Relatório de atividade complementar visita a uhe itá

382 visualizações

Publicada em

Visita a UHE de Itá - SC, relatório de visita

Publicada em: Educação
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
382
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
4
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
5
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Relatório de atividade complementar visita a uhe itá

  1. 1. UNIVERSIDADE DO OESTE DE SANTA CATARINA – UNOESC XANXERÊ ÁREA DAS CIÊNCIAS EXATAS E TECNOLOGIAS CURSO DE ENGENHARIA CIVIL INTRODUÇÃO À ENGENHARIA CIVIL FERNANDO DAMBROSO; RAFAEL ROMANI. Relatório de Atividade Complementar - Visita a UHE Itá Xanxerê/SC 2015
  2. 2. Visitaa UHE Itá O presente relatório tem o objetivo de descrever a visita e os conhecimentos adquiridos na visita à Usina Hidrelétrica na Cidade de Itá – SC. Os responsáveis desse relatório são os acadêmicos Rafael Romani e Fernando Dambroso, acadêmicos do 1° Período de engenharia civil da Unoesc Campus Xanxerê – SC. A Usina Hidrelétrica Itá/Volta do Uvá fica sediada na cidade de Aratiba RS, mas é uma parceria entre as cidades de Alto Bela Vista, Arabutã, Concórdia, Ipira, Itá, Peritiba e Piratuba no lado de Santa Catarina e as cidade de Aratiba, Marcelino Ramos, Mariano Moro, Severiano de Almeida no lado do Rio Grande do Sul que fazem parte dessa grande obra. O presente relatórioé feitoem cima da visita feita no dia 01 de julho de 2015, no período vespertino. Teve uma pré-apresentação realizada no CDA (Centro de Divulgação Ambiental) localizado na cidade de Itá, onde tivemos os primeiros dados técnicos e as ações desenvolvidas pelo consócio para reparar os danos e transtornos causados à natureza e à comunidade dos municípios atingidos pelo alagamento de suas áreas. Na visita realizada tínhamos por objetivo conhecer como foi realizada a obra, identificarotipode barragem,alémde obternúmerosde geração de energia. Assim como ter noção do todoque acontece para a realizaçãode uma obra desse porte,que nocasoda cidade de Itá teve que ser realocada. Os estudosparaa construção de uma barrageminiciou-se entreosanosde 1966 e 1969, quando o comitê de estudos Energéticos da Região Sul desenvolveu estudos hidroenergéticos da bacia do rio Uruguai. Esses estudos que mostraram os melhores locais para a construçãodas usinase suas barragens.Entre 1979 e 1981 são realizadososestudosde viabilidade, definindo o local da primeira barragem ficando à montante da foz do rio Uvá. Começa nesse período a relocação da cidade de Itá. Provavelmente, o processo mais complicadoparao consórciorealizar, poisenvolvemudançade endereços,questõesde ordem emocional, questões financeiras, entre outras. Nosanos seguintes, de 1986 a 1987, o Departamento Nacional de Água e Energia Elétricafaza revisãodoprojeto Básico.Emseguida- noano de 1989, o Brasil decretamoratória e comoconsequênciaoBancomundial suspende o financiamento da obra. Somente em 1993 é publicadodoisdecretosfederaisque autorizamaparceriaentre estataise ainiciativaprivada para a finalização de obras que estivessem paradas, passando as empresas privadas a ter direito de explorar economicamente a energia gerada. O grupo vencedordoprimeiroedital e que teria o direto a se associar a Eletrosul foi a Associação de Auto – Produtores Independentes que é formada pela Companhia SiderúrgicaNacional (CSN),PPHPolilefinas(ambaspertencentes a Odebrecht Química) e a Cia de Cimento Itambé.
  3. 3. Após vários ajustes no contrato dos vencedores, no dia 1º de Março de 1996 as máquinas começam a lançar material rochoso no leito do Rio Uruguai para a construção da ensacadeira.Foi escolhido fazer duas ensacadeiras, uma de jusante e outra de montante. Na obra são envolvidos cerca de 2500 empregos diretos e 1500 indiretos. Uma grande preocupação do consorcio é quanto a economia das cidades. Enquanto a obra está em andamento, o fluxo da economia gira a cidade, mas consequentemente, quando se acaba a obra a cidade tem dificuldade para continuar a girar sua economia. A população dessas localidades trabalhavam muito com o extrativismo de madeira e de erva-mate, atividades que serão comprometidas com o enchimento do lago. Varios projetos foram elaborados para suprir todas as necessidades da população. Atualmente quem administra e explora a usina é o Consórcio Itá, com 1,5% Companhia de Cimento Itambé, 29,5% da CSN (companhia Siderugica Nacional) e 69% da Tractebel Energia. VisitamosoCDA que é o Centro de Divulgação Ambiental (CDA) onde nosso guia Rafael, nosfaloude formaresumidade todosos23 programassocioambientaisdesenvolvidos através do Projeto Básico Ambiental da UHE Itá. Abaixo segue a lista de todos os programas. Para melhor detalhar é necessário visitar o site do CDA através do WWW.cda.org.br que consegue descrever detalhadamente todos os programas. 01 - ObservaçãodasCondiçõesClimatológicas 02 - ObservaçãodasCondiçõesHidrossedimentológicas 03 - Monitorizaçãoe Controle Estabilidade dosTaludesMarginais 04 - AcompanhamentodasCondiçõesSismológicas 05 - MonitorizaçãodasCondiçõesdoAquíferoBasáltico 06 - Controle de Degradaçãoe RecomposiçãodasÁreasda Obra 7.1 - Desmatamento 7.2 - Demolição,Desinfecçãoe Desinfestação 8.1 - Rede de MonitoramentodasCondições Limnológicas 8.2 - Acompanhamentoe Controlede MacrófitasAquáticas 8.3 - Controle e MelhoriadaQualidade daÁgua 9.1 - Formaçãoda Faixade VegetaçãoCiliare ProteçãodasÁreasCríticas 9.2 - Implantação de Unidade de Conservação 9.4 - Conservaçãoe Resgate daFauna 9.5 - Monitoramente e ManejodaIctiofauna 9.6 - Salvamentoe AproveitamentoCientíficodaFlora 10 - SalvamentodoPatrimônioArqueológico 11 - PreservaçãodoPatrimônioHistórico,Cultural e Paisagístico 12.1 - ReorganizaçãodasÁreas Remanescentes 13.1 - Relocaçãode Núcleosde ApoioaPopulação 13.2 - Relocaçãoda Cidade de Itá 14 - MonitorizaçãodoRemanejamentodaPopulação 15 - FomentoasAtividadesAgropecuárias 16 - ConservaçãodoSoloe SaneamentoRural
  4. 4. 17 - Recomposiçãoe MelhoriadosSistemasde Infra-estrutura 18 - Recomposiçãoe AdequaçãodoSistemade Saúde 19 - Recomposiçãoe MelhoriadosServiçosde Educação 20 - ApoioaosMunicípios 21 - Centrode Apoioao Migrante 21.2 - Formação de Mão-de-Obra 22 - Usos MúltiplosdoReservatório 23.1 - Centrode DivulgaçãoAmbiental 23.2 - Centrode DivulgaçãoAmbiental 23.3 - AtividadesPráticasde EducaçãoAmbiental Obra da UHE Itá Figura 1 - Mapa Atualizado Barragem Itá Figura 2 - Vista corte casa de máquinas Para iniciar nossa explanação sobre a construção, temos que entender qual é a necessidade da obra para a produção de energia elétrica. É aproveitada a força mecânica atravésdo fluxode águapara girar as turbinase assimtransformarem energiaelétrica. A obra de Itá nesse aspecto escolheuo tipo de barragem de enrocamento com face de concreto, que
  5. 5. consiste em um maciço formado por fragmentos de rochas compactadas em camada, cujo peso e imbricação cria a estabilidade do corpo submetido ao impulso hidrostático a vedação no caso é garantida pela camada de concreto realizada em uma das faces. Esse tipo de barragem proporcionou uma grande economia na questão de logística, pois os materiais utilizados estavam muito próximos ao canteiro de obra. Barragem Principal ComprimentodaCrista 880m Elevaçãoda Crista 375,50m Largura da Crista 7m Alturamáxima 125m Vertedouros1e 2 Tipo De Superfície Vazãodo projeto 49.940m³/s Númerode ComportasVertedouro1 6 Númerode ComportasVertedouro2 4 TúneisForçados 5 ComprimentoMédioportúnel 197m Casa de Força Turbinas Francis,Eixovertical Númerode turbinas 5 Rotação nominal 128,57 RPM Potencianominal (limitadapelogerador) 294.400KW PotenciaInstalada 1.450 MW EnergiaGarantida(95% dotempo) 668MW Sistemade Potência–Linhasde transmissão Númerosde linhas 2 Distanciada Usinaà Subestação 1,8 Km Tensãonominal 525 KV
  6. 6. Anexos Figura 3 - Medidor de Abertura de Junta Figura 4 - Fachada UH Itá
  7. 7. Figura 5 - Uma das cinco comportas Vertedouro 1 Figura 6 - Marcas da Escavaçãona Rocha
  8. 8. Figura 7 - Turma do 1º e 2º Período de Eng. Civil Unoesc - Campus Xanxerê Figura 8 - Antiga igreja submersa - Hoje as 2 torres são símbolo de Itá.

×