A biblioteca escolar para se efectivar como núcleo pedagógico da escola tem queestar atenta às novas mutações do sistema d...
Proporciona um ambiente de trabalho diferente do formal, propiciando o        trabalho dentro e fora da escola;        Apr...
ferramenta Web com excelentes características para que este trabalho possa serdesenvolvido.       Concluímos, então, que o...
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

As ferramentas da web 2.0 ao serviço dos estudantes e da be c.r.

296 visualizações

Publicada em

Publicada em: Educação
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
296
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
79
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
2
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

As ferramentas da web 2.0 ao serviço dos estudantes e da be c.r.

  1. 1. A biblioteca escolar para se efectivar como núcleo pedagógico da escola tem queestar atenta às novas mutações do sistema de Ensino, e muito particularmente aos novosconceitos de estudante, de aprendizagem e de literacia. Estes três novos conceitosredefiniram os programas e a colecção que a biblioteca deve disponibilizar aos seusutilizadores, bem como a actuação do professor bibliotecário. Nesta redefinição demetas e objectivos da BE deve estar presente a ideia de que a Educação é um processoadquirido e construído ao longo da vida e, para isso, os estudantes necessitam de“aprender a aprender. Se o novo paradigma da educação coloca a tónica no estudante e nas suasaprendizagens, os órgãos de chefia e pedagógicos, o professor bibliotecário e osprofessores devem assumir a responsabilidade de integrar os princípios daaprendizagem construtivista na escola. Esta cultura, se plenamente assumida, vai alteraro tipo de trabalho desenvolvido pelo professor bibliotecário, bem como a concepção daprópria BE. Desde logo, o centro da BE deixa de ser o professor bibliotecário e passa a ser oestudante que constrói a sua aprendizagem, pesquisando, confrontando diversasperspectivas e sendo orientado. Neste sentido a biblioteca tem que aliar à palavrasucesso a qualidade dos conhecimentos que disponibiliza, e para isso o professorbibliotecário (P.B.) deverá juntar às suas atribuições técnicas tradicionais quatroatributos: (i) o P.B. deve ser alguém que está atento (caregiver); (ii) deve ser um“treinador” (coach); (iii) deve estabelecer relações (connector) e (iv) deve ser umcatalisador de mudanças (catalyst) (Stiplling: 1996). Inserida nesta nova visão de ensino e de biblioteca escolar do séc. XXI, asferramentas da Web 2.0 abrem perspectivas muito interessantes, quer ao processo deensino aprendizagem que o professor bibliotecário deve desenvolver com os estudantes,quer a outras áreas da BE. Destas ferramentas destacamos a Wiki e o Prezi. Começamos pela Wiki. Esta ferramenta serve e adapta-se, perfeitamente, aospressupostos acima mencionadas da educação e do paradigma da BE. É uma plataformade trabalho colaborativo com imensas potencialidades ao nível da variedade depublicação de recursos. Esta especificidade, aliada ao ambiente digital, confere-lhe umconjunto de características muito benéficas e úteis quer para os estudantes, quer para osoutros actores que intervêm no processo de aprendizagem. Passamos a elencar algumas:
  2. 2. Proporciona um ambiente de trabalho diferente do formal, propiciando o trabalho dentro e fora da escola; Aproveita a apetência dos utilizadores para as novas tecnologias de informação; Permite criar no mesmo espaço uma teia de parcerias pertinentes que enriquecerão o projecto com novos pontos de vista e/ou informação especializada útil que criará valor acrescentado aos alunos. Neste ambiente, o PB será um “treinador” (coach) que orientará os estudantes mas também aprenderá com eles. Permite que o PB ajude os estudantes a estabelecer relações entre os conteúdos que vão sendo abordados, de uma forma rápida e automática. Este aspecto é extremamente importante para a aquisição e consolidação de conhecimento. Como gestor da plataforma, o PB gerirá as relações entre todos os intervenientes podendo orientar, de forma mais direccionada, todos aqueles que tiverem mais dificuldade num ou noutro aspecto. Os mais tímidos poderão participar de forma mais descomprometida e mais aberta neste ambiente digital. Portanto, ao trabalhar directamente com os estudantes numa plataforma digitalcom estas características, o professor bibliotecário estabelece com eles relaçõeshumanas e de trabalho ajudando-os pessoal e profissionalmente a encontrarconhecimentos relevantes. Este atributo do P.B. é muito importante para criar empatiase ambiente de qualidade nas organizações. Por outro lado, o professor bibliotecário, aotrabalhar nestes moldes, estará criar uma cultura de aprendizagem na BE, ajudando osestudantes quando estão confusos, com qualquer tipo de necessidade ou dificuldade, eespicaçando-os quando estes ficam complacentes; torna-se então um guia que ensina ecorrige, um mediador, mas também um co-aprendiz (co-learner). Mas o professorbibliotecário poderá posicionar-se como um líder que estabelece diversos tipos deligações: entre a pesquisa e o conhecimento; entre a BE e os alunos; entre osconhecimentos e o real; entre a BE e os professores. A colaboração entre o professorbibliotecário, os restantes professores e outros elementos, centrada na definição deobjectivos pedagógicos e na orientação dos estudantes, é fundamental para que se possadisponibilizar aos alunos uma aprendizagem inteligente e, como vimos, a Wiki é uma
  3. 3. ferramenta Web com excelentes características para que este trabalho possa serdesenvolvido. Concluímos, então, que o trabalho a partir da Wiki pode ser excelentecatalisador de mudança nos hábitos de trabalho dos alunos e um modo de a BE impor naescola a qualidade do seu trabalho. Os benefícios que o Prezi pode trazer à BE são completamente distintos daanterior ferramenta Web em análise. Por ser uma ferramenta destinada à apresentação, ligamos a utilidade do Prezi àsáreas da comunicação, divulgação e marketing. Ao proporcionar uma apresentaçãomuito interactiva que permite a estabelecer ligações entre imagem, vídeo, texto, entreoutros, pode ter a vantagem de prender a atenção dos espectadores/assembleia pelanovidade, e dar a imagem que a BE está na vanguarda da tecnologia (apesar desabermos que muitas organizações utilizam já a Web 3.0). Portanto, a interactividade, ofactor surpresa e a modernidade são as mais-valias que farão a nossa BE utilizar estaferramenta.

×