2011 12 apresentacao robotica

845 visualizações

Publicada em

Seminário de trabalho. Informática, Educação e Sociedade (IES) - UFRJ

2 comentários
2 gostaram
Estatísticas
Notas
Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
845
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
2
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
0
Comentários
2
Gostaram
2
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

2011 12 apresentacao robotica

  1. 1. Ambientes de Programação Icônicos para o Arduino Rafael Machado Alves – rafamachadoalves@ufrj.br Orientador: Fábio Ferrentini Sampaio Dezembro / 2011
  2. 2. S4A http://seaside.citilab.eu/scratch/arduino• Fluxo de execução: top down, o fluxo segue a ordem de empilhamento dos blocos.• Paralelismo: grupos de empilhamentos desconexos são executados em paralelo.• Procedimento: cria-se um bloco que encapsula um empilhamento de blocos. • O S4A não possui, mas o BYOB que é outra modificação do Scratch possui.• Parametrização: os blocos possuem entradas de teclado, entradas de outros blocos, comboboxe outros. • O BYOB possui ainda objetos, listas e até outro comando. • O shape das entradas de dados é diferente para cada tipo de dados.• Tipos de blocos: os blocos são diferenciados pela cor que indica a sua categoria; forma queindica a estrutura de dados; borda que indica o tipo de dados; entalhes e saliências quepossibilitam encaixes corretos sintaticamente. • No Scratch: os blocos são identificados pelo texto.
  3. 3. <extends> 4 1 2 3• Comunicação com hardware: o Arduino fica dependente de conexão para rodar o código.
  4. 4. MiniBloq http://blog.minibloq.org/• Paralelismo: • Não possui.• Parametrização: • Os blocos possuem um menu suspenso associado.•Tipos de blocos: • Os blocos são identificados pelo ícone.• Blocos personalizados• Fácil programação: Apenas alguns cliques e o primeiro programa está rodando (porém poucointuitiva).• Interface avançada: zoom; recorta e cola; janelas acopláveis; comenta código (não inserecomentários).
  5. 5. 1 Portável: Não requer a instalação (exceto para os drivers necessários para placas específicas, como Arduino). OU 2 Ele também pode ser executado a partir de um pen drive.• Gerador de código em tempo real• Verificação de erros em tempo real• Configuração de hardware• Terminal integrado: Existe um terminal integrado que permite enviar e receber dadosda placa através de portas serial/USB.
  6. 6. Modkit http://www.modk.it/• Ferramenta online • Basta baixar e instalar o desktop widget para programar as placas.• Inspirado no Scratch• Hardware View • Configura o hardware graficamente.• Recursos avançados: Clube Alpha (pago).• Drag and Drop Hardware• Code View Desktop Widget
  7. 7. Logo Blocks http://babuinoproject.blogspot.com/2009/09/download-softwares-to-program-your.html• Uma das linguagens que podem ser utilizada com o BABUINO.• Instalação complexa.•Procedimento: cria-se um novo empilhamento de blocos que é chamado pelo empilhamentoprincipal por um bloco com o identificador do procedimento criado.• Operadores numéricos: os blocos ficam na vertical• Gera código Logo.• Existe um bloco que não faz ação nenhuma. Ele é usadopara melhorar a visualização do empilhamento evitandoA sobreposição de blocos.
  8. 8. ArduBlock http://blog.ardublock.com/• Roda junto com a IDE padrão do Arduino.• Parametrização: • Existem blocos para o tipo numérico. • É possível modificar a função dos blocos operadores sem precisar apagá-los.• Adição de comentários: o bloco possui um ícone que indica a presença de comentário.• Código aberto, Java, suporte multilingue.• Realiza encaixes estranhos.
  9. 9. LEGO Mindstorms http://mindstorms.lego.com• Fluxo de execução: o fluxo segue uma rede criada de conexões e blocos.• Paralelismo: os caminhos bifurcados da rede são executados em paralelo.• Encapsulamento: cria-se um bloco que encapsula uma rede. No Lego: o procedimento criado e salvo em uma arquivo separado.• Parametrização: os blocos possuem um painel de propriedades associado. Permite umagrande variedade de configurações.• Tipos de blocos: os blocos possuem um ícone como identificador; símbolo e cor que indicamsua categoria; pré-visualizações dos atributos; forma que indica a estrutura de dados; entradas esaídas de diferentes tipos de dados. • Os arames de ligação (fluxo de dados) têm cores diferentes para cada Tipo de dados (número, lógico e texto)• Software Proprietário
  10. 10. Microsoft Robotics Developer Studio http://www.microsoft.com/robotics/• É possível simular o comportamento do robô em um ambiente virtual.• Manipula-se também os links entres os blocos Programação Simulação
  11. 11. Amici http://dimeb.informatik.uni-bremen.de/eduwear/about/• ...
  12. 12. Physical Etoys http://tecnodacta.com.ar/gira/projects/physical-etoys/• Não é programação através de blocos, apesar de ser drag and drop.• Não precisa instalar.• Comunicação com hardware: o Arduino fica dependente de conexão para rodar o código.• Drag and Drop Hardware• Roda em: Windows e Linux.
  13. 13. Configuração de hardware e porta Drag and drop hardware Código
  14. 14. Artigos sobre VPL• Are visual programming languages better? - The role of imagery in program comprehension.RAQUEL NAVARRO-PRIETO AND JOSE J. CAÑAS• Comparing the Use of Tangible and Graphical Programming Languages for Informal ScienceEducation. Michael S. Horn, Erin T. Solovey, R. Jordan Crouser, Robert J.K. Jacob• Visual Programming Pedagogies and Integrating Current Visual Programming LanguageFeatures. Erik Pasternak• Utilização da Teoria de Vygotsky em Robótica Educativa. Alzira Ferreira da Silva et al• Transforming Visual Programs into Java and Vice Versa. Lei Dong

×