos 328 hab./km², contudo em algumas áreas da Amazônia Ocidental, a densidade não chega a 1 hab./km² . </li></ul><ul><li>Predomínio de população urbana (mais de 80%). </li></ul><ul><li>Existem grandes aglomerações urbanas também no interior do território, como Belo Horizonte, Goiânia e Brasília. </li></ul>
  13. 18. A
  14. 19. <ul><li>Representa o número médio de filhos por mulher em idade fértil. </li></ul><ul><li>Os países desenvolvidos passaram por um processo de queda da taxa de fecundidade no início do século XX, resultado direto da elevada urbanização . </li></ul>
  15. 20. Ano Número de filhos 1950 6,2 1960 6,3 1970 5,8 1980 4,4 1991 2,9 2000 2,4
  16. 23. <ul><li>A taxa de fecundidade está caindo progressivamente . O número de filhos por mulher encontra-se atualmente em torno de 1,8 . </li></ul><ul><li>Nos países desenvolvidos , a fecundidade está em torno de 1,6 filho por mulher , o que significa que eles estão abaixo da linha de reposição e com uma população que envelhece rapidamente . </li></ul><ul><li>Quanto mais urbanizada e desenvolvida uma sociedade menor a taxa de fecundidade; </li></ul>
  17. 25. D
  18. 26. <ul><li>Trata-se da distribuição da população por idade, tradicionalmente dividida em três faixas: jovens , adultos e idosos . </li></ul><ul><li>Significativa variação frente ao nível de desenvolvimento das sociedades. </li></ul>
  19. 27. 1980 1991 2002 Jovens (0 a 19 anos) 48,5% 46,62% 38,84% Adultos (20 a 59 anos) 45% 46,79% 52,06% Idosos (acima de 60 anos) 6,5% 6,58% 9,1%
  20. 28. <ul><li>Desde a década de 90, o perfil etário da população brasileira tem apresentado significativas mudanças . </li></ul><ul><li>Apresentamos atualmente um predomínio de população adulta , com redução do número de jovens. </li></ul><ul><li>Dentro de três décadas o Brasil vai estar entre os dez maiores em contingente de idosos . </li></ul>Os dados da estrutura etária de uma população são fundamentais para a elaboração da pirâmide etária .
  21. 29. <ul><li>Trata-se da representação gráfica da composição de uma população , segundo o sexo e a idade . </li></ul><ul><li>Na construção da pirâmide as mulheres são representadas do lado direito . </li></ul><ul><li>A escala vertical representa o grupo de idade (o a 100 anos) geralmente com intervalos de 5 em 5 anos. </li></ul><ul><li>Na escala horizontal encontramos os valores absolutos de população ou em porcentagens. </li></ul>A forma da pirâmide é reflexo direto das taxas de natalidade e de mortalidade de um país.
  22. 32. <ul><li>A base larga de uma pirâmide indica um grande número de jovens devido à alta natalidade. </li></ul><ul><li>Ápice estreito, indica o pequeno número de idosos e a baixa expectativa de vida. </li></ul><ul><li>As pirâmides podem ser divididas em três conjuntos básicos: pirâmides subdesenvolvidas, de transição e pirâmides de países desenvolvidos. </li></ul>Atualmente o Brasil apresenta uma pirâmide de transição graças ao processo de urbanização, custo de vida e uso de métodos contraceptivos.
  23. 34. B
  24. 35. <ul><li>O crescimento da população despertou preocupação no mundo científico e nos economistas. Idéias e debates surgiram para tentar solucionar o problema, criando-se diversas teorias, entre as quais destacamos: </li></ul><ul><li>Teoria Malthusiana : elaborada por Thomas Robert Malthus (1776-1834) que salientava que a população crescia em progressão geométrica enquanto a produção de alimentos crescia em progressão aritmética . </li></ul><ul><li>Teoria Neomalthusiana : destaca que o crescimento populacional levava a situação de pobreza e miséria. </li></ul><ul><li>Teoria Reformista : Também chamada de Marxista,afirma que as elevadas taxas de crescimento são conseqüência e não causa do subdesenvolvimento. </li></ul>
  25. 37. Sexo 1980 2000 2002 Masculino 49,7% 49,2% 48,7% Feminino 50,3% 50,8% 51,3%
  26. 38. <ul><li>O Brasil como a maior parte dos países ocidentais, apresenta um ligeiro predomínio de população feminina. </li></ul><ul><li>As diferenças são mais marcantes em estados com maiores movimentos migratórios. </li></ul><ul><li>Predomínio de população masculina em áreas de fronteira agrícola. </li></ul>No mundo podemos destacar o predomínio de população masculina , em algumas áreas rurais afastadas da China e algumas áreas do Oriente Médio.
  27. 39. <ul><li>Três grupos básicos deram origem à população brasileira: o indígena de provável origem asiática, o branco principalmente da área mediterrânea, germanos e eslavos, e o negro , principalmente os Bantos e Sudaneses. </li></ul><ul><li>A miscigenação da população ocorreu de forma intensa desde o período colonial. A tendência é o Brasil se tornar um país de pardos no futuro. </li></ul>No século XX, mais um grupo veio a integrar a população brasileira:o amarelo de origem asiática recente, principalmente os japoneses .
  28. 40. 1950 1980 1996 2002 Branca 61,7% 54,8% 55,3% 53,06% Parda 26,5% 38,5% 39,3% 40,38% Negra 11% 5,9% 4,9% 5,64% Amarela 0,6% 0,6% 0,5% 0,46% Indígena 1,8% 1,5% 1,3% 1,3%
  29. 41. <ul><li>Apesar da enorme diversidade de grupos, culturas e religiões que compõem a população brasileira, alguns grupos se destacam, recebendo o nome de períodos para esses grupos: </li></ul><ul><li>Período Alemão. </li></ul><ul><li>Período Ítalo-eslavo. </li></ul><ul><li>Período Italiano. </li></ul><ul><li>Período Japonês. </li></ul>O grupo dominante foi o português, com algo em torno de 32% do total de imigrantes, seguido pelos italianos com 30% do total.
  30. 42. <ul><li>Além dos grupos principais, o Brasil foi destino de correntes migratórias menores . </li></ul><ul><li>Podemos destacar a importância em determinadas áreas do território de grupos como os árabes, franceses, holandeses,etc. </li></ul><ul><li>Atualmente o Brasil se destaca pela saída de sua população em busca de melhores condições de vida. </li></ul><ul><li>Contudo, continuamos a receber imigrantes em menor escala, destacando-se indivíduos de países vizinhos da América do Sul, Africanos de língua portuguesa e orientais (principalmente chineses e coreanos). </li></ul>

×