Folclore brasileiro (2)

561 visualizações

Publicada em

0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
561
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
2
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
13
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Folclore brasileiro (2)

  1. 1. O que é FolcloreO Folclore é um conjunto de mitos e lendas que as pessoaspassam de geração para geração. Muitos nascem da puraimaginação das pessoas, principalmente dos moradores dasregiões do interior do Brasil.Muitas destas histórias foram criadas para passar mensagensimportantes ou apenas para assustar as pessoas.O folclore pode ser dividido em lendas e mitos. Muitos delesderam origem à festas populares, que ocorrem pelos quatrocantos do país.Dia do Folclore 22 de agosto
  2. 2. As lendas são histórias contadas por pessoas e transmitidasoralmente através dos tempos. Misturam fatos reais e históricoscom acontecimentos que são frutos da fantasia. As lendasprocuraram dar explicação a acontecimentos misteriosos ousobrenaturais.Os mitos são narrativas que possuem um forte componentesimbólico. Como os povos da antiguidade não conseguiamexplicar os fenômenos da natureza, através de explicaçõescientíficas, criavam mitos com este objetivo: dar sentido as coisasdo mundo. Os mitos também serviam como uma forma de passarconhecimentos e alertar as pessoas sobre perigos ou defeitos equalidades do ser humano. Deuses, heróis e personagenssobrenaturais se misturam com fatos da realidade para dar sentidoa vida e ao mundo.
  3. 3. BoitatáRepresentada por uma cobra de fogo que protege as matas e osanimais e tem a capacidade de perseguir e matar aqueles quedesrespeitam a natureza. Acredita-se que este mito é de origemindígena e que seja um dos primeiros do folclore brasileiro. Foramencontrados relatos em cartas do padre jesuíta José de Anchieta,em 1560. Na região nordeste, o boitatá é conhecido como “fogoque corre”.BotoAcredita-se que a lenda do boto tenha surgido na região amazônica.Ele é representado por um homem jovem, bonito e charmoso queencanta mulheres em bailes e festas. Após a conquista, leva asjovens para a beira de um rio e as engravida. Antes de a madrugadachegar, ele mergulha nas águas do rio para transformar-se em umboto.
  4. 4. CurupiraAssim como o boitatá, o curupira também é um protetor das matase dos animais silvestres. Representado por um anão de cabeloscompridos e com os pés virados para trás. Persegue e mata todosque desrespeitam a natureza. Quando alguém desaparece nasmatas, muitos habitantes do interior acreditam que é obra docurupira.LobisomemEste mito aparece em várias regiões do mundo. Diz o mito que umhomem foi atacado por um lobo numa noite de lua cheia e nãomorreu, porém desenvolveu a capacidade de transforma-se emlobo nas noites de lua cheia. Nestas noites, o lobisomem atacatodos aqueles que encontra pela frente. Somente um tiro de balade prata em seu coração seria capaz de matá-lo.
  5. 5. Mula-sem-cabeçaSurgido na região interior, conta que uma mulher teveum romance com um padre. Como castigo, em todas asnoites de quinta para sexta-feira é transformada numanimal quadrúpede que galopa e salta sem parar,enquanto solta fogo pelas narinas.Saci-PererêO saci-pererê é representado por um menino negro quetem apenas uma perna. Sempre com seu cachimbo e comum gorro vermelho que lhe dá poderes mágicos. Viveaprontando travessuras e se diverte muito com isso.Adora espantar cavalos, queimar comida e acordarpessoas com gargalhadas.Dia do Saci ( 31 de outubro)
  6. 6. Lenda da Iara (Mãe das águas)A lenda conta que a linda sereia fica nos rios donorte do país, onde costuma viver. Nas pedras dasencostas, costuma atrair os homens com seu belo eirresistível canto. As vítimas costumam seguir Iaraaté o fundo dos rios, local de onde nunca maisvoltam. Os poucos que conseguem voltar acabamficando loucos em função dos encantamentos dasereia. Neste caso, conta a lenda, somente um ritualrealizado por um pajé (chefe religioso indígena,curandeiro) pode livrar o homem do feitiço.Origem: Indígena
  7. 7. Brincadeiras doFolcloreGrande parte das brincadeiras folclóricas envolve disputas individuais ou em grupos.Possibilitam também a integração e o desenvolvimento social e motor das crianças.A preservação destas brincadeiras é muito importante para a manutenção da cultura folclórica.Por isso, são muito praticadas, principalmente, durante o mês de agosto que é destinado aofolclore.Jogos, brincadeiras e brinquedos do folclore:- Soltar pipa: as pipas, também conhecidas como papagaios, são feitas de varetas de madeira epapel. Coloridas, são empinadas (soltadas) pelos meninos em dias de vento. Com uma linha, osgarotos conseguem direcionar e fazer malabarismos no céu.- Estilingue: também conhecidos como bodoques, são feitos de galhos de madeira e borracha.Os meninos usam pedras para acertar alvos (latas, garrafas e outros objetos).- Pega-pega: esta brincadeira envolve muita atividade física. Uma criança deve correr e tocaroutra. A criança tocada passa ter que fazer o mesmo.
  8. 8. - Esconde-esconde: o objetivo é se esconder e não ser encontrado pela criança queestá procurando. A criança que deverá procurar deve ficar de olhos tapados econtar até certo número enquanto as outras se escondem. Para ganhar, a criançaque está procurando deve encontrar todos os escondidos e correr para a base.- Bola de gude: coloridas e feitas de vidro, são jogadas no chão de terra pelosmeninos. O objetivo é bater na bolinha do adversário para ganhar pontos ou aprópria bola do colega.- Boneca de pano: feitas pelas mães e avós, são usadas em brincadeiras pelasmeninas para simular crianças integrantes de uma família imaginária.- Pião: a brincadeira de pião ainda faz muito sucesso, principalmente, nas regiõesdo interior do Brasil. Feitos de madeira, os piões são rodados no chão através deum barbante que é enrolado e puxado com força. Muitas crianças pintam seuspiões. Para deixar mais emocionante a brincadeira, muitos meninos fazemmalabarismo com os piões enquanto eles rodam. O mais conhecido é pegar o piãocom a palma da mão enquanto ele está rodando.
  9. 9. Preservar a cultura é questão de preservação daidentidade.BLOG:JOGOS E BRINCADEIRASCARMENLANDIAwww.profecarminha.blogspot.com

×