TCC

1.230 visualizações

Publicada em

0 comentários
2 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
1.230
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
6
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
26
Comentários
0
Gostaram
2
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

TCC

  1. 1.
  2. 2. DIRETRIZES PARA IMPLEMENTAÇÃO DO MARKETING 3.0 NO <br />GRUPO RBS<br /><ul><li>Acadêmico (a): Ralph Weigand
  3. 3. Orientador (a): Dra. Ana Lucia de Faria Dantas
  4. 4. Banca Examinadora:</li></ul>Ana Paula Barcellos<br />Sandro da Silva dos Santos<br />
  5. 5. SUMÁRIO<br /><ul><li>1 INTRODUÇÃO
  6. 6. 1.1CONTEXTUALIZAÇÃO DO TEMA E PROBLEMA
  7. 7. 1.2 OBJETIVOS
  8. 8. 1.2.1 Geral
  9. 9. 1.2.2 Específicos
  10. 10. 1.3 JUSTIFICATIVA
  11. 11. 2 REVISÃO DA LITERATURA
  12. 12. 3 CARACTERIZAÇÃO DA EMPRESA
  13. 13. 4 PROCEDIMENTOS METODOLÓGICOS
  14. 14. 5 DESCRIÇÃO, ANÁLISE E INTERPRETAÇÃO DOS RESULTADOS.</li></li></ul><li>INTRODUÇÃO<br />O Mundo passa por uma grande instabilidade. Crises econômicas expuseram a fragilidade do sistema financeiro mundial, o aquecimento global está cada vez mais evidente e doenças tornam-se pandemias em poucos dias. Essa instabilidade gerou uma transformação na cabeça do consumidor e no papel que o mesmo desempenha frente ao consumo. Isso ocorreu, uma vez que o Marketing funciona como um contrapeso da Economia. <br />Surgiu então, a nova geração do Marketing, o Marketing 3.0.<br />
  15. 15. CONTEXTUALIZAÇÃO DO TEMA E DO PROBLEMA<br />FONTE: Adaptado pelo Autor (KOTLER, Philip. 2010)<br />
  16. 16. MARKETING 3.0<br /><ul><li>AS FORÇAS QUE IMPULSIONARAM O MARKETING 3.0</li></ul>A ERA DA PARTICIPAÇÃO<br />PARADOXO DA GLOBALIZAÇÃO<br />SOCIEDADE CRIATIVA<br />
  17. 17. O FUTURO DO MARKETING<br />DISCIPLINAS DO MARKETING<br />O CONCEITO ATUAL DE MARKETING<br />O FUTURO DO MARKETING<br />Os 4 P’s<br />Cocriação<br />Gestão de Produtos<br /><ul><li> Segmentação
  18. 18. Mercado – Alvo
  19. 19. Posicionamento</li></ul>Gestão do Cliente<br />Comunização<br />Gestão da Marca<br />Branding<br />Personalidade de Marca<br />FONTE: Adaptado pelo Autor (KOTLER, Philip. 2010)<br />
  20. 20. OBJETIVOS<br /><ul><li>OBJETIVO GERAL</li></ul> O Objetivo central da pesquisa é verificar se o Grupo RBS está adotando as práticas propostas pelo modelo de Marketing 3.0 proposto por Kotler.<br /><ul><li>OBJETIVOS ESPECÍFICOS</li></ul>a) Pesquisar através de levantamento bibliográfico informações sobre comunicação e marketing.<br />b) Analisar o Histórico do Grupo RBS.<br />c) Identificar as ameaças e oportunidades do ambiente externo da empresa (Análise SWOT).<br />d) Propor diretrizes para aplicação do Marketing 3.0 no grupo RBS. <br />
  21. 21. REVISÃO DA LITERATURA<br />TEMAS PESQUISADOS E ABORDADOS:<br /><ul><li>Marketing (Kotler, 2002)
  22. 22. Composto de Marketing (Schewe & Smith, 1982)
  23. 23. Posicionamento de Marca (Baker, 2005)
  24. 24. Identidade de Marca (Schmitt & Simonson, 2002)
  25. 25. Mídias (Frazão,2000)
  26. 26. Internet (Pinho, 2000) e Castro (2000)
  27. 27. Comportamento do Internauta (Castro, 2000)
  28. 28. Marketing 3.0 (Philip Kotler, 2010)
  29. 29. Análise SWOT (Gerry, 2008)</li></ul>AUTORES MAIS RELEVANTES:<br /><ul><li>Philip Kotler
  30. 30. Charles Schewe & Bernd Smith
  31. 31. José B. Pinho </li></li></ul><li><ul><li>Histórico:</li></ul> O Grupo RBS foi fundado em 31 de agosto de 1957 por Maurício Sirotsky Sobrinho, e hoje está entre as 3 principais empresas de comunicação do Brasil. É a mais antiga filiada a Rede Globo de Televisão e possuí um dos jornais mais lidos do país, o Zero Hora.<br /><ul><li>As principais áreas de atuação: Rio Grande do Sul e Santa Catarina.
  32. 32. Presente nas mídias eletrônicas (Rádio, TV), Impressa (jornais e revistas) e Digitais (Internet). </li></li></ul><li>PROCEDIMENTOS METODOLÓGICOS<br />MÉTODO:<br /><ul><li>O método Indutivo (fatos específicos para desenvolver uma conclusão geral)</li></ul>METODOLOGIA:<br />Pesquisa Exploratória - visa prover o pesquisador de maior conhecimento sobre o tema ou problema de pesquisa.<br />Pesquisa Descritiva - o pesquisador descreve o objeto de pesquisa.<br />INSTRUMENTOS PARA COLETA DE DADOS:<br /><ul><li>Pesquisa Bibliográfica
  33. 33. Pesquisa Documental
  34. 34. Observação</li></li></ul><li>DESENVOLVIMENTO DO ESTUDO<br />
  35. 35. O PERFIL DO CLIENTE RBS <br />Leitor – consumidor de notícias, entretenimento e ações promocionais;<br />Anunciante – uma relação B2B, onde a empresa fornece espaços comerciais;<br />Por possuir dois tipos de clientes, a empresa deve atentar-se ao equilíbrio entre a área de Gestão de Produtos e a Gestão Comercial. <br />A gestão comercial fornece receita para que a gestão de produtos proporcione um conteúdo inovador e cativante. <br />
  36. 36. OS VEÍCULOS DO GRUPO RBS - PRODUTO<br />Televisão<br /><ul><li>Facilidade de alavancar cobertura
  37. 37. Brand Awareness
  38. 38. One to All / One to Some</li></ul>Rádio<br />Revista<br />Outdoor<br />Jornal<br />Above-the-Line (ATL)<br />Below-the-Line (BTL)<br />Database Marketing<br /><ul><li>Facilidade de alavancar experiência
  39. 39. Interatividade e participação do consumidor
  40. 40. One to Some / One to One
  41. 41. Mensuração de resultados
  42. 42. Foco nas respostas</li></ul>Email<br />Direct Mail<br />Internet<br />Private Media<br />Eventos<br />FONTE: Adaptado pelo Autor (GERSCHMAN, Eduardo. 2010)<br />
  43. 43. OS VEÍCULOS DO GRUPO RBS - PRODUTO<br />FONTE: Adaptado pelo Autor (Marketing Institucional, Grupo RBS 2010)<br />
  44. 44. ANÁLISE SWOT<br />FONTE: Elaborado pelo Autor<br />
  45. 45. CONCLUSÃO<br /><ul><li>Instituto Crack Nem Pensar foi idealizado diante de um cenário negativo na sociedade em relação às drogas. Ou seja, o Grupo RBS demonstrou uma preocupação com um problema da sociedade, premissa do Marketing 3.0
  46. 46. As mídias sociais na RBS servem apenas como plataforma para alavancar audiência, ou seja, são tratadas sob uma esfera quantitativa, e não qualitativa. Kotler relaciona a importância da cocriaçãoe preocupação com as mídias sociais, já que será delas o futuro do Marketing.
  47. 47. Impulsionar a criatividade através do TweetSquad, a preocupação com o conteúdo postado nas mídias sociais por colaboradores a relevância da influência negativa.</li></li></ul><li>REFERÊNCIAS<br />ANDERSON, Chris. A cauda longa: do mercado de massa para o mercado de nicho. São Paulo: Campus, 2006. <br /> <br />BAKER, Michael J. Administração de marketing. Rio de Janeiro: Elsevier, 2005.<br /> <br />CASTRO, Álvaro de. Propaganda e mídia digital: a web como a grande mídia do presente. Rio de Janeiro: Qualitymark, 2000.<br /> <br />DIAS, Sérgio Roberto. Gestão de Marketing. São Paulo: Saraiva, 2006.<br /> <br />FRAZÃO, Ângelo. Propaganda: profissionais ensinam como se faz. São Paulo: Atlas, 2000.<br /> <br />KOTLER, Philip. KELLER, Kevin Lane. Administração de marketing. 12. ed. São Paulo: Pearson Prentice Hall, 2006.<br /> <br />LOVELOCK, Christopher. WRIGHT, Lauren. Serviços: marketing egestão. São Paulo: Saraiva, 2001.<br /> <br />MARTINS, José Roberto. Branding: um manual para você criar, avaliar e gerenciar marcas. São Paulo: Negócio, 2000.<br /> <br />MILLER, Claire Cain. Redes de blogs atraem cada vez mais verbas publicitárias. São Paulo, 2009. Disponível em: <http://tecnologia.terra.com.br/ interna/0,,OI3976249EI4802,00Redes+de+blogs+atraem+cada+vez+mais+verbas+publicitarias.html>. Acessoem: 30 mar. 2009.<br /> <br />(MURRAY, Rick – A Corporate Guide to the global Blogosphere – The new modelod Peer to Peer Communications, Ed. Edelman 2007).<br /> <br />OCHMAN, B. L. Six reasons companies are still scared of social media. New York, 2009. Tradução: meio e mensagem. Disponível em: <http://www.mmonline.com.br/ noticias.mm?url=Os_seis_medos_das_empresas_nas_redes_sociais>. Acesso em: 31 out. 2009.<br /> <br />PINHO, José B. publicidade e vendas na internet: técnicas e estratégias. São Paulo: Atlas, 2000.<br /> <br />RICHERS, Raimar. Marketing: uma visão brasileira. São Paulo: Negócio, 2000.<br /> <br />REEDY, Joel; SCHULLO, Shauna. Marketing eletrônico: integrando recursos eletrônicos ao processo de marketing. São Paulo: Cengage, 2007.<br /> <br />SAMPAIO, Rafael. Propaganda de A a Z: como usar a propaganda para construir. marcas e empresas de sucesso. Rio de Janeiro: Campus, 1995.<br /> <br />SCHMITT, Bernd. SIMONSON. A estética do marketing. São Paulo: Nobel, 2002.<br /> <br /> <br />TASCOTT, Don; WILLIANS, Anthony D . Wikinomics. Tradução Marcello Lino. São Paulo: Nova Fronteira, 2007.<br /> <br />URDAN, Flávio Torres; URDAN, André Torres.  Gestão do composto de marketing: visão integrada de produto, preço, distribuição e comunicação. Estratégias para empresas brasileiras. Casos e aplicações. São Paulo: Atlas, 2006.  339 p.  <br /> <br />

×