Escola	EB1	António	Vitorino 																															
Turma:	3D 
 
 

	

Animais	em	vias	de	
extinção	em	
Portugal	
...
Animais	em	vias	de	extinção	em	
Portugal	
Designa-se animais em vias de extinção, aqueles cujo número de espécies é muito
...
O cachalote 
 

Nome científico: Physeter macrocephalus.

Localização: Os cachalotes podem ser encontrados em todos os oce...
O Lince Ibérico 
 

Nome científico: Linx Pardinus.

Localização: O Lince Ibérico apenas pode ser encontrado na Península ...
O Lobo Ibérico 
 

Nome científico: Canis lupus signatus.

Localização: O lobo ibérico encontra-se exclusivamente na Penín...
A Águia Real 
 

Nome científico: Aquila chrysaetos.

Localização: Esta ave, em Portugal, pode ser encontrada em algumas s...
O Pombo Torcaz 
 

Nome científico: Columba trocaz.

Localização: Espécie de ave da Madeira. Vive na floresta Laurissilva....
A Lontra Europeia 
 

Nome científico: Lutra Lutra.

Localização: Esta espécie de lontra vive em várias zonas da Europa, t...
ANIMAIS EM EXTINÇÃO NO DISTRITO DE LEIRIA 
                                                                               ...
ANIMAIS EM EXTINÇÃO 
 
 

Lince Ibérico 

 
 
 
 
 
 
 
 

Águia Pesqueira 

Abetarda
Escola EB1 António Vitorino

Animais em vias de extinção

Ricardo Farto Nº 17 Turma 3D

Ano Letivo: 2013/2014
O burro é um animal em vias de extinção vive nas quintas e come
erva, palha, farinha e fruta.

O lince ibérico vive na flo...
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Endangered species - students works - Teacher Carla Santos

946 visualizações

Publicada em

Ecopals Comenius Project

Publicada em: Educação
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
946
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
322
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
7
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Endangered species - students works - Teacher Carla Santos

  1. 1. Escola EB1 António Vitorino Turma: 3D      Animais em vias de extinção em Portugal Beatriz Santos Crespo                                 15‐01‐2014       
  2. 2. Animais em vias de extinção em Portugal Designa-se animais em vias de extinção, aqueles cujo número de espécies é muito reduzido em perigo iminente de desaparecerem se não forem protegidos. O Homem é que tem provocado a extinção de milhões de espécies diferentes, essas espécies desaparecem devido a interesses económicos, à poluição e ao crescimento humano. Em Portugal existem animais cujas espécies estão ameaçadas, nomeadamente: - O cachalote; - O Lince Ibérico; - O Lobo Ibérico; - A Águia Real; - O Pombo Torcaz; - A Lontra Europeia.
  3. 3. O cachalote    Nome científico: Physeter macrocephalus. Localização: Os cachalotes podem ser encontrados em todos os oceanos do mundo, mas evitam contudo as águas mais frias. Tamanho: O macho adulto pode atingir os 18 metros e a fêmea os 12 metros. Peso: O peso médio de um macho é de 45 toneladas e de uma fêmea é de 20 toneladas. Alimentação: Vários peixes, lulas e polvos. Características: O cachalote é o maior cetáceo com dentes. É facilmente reconhecido pela sua grande cabeça retangular que corresponde a cerca de 1/3 do seu comprimento. Tem uma pele enrugada e a sua pele é escura, de um tom cinza. Ameaças: O cachalote é uma espécie ameaçada devido a sobre exploração dos seus produtos. Outro fator são as redes à deriva, nas quais os cachalotes ficam presos.
  4. 4. O Lince Ibérico    Nome científico: Linx Pardinus. Localização: O Lince Ibérico apenas pode ser encontrado na Península Ibérica, em zonas muito específicas. Tamanho: O lince ibérico adulto mede entre 80 e 100cm aproximadamente. Peso: O lince ibérico tem um peso médio entre 8 e 14Kg. Alimentação: O lince ibérico alimenta-se praticamente do coelho europeu, mas quando esse alimento escassa alimenta-se também de veados, aves, peixes e até raposas. Características: Os linces ibéricos têm o focinho curto, mas são mais facilmente reconhecidos devido às suas longas patilhas, cauda curta e pelos nas extremidade das orelhas . Ameaças: Este animal encontra-se principalmente ameaçado devido ao desaparecimento progressivo da população de coelhos. Outras ameaças são a utilização de armadilhas para coelhos, a caça ilegal e os atropelamentos.
  5. 5. O Lobo Ibérico    Nome científico: Canis lupus signatus. Localização: O lobo ibérico encontra-se exclusivamente na Península Ibérica, nomeadamente na região Norte da mesma. Tamanho: O lobo ibérico mede entre 140 e 155cm de comprimento. Peso: O macho adulto pesa entre 30 e 40Kg e a fêmea entre 25 e 35Kg. Alimentação: O lobo ibérico alimenta-se de praticamente todas as espécies de animais do habitat onde vive, adaptando-se muito bem. Características: Carnívoro de grande porte, com pelo espesso adaptado a regiões frias. Adapta-se a praticamente qualquer clima. Costuma caçar em grupos. Ameaças: Este animal encontra-se ameaçado devido à sua perseguição direta e ao extermínio das suas presas selvagens. Quando não têm presas selvagens para se alimentar, estes animais alimentam-se de animais domésticos, contribuindo para a sua perseguição.
  6. 6. A Águia Real    Nome científico: Aquila chrysaetos. Localização: Esta ave, em Portugal, pode ser encontrada em algumas serras de Portugal. Tamanho: O macho tem cerca de 75cm de comprimento e a fêmea cerca de 90cm. Ambos têm uma envergadura de cerca de 2 metros. Peso: Esta ave pode pesar entre 2.5 a 7Kg aproximadamente. Alimentação: A águia-real alimenta-se praticamente a base de ratos, coelhos e, por vezes, répteis. Características: Corpo uniformemente escuro, bico recurvado e asas longas. Ameaças: Esta ave de rapina encontra-se principalmente ameaçada pela sua caça ilegal promovida pelos caçadores. Outros fatores que contribuem para a sua extinção são os postes de alta tensão e também o envenenamento de muitas aves.
  7. 7. O Pombo Torcaz    Nome científico: Columba trocaz. Localização: Espécie de ave da Madeira. Vive na floresta Laurissilva. Tamanho: O pombo trocaz tem como comprimento aproximadamente 39cm. Peso: Esta ave pesa cerca de 400g. Alimentação: Alimenta-se à base de bagas, tendo preferência para bagas provenientes da árvore Til. Características: Ave de plumagem cinzento-azulada, tem uma tonalidade cor de vinho no peito e a sua cauda é atravessada por uma lista branca. Ameaças: Esta espécie encontra-se protegida pois a sua área de ocorrência é muito pequena, e desenvolve-se num habitat específico, logo a perda deste vai levar à sua extinção.  
  8. 8. A Lontra Europeia    Nome científico: Lutra Lutra. Localização: Esta espécie de lontra vive em várias zonas da Europa, tendo como habitat em Portugal a costa Ocidental. Tamanho: A lontra europeia adulta mede entre 90 e 120cm. Peso: Este mamífero pode pesar entre 5 e 15Kg. Alimentação: Este animal alimenta-se principalmente peixes, crustáceos, e eventualmente pássaros e roedores. Características: É facilmente identificável pela sua longa cauda e membros curtos. A sua pelagem é acastanhada, sendo progressivamente mais clara ao atingir a zona ventral. Ameaças: A principal ameaça a este animal é a destruição dos habitats marinhos e a sua caça ilegal. Este animal sofre também mortes acidentais como afogamento em redes de pesca e alguns atropelamentos, embora menos comuns.
  9. 9. ANIMAIS EM EXTINÇÃO NO DISTRITO DE LEIRIA                                                                                                    Morcego                                                                                                 Burro                                      Lobo Ibérico 
  10. 10. ANIMAIS EM EXTINÇÃO      Lince Ibérico                  Águia Pesqueira  Abetarda
  11. 11. Escola EB1 António Vitorino Animais em vias de extinção Ricardo Farto Nº 17 Turma 3D Ano Letivo: 2013/2014
  12. 12. O burro é um animal em vias de extinção vive nas quintas e come erva, palha, farinha e fruta. O lince ibérico vive na floresta e come pequenos animais, e aves. A águia-imperial ibérica vive na floresta come aves e pequenos animais. O saramugo vive no rio Guadiana e alimenta-se de algas, detritos e invertebrados.

×