CORES

30.272 visualizações

Publicada em

A cor, é um elemento fundamental em qualquer processo de comunicação e merece uma atenção especial. É um componente com grande influência no dia a dia de uma pessoa, interferindo nos sentidos, emoções e intelecto; pode portanto, ser usada deliberadamente para se atingir objetivos específicos.

Publicada em: Design
2 comentários
31 gostaram
Estatísticas
Notas
Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
30.272
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
42
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
1.372
Comentários
2
Gostaram
31
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

CORES

  1. 1. CORES<br />DaniloAmorim, 2010.<br />
  2. 2. O que convencionou-se chamar de Teoria das Cores de Leonardo da Vinci foram formulações históricas, esparsas, contidas em seus escritos e reunidas no livro “Tratado da Pintura e da Paisagem – Sombra e Luz”. Cuja primeira edição, só foi publicada 132 anos após a morte do artista- São anotações recolhidas pelo artista ao longo de anos de observação, e é a teoria mais coerente sobre cores, sendo um dos legados do renascimento para as artes visuais. Para um aprofundamento maior sobre o tema, consulte um dos livros de *Israel Pedrosa – Da cor a cor Inexistente. Nele há um capítulo inteiro sobre a história da cor, baseado na teoria de Leonardo da Vince. <br /> TEORIA DAS CORES<br />
  3. 3. Ao falarmos de cores, temos duas linhas de pensamento distintas: a Cor-Luz e a Cor-Pigmento. Falar de cor sem falar de luz, é impossível, mesmo se tratando da Cor-Pigmento, pois ela, a luz, é imprescindível para a percepção da cor, seja ela Cor-Luz ou Cor-pigmento. No caso da Cor-Luz, ela é a própria cor . No caso da Cor-Pigmento, ela, a luz, é que é refletida pelo material, fazendo com que o olho humano perceba esse estímulo como cor.    <br />DINSTIÇÃO DAS CORES<br />[...]<br />
  4. 4. Os dois extremos da classificação das cores são: o branco, ausência total de cor, ou seja, luz pura; e o preto, ausência total de luz, o que faz com que não se reflita nenhuma cor. Essas duas "cores“, portanto, não são exatamente cores, mas características da luz, que convencionamos chamar de cor.<br />[...]<br />
  5. 5. “As cores primárias, são aquelas que não podem ser obtidas a partir da mistura de outras cores. São as cores básicas, a partir das quais, todas as demais são obtidas. São elas o vermelho, o azul e o amarelo.”<br />CORES PRIMÁRIAS<br />MARTINS, prof. Deraldo - Faculdade Sartre COC <br />Matéria: Teoria e Sistema da Cor.<br />
  6. 6. Cores primárias das cores-pigmento: <br />Cores primárias das cores-luz:  <br />
  7. 7. As combinações surgidas de duas cores primárias são chamadas de cores secundárias. São elas: laranja, que é a mistura do amarelo com o vermelho, o verde, que é a mistura do azul com o amarelo e o violeta, que é a mistura do vermelho com o azul.<br />CORES SECUNDÁRIAS<br />
  8. 8. Ascombinações entre as cores primárias, com as cores secundárias, originam as cores terciárias. No total, são 6, as cores terciárias e no disco cromático, elas ficam entre as cores primárias e as terciárias. <br />CORES TERCIÁRIAS<br />
  9. 9. O disco cromático não é um instrumento científico de classificação de cores, mas é muito útil no entendimento da teoria das cores. Geralmente usado para estudar as cores-pigmento, o disco cromático pode ser desenvolvido em qualquer material, lembrando-se que cores-luz e cores pigmentos sofrem alterações de acordo com sua própria essência.  <br />O DISCO CROMÁTICO<br />
  10. 10. O DISCO CROMÁTICO<br />
  11. 11. AS CORES PRIMÁRIAS NO DISCO <br />P<br />P<br />P<br />*P = Cores Primárias<br />
  12. 12. AS CORES SECUNDÁRIAS NO DISCO <br />P<br />S<br />S<br />P<br />P<br />S<br />*S = Cores Secundárias<br />
  13. 13. AS CORES TERCIÁRIAS NO DISCO <br />P<br />T<br />T<br />S<br />S<br />T<br />T<br />P<br />P<br />T<br />T<br />S<br />*T = Cores Terciárias<br />
  14. 14. Note no gráfico, que uma cor primária é sempre complementada pôr uma cor secundária. Esta é a cor que está em oposição a posição desta cor primária. Pôr exemplo, a cor complementar do vermelho é o verde.  As cores complementares são usadas para dar força e equilíbrio a um trabalho criando contrastes. <br />CORES COMPLEMENTARES<br />[...]<br />
  15. 15. Raramente se usa apenas cores complementares em um trabalho, o efeito pode ser desastroso, mas em alguns casos é extremamente interessante. Os pintores figurativos em geral usam as cores complementares apenas para acentuar as outras criando assim, equilíbrio no trabalho.   <br />[...]<br />[...]<br />
  16. 16. a cor secundária está em oposição a posição da cor primária<br />*A cor verde está em oposição a cor vermelha.<br />
  17. 17. Vale lembrar que as cores complementares são as que mais contrastes entre si oferecem, *sendo assim, se queremos destacar um amarelo, devemos colocar junto dele um vileta. Outra característica importante das cores complementares é que elas se neutralizam entre si.<br />[...]<br />[...]<br />
  18. 18. O que isso quer dizer? Que se quisermos tirar a "potência" de um amarelo, basta acrescentar-lhe certa quantidade de violeta até que neutralizando-o em um tom de cinza, até chegar ao preto. (Processo químico de composição de cores.)<br />[...]<br />
  19. 19. Sãoas que aparecem lado-a-lado no gráfico. São análogas porque há nelas uma mesma cor básica. Pôr exemplo o amarelo-ouro e o laranja-avermelhado tem em comum a cor laranja. As cores análogas, ou da mesma "família" de tons, são usadas para dar a sensação de uniformidade. Uma composição em cores análogas em geral é elegante, porém deve-se tomar o cuidado de não a deixar monótona.  <br />CORES ANÁLOGAS <br />
  20. 20. *Amarelo-Ouro(primária) + Laranja-Avermelhado(secundário) <br />tem em comum a cor laranja(terciária).<br />
  21. 21. Oscinzas e os marrons são consideradas as cores neutras, mas podem ser neutras também os tons de amarelos acinzentados, azuis e verdes acinzentados e os violetas amarronzados.A função das cores neutras é servir de complemento da cor aproximada, para dar-lhe profundidade, visto que as cores neutras em geral tem pouca refletividade de luz.<br />CORES NEUTRAS <br />
  22. 22. Atemperatura das cores, designa a capacidade que as cores têm de parecer quentes ou frias. Quando se divide um disco cromático ao com uma linha vertical cortando o amarelo e o violeta, percebe-se que os vermelhos e laranjas do lado esquerdo, são cores quentes, vibrantes. Pôr outro lado, os azuis e verdes do lados direito são cores frias, que transmitem sensações de tranqüilidade.<br />TEMPERATURA DAS CORES<br />
  23. 23. Umacor aparece quase sempre perto de outras e essa proximidade, de acordo com a característica de cada uma das cores, provoca alterações na luminosidade dessa cor em questão.  <br />EFEITOS LUMINOSOS<br />[...]<br />
  24. 24. <ul><li>Por Exemplo:</li></ul>01<br />02<br />
  25. 25.            <br />Nos dois exemplos anteriores, observe os pequenos retângulos cinza. O da esquerda, está envolto em uma cor violácea, o que faz com que tenha a tendência de "puxar" a cor complementar do violeta que seria o amarelo. Já o da direita, envolvido pôr uma cor alaranjada, tende a "puxar" um tom complementar do laranja, o azul.   <br />[...]<br />
  26. 26. Se uma cor é tornada mais clara adicionando branco, o resultado chama-se matiz<br />¹MATIZES<br />
  27. 27. Se é adicionado preto, a versão mais escura é chamada sombra<br />²SOMBRAS<br />
  28. 28. Ese o cinzento é adicionado, o resultado chama-se tom<br />³TOM<br />
  29. 29. Dizrespeito ao brilho da cor. Um matiz de intensidade alta ou forte é vívido e saturado, enquanto o de intensidade baixa ou fraca caracteriza cores fracas ou "pastel". O disco de cores mostra que o amarelo tem intensidade alta enquanto a do violeta é baixa.<br />INTENSIDADE<br />[...]<br />
  30. 30. Conhecera teoria das cores não é suficiente para elaborar trabalhos interessantes, porém ajuda e muito a atingir objetivos quando estes envolverem o sentido da visão. Afinal é o olho o órgão que capta as cores, passando a mensagem ao cérebro que a identifica e associa com estes conceitos apresentados. <br />[...]<br />
  31. 31. Corescontrastantes, São cores que, quando usadas próximas umas das outras, produzem uma sensação de choque. As cores contrastantes são diretamente opostas no disco das cores. Assim, a cor que mais contrasta com o vermelho é o ciano; o mesmo acontece com o azul e o amarelo; e com o magenta e verde.<br />CONTRASTE<br />[...]<br />
  32. 32. Sea cor é primária, contrasta sempre o a secundária e vice-versa. O resultado estético dessas combinações nem sempre é satisfatório, a não ser que haja interesse em explorar o choque visual produzido por elas. Quando mais forte forem elas, maior será esse impacto.<br />[...]<br />
  33. 33. Acor central é uma mistura das duas cores laterais. Observe que a faixa central é clareada por cada uma das duas outras cores, mas do lado oposto. No limite com a faixa vermelha, o violeta é clareado pelo azul e, no limite com a faixa azul, o violeta é clareado pelo azul, o violeta é clareadopelo vermelho.<br />CONTRASTE DE LIMITE<br />
  34. 34. Éum esquema que usa três cores secundárias eqüidistantes. Por exemplo: verde, violeta, laranja ou então violeta azulado, laranja avermelhado, verde amarelado. A tríade é considerada como um dos esquemas mais harmoniosos na roda de cores. Forma um triângulo isósceles na Roda de Cores. Para usar o esquema triplo com sucesso e de forma harmoniosa, as cores devem ser balanceadas cuidadosamente - use uma cor dominante e duas de apoio.<br />ESQUEMA DE COR TRÍADE<br />
  35. 35.
  36. 36. Oesquema de cor split complementar usa as duas cores adjacentes à cor complementar. Este esquema tem um impacto visual semelhante ao esquema complementar, mas uma tensão menor. E é muito útil para principiantes uma vez que é difícil estragar e de alterar<br />ESQUEMA DE COR SPLIT COMPLEMENTAR<br />
  37. 37.
  38. 38. Oesquema de cor em retângulo usa quatro cores cada uma delas complementares aos pares. Este esquema é rico em possibilidades e variações. Este esquema funciona melhor se uma das cores for dominante. Deve-se prestar especial atenção ao balanceamento entre as cores frias e as cores quentes.<br />ESQUEMA DE COR RETÂNGULO<br />
  39. 39.
  40. 40. Esteesquema é semelhante ao esquema de cor em retângulo, mas as quatro cores estão defasadas ao longo do circulo de cores. O esquema funciona melhor se uma das cores for dominante. Especial atenção ao balanço entre as cores quentes e as cores frias.<br />ESQUEMA DE COR QUADRADO<br />
  41. 41.
  42. 42. Nesteesquema, combinam-se as cores e tonalidades consideradas quentes: amarelo, laranja, vermelho e marrom.<br />ESQUEMA DE CORES QUENTES<br />
  43. 43.
  44. 44. Nesteesquema, combinam-se as cores e tonalidades consideradas frias: azul, verde e violeta. <br />ESQUEMA DE CORES FRIAS<br />
  45. 45.
  46. 46. Combinarduas cores diretamente opostas na roda, uma intensifica a outra. É uma forma de dar início a um esquema, por exemplo: Laranja é diretamente complementar ao azul, então, comece com azul e laranja e complemente com as tonalidades (claro, médio e escuro), podendo balancear com cores neutras e os bons vizinhos. <br />ESQUEMA DE CORES DIRETAMENTE <br />COMPLEMENTARES<br />
  47. 47.
  48. 48. Usam-se muitas cores da roda de cores. É uma combinação charmosa e alegre. Lembre-se de que ao formar um esquema, necessariamente você não usará apenas as cores dispostas na extremidade da roda de cores, o balanço e a harmonia vêm com o uso das tonalidades (valores): claro-médio-escuro. Cor é responsabilidade emocional. <br />ESQUEMA POLICROMÁTICO<br />
  49. 49. Sãoas cores chamadas neutras: o branco, o preto, os cinzas e os marfins.<br />ESQUEMA DE CORES NEUTRAS OU ACROMÁTICAS <br />
  50. 50. AS CORES<br />E SUAS INFLUÊNCIAS<br />DaniloAmorim, 2010.<br />
  51. 51. Acor, é um elemento fundamental em qualquer processo de comunicação e merece uma atenção especial. É um componente com grande influência no dia a dia de uma pessoa, interferindo nos sentidos, emoções e intelecto; pode portanto, ser usada deliberadamente para se atingir objetivos específicos.<br />PSICODINÂMICA DAS CORES<br />
  52. 52. Devido às suas qualidades intrínsecas, a cor tem capacidade de captar rapidamente, e sob um domínio emotivo, a atenção do comprador.A cor exerce ação tríplice: a de impressionar, a de expressar e a de construir. A cor é vista: impressiona a retina. É sentida: provoca emoção. <br />É construtiva: pois tendo um significado próprio, possui valor de símbolo, podendo assim, construir uma linguagem que comunique uma idéia.<br />PSICODINÂMICA DAS CORES<br />
  53. 53. Aumenta a atenção, é estimulante, motivador. Indicado para uso em anúncios de artigos que indicam calor e energia, artigos técnicos <br />e de ginástica.<br />vermelho<br />Indicado para as mesmas aplicações do vermelho, com resultados um pouco mais moderados.<br />laranja<br />Visível a distância, estimulante. Cor imprecisa, pode produzir vacilação no indivíduo e dispersar parte de sua atenção. Não é uma cor motivadora por excelência. Combinada com o preto pode resultar eficaz e interessante. Geralmente indicada para aplicação em anúncios que indiquem luz, é desaconselhável seu uso em superfícies muito extensas.<br />amarelo<br />
  54. 54. verde<br />Estimulante, mas com pouca força sugestiva; oferece uma sensação de repouso. Indicado para anúncios que caracterizam o frio, azeites, verduras e semelhantes.<br />Possui grande poder de atração; é neutro nas inquietações do ser humano; acalma o indivíduo e seu sistema circulatório. Indicado em anúncios que caracterizem o frio. <br />azul<br />Acalma o sistema nervoso. a ser utilizado em anúncios de artigos religiosos, em viaturas, acessórios funerários etc. Para dar a essa cor maior sensação de calor, deve-se acrescentar vermelho; de luminosidade, o amarelo; de calor, o laranja; de frio o azul; de arejado o verde. <br />roxo<br />
  55. 55. ouro<br />Cor representativas do valor e dignidade. Devem ser aplicadas em anúncios de artigos de alta categoria e luxo.<br />Cor representativas do valor e dignidade. Devem ser aplicadas em anúncios de artigos de alta categoria e luxo. <br />púrpura <br />Esconde muito a qualidade e o valor e, portanto, pouco recomendável em publicidade.<br />marrom<br />
  56. 56. Entristece o ser humano, não sendo, portanto, muito bem visto na criação publicitária.<br />violeta<br /> Indica discrição. Para atitudes neutras e diplomáticas é muito utilizado em publicidade.<br />cinza<br />Deve ser evitado o excesso em publicações a cores, pois tende a gerar frustração.<br />preto<br />
  57. 57. azul<br />branco<br />Estimulante, predispõe à simpatia; oferece uma sensação de paz para produtos e serviços que precisam demonstrar sua segurança e estabilidade.<br />Verme.<br />azul<br />Estimulante da espiritualidade; combinação delicada e de maior eficácia na publicidade.<br />preto<br />azul<br />Sensação de antipatia; deixa o indivíduo preocupado; desvaloriza completamente a mensagem publicitária e é contraproducente.<br />
  58. 58. verde<br />verme.<br />Estimulante, mas de pouca eficácia publicitária. Geralmente se usa essa combinação para publicidade rural.<br />Verme.<br />amarelo<br />Estimulante e eficaz em publicidade. Por outro lado as pesquisas indicam que pode causar opressão em certas pessoas e insatisfação em outras.<br />amarelo<br />verde<br />Produz atitude passiva em muitas pessoas, sendo ineficaz em publicidade. Poderá resultar eficaz se houver mais detalhes coloridos na peça<br />
  59. 59. CORES<br />NAS EMBALAGENS<br />DaniloAmorim, 2010.<br />
  60. 60. Apesar da relatividade própria desse tipo de indicativos, estes dados são comprovados estatisticamente e são resultado de diversas pequenas pesquisas realizados por indústrias, órgãos de classe e acadêmicos. Um outro dado que não se pode relevar no projeto de uma embalagem é o ambiente de exposição, ou seja a situação e exposição da embalagem nos expositores e, principalmente, ao lado da concorrência.<br />AS CORES NAS EMBALAGENS<br />
  61. 61. <ul><li>CAFÉ: marrom-escuro com toques de laranja ou vermelho
  62. 62. CHOCOLATE: marrom-claro ou vermelho-alaranjado
  63. 63. LEITE: azul em vários tons, às vezes com um toque de vermelho
  64. 64. GORDURAS VEGETAIS: verde-claro e amarelo não muito forte
  65. 65. CARNES ENLATADAS: cor do produto em fundo vermelho, às vezes com um toque de verde
  66. 66. LEITE EM PÓ: azul e vermelho, amarelo e verde com um toque de vermelho</li></ul>AS CORES NAS EMBALAGENS<br />
  67. 67. <ul><li>FRUTAS E COMPOTAS EM GERAL: cor do produto em fundo vermelho, com um toque de amarelo.
  68. 68. DOCES EM GERAL: vermelho-alaranjado
  69. 69. AÇÚCAR: branco e azul, com toques de vermelho, letras vermelhas e pretas
  70. 70. MASSAS ALIMENTÍCIAS: transparência,vermelho, amarelo-ouro e às vezes com toques de azul
  71. 71. CHÁ E MATE: vermelho, branco e marrom
  72. 72. QUEIJOS: azul-claro, vermelho e branco, amarelo-claro</li></ul>AS CORES NAS EMBALAGENS<br />
  73. 73. <ul><li>SORVETE: laranja, azul-claro, amarelo-ouro
  74. 74. ÓLEOS E AZEITES: verde, vermelho e toques de azul
  75. 75. IOGURTES: branco e azul
  76. 76. CERVEJA: amarelo-ouro, vermelho e branco
  77. 77. DETERGENTES: rosa, azul-turquesa, azul, cinza-esverdeado e branco-azulado
  78. 78. CERAS: tons de marrom e branco
  79. 79. INSETICIDAS: amarelo e preto, verde-escuro preto</li></ul>AS CORES NAS EMBALAGENS<br />
  80. 80. <ul><li>DESINFETANTES: vermelho e branco, azul-marinho
  81. 81. DESODORANTES: verde, branco, azul com toques de vermelho ou roxo
  82. 82. SAIS DE BANHO: verde-claro, branco
  83. 83. BRONZEADORES: laranja, vermelho-magenta
  84. 84. DENTIFRÍCIOS: azul e branco, verde com branco e toques de vermelho
  85. 85. COSMÉTICOS: azul-pastel, rosa e amarelo-ouro</li></ul>AS CORES NAS EMBALAGENS<br />
  86. 86. <ul><li>PERFUMES: roxo, amarelo-ouro e prateado
  87. 87. PRODUTOS PARA BEBÊS: azul e rosa em tons suaves
  88. 88. REMÉDIOS EM GERAL: azul-claro, marrom, branco e vermelho, dependendo do tipo de material, medicinal, estimulante ou repousante
  89. 89. LÂMINAS DE BARBEAR: azul-claro ou forte, vermelho</li></ul>AS CORES NAS EMBALAGENS<br />
  90. 90. CORES<br />NA WEB<br />DaniloAmorim, 2010.<br />
  91. 91. Cuidar das cores de um site não é somente uma questão de estética ou usabilidade. As cores exercem influência psicológica sobre nós, por isso devemos prestar muita atenção a esse elemento do design.<br />Aplicadas corretamente, as cores têm o poder de “guiar” o usuário através do site, segundo o grau de importância que o designer determina para cada elemento. Misturar muitas cores fará o usuário se sentir perdido, sem saber para onde deve prestar atenção primeiro.<br />Também quando determinamos uma identidade visual, as cores nos ajudam a agrupar elementos que têm alguma relação entre si.<br />[...]<br />
  92. 92. Claro que cada pessoa tem sua interpretação pessoal sobre essa ou aquela cor, proveniente de experiências e lembranças anteriores. Além disso, valores culturais também influenciam o efeito que cada cor tem sobre nós, sem contar as tendências de moda (atualmente, por exemplo, o cinza é o “novo preto”). Mas de maneira geral, a maioria delas carrega os mesmos significados. Por exemplo, você já deve ter ouvido dizer que as cores amarela e vermelha do logotipo do Mc Donald sugerem, respectivamente, ansiedade e fome, fazendo com que a pessoa coma mais e mais rápido.<br />[...]<br />
  93. 93. sugere pureza, simplicidade, luz, paz, higiene.Quanto combinado com o azul, dá a sensação de frescor e limpeza.Remete a casamentos e hospitais.<br />branco<br />remete ao pessimismo, morte, tristeza, dor, mistério, seriedade.Porém, quando brilhante dá a sensação de nobreza, elegância.Já quando combinado com outras cores, pode ficar alegre.<br />preto<br />cinza<br />tédio, tristeza, velhice, passado, chuva, pó.Sugere a indecisão e a ausência de energia.<br />
  94. 94. sugere sol, fogo, guerra, atenção, perigo, conquista, coragem, agitação, emoção, paixão, agressividade.É uma cor quente, que impõe-se sem discrição. Quando tende ao laranja, sugere competição, dominação, excitabilidade. É indicada para anúncios que indicam calor e energia.<br />verm.<br />remete à expansão, irradiação, outono, aurora, senso de humor, prazer, euforia.É uma cor acolhedora, íntima. Na publicidade, tem os mesmos resultados do vermelho, porém de forma moderada.<br />laranja<br />amare.<br />é a cor da luminosidade. É radiante, feliz, vibrante, viva, que sugere flores, verão, calor do sol, conforto, esperança. Também pode remeter a angústia, egoísmo, ciúmes, inveja.<br />
  95. 95. remete à natureza, verduras, liberdade, à esperança. Também sugere frescor, umidade, adolescência e pode desencadear paixões. Por ser uma cor repousante, é muito utilizada em hospitais atualmente, para gerar bem-estar e repouso.<br />verde<br />provoca uma sensação de calma, frescor e higiene. Também remete ao frio, ao céu, mar, tranqüilidade, paz, infinito, confiança, afeto, amizade, verdade. É a cor da maturidade, da intelectualidade e da confiança, por isso é preferida por muitos adultos. Com o preto, causa sensação de antipatia, por isso deve ser evitado na publicidade.<br />azul<br />rosa<br />é de pouca vitalidade, e sugere feminilidade e afeição na nossa cultura. É uma cor íntima, doce, romântica.<br />
  96. 96. sugere a espiritualidade, por isso nos remete à igreja, misticismo, delicadeza. Também sugere calma, justiça, noite, mistério, fantasia, egoísmo.Assim como o preto, também remete à nobreza e ao poder. Quando tente ao violeta, tem efeito calmante, sonífero. Quando tende ao púrpura, cria a sensação de dignidade, estima. Por ser uma cor que entristece, não é indicada na publicidade.<br />roxo<br />marron<br />dá a sensação de cordialidade, segurança, solidez, outono, terra, chocolate, densidade, madeira, lama, doença, pesar, desconforto. Não é uma cor recomendável em publicidade.<br />
  97. 97. É importante lembrar que a fidelidade de cores não é garantida na web. Isso porque a maneira como o site, e conseqüentemente a cor, será mostrado na tela do usuário depende de vários fatores, como contraste, resolução, tipo de monitor, etc. As cores que têm mais chance de se ter o mesmo resultado em todos os dispositivos são as cores <br />web safe.<br />Tabela de Cores Seguras para Web, disponíveis neste site:<br />http://erikasarti.net/html/tabela-cores-seguras-web-safe/<br />
  98. 98. http://makingdesign.wordpress.com/<br />danilo amorim, 2010. <br />

×