Módulo 1 conceitos e fundamentos do turismo

665 visualizações

Publicada em

Publicada em: Turismo
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
665
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
172
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
30
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Módulo 1 conceitos e fundamentos do turismo

  1. 1. Turismo – Informação e animação Turística MÓDULO I – Conceitos e Fundamentos do Turismo ANO LETIVO 2013/2014
  2. 2. 2 22/02/2014 Conceito de Turismo  Podemos então definir o turismo como a actividade, económicas ou as actividades decorrentes das deslocações e permanências dos turistas. Raquel Melo
  3. 3. 3 22/02/2014 Turismo  As primeiras definições de turismo surgiram com os professores Waler Hunziker e Kurt Krapf que estabeleceram a definição mais elaborada ao considerarem, em 1942, o turismo como ‘o conjunto das relações e fenómenos originados pela deslocação e permanência de pessoas fora do seu local habitual de residência.’ Raquel Melo
  4. 4. 4 22/02/2014 Turismo  A definição apresentada mais tarde por Mathienson and Hall acrescentou que o ‘Turismo é um movimento temporário de pessoas para destinos fora dos seus locais normais de trabalho e de residência, as actividades desenvolvidas durante a sua permanência nesses destinos e as infra- estruturas criadas para satisfazer as suas necessidades. Raquel Melo
  5. 5. 5 22/02/2014 Turismo  Do ponto de vista técnico podemos utilizar a definição da OMT que considera o Turismo como ‘o conjunto desenvolvidas por das pessoas actividades durante as viagens e estadas em locais situados fora do seu ambiente habitual por um período consecutivo que não ultrapasse um ano, por motivos de lazer, de negócios e outros. Raquel Melo
  6. 6. 6 22/02/2014 Desta forma e por Midleton em 1996, Turismo engloba todas as actividades: 1. a actividade dos visitantes respeita aos aspectos da vida fora do ambiente habitual; 2. estas actividades implicam uma viagem, com recurso a algum meio de transporte; 3. o destino é o espaço de concentração das infra-estruturas que suportam aquelas actividades. Raquel Melo
  7. 7. 7 22/02/2014 Conceito de Viagem e Turismo Raquel Melo
  8. 8. 8 22/02/2014 VISITANTE  São todas as pessoas que se deslocam para um local fora do seu ambiente habitual durante um período inferior a 12 meses consecutivos e cujo motivo principal da visita é outro que não seja o de exercer uma actividade remunerada no local visitado.  esta definição desdobra-se depois em duas outras subcategorias. Raquel Melo
  9. 9. 9 22/02/2014 VISITANTE TURISTA EXCURSIONISTA OU VISITANTE DE DIA Raquel Melo
  10. 10. 10 22/02/2014 Turista É todo o visitante que passa pelo menos uma noite (+24h) no local visitado fora da sua residência habitual. Raquel Melo
  11. 11. 11 22/02/2014 EXCURSIONISTA É todo o visitante que não passa a noite (- de 24h) no local visitado fora do seu ambiente habitual. Raquel Melo
  12. 12. 12 22/02/2014 Classificações de Turismo  Podemos classificar o turismo segundo:  A origem dos visitantes;  Segundo as repercussões na balança de pagamentos;  A duração da permanência;  O grau de liberdade administrativa;  A organização da viagens. Raquel Melo
  13. 13. 13 22/02/2014 A origem dos visitantes  A origem dos visitantes: Turismo doméstico ou interno: Deslocações dos residentes de um país, unicamente no interior do próprio país. Turismo receptor (inbounding tourism): Abrange as viagens a um país por residentes noutro país. Turismo emissor (outbound tourism): É o turismo que respeita às viagens dos residentes num dado país. Raquel Melo
  14. 14. 14 22/02/2014 A origem dos visitantes  Podemos distinguir outros tipo de formas de turismo: Turismo interior Agrupa o turismo interno e o receptor. Turismo nacional Agrupa o turismo interno e turismo emissor Turismo internacional Agrupa o turismo receptor e o emissor Raquel Melo
  15. 15. 15 22/02/2014 Turismo nacional Raquel Melo
  16. 16. Tipos de Turismo
  17. 17. 17 22/02/2014 • Turismo de ócio ou recreio  Trata-se de um turismo muito heterogéneo por que as pessoas viajam por inúmeros motivos relacionados com a noção de prazer, uns pelo simples prazer de mudar de lugar outros por espírito de imitação para se imporem socialmente. Raquel Melo
  18. 18. 18 22/02/2014 • Turismo de repouso  Este tipo de turista procura obter um relaxamento físico e mental, um benefício para a saúde e também a recuperação física dos desgastes provocados pelo stress ou pelos desequilíbrios psicossociológicos provocados pela intensidade de trabalho e/ou pela agitação da vida moderna. Raquel Melo
  19. 19. 19 22/02/2014 • Turismo cultural  Os motivos de viagem deste tipo de turista, prendem-se com o desejo de ver coisas novas, de aumentar os conhecimentos conhecer as particularidades e os hábitos doutras populações, e ainda, participar em manifestações artísticas, ou por motivos religiosos. Raquel Melo
  20. 20. 20 22/02/2014 • Turismo desportivo  Inclui turistas cujas motivações são a participação nas actividades desportivas, e turistas cuja motivação é apenas assistir às mesmas. Hoje em dia a procura de férias activas assume uma importância cada vez maior. Raquel Melo
  21. 21. 21 22/02/2014 Turismo de negócios  Tem um grande significado económico motivado pelo crescente grau de internacionalização das economias e das empresas, pelo aumento das reuniões científicas e pela proliferação de manifestações de divulgação de produtos, como as feiras e as exposições. Inclui-se aqui o turismo de congressos e incentivos. Raquel Melo
  22. 22. 22 22/02/2014 • Turismo político  Trata-se do turismo movimentação de resultante pessoas da para participarem em acontecimentos ou reuniões políticas, quer se trate de ocasiões esporádicas, quer se trate de reuniões ou acontecimentos características regulares. e efeitos Tem semelhantes ao turismo de negócios. Raquel Melo
  23. 23. 23 22/02/2014 • Turismo étnico e de carácter social  Incluem-se neste grupo as viagens realizadas para visitar amigos, parentes e organizações, para participar na vida em comum com as populações locais, as viagens de núpcias ou por razões de prestígio social. Raquel Melo

×