O videogame como documento arquivístico:
reflexões sobre o estado da arte
RAFAEL RIBEIRO ROCHA
INTRODUÇÃO
Os videogames podem ser considerados
documentos arquivísticos
Metodologia:
- Revisão bibliográfica
- Aplicação ...
HISTÓRICO DOS VIDEOGAMES
1958 1972 1982
1985 1991 1997
2004 2013 2015
REVISÃO DE CONCEITOS
Dicionário Brasileiro de Terminologia Arquivística:
“arquivo: 1 Conjunto de documentos produzidos e a...
INSTITUIÇÕES BRASILEIRAS
- Arquivo Nacional (RJ)
- Arquivo Geral da Cidade
do Rio de Janeiro
- Museu da Imagem e do
Som do...
RESPOSTAS: PERGUNTAS 1 e 2
*O Arquivo Geral da Universidade de São Paulo respondeu que não,
mas fez a ressalva de que a US...
RESPOSTAS: PERGUNTAS 3 e 4
RESPOSTAS: PERGUNTAS 5 e 6
RESPOSTAS: PERGUNTAS 7 e 8
RESPOSTAS: PERGUNTAS 9 e 10
INSTITUIÇÕES INTERNACIONAIS
- Archivio Videoludico
Cineteca di Bologna
- Computer History
Museum
- Association MO5
- Silic...
RESPOSTAS: PERGUNTAS 1 e 2
RESPOSTAS: PERGUNTAS 3 e 4
* 40 funcionários da Cineteca, mas apenas 2 para o Arquivo de Videogames;
** 8 funcionários ger...
RESPOSTAS: PERGUNTAS 5 e 6
RESPOSTAS: PERGUNTAS 7 e 8
RESPOSTAS: PERGUNTAS 9 e 10
CONSIDERAÇÕES FINAIS
- Maioria das instituições brasileiras concordam que os
videogames podem ser documentos arquivísticos...
REFERÊNCIAS (APRESENTAÇÃO)
ARQUIVO NACIONAL (BRASIL). Dicionário Brasileiro de
Terminologia Arquivística. Rio de Janeiro: ...
CONTATO
E-mail: rafaelribeirorocha@gmail.com
Monografia completa disponível em:
http://rabci.org/rabci/node/552
(Repositór...
O videogame como documento arquivístco: reflexões sobre o estado da arte - VII CNA
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

O videogame como documento arquivístco: reflexões sobre o estado da arte - VII CNA

10 visualizações

Publicada em

Apresentação do trabalho "O videogame como documento arquivístico: reflexões sobre o estado da arte", realizada no VII Congresso Nacional de Arquivologia (CNA), em Fortaleza no dia 19/10/2016.
Autor: Rafael Ribeiro Rocha

Publicada em: Educação
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
10
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
1
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
0
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

O videogame como documento arquivístco: reflexões sobre o estado da arte - VII CNA

  1. 1. O videogame como documento arquivístico: reflexões sobre o estado da arte RAFAEL RIBEIRO ROCHA
  2. 2. INTRODUÇÃO Os videogames podem ser considerados documentos arquivísticos Metodologia: - Revisão bibliográfica - Aplicação de questionários
  3. 3. HISTÓRICO DOS VIDEOGAMES 1958 1972 1982 1985 1991 1997 2004 2013 2015
  4. 4. REVISÃO DE CONCEITOS Dicionário Brasileiro de Terminologia Arquivística: “arquivo: 1 Conjunto de documentos produzidos e acumulados por uma entidade coletiva, pública ou privada, pessoa ou família, no desempenho de suas atividades, independentemente da natureza do suporte. Ver também fundo. (...) (ARQUIVO NACIONAL, 2005, p. 27) “documento: Unidade de registro de informações, qualquer que seja o suporte ou formato.” (ARQUIVO NACIONAL, 2005, p. 73)
  5. 5. INSTITUIÇÕES BRASILEIRAS - Arquivo Nacional (RJ) - Arquivo Geral da Cidade do Rio de Janeiro - Museu da Imagem e do Som do Rio de Janeiro - Arquivo da Universidade Federal Fluminense - Arquivo Público do Estado de São Paulo 70% de retorno / *respostas parciais - Arquivo Histórico de São Paulo - Arquivo Geral da Universidade de São Paulo* - Museu da Imagem e do Som de São Paulo - Arquivo Público do Estado do Rio de Janeiro - Arquivo da Universidade Federal do Estado do Rio de Janeiro
  6. 6. RESPOSTAS: PERGUNTAS 1 e 2 *O Arquivo Geral da Universidade de São Paulo respondeu que não, mas fez a ressalva de que a USP possui outros acervos arquivísticos
  7. 7. RESPOSTAS: PERGUNTAS 3 e 4
  8. 8. RESPOSTAS: PERGUNTAS 5 e 6
  9. 9. RESPOSTAS: PERGUNTAS 7 e 8
  10. 10. RESPOSTAS: PERGUNTAS 9 e 10
  11. 11. INSTITUIÇÕES INTERNACIONAIS - Archivio Videoludico Cineteca di Bologna - Computer History Museum - Association MO5 - Silicium - The Centre for Computing History - Retro Computer Museum 50% de retorno / *responderam ao e-mail, mas não ao questionário - Computer & Videogame Archive University of Michigan - Oldenburger Computer-Museum - National Videogame Archive* - Library of Congress Moving Image Section* - Learning Games Research Archive* - University of Texas Videogame Archive - DigiBarn Computer Museum - How They Got Game Stanford University Libraries - The Strong – National Museum of Play - The National Museum of Computing
  12. 12. RESPOSTAS: PERGUNTAS 1 e 2
  13. 13. RESPOSTAS: PERGUNTAS 3 e 4 * 40 funcionários da Cineteca, mas apenas 2 para o Arquivo de Videogames; ** 8 funcionários gerais, apenas 2 em tempo integral diretamente com o arquivo.
  14. 14. RESPOSTAS: PERGUNTAS 5 e 6
  15. 15. RESPOSTAS: PERGUNTAS 7 e 8
  16. 16. RESPOSTAS: PERGUNTAS 9 e 10
  17. 17. CONSIDERAÇÕES FINAIS - Maioria das instituições brasileiras concordam que os videogames podem ser documentos arquivísticos, mas não incluem videogames em seus acervos; - Instituições internacionais não possuem orçamento rico e ainda dependem de trabalho voluntário; - Obsolescência programada faz com que alguns jogos sejam perdidos para sempre enquanto não se cuida do problema; - Não existe estratégia de preservação perfeita dos videogames; - Necessário mais estudos e pesquisa sobre o tema; - Sim, os videogames podem ser documentos arquivísticos, de acordo com o contexto e respeitando os mesmos princípios.
  18. 18. REFERÊNCIAS (APRESENTAÇÃO) ARQUIVO NACIONAL (BRASIL). Dicionário Brasileiro de Terminologia Arquivística. Rio de Janeiro: Arquivo Nacional, 2005; ROCHA, Rafael Ribeiro. O videogame como documento arquivístico: reflexões sobre o estado da arte. Orientador: Marcelo Nogueira de Siqueira. Trabalho de Conclusão de Curso – Escola de Arquivologia. Rio de Janeiro: Universidade Federal do Estado do Rio de Janeiro (Unirio), 2016.
  19. 19. CONTATO E-mail: rafaelribeirorocha@gmail.com Monografia completa disponível em: http://rabci.org/rabci/node/552 (Repositório Acadêmico de Biblioteconomia e Ciência da Informação - RABCI) Apresentação disponível em: http://pt.slideshare.net/rafaelribeirorocha/o-videogame-como-documento-arquivstco-reflexes-sobre-o-estado-da-arte-vii-cna

×