Grupo iii lúdico na educação infantil

1.991 visualizações

Publicada em

LajEduca 2013

0 comentários
2 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
1.991
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
1
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
17
Comentários
0
Gostaram
2
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Grupo iii lúdico na educação infantil

  1. 1. LajEducaI Encontro Municipal de Educação em Lajedão (BA) De 05 a 08 de fevereiro de 2013Workshop: Planejando a atividade lúdica na Educação Infantil Instrutora: Alyne Meirelles
  2. 2. Agenda• Apresentação• Educação infantil• Teóricos da Educação Infantil• Ludicidade• Brincadeiras x idade da criança• Planejando a atividade lúdica• O desafio do marshmallow• Conversa sobre o desafio• Lições aprendidas• Considerações finais
  3. 3. Apresentação• Meu nome é…• Trabalho há xx tempo…• O que eu penso sobre a educação infantil é…
  4. 4. Educação Infantil• No século XVI surgiram as primeiras preocupações com a diferenciação das crianças, mas até o século XVIII as crianças eram consideradas “mini” adultos.• As crianças vivem em um mundo próprio (vêem, pensam, sentem e agem de forma própria) e os adultos devem compreendê-las.• As relações, interações e as práticas educativas devem ser voltadas para as experiências cotidianas e os processos de aprendizagem no espaço coletivo.• É preciso ofertar uma experiência de infância potente, diversificada, qualificada, aprofundada, complexificada, sistematizada, na qual a qualidade seja discutida e socialmente partilhada, ou seja, uma instituição aberta à família e à sociedade.
  5. 5. Educação InfantilAs creches e pré-escolas possuem 3 funções:1. Social -> acolher para educar e cuidar de crianças entre 0 e 6 anos e 11 meses, compartilhando com as famílias o processo de formação e constituição da criança pequena em sua integralidade.2. Política -> contribuir para que as crianças usufruam de seus direitos sociais e políticos e exerçam seu direito de participação, tendo em vista a sua formação na cidadania.3. Pedagógica -> ser um lugar privilegiado de convivência e ampliação de saberes e conhecimentos de diferentes naturezas entre crianças e adultos.• É importante que haja a articulação entre essas três funções para promover o bem-estar às crianças, aos profissionais e às famílias.
  6. 6. “A educação é um processo social, édesenvolvimento. Não é a preparação para a vida, é a própria vida.” DEWEY
  7. 7. Teóricos da Educação Infantil• João Amós Comênio (1592 – 1657) - é da infância que se inicia a formação e do ser humano. Para ele, desde a infância deveria ser trabalhado tudo, de modo que a criança pudesse aprender dentro de um campo amplo de conhecimento. Recomendava o uso de ricos materiais pedagógico e ambiente propício à educação das crianças, partindo do princípio de que é da infância que se inicia a formação e do ser humano.• Jean Jacques Rousseau (1712-1778) - acreditava e colocava em destaque a mãe com o papel natural de educadora da criança. Enfatiza que a infância é um momento onde se vê, se pensa e se sente o mundo de um modo próprio. Para ele esse nesse momento, a ação do educador deveria ser uma ação natural que levasse em consideração a peculiaridade da infância, a ingenuidade, a inconsciência da criança. http://jucycabral.blogspot.com.br/2008/09/principais-tericos-e-suas-contribuies.html
  8. 8. “A instrução das crianças é um ofício em que é necessário saber perder tempo a fim de ganhá-lo.” ROUSSEAU
  9. 9. Teóricos da Educação Infantil• Johann Heinrich Pestalozzi (1746-1827) - a função principal do ensino é levar as crianças a desenvolverem habilidades naturais e inatas. Sua educação se fundamenta na percepção, no desenvolvimento dos sentidos da criança e o ensino deveria priorizar a utilização de objetos, não de palavras .• Friedrich Fröebel (1782 – 1852) - primeiro educador a enfatizar o brinquedo, a atividade lúdica e o apreender do significado da família nas relações humanas. Sua teoria salientou a importância do desenho e das atividades que envolvessem movimentos e ritmos. Ao abrir o primeiro jardim de infância, as criança poderiam se expressar por meio de diferentes atividades envolvendo percepção sensorial, linguagem oral associada a natureza e à vida e dos brinquedos. Paralelamente dedicou-se a fundação de outros jardins, à formação de professores e elaboração de métodos e equipamentos pedagógicos. http://jucycabral.blogspot.com.br/2008/09/principais-tericos-e-suas-contribuies.html
  10. 10. “O brincar em qualquer tempo não é trivial, é altamente sério e de profunda significação” FROEBEL
  11. 11. Teóricos da Educação Infantil• Ovide Decroly (1871 – 1932) - sua teoria fundamentada em princípios psicológicos e sociológicos destaca-se a promoção do trabalho em equipe e individual do ensino, com o fim de preparar o indivíduo para a vida. Preocupava-se com o domínio de conteúdos, contudo defendia e tentava viabilizar formas de apresentá-los mediante interesse do aluno.• Maria Montessori (1870 – 1952) - Montessori defendia que a função da educação é favorecer o progresso infantil de acordo com os aspectos biológicos de cada criança. Em sua concepção, como os estímulos externos formam o espírito infantil, eles precisam ser determinados. Dessa forma além de propor que, em sala de aula, a criança fosse livre para agir sobre os objetos sujeito a sua ação, desenvolveu jogos e outros materiais didáticos que passaram a ter um papel predominante no trabalho educativo. http://jucycabral.blogspot.com.br/2008/09/principais-tericos-e-suas-contribuies.html
  12. 12. “A tarefa do professor é preparar motivações para atividades culturais,num ambiente previamente organizado, e depois se abster de interferir.” MONTESSORI
  13. 13. Teóricos da Educação Infantil• Celestin Freinet (1896 – 1966) - para ele “a educação que a escola dava às crianças deveria extrapolar os limites da sala de aula e integrar-se às experiências por elas vividas em seu meio social”. Para ele a sociedade é plena de contradições que refletem interesses antagônicos das classes sociais existentes, que penetram na vida social, inclusive na escola. Suas técnicas tem como objetivo favorecer o desenvolvimento de métodos naturais da linguagem, da matemática, das ciências naturais e das ciências sociais num contexto de atividades significativas. Desse modo, possibilita às crianças sentirem-se sujeitos do processo de aprendizagem e a partir do seu interesse estabelecer condições da apropriação do conhecimento.• Jean Piaget (1896 – 1980) - concebeu a criança como ser dinâmico, que a todo o momento interage com a realidade, utilização de objetos e pessoas. Criador da “epistemologia genética”, Piaget mostra que todas as crianças passam por estágios estáveis de estruturação de pensamento, procurou investigar como se dava à construção do conhecimento no campo social, afetivo, fisiológico e cognitivo. http://jucycabral.blogspot.com.br/2008/09/principais-tericos-e-suas-contribuies.html
  14. 14. “Se não encontrarmos respostasadequadas a todas as questões sobre educação, continuaremos a forjaralmas de escravos em nossos filhos.” FREINET
  15. 15. Teóricos da Educação Infantil• Lev Semenovich Vygotsky (1896 – 1934) - traz a ideia do ser humano como “fruto” do contexto histórico e cita a pedagogia como sendo a ciência básica para o estudo do desenvolvimento humano por se tratar de uma síntese das disciplinas que estudam a criança integrando os aspectos biológico, psicológico e antropológico do desenvolvimento. Sua principal preocupação não foi elaborar uma teoria do desenvolvimento infantil, mas de compreender desenvolvimento psicológico do ser humano e para isso era necessário recorrer à infância como ponto inicial, justificando que “a necessidade do estudo da criança reside no fato de ela estar no centro da pré-história do desenvolvimento cultural devido ao surgimento do uso de instrumentos e da fala humana”. Destaca-se também pelas contribuições de sua teoria com relação ao desenvolvimento e aprendizagem do homem - “zonas de desenvolvimento”. Para ele desenvolvimento e aprendizagem são processos interativos, ou seja, ao aprender em um contexto social específico o indivíduo está se desenvolvendo. Partindo dessa concepção afirma que “o aprendizado humano pressupõe uma natureza social específica e um processo através do qual as crianças penetram na vida intelectual daqueles que as cercam”. http://jucycabral.blogspot.com.br/2008/09/principais-tericos-e-suas-contribuies.html
  16. 16. “O caminho desde o objeto até acriança e desta até o objeto passa por outra pessoa.” VYGOTSKY
  17. 17. Ludicidade• As atividades lúdicas não se restringem ao jogo e à brincadeira. Elas incluem atividades que possibilitam momentos de prazer, entrega e integração dos envolvidos.• “São aquelas que propiciam uma experiência de plenitude, em que nos envolvemos por inteiro, estando flexíveis e saudáveis.” LUCKESI• “São ações vividas e sentidas, não definíveis por palavras, mas compreendidas pela fruição, povoadas pela fantasia, pela imaginação e pelos sonhos que se articulam como teias urdidas com materiais simbólicos.” SANTIN
  18. 18. Ludicidade• Assuntos importantes e sérios podem ser abordados por meio da ludicidade, tais como: – Higiene pessoal – Noções de cidadania – Ética – Relacionamento interpessoal – Etc
  19. 19. Brincadeiras x idade da criança 0 a 5 meses• Chocalhos, brinquedos musicais, mordedores, brinquedos de berço, móbiles, livrinhos de pano ou plástico, bolas com texturas diferentes para serem agarradas com as duas mãos.
  20. 20. Brincadeiras x idade da criança 6 meses a 1 ano• Brinquedos flutuantes (que boiam na água), cubos que tenham guizos embutidos ou ilustrações, caixas ou brinquedos que se encaixam uns dentro dos outros, argolas empilháveis, brinquedos para martelar, empilhar e desmontar, eletrônicos de aprendizado, mesa pequena com cadeirinhas na altura em que a criança possa alcançar os pés corretamente no chão, telefone de brinquedo, espelhos, brinquedos que emitem sons por meio de botões de apertar, girar ou empurrar.
  21. 21. Brincadeiras x idade da criança 1 a 2 anos• Brinquedos de variadas texturas (estimulam os sentidos da visão, audição e tato), bonecas de tecido e bichos de pelúcia, livros e álbuns de fotografia com ilustrações dos familiares e objetos conhecidos, brinquedos de empurrar ou puxar, montar e desmontar. Os brinquedos devem ter cores vivas e não podem ser tóxicos.
  22. 22. Brincadeiras x idade da criança 2 a 3 anos• Bolas, blocos de brinquedos para empilhá-los e colocá-los dentro de caixas, brinquedos de encaixar e desmontar, brinquedos musicais, carrinhos, bonecas, cavalinho de balanço, brinquedos para praia ou piscina, brinquedos de equilibrar um em cima do outro. Nesta idade deve-se ensinar a criança a organizar e recolher os brinquedos.
  23. 23. Brincadeiras x idade da criança 3 a 4 anos• Triciclo, carrinho de puxar, aviões, trenzinhos, brinquedos infláveis, bolhas de sabão, caixas de areia com pás e cubos, cabanas, casas de bonecas, ferramentas de brinquedos, massinha de modelar, objetos domésticos, fantasias, máscaras, fantoches, instrumentos musicais de brinquedo, brinquedos de montar e desmontar mais complicados, blocos de formas e tamanhos variados, jogos e quebra-cabeças simples, lápis de cor e papel para desenhar (círculos, bonecos, enumerar os elementos de uma ilustração, colorir), livros com diferentes ilustrações e histórias alegres.
  24. 24. Brincadeiras x idade da criança 4 a 6 anos• Esta é a fase do mundo imaginário, sua criatividade está se desenvolvendo. Os brinquedos nesta fase devem auxiliar a criança a entrar no mundo da fantasia, por exemplo: dinheirinho de brinquedo, caixa registradora, casas de boneca com móveis, telefone, cidadezinhas, circos, fazendas com animais, materiais de papelaria, postos de gasolina, meios de transporte, instrumentos musicais, eletrônicos e jogos.
  25. 25. Planejando a atividade lúdica• O planejamento está presente em todos os aspectos de nossa vida, desde as situações mais simples – como escolher a roupa que iremos usar – até mesmo num projeto de um avião ou de um equipamento médico.• Antes de realizar qualquer atividade com as crianças da educação infantil é preciso fazer um planejamento, considerando os objetivos educacionais, as necessidades das crianças e faixa etária. Planejar é antecipar situações e prevenir problemas, por meio do estabelecimento de critérios de ação, a quantidade de pessoas que serão envolvidas, os recursos materiais e financeiros, bem como a definição de tempo e esforço necessários para atingir aos objetivos.
  26. 26. Planejando a atividade lúdica• O planejamento deve ser flexível, pois precisam orientar a prática - e, portanto, podem ser alteradas em função de diferentes contextos, necessidades ou até mesmo redefinição de objetivos etc. Tema Que ação ou projeto será desenvolvido? Público Qual a idade das crianças? Suas necessidades? Limitações? Objetivos Quais as competências queremos desenvolver? Tempo Qual o tempo previsto para realização da atividade? Atividades Quais são as atividades desenvolvidas? Serão dentro de sala de aula? Em ambiente externo? Materiais / Recursos Quais são os recursos ou materiais necessários? Avaliação Como os alunos serão avaliados? Quais os mecanismos utilizados para saber se os objetivos foram cumpridos? Se não forem satisfatórios, o que é preciso fazer para melhorar/ajustar?
  27. 27. Planejando a atividade lúdica• Equipes com até 5 pessoas• Planejar atividades para uma das faixas etárias:  0 a 5 meses  6 meses a 1 ano  1 a 2 anos  2 a 3 anos  3 a 4 anos  4 a 6 anos
  28. 28. O DESAFIO DO MARSHMALLOW
  29. 29. A ideia é SIMPLES!Construir a torre autônoma mais alta! • Equipes com até 5 pessoas • 15 minutos
  30. 30. ? Materiais20 palitos de espaguete + 1m de fita crepe + 1m de barbante + 1 marshmallow
  31. 31. Regras do Jogo1. Utilizar apenas o material 2. As equipes terão 15 minutos 3. A torre deve 4. O marshmallow deve ser fornecido para construir se sustentar sozinha até o colocado intacto no topo da suas torres momento da conferência geral torre!! Vence o desafio a equipe que construir a torre autônoma mais alta!
  32. 32. Para a equipe vencedora…
  33. 33. 1 tesoura 20 palitos de espaguete Confiram seus materiais! E vamos começar... 1m de fita crepe 1m de barbante 1 marshmallow
  34. 34. Tudo pronto?
  35. 35. Parabéns às equipes!
  36. 36. CONVERSA SOBRE O DESAFIO…
  37. 37. Quem apresenta o pior desempenho? Graduandos de Escolas de Negócios
  38. 38. Quem apresenta o melhor desempenho? Alunos do Jardim de Infância!!!
  39. 39. 102cm 79cm 71cm 55cm51cm 38cm 25cm
  40. 40. Qual é a lógica?
  41. 41. 44 Título da apresentação – 12/11/2008 (opcional)
  42. 42. 45 Título da apresentação – 12/11/2008 (opcional)
  43. 43. LIÇÕES APRENDIDAS
  44. 44. O que aprendemos com a dinâmica?• Planejamento é essencial para realização de qualquer atividade.• O planejamento deve ser flexível, às vezes é preciso mudar / alterar algo para que os objetivos sejam alcançados.• O erro faz parte do processo de aprendizagem e serve para que possamos aprender com ele.• Aprendemos com o nosso erro e com o erro dos colegas.• Trabalhar em equipe é sempre muito mais rico para todos os envolvidos, pessoas com diferentes vivências, ideias e conhecimentos podem acrescentar muito às nossas atividades.• Devemos deixar a imaginação e a criatividade nos ajudar.• Ao realizar/planejar uma atividade é preciso levar em consideração os conhecimentos prévios de quem irá realizá-la.• As atividades lúdicas também precisam de planejamento…
  45. 45. CONSIDERAÇÕES FINAIS
  46. 46. O que é importante lembrar…• A educação infantil: – é a etapa da criança na escola, portanto, deve ser um iniciação agradável, tranquila e leve. – ela não é a preparação para a escola, ela é escola. – deve ser planejada, as atividades precisam ter intencionalidade.• As crianças precisam de atenção e cuidado.• O ambiente educacional deve ser seguro e limpo.• As crianças aprendem e se desenvolvem por meio das brincadeiras.• Para uma atividade ser significativa ela não precisa de recursos caros ou difíceis. Menos é mais!• O educador precisa conhecer as crianças e observar suas necessidades e evolução.
  47. 47. Referências bibliográficas• http://www.mec.gov.br/• http://portal.mec.gov.br/dmdocuments/relat_seb_praticas_cotidianas.pdf• http://www.pedagogia.com.br/• http://revistaescola.abril.com.br/educacao-infantil/0-a-3-anos/planejar-area-externa-430319.shtml• http://saci.org.br/index.php?modulo=akemi&parametro=20196• http://jucycabral.blogspot.com.br/2008/09/principais-tericos-e-suas-contribuies.html• http://ludocriatividade.blogspot.com.br/2009/12/mas-afinal-o-que-e-ludicidade.html• http://www.artigonal.com/educacao-infantil-artigos/a-importancia-das-atividades-ludicas-4363665.html• http://ensinareaprender-crisreis.blogspot.com.br/2012/03/planejar-e-avaliar-na-educacao-infantil.html• http://www.estimulando.com.br/brinquedos.htm
  48. 48. ContatoAlyne MeirellesCel.: (21) 9145-9449E-mail: alynemeirelles@yahoo.com.brCurrículo Lates: http://lattes.cnpq.br/4315874262200983 www.opportunityconsultoria.com contato@opportunityconsultoria.com
  49. 49. Obrigada!

×