Cruz Vermelha<br />(E.M.R.C)<br />Escola: E.B.I.C.C.<br />Nome: João Alves nº 12 6ºA<br />Disciplina: E.M.R.C<br />Profess...
Historia<br />Organização humanitária internacional não governamental, a Cruz Vermelha foi criada para prestar auxílio às ...
Como Salvar Vidas<br />Os acidentes acontecem quando menos esperamos e a aplicação de técnicas de primeiros socorros nos p...
           Fundamentais<br />Humanidade - A Cruz Vermelha, nascida da preocupação de prestar auxílio, sem discriminação. a...
     Voluntariado<br />Se deseja ser voluntário na Cruz Vermelha Portuguesa, poderá fazê-lo dirigindo-se à Delegação da no...
        Fazer um Donativo  <br />O seu apoio significa muito para muitas pessoas. A melhor forma de ajudar é através de um...
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Organizações que lutam contra a fome - cruz vermelha

3.565 visualizações

Publicada em

Publicada em: Educação
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
3.565
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
36
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
33
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Organizações que lutam contra a fome - cruz vermelha

  1. 1. Cruz Vermelha<br />(E.M.R.C)<br />Escola: E.B.I.C.C.<br />Nome: João Alves nº 12 6ºA<br />Disciplina: E.M.R.C<br />Professor: João Proença<br />
  2. 2. Historia<br />Organização humanitária internacional não governamental, a Cruz Vermelha foi criada para prestar auxílio às vítimas da guerra. Pode situar-se a sua origem em 1863, ano em que um grupo de cinco cidadãos de Genebra - Jean-HenriDunant, GustaveMoynier, LouisAppia, ThéodoreMaunoir e general Guillaume-HenriDufour - instituiram comités paraProteção e Socorro aos Militares Feridos e Doentes em Tempo de Guerra.<br />Em Portugal, a Cruz Vermelha foi fundada em 1864, com a assinatura da primeira Convenção de Genebra. O representante do nosso país naquela cidade foi o cirurgião, delegado do rei D. Luís, José António Marques. A Cruz Vermelha Portuguesa, ao longo da sua já longa existência, tem prestado valiosos serviços ao país, tanto em tempo de guerra como em tempo de paz. Por isso, foram-lhe já atribuídas diversas condecorações.<br />
  3. 3. Como Salvar Vidas<br />Os acidentes acontecem quando menos esperamos e a aplicação de técnicas de primeiros socorros nos primeiros minutos podem fazer a diferença entre a vida e a morte, quem sabe na de um familiar, amigo ou colega. A Cruz Vermelha é pioneira na formação em Socorrismo e a sua oferta de cursos é diversificada e adaptada às necessidade dos particulares e empresas. Consulte o site da nossa Escola de Socorrismo para saber mais<br />
  4. 4. Fundamentais<br />Humanidade - A Cruz Vermelha, nascida da preocupação de prestar auxílio, sem discriminação. aos feridos dos campos de batalha, e dentro da sua condição internacional e nacional, esforça-se por prevenir e aliviar, em todas as circunstâncias, os sofrimentos dos homens. Destina-se a proteger a vida e a saúde, assim como fazer respeitar a pessoa humana. Favorece a compreensão mútua, a amizade, a cooperação e uma paz duradoura entre povos<br />Imparcialidade - A Cruz Vermelha não distingue nacionalidades, raças, condições sociais e credos políticos. Empenha-se, exclusivamente, em socorrer os indivíduos na medida dos seus sofrimentos e aliviar, em primeiro lugar, as necessidades mais urgentes. <br />Neutralidade - A Cruz Vermelha, a fim de preservar a confiança de todos, abstém-se de tomar parte em hostilidades e, em qualquer altura, nas controvérsias de ordem política, racial, religiosa e filosófica<br />Independência - A Cruz Vermelha é independente. As sociedades nacionais, auxiliares dos poderes públicos nas suas actividades humanitárias e submetidas às leis dos países respectivos, devem, entretanto, conservar uma autonomia que lhes permita agir sempre segundo os princípios da Cruz Vermelha<br />
  5. 5. Voluntariado<br />Se deseja ser voluntário na Cruz Vermelha Portuguesa, poderá fazê-lo dirigindo-se à Delegação da nossa Instituição mais próxima do seu local de residência, apresentar-se como candidato a voluntário e solicitar uma entrevista.<br />
  6. 6. Fazer um Donativo <br />O seu apoio significa muito para muitas pessoas. A melhor forma de ajudar é através de um donativo monetário, seja pequeno ou grande. Assim, poderá fazer a diferença apoiando serviços e actividades dirigidos aos vulneráveis na sua própria localidade ou país. Também poderá ajudar os portugueses e as pessoas no resto do mundo que são afectadas por desastres. Veja aqui como fazer um donativo<br />

×