Do Abstrato Ao Concreto

6.774 visualizações

Publicada em

Publicada em: Educação
0 comentários
2 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
6.774
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
6
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
25
Comentários
0
Gostaram
2
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Do Abstrato Ao Concreto

  1. 1. O conceito de cultura:do abstrato ao concreto<br />Unidade 1<br />
  2. 2. O que é cultura?<br />
  3. 3. “A natureza dos homens é a mesma, são os seus hábitos que os mantém separado”.<br />Confúcio (551 a.C. - 479 a.C.)<br />
  4. 4. Heródoto (484 - 424 a.C.)<br />“Eles têm um costume singular pelo qual diferem de toas as outras nações do mundo. Tomam o nome da mãe, e não do pai. Pergunte-se a um lício quem é, e ele responde dando o seu próprio nome o de sua mãe, e assim por diante, na linha feminina. Além disso, se uma mulher livre desposa um homem escravo, seus filhos são cidadãos integrais; mas se um homem livre desposa uma mulher estrangeira, ou vive com uma concubina, embora seja ela a primeira pessoa do Estado, os filhos não terão qualquer direito à cidadania”.<br />
  5. 5. tácito (55 - 120)<br />“Por tudo isso, o casamento na Alemanha é austero, não há aspecto desua moral que mereça mais elogio. São quase únicos, entre os bárbaros, por se satisfazerem com uma mulher para cada. As exceções, que são extremamente raras, constituem-se de homens que recebem ofertas de muitas mulheres devido ao seu posto. Não há questão de paixão sexual. O dote e dado pelo marido à mulher, e não por esta àquele”.<br />
  6. 6. Montaigne (1533 - 1572) sobre a antropofagia dos tupinambás<br />“Não me parece excessivo julgar bárbaros tais atos de crueldade, mas que o fato de condenar tais defeitos não nos leve à cegueira acerca dos nossos. Estimo que é mais bárbaro comer um homem vivo do que o comer depois de morto; e é pior esquartejar um homem entre suplícios e tormentos e o queimar aos poucos, ou entregá-lo a cães e porcos, a pretexto de devoção e fé, como não somente o lemos mas vimos ocorrer entre vizinhos nossos conterrâneos”.<br />
  7. 7. Determinismo biológico <br /><ul><li> os nórdicos são mais inteligentes que os negros?
  8. 8. os alemães têm mais habilidade para a mecânica?
  9. 9. judeus são mais avarentos e negociantes?
  10. 10. os norte-americanos são mais empreendedores e interesseiros?
  11. 11. os portugueses são muito trabalhadores e pouco inteligentes?
  12. 12. os ciganos são nômades por instinto?
  13. 13. os brasileiros herdaram a preguiça dos negros, a imprevidência dos índios e a luxuria dos portugueses?</li></li></ul><li>Determinismo biológico <br />Segundo Felix Keesing:<br />“não existe correlação significativa entre a distribuição dos caracteres genéticos e a distribuição dos comportamentos culturais. Qualquer criança humana normal pode ser educada em qualquer cultura, se for colocada desde o início em situações convenientes de aprendizado”.<br />
  14. 14. Determinismo geográfico<br />O determinismo geográfico considera que as diferenças do ambiente físico condicionam a diversidade cultural. Um exemplo significativo desse determinismo pode ser encontrado no livro CivilizationandClimate (1915) de Huntington, no qual formula uma relação entre a latitude e os centros de civilização, considerando o clima como um fator importante na dinâmica do progresso.<br />
  15. 15. Determinismo geográfico<br />Lapões X Esquimós<br />Índios Pueblos X Índios Navajos<br />Os xinguanos<br />
  16. 16. Determinismo geográfico<br />A posição moderna da antropologia é que a “cultura age seletivamente”, e não casualmente, sobre o seu meio ambiente, “explorando determinadas possibilidades e limites aos desenvolvimento, para o qual as forças decisivas estão na própria cultura e na história da cultura.<br />
  17. 17. Conceitos de cultura<br />
  18. 18. Edward taylor (1832-1917)<br />Culture – tomado em seu amplo sentido etnográfico é este todo complexo que inclui conhecimentos, crenças, arte, moral, leis, constumes ou qualquer outra capacidade ou hábito adquiridos pelo homem como membros de uma sociedade.<br />Aprendizado da cultura X aquisição inata, transmitida por mecanismos biológicos<br />
  19. 19. Marvin harris (1969)<br />Nenhuma ordem social é baseada em verdades inatas, uma mudança no ambiente resulta numa mudança do comportamento<br />
  20. 20. Roger Keesing, no artigo “Theoriesofculture” afirma que:<br />Culturas são sistemas (de padrões de comportamento socialmente transmitidos) que servem para adaptar as comunidade humanas aos seus embasamentos biológicos<br />Mudança cultural é primariamente um processo de adaptação equivalente à seleção natural<br />A tecnologia, a economia de subsistência e os elementos da organização social diretamente ligada à produção constituem o dominio mais adaptativo da cultura<br />Os componentes ideológicos dos sistemas culturais podem ter consequências adaptativas no controle da população, da subsistência, da manutenção do ecossistema, etc.<br />
  21. 21. Abstrato x concreto<br />
  22. 22. Cultura x cidadania<br />Leitura da revista Lua Nova – Revista de Cultura e Política – páginas 29 à 55<br />
  23. 23. Cidadania<br />A cidadania foi vista, pelos clássicos das ciências sociais, como uma categoria relacionada às formas de vida concretas dos indivíduos-produtores e das comunidades.<br />Problema: tensão entre o abstrato ligado ao mercado e o concreto ligado às experiências do trabalho e às formas de solidariedade (relações) éticas de comunidades específicas<br />
  24. 24. Sociedade comunitária X sociedade moderna<br />Surgimento de estruturas sociais com níveis maiores de abstrações, tanto no campo da política, quanto no campo da economia.<br />Ex: Chefe da tribo x parlamento inglês<br />
  25. 25. Karl Marx: Trabalho abstrato x trabalho concreto<br />“O corpo da mercadoria, o qual serve como equivalente, sempre aparece como incorporação de trabalho humano abstrato e, ao mesmo tempo, constitui o produto de alguma forma específica e útil de trabalho concreto”. (Marx, 1976)<br />Problema: reduzia uma atividade concreta (trabalho) a um processo de abstração<br />
  26. 26. Max Weber:Vida em comunidade X economia de mercado<br />Tensão entre a forma concreta de vida em uma comunidade e o processo crescente de abstração imposto tanto pela economia de mercado quanto pelo direito abstrato.<br />“A atividade econômica racional sempre trás consigo a despersonalização e é impossível controlar o universo de atividades racionais instrumentais mediante apelos à caridade de indivíduos particulares” (Weber, 1978)<br />
  27. 27. Anthony Giddens:Distanciamento espaço-tempo<br />“A estruturação de qualquer sistema social, grande ou pequeno, ocorre no tempo e no espaço e, ao mesmo tempo, coloca o tempo e o espaço entre parêntese.A combinação entre a presença e a ausência é inerente à natureza constitutiva dos sistemas sociais: cada sociedade participa em alguma forma de dissolução de constrangimentos espaço-temporais”. (Giddens, 1981)<br />
  28. 28. Anthony Giddens:Distanciamento espaço-tempo<br />Concreto X Abstrato<br />O processo de distanciamento espaço-tempo: tensão entre o tempo enquanto experiência vivida e o tempo enquanto categoria abstrata.<br />
  29. 29. Anthony Giddens:Distanciamento espaço-tempo<br />“A mercantilização do tempo significa a inserção do tempo na dupla existência que constitui o predicado de qualquer mercadoria. O tempo como tempo vivido, como substância da experiência vivida, da durée do ser, passa a estar acompanhado de uma dimensão independente, o tempo puro na sua duração informe (formless). Com a expansão do capitalismo isso é o que o tempo parece ter-se tornado, assim como o dinheiro se tornou padrão universal de todas as coisas. O tempo como pura duração, desconectado da materialidade da experiência, passa a ser percebido, em oposição direta aos estado real das coisas, como tempo real objetivo...” (Giddens, 1981)<br />
  30. 30. Jürgen Habermas:Distanciamento espaço-tempo<br />Qual será a categoria que irá, no plano internacional, se se contrapor a um acentuamento do processo de abstração criado pelo surgimento de um mercado internacional ou da expansão do Estado através da constituição de uma unidade política supraterritorial?<br />

×