Apresentação EcoTrocas

193 visualizações

Publicada em

Publicada em: Estilo de vida
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
193
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
5
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
0
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Apresentação EcoTrocas

  1. 1. EcoTrocas Sistema Comunitário de Trocas O que é o EcoTrocas?- O EcoTrocas é um sistema comunitário de trocas que utiliza a sua própria moeda interna (ECO).- Para registar as trocas, utiliza o software gratuito CES (Community Exchange System).- Existem vários sistemas semelhantes ao CES espalhados pelo mundo, normalmente conhecidos por sistemasLETS (Local Exchange and Trading Systems- Sistemas Locais de Trocas e Negociação).- A maior diferença entre a moeda do EcoTrocas (ECO) e o dinheiro nacional (Euro) é o âmbito: os ECOs sópodem ser utilizados por quem é utilizador do sistema EcoTrocas.- Os ECOs não existem fisicamente como o dinheiro nacional não havendo assim necessidade de emissão demoeda nem de "possuir" ECOs para começar a trocar.- Os ECOs do sistema EcoTrocas são uma forma de registo que permite saber quais as trocas que foramefetuadas e que permite saber quem trocou o quê e com quem trocou.- Para facilitar a utilização dos ECOs, como referência, um ECO equivale aproximadamente a um Euro. O que é o EcoTrocas?- O EcoTrocas não é um sistema de trocas directas: quando alguém "compra" algo, não fica a "dever"directamente ao "vendedor". Essa pessoa fica com um compromisso de retribuição à Comunidade EcoTrocasno valor (expresso em ECOs) dos bens ou serviços que adquiriu. A retribuição à Comunidade pelas "compras"efectuadas é concretizada através do fornecimento de bens e/ou serviços aos outros membros da Comunidade.- Nunca existem poucos ECOs em circulação (ou a falta deles) porque eles são criados na altura em que onegócio é concretizado.- Os ECOs que existem nas contas de alguém representam o valor dos bens e/ou serviços que essa pessoaforneceu aos Membros da Comunidade.- No sistema EcoTrocas (alojado no CES), cada Membro/Utilizador tem uma conta particular online e temacesso a uma directoria de bens e serviços oferecidos pelo seus Membros/Utilizadores.- Um Membro/Utilizador quando quiser "Comprar" algum dos bens e/ou serviços listados, só tem que contactar o"Vendedor" para combinar a transacção. 1
  2. 2. O que é o EcoTrocas?- O "pagamento" pode ser efectuado de diversas formas:(1) O "Vendedor" faz directamente (no CES) o lançamento da transacção (no CES, é o "Vendedor" e não o"Comprador" que faz o lançamento das transacções;(2) O "Comprador" envia (no CES) uma "Nota de Transacção" ao "Vendedor", nota esta que confirma queaceitou o preço pedido pelo "Vendedor" e autoriza o "Vendedor" a efectuar a transacção;(3) Se não houver um computador por perto, pode-se imprimir e utilizar a "Nota de Transacção" em papel,entregando-a a um Facilitador/Coordenador para este inserir os dados da transacção no site do CES.- O valor é inserido como um crédito de ECOs na conta do "Vendedor", com o correspondente débito na contado "Comprador". O que é o EcoTrocas?- O roubo e a fraude são difíceis de acontecer, pois a um falso crédito para o "Vendedor" corresponderáobrigatoriamente um falso débito na conta de alguém. Como os saldos dos Utilizadores são públicos, alguémque tente aproveitar-se do sistema será exposto facilmente.- O EcoTrocas permite a pessoas que estão em situação de precaridade ou de exclusão da economiaconvencional (por exemplo, desempregados, sub-empregados, vínculos contratuais precários, salários muitobaixos, etc...) criarem uma fonte de rendimento complementar.- O EcoTrocas é também uma rede de suporte que ajuda as pessoas a construírem um sentimento de pertençaa uma Comunidade. 2
  3. 3. Perguntas e Respostas (FAQs)P: Existem alguns custos para aderir ao EcoTrocas?R: Não. O único compromisso que existe para o Membro/Utilizador é o de retribuir à Comunidade (sob a formade bens e/ou serviços) pelo que esta lhe forneceu.É importante referir que em cada transacção é descontada uma percentagem de 5% na conta do"Comprador" e 5% na conta do "vendedor". Esses ECOs são depositados na "Conta Tesouro", pertencente àComunidade EcoTrocas. Por exemplo, se comprar algo por 100 ECOs, o "Vendedor" recebe na sua conta 95ECOs e o "Comprador" paga efectivamente 105 ECOs. A "Conta Tesouro" fica assim com 10 ECOs.Este valor de 5% + 5% é um valor que nos diversos estudos efectuados (da experiência prática que existenoutros países) é considerado o suficiente para a sustentabilidade do sistema. Ou seja, para pagar as despesasda Comunidade (por exemplo, a manutenção do CES).A sua movimentação só pode ser efectuada pelo Administrador do EcoTrocas-CES e este só a podemovimentar com a autorização da Comunidade EcoTrocas expressa através de votação. Tal como todas asoutras contas, qualquer Membro/Utilizador pode visualizar o seu "Balanço". Perguntas e Respostas (FAQs)P: Posso "comprar" sem ter nenhuns ECOs na minha conta?R: Sim. Para começar a trocar não precisa de ter nenhum ECO na sua conta. Como os ECOs são apenasregistos de transacções, não há necessidade de produzir ECOs. Ao utilizar uma conta que começa com ZeroECOs, esta vai ficar em débito (e não em dívida), com um valor negativo. Este valor (expresso em ECOs) sóquer dizer que o Utilizador deve retribuir à Comunidade bens e/ou serviços nesse valor.P: Como é o "Vendedor" que insere os "pagamentos", o que é que me impede de lançar vários"pagamentos" em ECOs na minha conta?R: Em primeiro lugar, não há necessidade de ter ECOs na conta para fazer transacções, por isso, não háqualquer motivo para o fazer. Por outro lado, os créditos que entrarem na conta vêm necessariamente deoutra(s) conta(s) cujos Utilizadores irão questionar essas "falsas" transacções com eles. Como os Balanços deConta são públicos, qualquer pessoa pode ver as transacções registadas. 3
  4. 4. Perguntas e Respostas (FAQs)P: E se alguém explora o sistema (retira bens ou serviços dele) e depois abandona-o sem dar nada emtroca à Comunidade?R: Isso pode acontecer, mas pode acontecer também o oposto, alguém que deu mais à Comunidade do queretirou dela. Não obstante, se alguém se aproveitar do sistema, é toda a Comunidade que lhe ofereceu algosem ter nada em troca. Não existe nenhum Utilizador em particular que fique prejudicado, pois quem lheforneceu os bens ou serviços recebeu na sua conta os ECOs correspondentes. Por outro lado, essa pessoaque abandona o EcoTrocas poderá mais tarde voltar a querer utilizá-lo e terá aí a possibilidade de retribuir àComunidade.P: E se alguém não me "paga" o trabalho que eu lhe prestei?R: Isso é impossível de acontecer. É o "Vendedor", neste caso que presta o serviço, que é responsável porregistar as transacções (ou, dito de outra forma, os "pagamentos"), pelo que a sua conta será creditada deimediato.P: E se alguém retira mais do que retribui à Comunidade?R: Antes de fechar o negócio, o "Vendedor" deverá consultar o Balanço do "Comprador". Se verificar que estetem um valor elevado de Débito, este deverá recusar-se a fazer a transacção até que o "Comprador" melhore oseu saldo. Perguntas e Respostas (FAQs)P: E se os meus serviços e/ou produtos forem bastante populares mas não encontro nada que meinteresse no EcoTrocas onde gastar os ECOs que ganho?R: O melhor é não concretizar mais transacções até que existam serviços e/ou produtos que lhe interessem. Omais provável que aconteça é que com o crescimento da rede, haja alguém que forneça algo que lhe interesse.Encoraje outras pessoas a aderir ao sistema EcoTrocas.P: Qual é o valor dos ECOs?R: Cada ECO tem um valor equivalente ao Euro. Mas este valor serve apenas como referência. Não se podemtrocar ECOs por Euros nem Euros por ECOs. As duas moedas não estão ligadas entre si, pelo que com opassar do tempo os valores podem divergir. Como não existem juros no sistema EcoTrocas, os ECOs nãoestão sujeitos a inflacção.P: Como é que é atribuído o valor aos serviços e aos produtos?R: Cada Membro/Utilizador é que atribui o valor aos seus próprios produtos ou serviços. Aplica-se a Lei daOferta e da Procura, mas num contexto de um sistema económico fechado (o que é o EcoTrocas). O mesmo édizer que, por vezes, as dinâmicas negociais dentro do EcoTrocas são diferentes das do sistema económiconacional. 4
  5. 5. Exemplo de um negócioA necessidade:O meu carro precisa de uma mudança de óleo.Passo 1: Fui à Lista de Ofertas do EcoTrocas (CES) e fiz uma pesquisa (limitada à minha área de residência) por"mudança de óleo". Encontrei uma pessoa que faz este serviço a troco de 50 ECOs mas tenho que levar o óleo e o filtrode óleo.Passo 2: Na Lista de Ofertas, cliquei no link "Pedido de informações" da pessoa que disponibiliza este serviço e enviei-lhe uma mensagem para saber a sua disponibilidade. Anotei também o seu n.º de telemóvel para o caso de precisar defalar com ele.Passo 3: Acordada por email a data, hora e local, enviei-lhe uma "Nota de Encomenda", onde consta a data, o meunome, os meus contactos, o meu n.º de conta e a descrição do serviço a prestar, ou seja, mudança de óleo e de filtro deóleo sendo que eu levo o filtro e o óleo a utilizar.Passo 4: Depois de terminar a mudança de óleo, o "Vendedor" foi ao seu computador pessoal. Foi verificar o meu"Balanço" e, não tendo encontrado nada que lhe chamasse a atenção, inseriu os detalhes da transacção e o meu n.º deconta. Mal clicou em "Submeter", a sua conta foi creditada com 50 ECOs e a minha debitada no mesmo valor. Como aminha conta estava a zero (foi a primeira vez que utilizei o EcoTrocas) fiquei agora com o compromisso de retribuir àComunidade serviços e/ou bens de igual valor.Saí do anexo da casa da pessoa que mudou o óleo do meu carro satisfeito com o serviço e por ter conhecido umvizinho simpático e atencioso. Benefícios de utilizar um sistema comunitário de trocasA economia social pode ter, especialmente nos tempos actuais, um papel relevante na dinamização daseconomias locais, ajudando os cidadãos e, assim, o país, a reduzir a sua dependência de produtos compradosao exterior.Um sistema comunitário de trocas fomenta a produção particular e/ou comunitária de produtos alimentares, oaparecimento de serviços necessários na comunidade mas que a falta de dinheiro e de confiança no futurofazem desaparecer ou reduzir substancialmente.Os sistemas comunitários de trocas existem há vários anos em diversos países tais como o Reino Unido, Brasil,Austrália, Canadá e Nova Zelândia entre muitos outros.Tem vantagens comprovadas pela experiência prática, designadamente:- Complementa o sistema económico formal, naquelas dimensões em que este não dá resposta (a falta dedinheiro faz com que a actividade económica se reduza e com ela o acesso a produtos e serviços que sãonecessários na comunidade); 5
  6. 6. Benefícios de utilizar um sistema comunitário de trocas- Permite uma nova forma de rendimento nas comunidades locais (pois as pessoas escoam os seus serviçose/ou produtos que não necessitam nas comunidades onde se inserem). Identifica os produtos e/ou serviçosexistentes na comunidade bem como as necessidades existentes nesta, facilitando a conexão de umas àsoutras. São muitas vezes as dificuldades financeiras que fazem que estas determinadas áreas da economia nãoestejam dinâmicas;-Cria laços de proximidade e de solidariedade, identificando necessidades "envergonhadas", suprindonecessidades para as quais o dinheiro não chega (babysitting, companhia a idosos, etc...);-Cria dinamismo comunitário e individual, pois as pessoas activas são pessoas motivadas, que sentem que oseu futuro está também nas suas mãos; não se sentem esmagadas/resignadas pelas condições externasadversas (falta de emprego, baixas remunerações, ...); Benefícios de utilizar um sistema comunitário de trocas- Cria oportunidades de suprir as necessidades das pessoas que não têm acesso (ou acesso dificultado) ameios de rendimento (nomeadamente desempregados, pessoas com deficiência e outros grupos em risco ou jáem exclusão - jovens, mulheres, minorias étnicas, etc..);- Cria oportunidades para as pessoas desenvolverem as suas competências, pois não estão só dependentes domercado de trabalho para as por em prática e fomenta o aparecimento de ideias inovadoras que podem ajudar aresolver os problemas pessoais e da comunidade onde vivem (por efeito brainstorming);- Desenvolve o espírito comunitário, de bem comum, de cidadania ativa, de cooperação, colaboração, detrabalho em rede e, sendo democrático na sua auto-organização, promove comportamentos democráticos;- Fomenta a criação de redes sociais de suporte, pois cada pessoa com quem se troca é (normalmente) maisuma pessoa na sua rede social; 6
  7. 7. Benefícios de utilizar um sistema comunitário de trocas- O rendimento produzido na comunidade é mantido na comunidade local onde este é gerado pois promove apreferência pelos produtores locais, diminuindo assim, a dependência de produtos importados e asconsequências ambientais provocadas pelo transporte de bens (que muitas vezes vêm do outro lado domundo);-Elimina o problema da falta de pagamento por produtos e/ou serviços fornecidos (e os efeitos em cascata queeste problema acarreta);-Mobiliza a verdadeira riqueza existente numa comunidade para o seu desenvolvimento económico, cultural,social, ecológico, etc...-Promove a auto-confiança, a auto-estima, o sentimento colectivo de justiça e de igualidade social. Transparência e Segurança- O EcoTrocas é um sistema transparente, pois todos os seus Membros/Utilizadores podem ver o registo detransacções de todos os outros membros/Utilizadores: quantas compras e vendas efectuou e o saldo da conta.Isto previne que existam abusos porque os gastos "excessivos" são imediatamente notados. É uma comunidadede trocas assente em princípios como equidade, inclusão, justiça, respeito, cooperação, solidariedade etransparência. E estes princípios fomentam a honestidade.- O EcoTrocas é também um sistema seguro. Como os ECOs não têm existência física, são apenas númerosnuma base de dados num computador que não podem ser roubados. A fraude também é bastante dificultada,porque o desvio de ECOs para uma conta (creditada), estes têm obrigatoriamente de provir de outra conta(debitada), o que iria imediatamente expor a fraude aos outros Membros/Utilizadores.- Por outro lado, não existe a necessidade de enganar ninguém, porque não existe necessidade de ter ECOspara ter acesso ao que a Comunidade EcoTrocas lhe pode oferecer. A sua riqueza é o seu talento: desde queforneça algo em troca à Comunidade EcoTrocas, esta dar-lhe-á acesso àquilo que necessita. 7
  8. 8. Ofertas e Desejos- Os conceitos de Ofertas e de Desejos são centrais no funcionamento do EcoTrocas.- Na listagem das Ofertas, todos os Membros/Utilizadores dão a conhecer o que oferecem à Comunidade, omeio através do qual ganham os seus ECOs.- Na Listagem de Desejos, os Membros/Utilizadores dão a conhecer à Comunidade os produtos e serviços quenecessitam e que, caso alguém na Comunidade os forneça, os irão adquirir.- Ao inscrever-se numa conta no EcoTrocas, é dado ao novo Membro/Utilizador o acesso às Listas de Ofertas ede Desejos e a possibilidade de publicar os seus próprios Desejos e Ofertas.- Ao publicar as suas Ofertas, cada Membro/Utilizador pode estipular um preço ou, deixar em aberto paranegociação.- Os preços podem ter uma combinação de ECOs e de Euros, sendo que a parte do preço em ECOs tem decorresponder pelo menos a 50% do preço. Isto acontece porque alguns dos materiais que são utilizados sãoadquiridos em Euros. No exemplo acima da mudança de óleo, a pessoa que forneceu esse serviço, poderia tercolocado na sua Oferta os 50 ECOs mais 50 Euros em óleo e filtro de óleo. Ou fazer como fez: pediu 50 ECOspelo seu trabalho e a pessoa trouxe o óleo e filtro.- As listas de Ofertas e de Desejos são enviadas mensalmente a todos os Membros/Utilizadores. Definições e Conceitos• CES (Community Exchange System - Sistema Comunitário de Trocas) - Programa informático que é utilizado pela Comunidade EcoTrocas. Consiste, sinteticamente, numa Conta Bancária (onde são registadas as transacções de cada Membro/Utilizador) e num Mercado Online - as Listas de Desejos e de Ofertas disponíveis na Comunidade.• Moeda Complementar - Uma moeda que pode ser utilizada em complemento à moeda nacional. Pode ter também a designação de sistema monetário complementar ou moeda comunitária complementar. 8

×