Palestra sobre o Twitter - Faculdade Belas Artes

863 visualizações

Publicada em

Segunda versão da palestra sobre o Twitter realizada no dia 05 de maio de 2009, na Faculdade Belas Artes, em São Paulo.

Publicada em: Esportes
0 comentários
8 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
863
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
97
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
0
Comentários
0
Gostaram
8
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Palestra sobre o Twitter - Faculdade Belas Artes

  1. 1. Plataforma, usos e integrações da ferramenta Lucas de Oliveira e Rafael Sbarai
  2. 2. O que é mesmo? <ul><li>RSS Social?  </li></ul><ul><li>Espaço social? </li></ul><ul><li>Monólogo da auto-promoção? </li></ul><ul><li>Definições já vistas: Microblogging / Micromessaging </li></ul>
  3. 3. Twitter <ul><li>Lançamento: 2006, mesma tecnologia usada para rastrear motoristas de táxi </li></ul><ul><li>Situação atual: 2009, painel global </li></ul>
  4. 4. Agilidade <ul><li>“ A rica mensagem em 138 caracteres”: um indivíduo relatou seu momento de pânico segundos antes e logo após o acidente aéreo em Denver, nos EUA </li></ul><ul><li>Facilidade de acesso faz com que muitos acontecimentos sejam noticiados primeiro na ferramenta. As mensagens curtas facilitam a transmissão e retransmissão com extrema rapidez </li></ul>
  5. 5. Crescimento como ferramenta social <ul><li>Cresceu cerca de 800% em 2008 </li></ul><ul><li>É a 3ª rede social em número de page views em todo o mundo, embora tenha baixo número de unique visitors </li></ul><ul><li>Alto índice de retorno confirma que, mesmo não sendo ainda um fenômeno de massa, é um nicho social fiel </li></ul><ul><li>Mais de 677 mil brasileiros cadastrados na ferramenta </li></ul>
  6. 6. Crescimento como ferramenta social <ul><li>O que circula não é simplesmente uma informação completa, mas um excerto inexplicável que une você a um todo: coletividade, pertencimento </li></ul><ul><li>Tem taxa de desistência de 60% após um mês de uso (Nielsen/09) </li></ul>
  7. 7. A interface do Twitter DOSAGEM <ul><ul><li>Estrutura desenhada por um brasileiro: Vitor Lourenço, de 21 anos </li></ul></ul><ul><ul><li>Objetivo: aprimorar a experiência do usuário na ferramenta e deixar o ambiente mais intuitivo </li></ul></ul><ul><ul><li>Aparência básica, com temas pré-fixados. Tipografia mais trabalhada e organizada </li></ul></ul><ul><ul><li>Novos recursos, mas ainda pouco flexíveis </li></ul></ul>
  8. 8. Simplicidade e objetividade geram produtos integrados
  9. 9. Simplicidade gera modelo de negócio <ul><ul><li>A popularidade da ferramenta proporciona a criação de negócios produzidos por terceiros </li></ul></ul><ul><ul><li>Fundos de tela customizados, que podem ser desenvolvidos a partir de formatos de imagens (jpg, gif, png): caso Rosana Hermann </li></ul></ul>
  10. 10. O uso corporativo: correto? <ul><li>Outras empresas presentes no Twitter: </li></ul><ul><li>Starbucks: relacionamento, informações sobre produtos e serviços - JetBlue: relacionamento e atendimento </li></ul><ul><li>Converse AllStar: relacionamento com cliente em linguagem informal, promoções </li></ul><ul><li>Dell: case mais bem sucedido, com mais de 415 mil seguidores </li></ul><ul><li>Em 2008, a empresa faturou US$ 1 milhão com o Twitter, criando vários canais de comunicação e lançando promoções exclusivas para quem a segue </li></ul>
  11. 11. O uso político: correto? <ul><li>Barack Obama </li></ul><ul><li>Mais de 480 mil seguidores. Perfil mais seguido, só perde para a CNN </li></ul><ul><li>Informações de bastidores, clima da campanha e tom intimista </li></ul><ul><li>Atualizações diárias com feedback durante as eleições: 263 mensagens </li></ul><ul><li>Diminuiu a freqüência de atualizações após a posse </li></ul><ul><li>John McCain </li></ul><ul><li>Mais de 220 mil seguidores, seguindo apenas 35, o que pode causar ruídos  </li></ul><ul><li>Perdeu mais de 50 mil seguidores depois de sua entrevista pelo Twitter na rede ABC, dos EUA. Público quis apenas acompanhar o momento </li></ul><ul><li>Somente 25 mensagens postadas durante toda a campanha das eleições norte-americanas </li></ul>
  12. 12. Princípio de “popularização” CAUTELA <ul><li>R eceio de ser o novo Orkut: diálogos; #jogodoadd </li></ul><ul><li>A hipérbole do Twitter: uma correspondente na ferramenta </li></ul>
  13. 13. Boas práticas e o que evitar <ul><li>Boas práticas </li></ul><ul><li>Definir um objetivo para a conta, após estudar o público-alvo e o que ele procura </li></ul><ul><li>Utilizar linguagem adequada ao público-alvo </li></ul><ul><li>Seguir pessoas que agreguem à sua proposta. Não é obrigatório retribuir novos seguidores </li></ul><ul><li>Ao decidir parar de utilizar a conta, é melhor fechá-la do que abandoná-la no ar </li></ul><ul><li>Usar hashtags (#palavrachave) para rastrear e ser rastreado sobre o assunto em questão </li></ul><ul><li>Retransmitir posts interessantes (retweet), creditando o autor (RT @xxxxxx) </li></ul><ul><li>Criar vínculos estratégicos/pessoais </li></ul><ul><li>O que evitar </li></ul><ul><li>Postar excessivamente: pode “inundar” a página de quem o segue </li></ul><ul><li>Postar um bloco de mensagens em sequência, diminuindo a relevância de cada postagem </li></ul><ul><li>Postar unicamente links, transformando o Twitter em um feed (equivalente ao RSS) </li></ul><ul><li>Não seguir ninguém, apenas ser seguido </li></ul><ul><li>Não usar robôs para atrair seguidores </li></ul>
  14. 14. E o futuro? DOSAGEM <ul><ul><li>Principal objeto de desejo do momento: Facebook e Google já sondam a ferramenta </li></ul></ul><ul><ul><li>A evolução e, conseqüentemente, o uso do serviço direcionam o caminho do Twitter </li></ul></ul><ul><ul><li>&quot;O Twitter não é apenas um espaço social. Ele reúne a questão social com a busca por informação </li></ul></ul><ul><ul><li>Nenhum modelo de negócio rentável: US$ 55 mi em investimentos de risco, nenhum lucro declarado </li></ul></ul><ul><ul><li>Para seus fundadores, fica a busca incessante por uma forma de rentabilizar o produto </li></ul></ul>
  15. 15. Status social DOSAGEM “ As pessoas gostam de compartilhar. Isso dá status social, uma forma de se conectar às outras pessoas. E não é a tecnologia que trouxe isso. Somos biologicamente programados para sermos sociais. Só que as possibilidades aumentaram. Se antes ter status social significava colocar uma roupa legal, hoje, é estar em blogs, redes sociais ou sites de vídeo ” Danah Boyd, pesquisadora norte-americana
  16. 16. Obrigado! Lucas de Oliveira | http://twitter.com/lucasof [email_address] -- Rafael Sbarai | twitter.com/rafaelsbarai [email_address] http://derepente.com.br Contatos
  17. 17. <ul><li>Anexos </li></ul>
  18. 18. Como funciona: home do criador da conta Box para postar mensagem Avatares dos seguidos pelo dono da conta Mensagens (tweets) enviadas pelas contas seguidas Perfil e estatísticas da conta (seguidos, seguidores e mensagens)
  19. 19. Como funciona: visualização de outras contas Avatar e botão para seguir a conta Avatares dos seguidos pela conta Mensagens (tweets) postados pela conta Perfil (link, descrição) e estatísticas da conta (seguidos, seguidores)
  20. 20. Páginas de erro

×