Oficina WEB Design Lecom - PHP e MySQL

3.062 visualizações

Publicada em

Publicada em: Tecnologia
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
3.062
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
3
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
57
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Oficina WEB Design Lecom - PHP e MySQL

  1. 1. Um Projeto de e-marketing: Metodologia e Colaboração de Áreas
  2. 2. “ Oficina de Webdesign – Lecom ”
  3. 3. Índice Minicurso de PHP <ul><li>Modelo Relacional </li></ul><ul><li>O tal MySQL
  4. 4. Sintaxe SQL básica
  5. 5. Funções do PHP para interagir com o MySQL </li></ul>
  6. 6. “ Modelo Relacional ” 1 – 2 – 3 - 4
  7. 7. Modelo Relacional ? <ul><li>O modelo de banco de dados relacional foi introduzido no início da década de 70 por um pesquisador da IBM chamado E. F. Codd. Segundo seu modelo, um sistema gerenciador de banco de dados baseia-se no armazenamento de dados em tabelas e suas relações entre si.
  8. 8. A idéia é extremamente funcional: os dados correlatos devem estar contidos na mesma tabela e utilizamos relacionamentos entre tabelas para agruparmos dados menos correlatos. </li></ul>PHP + MySQL
  9. 9. Modelo Relacional <ul><li>Este modelo tende a imitar a forma do pensar humano. Intuitivamente agrupamos informações sobre coisas semelhantes.... e as relacionamos com outras.
  10. 10. Os relacionamentos baseiam-se em tipos específicos de campos na tabela. Estes tipos são as chaves primárias e as chaves estrangeiras. </li></ul>PHP + MySQL
  11. 11. Modelo Relacional <ul><li>Os relacionamentos entre tabelas de um sistema gerenciador de banco de dados é realizada através da interconexão dos campos-chaves (ou apenas chaves) das tabelas.
  12. 12. Uma chave em uma tabela fornece um meio rápido e eficaz do gerenciador de banco de dados localizar rapidamente informações específicas.
  13. 13. Apesar destas chaves não significarem informações válidas ao usuário do banco de dados, internamente ela é de vital importância e nela se baseia os relacionamentos. </li></ul>PHP + MySQL
  14. 14. Modelo Relacional <ul><li>Temos dois tipos de chaves: Primária e Estrangeira.
  15. 15. Chaves Primárias - São chaves que tem como função identificar um certo registro. Tem como característica ser não nula e única na tabela. Geralmente é utilizada com o nome de ID. Por exemplo, na tabela de transações, sua chave primária seria transacao_ID . </li></ul>PHP + MySQL
  16. 16. Modelo Relacional <ul><li>Chaves Estrangeiras - Tem como função apontar para um registro em outra tabela, criando uma relacionamento. Assim, seu conteúdo deve existir na tabela na qual ela aponta. Com isto é criado mecanismos de integridade de dados. Se o conteúdo da tabela na qual a chave estrangeira indica for deletado, ela também o será, não permitindo assim inconsistências no banco de dados. </li></ul>PHP + MySQL
  17. 17. Modelo Relacional <ul><li>Temos basicamente 2 tipos de relacionamentos: de um registro de uma tabela para um registro da outra tabela (um para um) e de um registro para vários registros (um para vários).
  18. 18. Um para um: Implementa uma relação estreita e de unicidade. Um registro na tabela A deve ter um registro na tabela B. Se houver um registro na tabela B deve existir um correspondente na tabela A.
  19. 19. Exemplo: Em uma aplicação de controle de pedidos em uma loja talvez exista um relacionamento entre a tabela pedido e a tabela transacao. Para cada pedido há uma transação e para cada transação há um pedido. </li></ul>PHP + MySQL
  20. 20. Modelo Relacional <ul><li>Um para vários: Um registro na tabela A pode estar relacionado à vários registros na tabela B, porém os vários registros na tabela B só podem estar relacionados a um registro na tabela A.
  21. 21. Exemplo: Na mesma aplicação anterior, um registro na tabela cliente pode estar relacionada à vários registros na tabela pedido. Porém cada pedido só pode estar relacionado a um cliente. </li></ul>PHP + MySQL
  22. 22. “ O tal MySQL ” 1 – 2 – 3 - 4
  23. 23. O tal MySQL <ul><li>O MySQL (pronuncia-se mai-esse-que-ele ) é um completo sistema de gerenciamento de bancos de dados relacional.
  24. 24. Tem como características mais marcantes a estabilidade e agilidade. </li></ul>PHP + MySQL
  25. 25. O tal MySQL <ul><li>Várias linguagens de programação têm interface com este, como o PHP, Java (JDBC), Perl, TCL/TK, Python, C/C++, etc, e ainda ODBC. Outro ponto forte é sua portabilidade. Exitem versões para os mais diversos sistemas operacionais como Linux, FreeBSD, OpenBSD, NetBSD, Solaris, Windows 95/98/NT/2000, HP-UX, AIX, etc. </li></ul>PHP + MySQL
  26. 26. “ Sintaxe SQL Básica ” 1 – 2 – 3 - 4
  27. 27. Sintaxe SQL Básica <ul><li>Linguagem de definição de dados (Data Definition Language - DDL) </li><ul><li>Inclui a sintaxe mais utilizada para definir, alterar e eliminar as tabelas do banco de dados.
  28. 28. Criação dos esquemas (estrutura das tabelas, definição de visões...), exclusão, criação de índices, modificação nos esquemas...
  29. 29. Lista das principais Sentenças:
  30. 30. CREATE (criar), ALTER (alterar) e DROP (apagar). </li></ul></ul>PHP + MySQL
  31. 31. Sintaxe SQL Básica <ul><li>Linguagem de consulta de dados (Data Query Language - DQL) </li><ul><li>Contém os componentes da linguagem e conceitos para a consulta e recuperação da informação armazenados em tabelas.
  32. 32. Sentença: </li><ul><li>SELECT (listar linhas). </li></ul></ul></ul>PHP + MySQL
  33. 33. Sintaxe SQL Básica <ul><li>Linguagem de manutenção de dados (Data Manipulation Language - DML) </li><ul><li>Contém os componentes da linguagem e conceitos para a manipulação da informação armazenados em tabelas.
  34. 34. Inserção, exclusão e alteração;
  35. 35. Incorporação em linguagens imperativas (ex.: pascal, ...)
  36. 36. Lista das principais Sentenças: </li><ul><li>INSERT (inserir dados), DELETE (apagar dados) e UPDATE (atualizar dados). </li></ul></ul></ul>PHP + MySQL
  37. 37. Sintaxe SQL Básica <ul><li>Operadores
  38. 38. Operadores lógicos: </li><ul><li>AND, OR </li></ul><li>Operadores de negação: </li><ul><li>NOT </li></ul><li>Operadores aritméticos: </li><ul><li>*, /, -, + </li></ul><li>Operadores de comparação: </li><ul><li>= (igualdade), != (diferença), <,>, =<,>= </li></ul></ul>PHP + MySQL
  39. 39. “ Funções do PHP para interagir com o MySQL ” 1 – 2 – 3 - 4
  40. 40. Funções do PHP para interagir com o MySQL <ul><li>mysql_connect – Abre a conexão com um banco de dados MySQL.
  41. 41. mysql_select_db – Seleciona um banco de dados MySQL.
  42. 42. mysql_query – Envia uma consulta ao banco de dados MySQL.
  43. 43. mysql_num_rows – Retorna o número de linhas de uma consulta. </li></ul>PHP + MySQL
  44. 44. Funções do PHP para interagir com o MySQL <ul><li>mysql_fetch_row – Retorna o resultado de uma consulta como um array mantendo os indices de cada cédula como números.
  45. 45. mysql_fetch_assoc – Retorna o resultado de uma consulta como um array mantendo os indices de cada cédula como o nome do campo na tabela.
  46. 46. mysql_close – Fecha a conexão com o banco de dados MySQL. </li></ul>PHP + MySQL

×