Industria brasil

7.310 visualizações

Publicada em

processo de industrialização no brasil

Publicada em: Negócios, Turismo
0 comentários
1 gostou
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
7.310
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
2.670
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
122
Comentários
0
Gostaram
1
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Industria brasil

  1. 1. Passagem de um país agro-exportador para industrial <ul><li>Durante mais de quatrocentos anos fomos um exportador de matéria prima </li></ul><ul><li>Fomos importador de produtos manufaturados de Portugal e depois Inglaterra </li></ul>Revolução industrial brasileira e suas fases A importância da economia cafeeira Crise da bolsa de Nova Iorque em 1929 Acumulação de capital Mão-de-obra imigrante ferrovias portos INDUSTRIALIZAÇÃO
  2. 2. Evolução Industrial no Brasil <ul><li>Na Monarquia e República Velha – (1500 – 1929) </li></ul><ul><li>Fase da proibição ( 1500 – 1808 ) </li></ul><ul><li>Pacto colonial ( Velho DIT); </li></ul><ul><li>Alvará de 1785. </li></ul><ul><li>Fase da Implantação (1808 – 1929) </li></ul><ul><li>Chegada da Família real em1808; </li></ul><ul><li>Em 1810, o contrato comercial com a Inglaterra e em 1828 com outros países; </li></ul><ul><li>A Lei Alves Branco de 1844; </li></ul><ul><li>Em 1850 é assinada a Lei Eusébio de Queiros; </li></ul><ul><li>Substituição das importações (1ª Guerra Mundial); </li></ul><ul><li>Crise na Bolsa de Valores de Nova Iorque. </li></ul>Na República do governo Vargas (1930 – 1945) Fase da Revolução Industrial ( 1930 – 1954) -Revolução de 1930 (mudança de Modelo econômico) -Aceleração do processo de urbanização -Crescimento maior da industria que a atividade agrária -A substituição de importações por conta da II Guerra - a criação da infra-estrutura CVRD, BNDE,CSN CHESF, PETROBRÁS...
  3. 3. Indústrias do governo JK (1956 – 1961) - 50 anos em 5 anos (Plano de metas); -“escolha”de SP para ser o pólo de desenvolvimento industrial; -mudança da capital; -abertura para o capital internacional; -chegada das montadoras automobilliistica -ênfase para o rodoviarismo Governo militar ( milagre econômico)1964 – 1989 -Tripé: Capital estatal,privado e estrangeiro -Crescimento do Parque Industrial -O “milagre econômico da década de 1970; -Grande endividamento externo; -Fortalecimento das Estatais; -Crise mundial do petróleo 1973/1979; -”Década perdida” anos 80 . Industria no pós Guerra Fria - Globalização (Neoliberalismo) -Multipolarização -Abertura ao mercado externo -Competitividade crescente -Mundo dos blocos econômicos -Ampliação de Mercados consumudores Teia industrial As necessidades São atendidas
  4. 4. DISTRIBUICÃO ESPACIAL DAS INDUSTRIAS NO BRASIL <ul><li>Contingências históricas contribuíram para essa irregular distribuição </li></ul><ul><li>Há grande desigualdade na distribuição geográfica do parque industrial nacional; </li></ul><ul><li>A maior concentração no sudeste decorre do surgimento de áreas pioneiras nessa região e que receberam dos governos os mais fortes investimento em infraestrutura; </li></ul><ul><li>A produção industrial nacional concentra-se junto às regiões metropolitanas de São Paulo, Rio de Janeiro e Belo Horizonte (coração econômico brasileiro) </li></ul>
  5. 5. Os Vários tipos de Indústrias A economia costuma dividir a atividade industrial em grupos diferentes, as indústrias de base ou de bens de produção, as indústrias intermediárias e as indústrias de bens de consumo. No Brasil, as industrias de Base tiveram grande desenvolvimento No governo de Vargas
  6. 6. Onde estão localizadas nossas indústrias A história econômica do Brasil definiu o principal lugar Sudeste Porque o Sudeste ? Ciclo do café Mão-de-obra européia (imigrante) Solidez econômica Energia Transporte (Porto, Via Dutra, ferrovia) Matéria prima (Quadrilátero ferrífero) Mercado consumidor
  7. 8. 1 -Eixo rodoviário São Paulo / Santos ( Anchieta – Imigrantes ) Importante alinhamento industrial brasileiro São Paulo A,B,C paulista (Automóveis) Cubatão (Ind QMC, Fertilizantes, Refinarias, Hidrelétricas) Santos Porto) 2 – Eixo Industrial da Rodovia Presidente Dutra Localização estratégica Rodovia importante Ferrovia importante Ind. Aeroespacial – São José Dos Campos Filiais da Ford – Volks Refinarias Cia Siderúrgica Nacional
  8. 9. 3 – Eixo Anhanguera – Bandeirantes – Washington Luis São Paulo Campinas Ribeirão Preto São José do Rio Preto Jundiaí Piracicaba Limeira Araraquara Franca (Microeletrônica, Fibra Ótica, equipamentos cirúrgico)
  9. 10. 4 – Eixo Sorocabano ( rodovia Castelo Branco e Raposo Tavares ) Sorocaba – Tecelagem Itu – Cervejas Votorantim – cimento Grande Rio de Janeiro -17 municipios (+ de 10 milhões hab.) -2ª Maior área industrial do país -Refinarias (Duque de Caxias) -Construção Naval importante -Importante porto (Rio de Janeiro) -Próximo de matéria prima -Grande mercado consumidor
  10. 11. Minas Gerais Terceira área industrial do país Boa presença de metalurgia e siderurgia Quadrilátero Ferrífero de Minas Triângulo Mineiro Uberaba Uberlândia Araguari Suco de fruta Região Sul Curitiba - grande parque pólo industrial Rio Grande do Sul Grande Porto Alegre - Refinaria Pólo petroquímico têxtil Vale dos Sinos calçados Serra Gaúcha vinho
  11. 12. Nordeste -Atividade industrial moderna é recente -Muito incentivo (SUDENE) -É a segunda na produção Industrial brasileira Destaque para Salvador Recife - Pólo de tecnologia da informação Fortaleza – industria de calçados, têxteis, couros e alimentos Aratu (bens de consumo) Recôncavo - Refinaria Camaçari - pólo petroquímico Norte Algum desenvolvimento industrial a partir da criação da SUFRAMA Destaque para o extrativismo mineral ( Albrás/ Alunorte – bauxita) Presença importante de Tucuruí (usina Hidrelétrica do Tocantins) Guerra Fiscal

×