A Web 2.0 no Ensino de Química - Dia 01

1.395 visualizações

Publicada em

Apresentação do segundo dia do Minicurso: A Web 2.0 no Ensino de Químca: Podcasting, Blogs, Twitters e Mobile-Learning, no XV Eneq realizado em Brasília.

Publicada em: Educação
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
1.395
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
14
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
25
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

A Web 2.0 no Ensino de Química - Dia 01

  1. 1. A Web 2.0 no Ensino de Química Podcasting, Blogs, Twitt ers e Mobile-Learning. Bruno Leite Universidade Federal Rural de Pernambuco
  2. 2. A Web 2.0 no Ensino de Química WEB 2.0 • A Web 2.0 é a segunda geração de serviços online e caracteriza-se por potencializar as formas de publicação, compartilhamento e organização de informações, além de ampliar os espaços para a interação entre os participantes do processo; • Segundo O‟Reilly: A Web 2.0 é a mudança para uma internet como plataforma, e um entendimento das regras para obter sucesso nesta nova plataforma. Entre outras, a regra mais importante é desenvolver aplicativos que aproveitem os efeitos de rede para se tornarem melhores quanto mais são usados pelas pessoas, aproveitando a inteligência coletiva (O‟REILLY, 2005). Podcasting, Blogs, Twitters e Mobile-Learning - Bruno Leite
  3. 3. A Web 2.0 no Ensino de Química WEB 2.0 • De Clercq (2009) estabelece uma definição para a Web 2.0 compacta e diretamente utilizada num âmbito educativo como: A Web 2.0 é uma nova geração de serviços e aplicações Web na rede que facilitam a publicação, o compartilhamento e a difusão de conteúdos digitais, que fomentam a colaboração e a interação na rede e que oferecem uns instrumentos que facilitam a buscam e a organização das informações na rede (De Clercq, 2009, p.31). Podcasting, Blogs, Twitters e Mobile-Learning - Bruno Leite
  4. 4. A Web 2.0 no Ensino de Química WEB 2.0 Diferenças entre a Web e Web 2.0 Web 1.0 Web 2.0 -Utilizador é consumidor da - Utilizador é consumidor e produtor informação; da informação; - Dificuldades inerentes a - Facilidades de criação e edição de programação e aquisição de software páginas online; específico; - O utilizador tem vários servidores - Para ter um espaço na rede na para disponibilizar suas páginas de maioria dos servidores é preciso forma gratuita; pagar; - Número de ferramentas e - Menor número de ferramentas e possibilidades ilimitadas. possibilidades. Podcasting, Blogs, Twitters e Mobile-Learning - Bruno Leite
  5. 5. A Web 2.0 no Ensino de Química WEB 1.0 x WEB 2.0 • Produção dos próprios documentos (“Prosumidor”) • Em vez de álbuns virtuais, prefere-se o flickr, onde os internautas além de publicar suas imagens e organizá-las através de associações livres, podem buscar fotos em todo o sistema. • Enciclopédias Virtuais • Taxonomia x Folksonomia • Aplicações webtop Podcasting, Blogs, Twitters e Mobile-Learning - Bruno Leite
  6. 6. A Web 2.0 no Ensino de Química WEB 2.0 Podcasting, Blogs, Twitters e Mobile-Learning - Bruno Leite
  7. 7. A Web 2.0 no Ensino de Química WEB 2.0 Podcasting, Blogs, Twitters e Mobile-Learning - Bruno Leite
  8. 8. A Web 2.0 no Ensino de Química FERRAMENTAS DA WEB 2.0 Wikis: • Março de 2000, Jim Wales e Larry Sanger iniciaram um projeto cujo objetivo era criar uma enciclopédia online de livre acesso (Alier, 2009) www.semente.pro.br • NUPEDIA (24 artigos e 75 em processo de revisão); • criação de enciclopédias ao publico geral em um sitio web baseado em um software chamado Wiki (Alier, 2009). • Wikis são páginas de escrita coletiva; Podcasting, Blogs, Twitters e Mobile-Learning - Bruno Leite
  9. 9. A Web 2.0 no Ensino de Química FERRAMENTAS DA WEB 2.0 Wikis: • O projeto wiki mais conhecido é sem dúvida Wikipédia http://wikipedia.org , a enciclopédia na rede e fonte de informação mais consultada da Internet . • A qualidade da Wikipédia provém de um processo de criação coletiva, o conteúdo de cada artigo evolui em função da micro- comunidade de “wikipedistas”. • Wikiversidad é um exemplo de wiki educativa; • Outros exemplos de wiki Podcasting, Blogs, Twitters e Mobile-Learning - Bruno Leite
  10. 10. A Web 2.0 no Ensino de Química FERRAMENTAS DA WEB 2.0 Mais Wikis: http://snipsnap.org http://socialtext.com 1. http://wikispaces.com http://stikipad.com 2.www.mediawiki.org http://tikiwiki.org 3.www.tiddlywiki.com http://twiki.org http://wikihost.org http://activeweave.com www.elwiki.com http://atwiki.com www.netcipia.com http://bluwiki.com www.qwikiwiki.com http://editme.com www.wikia.com http://es.wikinside.com www.wikidot.com http://jot.com www.wikispaces.com http://littlewiki.com www.xwiki.com http://pbwiki.com www.wikia.com http://qwik.de www.wikisearch.org http://seedwiki.com www.wikiseek.com Podcasting, Blogs, Twitters e Mobile-Learning - Bruno Leite
  11. 11. A Web 2.0 no Ensino de Química FERRAMENTAS DA WEB 2.0 Blog: • Um blog é um modo de distribuir notícias. Um blog é uma página web pessoal de fácil criação e uso, com publicações cronológicas sobre a qual os leitores podem comentar facilmente . • No blog os professores podem produzir ambientes de aprendizagem dinâmico sem o conhecimento prévio de uma linguagem informática (ex. HTML). • Para criar o próprio blog basta apenas usar um dos seguintes serviços: Blogger, WordPress.com, LiveJournal, Xanga, TypePad, tumblr, LaCoctelera, etc. Podcasting, Blogs, Twitters e Mobile-Learning - Bruno Leite
  12. 12. A Web 2.0 no Ensino de Química FERRAMENTAS DA WEB 2.0 Wordpress.com Tumblr.com (blogspot.com) Podcasting, Blogs, Twitters e Mobile-Learning - Bruno Leite
  13. 13. A Web 2.0 no Ensino de Química FERRAMENTAS DA WEB 2.0 Mais Blogs www.blog-fx.com www.blogsome.com Destacados: www.blogspirit.com 1. http://wordpress.org www.bluekaffee.com 2.www.vox.com www.deadjournal.com 3.www.blogger.com www.greatestjournal.com www.lacoctelera.com http://360.yahoo.com www.livejournal.com http://blog.com www.movabletype.org http://drupal.org www.myspace.com http://hometown.aol.com www.opendiary.com http://msmvps.com www.pmachine.com http://newblog.com www.sixapart.com/livejournal http://radio.userland.com www.squarespace.com http://typo3.com www.typepad.com www.battleblog.com www.xanga.com Podcasting, Blogs, Twitters e Mobile-Learning - Bruno Leite
  14. 14. A Web 2.0 no Ensino de Química FERRAMENTAS DA WEB 2.0 Podcasting, Blogs, Twitters e Mobile-Learning - Bruno Leite
  15. 15. A Web 2.0 no Ensino de Química FERRAMENTAS DA WEB 2.0 Mais Redes Sociais: http://mymediaroom.com http://otavo.com Destacados: http://piczo.com 1.www.facebook.com http://platial.com 2.www.43things.com www.askeet.com 3. http://myspace.com www.8p.com.br www.bebo.com http://360.yahoo.com www.multiply.com http://alpha.qunu.com www.blinklist.com http://www.blinklife.com www.bluedot.us http://blogoforum.com www.coastr.com http://es.facebox.com www.orkut.com http://fo.rtuito.us www.vox.com http://imvu.com www.hi5.com http://www.naymz.com www.linkedin.com http://mugshot.org Podcasting, Blogs, Twitters e Mobile-Learning - Bruno Leite
  16. 16. A Web 2.0 no Ensino de Química FERRAMENTAS DA WEB 2.0 Twitter: • Em março de 2006, um pequeno serviço de comunicação, chamado Twitter, foi inaugurado. • Ele começou como um projeto sem grandes pretensões, idealizado por uma empresa de podcasting de São Francisco, e não demorou para se tornar o principal projeto dela • O nome vem do barulho de um passarinho, já que em inglês a onomatopéia não é "piu" mas sim "tweet" (tanto que o personagem Piu-Piu em inglês chama Tweetie). Podcasting, Blogs, Twitters e Mobile-Learning - Bruno Leite
  17. 17. A Web 2.0 no Ensino de Química FERRAMENTAS DA WEB 2.0 Twitter: • O Twitter é uma rede social e servidor para microblogging que permite aos usuários que enviem e leiam atualizações pessoais de outros contatos (em textos de até 140 caracteres, conhecidos como "tweets"), através da própria Web ou por SMS. • No Twitter podemos enviar e receber mensagens por uma variedade de mecanismos, incluindo telefones celulares, PC‟s, websites e programas de desktop, e elas são transmitidas em tempo real Podcasting, Blogs, Twitters e Mobile-Learning - Bruno Leite
  18. 18. A Web 2.0 no Ensino de Química FERRAMENTAS DA WEB 2.0 Twitter: • O Twitter propõe a questão: “What are you doing? Podcasting, Blogs, Twitters e Mobile-Learning - Bruno Leite
  19. 19. A Web 2.0 no Ensino de Química FERRAMENTAS DA WEB 2.0 Twitter: • Basicamente no Twitter a única coisa que podemos fazer é colocar uma mensagem que diz: 1) O que você está fazendo ou 2) Algo que você está vendo ou 3) Algo que você quer fazer ou até 4) Algo que você quer que os outros vejam. Podcasting, Blogs, Twitters e Mobile-Learning - Bruno Leite
  20. 20. A Web 2.0 no Ensino de Química FERRAMENTAS DA WEB 2.0 Twitter: • Diminuindo os links: TinyURL (www.tinyurl.com); Bit.ly (http://bit.ly), e o Is.gd (http://is.gd); Twi.bz (http://twi.bz) • Para encontrar algo mais facilmente, a pesquisa Twitter tem uma função chamada “Trending topics”. Ela lista as dez palavras ou frases mais populares, que estão sendo twittadas no momento. • Sortei-me http://sorteie.me/; migre http://migre.me/ • Ferramentas para Twitter (http://oneforty.com); TwitDocs http://twitdoc.com) Twitter buscas (http://search.twitter.com); Podcasting, Blogs, Twitters e Mobile-Learning - Bruno Leite
  21. 21. A Web 2.0 no Ensino de Química FERRAMENTAS DA WEB 2.0 (www.twitter.com) Podcasting, Blogs, Twitters e Mobile-Learning - Bruno Leite
  22. 22. A Web 2.0 no Ensino de Química FERRAMENTAS DA WEB 2.0 Formspring: • Página construída por prosumidores • Permite que os usuários recebam perguntas de outros usuários ou de pessoas não cadastradas. Podcasting, Blogs, Twitters e Mobile-Learning - Bruno Leite
  23. 23. A Web 2.0 no Ensino de Química FERRAMENTAS DA WEB 2.0 LinkedIn: • É uma rede de negócios fundada em Dezembro de 2002 • O principal propósito do site é permitir que usuários registrados possam manter uma lista detalhada de contatos de pessoas que eles conheçam e confiem em empresas. As pessoas nessa lista são chamadas de conexões. • Uma rede de contatos acumulada, constituída de suas ligações diretas, de segundo grau, terceiro e assim por diante facilitam com que você possa conhecer alguém através de seus contatos mútuos Podcasting, Blogs, Twitters e Mobile-Learning - Bruno Leite
  24. 24. A Web 2.0 no Ensino de Química FERRAMENTAS DA WEB 2.0 LinkedIn: Podcasting, Blogs, Twitters e Mobile-Learning - Bruno Leite
  25. 25. A Web 2.0 no Ensino de Química FERRAMENTAS DA WEB 2.0 LinkedIn (Modelo de Domínio) Podcasting, Blogs, Twitters e Mobile-Learning - Bruno Leite
  26. 26. A Web 2.0 no Ensino de Química FERRAMENTAS DA WEB 2.0 Facebook: • Fundada em fevereiro de 2004. • Rede social que reúne pessoas a seus amigos e àqueles com quem trabalham, estudam e convivem. • Recursos: The Wall (mural), Gifts (“presentinhos”); Marketplace; Facebook vídeos; facebook móvel „grátis‟ Podcasting, Blogs, Twitters e Mobile-Learning - Bruno Leite
  27. 27. A Web 2.0 no Ensino de Química FERRAMENTAS DA WEB 2.0 MySpace: • Rede Social que utiliza a Internet para comunicação online através de uma rede interativa de fotos, blogs e perfis de usuário. Podcasting, Blogs, Twitters e Mobile-Learning - Bruno Leite
  28. 28. A Web 2.0 no Ensino de Química FERRAMENTAS DA WEB 2.0 GOOGLE: • fornece dezenas de serviços online, em sua maioria gratuitos, que incluem serviço de e-mail, edição e compartilhamento de documentos e planilhas, rede social, comunicação instantânea, tradução, compartilhamento de fotos e vídeos, entre outros; assim como ferramentas de pesquisa especializada, que inclui, entre outras coisas, notícias, imagens, vídeos e artigos acadêmicos. Podcasting, Blogs, Twitters e Mobile-Learning - Bruno Leite
  29. 29. A Web 2.0 no Ensino de Química FERRAMENTAS do GOOGLE na WEB 2.0 Orkut Google Agenda Google Reader Google Docs Google Grupos Podcasting, Blogs, Twitters e Mobile-Learning - Bruno Leite
  30. 30. A Web 2.0 no Ensino de Química FERRAMENTAS DA WEB 2.0 Google Agenda é um serviço de agenda e calendário on-line oferecido gratuitamente. No Google Agenda podemos controlar com quem a agenda é compartilhada e quais informações os outros podem ver. Envio SMS. Podcasting, Blogs, Twitters e Mobile-Learning - Bruno Leite
  31. 31. A Web 2.0 no Ensino de Química FERRAMENTAS DA WEB 2.0 Google Docs Utilização online. Compõe-se de um processador de texto, um editor de apresentações, um editor de planilhas e um editor de formulários. permite a edição do mesmo documento por mais de um usuário, Podcasting, Blogs, Twitters e Mobile-Learning - Bruno Leite
  32. 32. A Web 2.0 no Ensino de Química FERRAMENTAS DA WEB 2.0 Google Reader: É uma aplicação web que tem uma função de leitor de feeds (RSS). Podcasting, Blogs, Twitters e Mobile-Learning - Bruno Leite
  33. 33. A Web 2.0 no Ensino de Química FERRAMENTAS DA WEB 2.0 Google Acadêmico: • fornece uma maneira simples de pesquisar literatura acadêmica de forma abrangente. • Este recurso é de fundamental importância para pesquisadores, pois além de disponibilizar artigos revisados por especialistas, teses, livros, resumos e outras publicações acadêmicas de todas as áreas de pesquisa permite identificar e relacionar autores que já abordaram o mesmo assunto. Podcasting, Blogs, Twitters e Mobile-Learning - Bruno Leite
  34. 34. A Web 2.0 no Ensino de Química FERRAMENTAS DA WEB 2.0 Google Grupos: • No Google Grupos podemos pesquisar áreas de interesse; criar grupos específicos; participar de grupos; criar uma base de conhecimento em que as informações podem ser capturadas e discutidas; diminuir a distância entre o professor e seus alunos. Podcasting, Blogs, Twitters e Mobile-Learning - Bruno Leite
  35. 35. A Web 2.0 no Ensino de Química FERRAMENTAS DA WEB 2.0 Google Maps: • É um serviço de pesquisa e visualização de mapas e imagens de satélite da Terra gratuito na web. Disponibiliza imagens via satélite do mundo todo, com possibilidade de um zoom nas grandes cidades. Google Talk: • É um serviço de mensagens instantâneas e de VoIP. O programa permite que um usuário da Internet se relacione com outro que tenha o mesmo programa em tempo real, podendo ter uma lista de amigos "virtuais" e acompanhar quando eles entram e saem da rede. Podcasting, Blogs, Twitters e Mobile-Learning - Bruno Leite
  36. 36. A Web 2.0 no Ensino de Química FERRAMENTAS DA WEB 2.0 Picasa: • É um programa de computador que inclui a edição digital de fotografias e cuja função principal é organizar a coleção de fotos digitais presentes no computador, de forma a facilitar a procura por fotografias específicas por parte do usuário do software. Podcasting, Blogs, Twitters e Mobile-Learning - Bruno Leite
  37. 37. A Web 2.0 no Ensino de Química FERRAMENTAS DA WEB 2.0 Mecanismos de Busca: • Os sites de buscam auxiliam na procura dos materiais que deseja- se na web. • Google, Yahoo Search, o Live Search (Bing), Alta Vista, Aonde.com.br, BrBusca, Cadê?, Farejador. • A Web 2.0 oferece uns sites de busca especializados em escanear a blogsfera com base nas palavras chaves indicados pelos próprios bloggers Conjunto de todas as publicações em blogs, conectados entre si. Podcasting, Blogs, Twitters e Mobile-Learning - Bruno Leite
  38. 38. A Web 2.0 no Ensino de Química FERRAMENTAS DA WEB 2.0 Mecanismos de Busca para blogs: Podcasting, Blogs, Twitters e Mobile-Learning - Bruno Leite
  39. 39. A Web 2.0 no Ensino de Química FERRAMENTAS DA WEB 2.0 Mais Mecanismos de Busca: Destacados: http://search.aol.com 1.www.google.com http://search.ask.com 2.www.yahoo.com http://searchmarketing.yahoo.com 3.www.mnemo.org http://swicki.eurekster.com http://technorati.com http://www.bing.com http://yurnet.com http://www.brbusca.com.br http://wink.com http://br.altavista.com www.accoona.com http://a9.com www.alexa.com http://busca.igbusca.com.br www.altavista.com http://www.aonde.com.br www.amazon.com http://foundd.com www.ask.com http://newzpile.com www.msn.com http://cade.search.yahoo.com www.search.com http://qtsaver.com http://qube.qelix.com Podcasting, Blogs, Twitters e Mobile-Learning - Bruno Leite
  40. 40. A Web 2.0 no Ensino de Química INTERCONEXÕES WEB 2.0 Podcasting, Blogs, Twitters e Mobile-Learning - Bruno Leite
  41. 41. A Web 2.0 no Ensino de Química CONTATO quimicadobruno@gmail.com Podcasting, Blogs, Twitters e Mobile-Learning - Bruno Leite

×