Ocorrência de erros e problemas

823 visualizações

Publicada em

Publicada em: Educação, Turismo, Negócios
0 comentários
1 gostou
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
823
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
12
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
0
Comentários
0
Gostaram
1
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Ocorrência de erros e problemas

  1. 1. OCORRÊNCIA DE ERROS E PROBLEMAS
  2. 2. INTRODUÇÃO Lei de Murphy Enunciado sintético: “Se algo de errado tiver que acontecer, acontecerá”. Enunciado alternativo: “Se algo de errado tiver que acontecer, acontecerá, no pior momento possível”
  3. 3. Como fazer isso? 1949 - Capitão Edward A. Murphy, engenheiro da USAF 16 maneiras de instalar sensores de aceleração. 1 errada - a escolhida “Se houver diferentes maneiras de fazer algo, e uma delas produzir uma catástrofe, alguém a escolherá”.
  4. 4. • Não se consegue fazer um bebê em um mês com nove mulheres grávidas; • A mesma estimativa será feita de 10 maneiras diferentes por 10 pessoas ou pela mesma pessoa em 10 vezes; • A palavra mais importante e menos usada no vocabulário do gerente de projetos é NÃO; • Pode-se enganar uma pessoa e convencê-la a se comprometer com um prazo impossível, mas não se consegue fazê-la cumprir o prazo;
  5. 5. • Quanto mais desesperada a situação, mais otimistas ficam as pessoas que nela se encontram; • Pessoas de menos na equipe do projeto não conseguem resolver o problema. Pessoas de mais criam problemas para resolver; • É possível fazer o usuário fechar as especificações, mas é impossível fazê-lo parar de mudá-las; • O usuário lhe dirá tudo o que você quiser saber. Nada mais; • O que não está escrito não foi dito;
  6. 6. • Se houver quatro maneiras erradas de fazer algo, e forem evitadas, surgirá uma quinta rapidamente. E será escolhida; • É impossível fazer qualquer coisa à prova de idiotas. Eles são muito espertos; • A tecnologia é dominada por aqueles que administram o que não compreendem; • A competência técnica é inversamente proporcional à posição na hierarquia gerencial;
  7. 7. • Nenhuma experiência é um fracasso total. Sempre pode servir como mau exemplo; • Se você não explicar, ninguém entende. Você explicando, também não; • Primeiro desenhe as curvas; depois, ajuste os dados; • Quando estiver trabalhando em um problema, sempre é bom você saber a resposta (desde que saiba que há um problema); • Toda teoria tem apoio, desde que tenha fundos;
  8. 8. • Se parece que tudo vai bem, obviamente você se esqueceu de algo; • Se algo não puder ser esquecido, será; • Se você está avançando sem dificuldades, é porque vai cair numa emboscada; • As coisas são danificadas de maneira proporcionalmente direta a seu valor; • Nenhum plano de batalha sobrevive ao confronto com o inimigo;
  9. 9. • Nenhuma falha aparece antes do produto ser aprovado na inspeção final; • A coisa mais perigosa numa zona de combate é um oficial com um mapa; • Nada motiva mais uma pessoa do que ver o seu chefe trabalhando direito; • Para saber quem é o especialista, procure quem disse que a tarefa demora mais tempo e custa mais caro;
  10. 10. • Nenhum sistema que dependa da confiabilidade humana merece confiança; • Um intelectual é alguém que estudou muito mais do que conseguiu entender; • Se você consegue entender, é óbvio demais;
  11. 11. LEI DE PARKINSON • O trabalho aumenta a fim de preencher o tempo disponível para a sua conclusão. • A suntuosidade de uma instalação é inversamente proporcional à importância das atividades que nela se realizam.
  12. 12. NECESSIDADES E OBJETIVOS MAL DEFINIDOS A necessidade não é entendida corretamente e as especificações são mal entendidas. Há pressa em iniciar o projeto sem clareza quanto ao objetivo. O gerente e a equipe do projeto não entendem as necessidades do cliente e fazem suposições incorretas sobre o produto O objetivo do projeto está claro, mas não é coerente com a necessidade. O produto não é compatível com a natureza do problema.
  13. 13. NECESSIDADES E OBJETIVOS MAL DEFINIDOS O cliente faz a encomenda. No entanto, não consegue especificar corretamente o produto, ou define um produto divorciado do problema As expectativas são enunciadas com clareza, mas não são entendidas corretamente As necessidades são entendidas corretamente e especificadas com clareza. Porém, o cliente errado foi ouvido. Não se ouviu quem era realmente importante ouvir.
  14. 14. NECESSIDADES E OBJETIVOS MAL DEFINIDOS O cliente exprime-se com clareza, mas focaliza o problema errado, levando a equipe do projeto a objetivos incorretos. Durante a realização do projeto, as expectativas do cliente mudam.
  15. 15. OUTROS PROBLEMAS Planejamento e organização de má qualidade Falhas na execução Organização de má reputação Proposta malfeita Dificuldades do gerente

×