IECJ - Cap. 3 – A regionalização e as divisões regionais no Brasil - 7º ano do EFII

8.784 visualizações

Publicada em

Aula - Geografia - 7º Ano - EFII

Publicada em: Educação
0 comentários
1 gostou
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
8.784
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
198
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
232
Comentários
0
Gostaram
1
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

IECJ - Cap. 3 – A regionalização e as divisões regionais no Brasil - 7º ano do EFII

  1. 1. Geografia Homem & Espaço 7º ano Capítulo 3 – A regionalização e as divisões regionais no Brasil Prof.: Rodrigo
  2. 2. <ul><li>Determinadas áreas da superfície terrestre apresentam características naturais, históricas, culturais, sociais e econômicas que estão relacionadas entre si. Cada área dessa podemos denominar região . </li></ul>A regionalização
  3. 3. Regionalizar espaço mundial Dividi-lo Em continentes Em nível de desenvolvimento <ul><li>Desenvolvidos </li></ul><ul><li>Subdesenvolvidos </li></ul>- América - Ásia - África - Europa - Oceania - Antártida Assim, a regionalização é a divisão do espaço geográfico em regiões, em partes menores, com aspectos naturais, culturais e socioeconômicos comuns.
  4. 4. A divisão regional oficial do IBGE <ul><li>Desde então diferentes classificações foram elaboradas pelo IBGE, inicialmente, adotando como critério os aspectos naturais, e, posteriormente, a integração entre os aspectos naturais e socioeconômicos. </li></ul>Primeira divisão regional oficial do Brasil Em 1942, pelo IBGE
  5. 5. Brasil divisão regional oficial (IBGE) A divisão oficial do IBGE estabelece cinco macroregiões. Os limites de cada uma delas acompanham as divisas entre os estados. Mário Yoshida
  6. 6. Os três complexos regionais Parte integrante da obra Geografia homem & espaço, Editora Saraiva 1964 Geógrafo Pedro Geiger Outra forma de divisão Não oficial Três áreas extensas Amazônia Nordeste Centro-Sul Classificação que leva em conta a formação histórico-econômica do país. Considera também a recente modernização econômica que ocorreu no espaço urbano e no campo e estabeleceu novas formas de vínculo entre os lugares do território brasileiro.
  7. 7. Observe o mapa. Parte integrante da obra Geografia homem & espaço, Editora Saraiva Fonte: Pedro Pinchas Geiger. Organização regional do Brasil. Revista Geográfica . Rio de Janeiro, n. 61, jul./dez. 1964. p.51. Em: Angélica Alves Magagno. Revista Brasileira de Geografia . Rio de Janeiro, v.57, n.4, out./dez. 1995. p. 77 (adaptado). Mário Yoshida
  8. 8. Conversa <ul><li>Os limites entre as regiões coincidem totalmente com os limites entre os estados? </li></ul><ul><li>Qual foi o principal critério adotado para a divisão do Brasil em complexos regionais? </li></ul><ul><li>É possível afirmar que as delimitações da divisão regional em complexos regionais é definitiva? Por quê? </li></ul>Parte integrante da obra Geografia homem & espaço, Editora Saraiva
  9. 9. Brasil – Divisão regional segundo Milton Santos - 1999 Parte integrante da obra Geografia homem & espaço, Editora Saraiva O mapa dos quatro Brasis foi apresentado em 2000 por Milton Santos no XII Encontro Nacional de Geógrafos. Fonte: Milton Santos e María Laura Silveira. O Brasil: teritório e sociedade no inicio do século XXI, Rio de Janeiro/São Paulo: Record, 2001. p.268-73 (adaptado). Mário Yoshida
  10. 10. Os quatro Brasis Parte integrante da obra Geografia homem & espaço, Editora Saraiva Geógrafo Milton Santos Baseada nas características do território brasileiro <ul><li>Quantidade de recursos tecnológicos avançados. </li></ul><ul><li>Número de atividades econômicas modernas nas áreas financeira, comercial, de serviços, industrial e agropecuária altamente. </li></ul>Outra proposta de regionalização Levando em consideração:
  11. 11. Parte integrante da obra Geografia homem & espaço, Editora Saraiva Região concentrada: composta de um denso sistema de relações, em função dos elevados índices de urbanização e do alto padrão de consumo das empresas e de parte das famílias. O centro da tomada de decisões. Região Centro-Oeste: presentes algumas características da modernização, em particular a agropecuária mecanizada. Produção de mercadorias agrícolas destinadas à exportação. Também está integrada à globalização.
  12. 12. Parte integrante da obra Geografia homem & espaço, Editora Saraiva Nordeste: mais antiga área de povoamento do Brasil. De modo geral sempre teve precária circulação de pessoas, produtos, informação e dinheiro, em razão da agricultura pouco intensiva e da urbanização irregular. A prática de atividades econômicas modernas e o uso de recursos tecnológicos avançados ocorrem apenas em determinadas áreas da região. Amazônia: região de baixa densidade populacional e com poucos recursos tecnológicos. São raras as áreas reservadas à agricultura mecanizada e a outras atividades mais modernas.
  13. 13. Conversa <ul><li>Com base na proposta de Milton Santos: </li></ul><ul><li>Quantas e quais seriam as regiões brasileiras? </li></ul><ul><li>Quais os principais critérios utilizados para chegar a essa regionalização do Brasil? </li></ul>Parte integrante da obra Geografia homem & espaço, Editora Saraiva
  14. 14. Planejamento Regional Parte integrante da obra Geografia homem & espaço, Editora Saraiva Desigualdades regionais Começaram a ser estudadas e discutidas principalmente a partir da década de 1950. Aspecto marcante do espaço geográfico brasileiro. Os estudos fornecem dados que servem de instrumento para que o Estado implante políticas de desenvolvimento regional. Em razão do desenvolvimento do processo de industrialização, que se concentrou no Centro-Sul. O fato de as estatísticas sobre renda e produção de bens e serviços terem sido publicadas, de forma regionalizada, pela primeira vez em 1951. +
  15. 15. Parte integrante da obra Geografia homem & espaço, Editora Saraiva A cidade de São Paulo, SP, é um exemplo de urbanização intensa (2006). Delfim Martins/ Pulsar Imagens
  16. 16. Parte integrante da obra Geografia homem & espaço, Editora Saraiva Colheita mecanizada da soja em Itiquira, MT (2001). Delfim Martins/ Olhar Imagem
  17. 17. Parte integrante da obra Geografia homem & espaço, Editora Saraiva O governo brasileiro empreendeu um plano de ação para promover o desenvolvimento das regiões mais estagnadas econômica e socialmente. O desenvolvimento mais acelerado do Centro-Sul ampliou o distanciamento social e econômico dessa região em relação ao Nordeste. Diante disso:
  18. 18. Parte integrante da obra Geografia homem & espaço, Editora Saraiva Sudene – Superintendência do Desenvolvimento do Nordeste, foi criada em 1959, com a finalidade de executar o planejamento e coordenar a ação do governo na região Nordeste. Porém sua área de atuação estendeu-se também ao norte de Minas Gerais, que apresenta nível socioeconômico baixo. Sudam - Superintendência do Desenvolvimento da Amazônia, criada em 1966. Sua área de atuação compreendia todos os estados da região Norte, o oeste do Maranhão e o estado de Mato Grosso. Outras superintendências criadas foram a Sudesul - Superintendência do Desenvolvimento da Região Sul, em 1967, e Sudeco - Superintendência do Desenvolvimento da Região Centro-Oeste, em 1968. Elas deixaram de existir em 1990.
  19. 19. Parte integrante da obra Geografia homem & espaço, Editora Saraiva De modo geral, os objetivos da criação dessas superintendências não foram atingidos. Em 2001, o governo federal extinguiu a Sudene e a Sudam, em meio a casos de corrupção. Em seus lugares foram criadas agências de desenvolvimento: a ADA (Agência de Desenvolvimento da Amazônia) e a Adene (Agência de Desenvolvimento do Nordeste).

×