Como gerar faturamento na loja virtual sem depender das mídias tradicionais

498 visualizações

Publicada em

A apresentação foi realizada no RD Summit de 2014 em Florianópolis. Com o aumento do custo de mídia, é obrigatório que as lojas virtuais trabalhem melhor sua base de clientes, através de DAM.

Publicada em: Marketing
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
498
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
7
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
10
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Como gerar faturamento na loja virtual sem depender das mídias tradicionais

  1. 1. Como gerar faturamento no e-commerce sem depender das mídias tradicionais
  2. 2. Apresentação - VTEX é a maior empresa (GMV) de desenvolvimento de produto de E-Commerce na América Latina e uma das 5 maiores do mundo; - Aproximadamente 800 clientes em 6 países; - Única com certificação PCI Compliance DSS e recomendada pela Gartner Vendors 2014; - Formado em Administração e Finanças no IBMEC/RJ (‘09) e desde ‘08 atuando em e-commerce; - Projetos como Walmart, Polishop, Bradesco, Nokia, Personal, Avon... - ‘12/’13 responsável pela expansão da VTEX para América Latina (Argentina, Chile, Colômbia, Uruguai e Equador); - Sócio Diretor de Contas Corporativas
  3. 3. A história nos mostra Pouco investimento em mídia, gerava muito tráfego
  4. 4. A história nos mostra Muito investimento em mídia para gerar o mesmo tráfego
  5. 5. A história nos mostra Custo de mídia Visitantes ROI
  6. 6. A história nos mostra Custo de mídia Visitantes ROI
  7. 7. O que uma campanha online gera de ativos para empresa?
  8. 8. ROI Branding Faturamento Conhecimento
  9. 9. rafael@vtex.com.br
  10. 10. Campanha A Campanha B Investimento R$10.000,00 R$10.000,00 Custo de visitante (CPC) R$1,00 R$1,20 Visitantes totais 10.000,00 8.333,33 Conversão 1% 1,5% Número de Pedidos 100 125 Ticket Médio R$ 500,00 R$ 480,00 Faturamento R$50.000,00 R$60.000,00
  11. 11. Campanha A Campanha B Investimento R$10.000,00 R$10.000,00 Custo de visitante (CPC) R$1,00 R$1,20 Visitantes totais 10.000,00 8.333,33 Conversão 1% 1,5% Número de Pedidos 100 125 Ticket Médio R$ 500,00 R$ 480,00 Faturamento R$50.000,00 R$60.000,00 Taxa de Recompra 6 meses 3x 2x Faturamento em 6 meses R$ 200 mil R$ 180 mil
  12. 12. CPC Triângulo a ser analisado no médio e longo prazo Conversão CR
  13. 13. Lifetime Value Atração Conversão Retenção Recuperação
  14. 14. Data Asset Management (DAM)
  15. 15. Quais as informações mais relevantes?
  16. 16. Categoria visitada Itens adicionados Produto visitado no carrinho Palavra pesquisada Ticket médio do carrinho Etapa do checkout Produto Itens adicionados no carrinho Chamados em aberto Perguntas customizadas comprado pós venda Status dos pedidos
  17. 17. Cluster dinâmico 1 Categoria = TV Etapa do checkout <> Finalizado Ticket médio do carrinho > R$ 2.000,00 Cluster dinâmico 2 Marca preferida = Apple Etapa do checkout = Finalizado Produto comprado = Iphone 5 Data da compra > 10 meses
  18. 18. - Definir regras de atuação por categorias de produtos; - Definir regras de atuação pelo momento do cliente (retenção ou recuperação); - Criar clusters de clientes (VIP, “pobre”, me ama, me odeia, fã de uma marca…) - Sair do lugar comum de ofertas. Informar, comunicar e, muitas vezes, se desculpar, gera fidelidade; - Atenção para não abraçar o mundo.
  19. 19. Dúvidas? Obrigado rafael@vtex.com 11 96766 7300

×