Capacitacao Indiaroba

789 visualizações

Publicada em

0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
789
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
6
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
18
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Capacitacao Indiaroba

  1. 1. Prof. Especialista Roberto Carlos TECNOLOGIAS EM EDUCAÇÃO CURSO DE CAPACITAÇÃO: Novas Tecnologias na Educação Indiaroba 2009
  2. 2. <ul><li>Prof. Roberto Carlos Delmas da Silva </li></ul><ul><li>Licenciado em Matemática pela UFS </li></ul><ul><li>Especialista em Tecnologias na Educação pela PUC-RJ </li></ul><ul><li>Prof. da Rede Municipal de Ensino de Aracaju </li></ul><ul><li>Prof. da Rede Estadual de Ensino </li></ul><ul><li>Tutor do Curso Mídias na Educação – UFS/SEED </li></ul>Prof. Especialista Roberto Carlos APRESENTAÇÃO
  3. 3. <ul><li>A Tecnologia no cotidiano </li></ul><ul><li>O que é importante para ser Educador hoje? </li></ul><ul><li>A Geração Digital </li></ul><ul><li>A nova postura do professor </li></ul><ul><li>Etapas das tecnologias na Escola </li></ul><ul><li>O que são recursos didáticos </li></ul><ul><li>Novas e “antigas” tecnologias como recursos didáticos (Integração) </li></ul><ul><li>Imigrantes digitais x Nativos digitais (Dinâmica) </li></ul><ul><li>Como utilizar o vídeo (dvd) em sala de aula </li></ul><ul><li>Como utilizar o computador e a Internet em sala de aula </li></ul>ROTEIRO Prof. Especialista Roberto Carlos
  4. 4. A TECNOLOGIA NO COTIDIANO Prof. Especialista Roberto Carlos CLIQUE!
  5. 5. <ul><li>Crescer profissionalmente, atento a mudanças e aberto à atualização. </li></ul><ul><li>Conhecer a realidade do país, lendo atenta e criticamente jornais e revistas impressos e na Internet. </li></ul><ul><li>Participar de atividades e projetos importantes da escola. </li></ul><ul><li>Escolher didáticas que promovam a aprendizagem de cada aluno, evitando a exclusão, respeitando o desenvolvimento do aprendizado de cada um e suas particularidades, como a religião ou origem étnica. </li></ul><ul><li>Orientar a prática de acordo com a realidade do aluno, do bairro e da comunidade. </li></ul><ul><li>Participar como profissional das associações da categoria e lutas de classe. </li></ul><ul><li>Utilizar de distintas estratégias de avaliação de aprendizagem – os resultados servem de base para elaboração de novas propostas pedagógicas. </li></ul>O QUE É IMPORTANTE PARA SER EDUCADOR HOJE? Prof. Especialista Roberto Carlos
  6. 6. <ul><li>É aquela formada por adolescentes e pré-adolescentes que está crescendo com o acesso ao mundo da informática. </li></ul><ul><li>Pesquisa de Dom Tappscot. </li></ul>Prof. Especialista Roberto Carlos A GERAÇÃO DIGITAL
  7. 7. CONCLUSÕES DA PESQUISA Prof. Especialista Roberto Carlos
  8. 8. <ul><li>Independência e autonomia na aprendizagem. </li></ul><ul><li>Abertura emocional e intelectual. </li></ul><ul><li>Preocupação pelos acontecimentos globais. </li></ul><ul><li>Liberdade de expressão e convicções firmes. </li></ul><ul><li>Curiosidade e faro investigativo. </li></ul><ul><li>Imediatismo e instantaneidade na busca de soluções. </li></ul><ul><li>Responsabilidade social. </li></ul><ul><li>Senso de contestação. </li></ul><ul><li>Tolerância ao diferente. </li></ul>Prof. Especialista Roberto Carlos CARACTERÍSTICAS DA GERAÇÃO DIGITAL
  9. 9. <ul><li>Pesquisador, não mais repetidor de informação. </li></ul><ul><li>Articulador do saber, não mais fornecedor único do conhecimento. </li></ul><ul><li>Gestor de aprendizagens, não mais instrutor de regras. </li></ul><ul><li>Consultor que sugere, não mais chefe autoritário que manda. </li></ul><ul><li>Motivador da “aprendizagem pela descoberta”, não mais avaliador de informações empacotadas a serem assimiladas e reproduzidas pelo aluno. </li></ul>Prof. Especialista Roberto Carlos A NOVA POSTURA DO PROFESSOR
  10. 10. <ul><li>O Computador como máquina de escrever aperfeiçoada e com memória. </li></ul><ul><li>Automatizar o trabalho administrativo. </li></ul><ul><li>Aparecimento de novos programas e softwares especiais. </li></ul><ul><li>Treinamento de professores e alunos. </li></ul><ul><li>Informática Educativa separada da proposta pedagógica da escola. </li></ul>Prof. Especialista Roberto Carlos ETAPAS DAS TECNOLOGIAS NA ESCOLA 1º momento
  11. 11. <ul><li>Surgimento de periféricos: cds, dvds, programas interativos, enciclopédias, imagens e sons; </li></ul><ul><li>Professores e alunos utilizam o computador para projetos “interdisciplinares”; </li></ul><ul><li>A ênfase ainda continua no ensino técnico e não pedagógico da tecnologia; </li></ul>ETAPAS DAS TECNOLOGIAS NA ESCOLA 2º momento Prof. Especialista Roberto Carlos
  12. 12. <ul><li>O surgimento da INTERNET, possibilitando o acesso à informação em qualquer lugar do Mundo; </li></ul><ul><li>Aparecimento dos primeiros projetos integrando escolas, professores e alunos; </li></ul><ul><li>Comunicação de professores e alunos através de Ambientes Interativos Virtuais; </li></ul><ul><li>Novas Modalidades de Ensino são recriadas - a Educação a Distância; </li></ul><ul><li>Desenvolvimento da “Pedagogia da Autoria” e da “Educação Flexível”. </li></ul>ETAPAS DAS TECNOLOGIAS NA ESCOLA 3º momento Prof. Especialista Roberto Carlos
  13. 13. <ul><li>São componentes do ambiente de aprendizagem que estimulam o aluno. Pode ser o computador, livros e recursos da natureza, etc. </li></ul><ul><li>Segundo Klingberg, estimula a auto-atividade criadora e ajuda na formação de valiosas propriedades do caráter, autonomia, iniciativa, responsabilidade ... </li></ul><ul><li>Motivar e despertar o interesse dos participantes; Favorecer o desenvolvimento da capacidade de observação; Aproximar o participante da realidade; Visualizar ou concretizar os conteúdos da aprendizagem; Oferecer informações e dados; Permitir a fixação da aprendizagem; Ilustrar noções mais abstratas; Desenvolver a experimentação concreta. </li></ul>O QUE SÃO RECURSOS DIDÁTICOS? Prof. Especialista Roberto Carlos
  14. 14. Prof. Especialista Roberto Carlos NOVAS E “ANTIGAS” TECNOLOGIAS COMO RECURSOS DIDÁTICOS (INTEGRAÇÃO) INTEGRAÇÃO
  15. 15. <ul><li>Nativos Digitais </li></ul><ul><li>X </li></ul><ul><li>Imigrantes Digitais </li></ul>Prof. Especialista Roberto Carlos DINÂMICA
  16. 16. <ul><li>Vídeo como SENSIBILIZAÇÃO: </li></ul><ul><li>Serve para introduzir um assunto, despertando a curiosidade e motivando os alunos para novos temas. Esse tipo de vídeo facilita o desejo de pesquisa nos alunos. </li></ul><ul><li>Vídeo como ILUSTRAÇÃO: </li></ul><ul><li>Ajuda a mostrar o que se fala em sala de aula. Exemplo: A Amazônia ou a África; Como eram os egípcios na época dos faraós. </li></ul><ul><li> </li></ul>Prof. Especialista Roberto Carlos COMO UTILIZAR O VÍDEO (dvd) EM SALA DE AULA
  17. 17. <ul><li>Vídeo como SIMULAÇÃO: </li></ul><ul><li>Ilustração mais sofisticada. Serve para simular experiências que seriam perigosas em laboratório ou levariam muito tempo ou gastariam muitos recursos. </li></ul><ul><li>Exemplo: Crescimento acelerado de uma planta. </li></ul><ul><li>Vídeo como CONTEÚDO DE ENSINO: </li></ul><ul><li>Mostra determinado assunto de forma direta (tema específico, orientando sua interpretação) ou indireta (mostra um tema, permitindo abordagens múltiplas, interdisciplinares). </li></ul>COMO UTILIZAR O VÍDEO (dvd) EM SALA DE AULA Prof. Especialista Roberto Carlos
  18. 18. <ul><li>Vídeo como PRODUÇÃO: </li></ul><ul><li>1- Documentação: Serve para registrar os eventos, as aulas, os estudos de campo, as experiências ... </li></ul><ul><li>2- Expressão: Serve como nova forma de expressão dos alunos. Eles adoram fazer vídeo e a escola tem que incentivar a produção de pesquisas em vídeo produzidas por eles. </li></ul>COMO UTILIZAR O VÍDEO (dvd) EM SALA DE AULA Prof. Especialista Roberto Carlos
  19. 19. <ul><li>Vídeo AVALIAÇÃO: Integrado ao processo de avaliação do professor, aluno e do processo (atividades, trabalhos individuais ou grupos, projetos...). </li></ul><ul><li>Vídeo ESPELHO: Serve para analisar o papel de cada um do grupo, acompanhar determinados comportamentos. Do ponto de vista participativo, incentivar os mais retraídos e aos que falam muito dá espaço aos colegas. Para o professor é muito útil, pois ele pode se ver e examinar sua comunicação, qualidade e defeitos. </li></ul>COMO UTILIZAR O VÍDEO (dvd) EM SALA DE AULA Prof. Especialista Roberto Carlos
  20. 20. <ul><li>Editores de texto e slides ( Clique! ). </li></ul><ul><li>Editores de planilhas eletrônicas ( Clique! ). </li></ul><ul><li>Softwares educativos: Tutoriais, exercício e prática, alguns jogos, programação. Exemplos: Geogebra, Logo, RPG, Paint ... </li></ul><ul><li>Softwares para edição de áudio, vídeo e manipulação de imagens. Exemplos: Movie Maker, Audacity, Publisher, Nero ... </li></ul><ul><li>Softwares para a educação especial. Exemplos: Dosvox, Braille Fácil ... </li></ul>COMO UTILIZAR O COMPUTADOR E A INTERNET EM SALA DE AULA Prof. Especialista Roberto Carlos
  21. 21. <ul><li>Para pesquisar: Textos, imagens, sons. </li></ul><ul><li>Fazer trabalho orientado de pesquisa: Exemplo Webquest ( Clique! ). </li></ul><ul><li>Publicar e comentar: Exemplos Blogs, Fotoblogs, Videologs, Wikis, Orkut ( Clique! ) </li></ul><ul><li>Criar uma WebRádio através de um Podcast. </li></ul><ul><li>Fazer uma Videoconferência através de programas de Bate-papo, Chats ... </li></ul>COMO UTILIZAR O COMPUTADOR E A INTERNET EM SALA DE AULA Prof. Especialista Roberto Carlos
  22. 22. COMO UTILIZAR O COMPUTADOR E A INTERNET EM SALA DE AULA Prof. Especialista Roberto Carlos
  23. 23. Prof. Especialista Roberto Carlos COMO UTILIZAR O COMPUTADOR E A INTERNET EM SALA DE AULA
  24. 24. COMO UTILIZAR O COMPUTADOR E A INTERNET EM SALA DE AULA Prof. Especialista Roberto Carlos
  25. 25. Prof. Especialista Roberto Carlos COMO UTILIZAR O COMPUTADOR E A INTERNET EM SALA DE AULA
  26. 26. COMO UTILIZAR O COMPUTADOR E A INTERNET EM SALA DE AULA Prof. Especialista Roberto Carlos
  27. 27. Prof. Especialista Roberto Carlos MENSAGEM “ Um dos eixos das mudanças na Educação passa por sua transformação em um processo de comunicação autêntica e aberta entre professores e alunos, primordialmente, mas também incluindo administradores e a comunidade, principalmente os pais.” (Moran)
  28. 28. <ul><li>CONTATO: </li></ul><ul><li>Fone: </li></ul><ul><li>8801-4816 </li></ul><ul><li>E-mail: </li></ul><ul><li>[email_address] </li></ul><ul><li>Blog: </li></ul><ul><li>http://tutorpedagogicoprofrc.blogspot.com </li></ul>ONDE ESTOU? Prof. Especialista Roberto Carlos

×