21/ago/2014
Proposta de Implantação de um
Escritório de PMO
QUEM SOMOS
A Result Soluções Empresariais, é a maior empresa
do Brasil especializada na implantação de escritórios
de PMO ...
21/ago/2014
OBJETIVOS
A Result Soluções Empresariais, pretende
fornecer ao Governo de LISARB uma
consultoria na Implementa...
Acima de 160 pontos Nível 5
Entre 121 e 160 pontos: Nível 4
Entre 81 e 120 pontos : Nível 3
Entre 41 e 80 pontos Nível 2
E...
21/ago/2014
 Redução dos custos por prever adequadamente os riscos.
 Melhor visibilidade dos Governantes e do País.
 Me...
21/ago/2014
NÍVEL HIERÁRQUICO
Pela análise efetuada, iniciaremos a implantação do PMO pelo nível 3.
Vistando a organização...
21/ago/2014
FUNÇÃO
Como iremos utilizar o nível de
hierarquia PMO 3 focado na
Visão Estratégica iremos
desenvolver nosso t...
21/ago/2014
Etapas da Implementação
Preparar o
Terreno
Definir metas e
objetivos
Determinar as
funções da equipe
Começar c...
21/ago/2014
MODELO ADOTADO
Na Implantação do PMO em LISARB adotamos uma visão estratégica e uma função de
integração do ne...
21/ago/2014
MÉTRICAS DE SUCESSO
Escopo: Índice de Alterações (% do número de alterações em relação ao número de projetos)....
21/ago/2014
FATORES CRÍTICOS DE SUCESSO
Patrocínio do Executivo: Entendimento dos benefícios da Implantação do PMO pelos
g...
21/ago/2014
OBJETIVOS ESTRATÉGICOS DE LISARB:
1 Aliança por um Lisarb mais justo
2 Política cidadã baseada em princípios e...
21/ago/2014
PORTFOLIO DE PROJETOS EM LISARB:
A definição do Portfólio de Projetos seguirá os seguintes processos:
Identifi...
21/ago/2014
IDENTIFICAÇÃO DOS PROJETOS:
Política Cidadã
Bem Feito e Justo
Corrupção Zero
Pra Frente LISARB
Economia para F...
21/ago/2014
CATEGORIZAÇÃO DOS PROJETOS:
Políticas
Sociais
Crescimento Qualidade Educação
MBA em Gerência de Projetos – BBS Business School
Classe de Luanda, Angola
21/ago/2014
DEFINIÇÃO DOS CRITÉRIOS DE AVALIAÇÃ...
MBA em Gerência de Projetos – BBS Business School
Classe de Luanda, Angola
21/ago/2014
DEFINIÇÃO DE CRITÉRIOS, PESOS E NOT...
21/ago/2014
AVALIAÇÃO
Todos os Projetos foram avaliados
SELEÇÃO
Foi definido, pelos critérios estabelecidos, que os projet...
21/ago/2014
BALANCEAMENTO DOS PROJETOS
Objetivo: Verificar se os Objetivos Estratégicos de LISARB estão sendo atendidos po...
21/ago/2014
OBRIGADO!
CONCLUSÃO
Na última interação de balanceamento, conforme apresentado no slide anterior, os projetos ...
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

PRA FRENTE LISARB

183 visualizações

Publicada em

Titulo: PRA FRENTE LISARB
Alunos:Gisleine Reimbrecht,Paulo César Fernandes Júnior ,Sandro Martinez Porro,
Cidade: Foz do Iguaçu
Disciplina: PMO
Turma: GP05
Data:22-12-2014
Hora:16:41
Comentarios:Prezado Dr. Marco, encaminhamos o trabalho de PMO e Portfólio dos alunos Gisleine, Paulo e Sandro da turma GP05 de Foz do Iguaçu.
Feliz Natal e um Excelente passagem de Ano.
Um grande abraço.
Gisleine, Paulo e Sandro
Publico até ápos a correção

0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
183
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
23
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
2
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

PRA FRENTE LISARB

  1. 1. 21/ago/2014 Proposta de Implantação de um Escritório de PMO
  2. 2. QUEM SOMOS A Result Soluções Empresariais, é a maior empresa do Brasil especializada na implantação de escritórios de PMO em Órgãos Públicos. Atua no mercado nacional e internacional há mais de 15 anos. Seu trabalho é focado no Desenvolvimento da Metodologia em Gerenciamento de Projetos utilizando as boas práticas de PMBOOK. FUNDADORES DA EMPRESA: Sandro M. Martinez Porro Paulo Cesar Fernandes Junior Gisleine Reimbrecht Atualmente a empresa possui 78 filiais em 16 países. A sede da empresa está localizada na Av. Paulista, n 2154 em São Paulo - Brasil
  3. 3. 21/ago/2014 OBJETIVOS A Result Soluções Empresariais, pretende fornecer ao Governo de LISARB uma consultoria na Implementação de um Escritório de PMO, alinhado ao seu Panejamento Estratégico, proporcionando a população progresso e crescimento sustentável.
  4. 4. Acima de 160 pontos Nível 5 Entre 121 e 160 pontos: Nível 4 Entre 81 e 120 pontos : Nível 3 Entre 41 e 80 pontos Nível 2 Entre 10 e 41 pontos : Nível 1 21/ago/2014 Feita a análise pelo método de maturidade de GP MMGP do Prof. Darcy Prado, obtivemos uma contagem de 69 pontos, logo o nível de maturidade é 2 conforme classificação: NÍVEL DE MATURIDADE
  5. 5. 21/ago/2014  Redução dos custos por prever adequadamente os riscos.  Melhor visibilidade dos Governantes e do País.  Melhor Gestão dos Recursos Financeiros em cada Projeto ou Programa.  Maior previsibilidade de resultados de Projetos / Propostas mais realistas.  Suporte à tomada de decisão: melhor visibilidade da agenda de projetos.  Maior qualidade na entrega dos projetos e dos programas para a população.  Acompanhamento e monitoramento sistematico de cada avanço físico no projeto ou programa. Caso necessite de mudanças, análise completa do impacto das mudanças solicitadas no projeto e detalhamento do novo orçamento a ser aprovado pelos governantes. BENEFÍCIOS Com a implementação de um PMO:
  6. 6. 21/ago/2014 NÍVEL HIERÁRQUICO Pela análise efetuada, iniciaremos a implantação do PMO pelo nível 3. Vistando a organização como um todo. Acreditamos que ao adotarmos a visão estratégica teremos mais aceitação e melhor planejamento de todos os cenários da organização. Desta forma seremos mais assertivos, teremos menos resistência dos colaboradores, preservaremos a cultura, missão, visão e valores da Instituição e iremos implantando a metodologia do PMBOOK de acordo com a prioridade pré-estabelecida no Plano de Gerenciamento de Tempo do Projeto.
  7. 7. 21/ago/2014 FUNÇÃO Como iremos utilizar o nível de hierarquia PMO 3 focado na Visão Estratégica iremos desenvolver nosso trabalho na Função Integração com o Negócio Implantar PMO em LISARB Planejar o Gerenciamen to do Projeto Políticas Definição de Diretrizes Elaborar Manuais Elaborar Regimentos Gerenciamento de Portfolio Identificar Stkaholders Treinar Equipe Implantar Comitê Distribuir Ativ Acompanhar Resultados Interfaces Funcionais Plano de Gerenciamento das Comunicações Gerencia de Clientes Plano de Gerenciamento de Stakeholders Melhoria Continua Implantar ISO 9001 Encerramento
  8. 8. 21/ago/2014 Etapas da Implementação Preparar o Terreno Definir metas e objetivos Determinar as funções da equipe Começar com Metas de Curto Prazo Catalogação de Projetos Treinamentos para as Equipes de Projetos Caminhar com as Longo Prazo Gerenciamento Estratégico do Portfólio Planejamento de Mudanças Organizacionais e de transição Manter e Aprimorar Atualizar os Manuais e Regimentos de acordo com o alinhamento estratégico do país Implantação de ISOS
  9. 9. 21/ago/2014 MODELO ADOTADO Na Implantação do PMO em LISARB adotamos uma visão estratégica e uma função de integração do negócio, portanto, o modelo que iremos utilizar para controlar e monitorar os trabalhos realizados será a TORRE DE CONTROLE que contrapartida tem suas funções combinadas com a Estação Meteriológica. Este modelo estabelece desempenha quatro funções básicas: Estabelece os padrões para gerência de projetos, suporte de como seguir estes padrões, reforçar os padrões definidos, e promover melhoria continua no mesmo. Para reforçar os padrões é necessário que a Torre desempenhe um papel de auditoria.
  10. 10. 21/ago/2014 MÉTRICAS DE SUCESSO Escopo: Índice de Alterações (% do número de alterações em relação ao número de projetos). Custo: % de projetos entregues com o orçamento previsto. Qualidade: Índice de conformidade no gerenciamento da qualidade (% itens satisfatórios em relação aos itens verificados). PROJETOS
  11. 11. 21/ago/2014 FATORES CRÍTICOS DE SUCESSO Patrocínio do Executivo: Entendimento dos benefícios da Implantação do PMO pelos governantes de LISARB. Envolvimento, apoio e comprometimento para que execução de implantação do PMO no país seja positiva e bem planejada. Infraestrutura disponível: Facilidade ao acesso à informação por parte dos Ministérios; Estratégia de Comunicação com à Comunidade: Pré-sensibilizar as pessoas influentes do país para que se torne um apoiador na implantação deste grande projeto. Com os apoiadores formaremos um grande comitê por área ao qual terá um facilitador que replicará a importância das boas práticas do PMBOOK, sendo este peça fundamental na disseminação da nova cultura de planejamento a ser adotada no país.
  12. 12. 21/ago/2014 OBJETIVOS ESTRATÉGICOS DE LISARB: 1 Aliança por um Lisarb mais justo 2 Política cidadã baseada em princípios e valores 3 Educação para a sociedade do conhecimento 4 Economia para uma sociedade sustentável 5 Proteção Social 6 Qualidade de vida e segurança para todos os Lisarbeanos 7 Cultura e fortalecimento da diversidade 8 Política externa para o século 21 9 Combate a corrupção
  13. 13. 21/ago/2014 PORTFOLIO DE PROJETOS EM LISARB: A definição do Portfólio de Projetos seguirá os seguintes processos: Identificação Categorização Avaliação Selecção Priorização Balanceamento
  14. 14. 21/ago/2014 IDENTIFICAÇÃO DOS PROJETOS: Política Cidadã Bem Feito e Justo Corrupção Zero Pra Frente LISARB Economia para Felicidade Viver Feliz Diversidade para Felicidade Escola do Saber Projeto Construindo o Futuro Todos na Escola
  15. 15. 21/ago/2014 CATEGORIZAÇÃO DOS PROJETOS: Políticas Sociais Crescimento Qualidade Educação
  16. 16. MBA em Gerência de Projetos – BBS Business School Classe de Luanda, Angola 21/ago/2014 DEFINIÇÃO DOS CRITÉRIOS DE AVALIAÇÃO DOS PROJETOS Geração de Empregos Critério: Estimativa do crescimento do número de vagas ao final de cada projeto, em percentual PESO 30% Investimento Critério: Valor total orçado para cada projeto em relação ao PIB de LISARB PESO 30% Alinhamento Estratégico Critério: Aderência de cada Projeto aos Objetivos Estratégicos de LISARB PESO 20% Visibilidade Critério: Estimativa de visibilidade de cada projeto e de aprovação pela população de LISARB PESO 10% Expectativa de Vida Critério: Estimativa do aumento da longevidade da população de LISARB em anos PESO 10%
  17. 17. MBA em Gerência de Projetos – BBS Business School Classe de Luanda, Angola 21/ago/2014 DEFINIÇÃO DE CRITÉRIOS, PESOS E NOTAS PARA AVALIAÇÃO DOS PROJETOS Geração de emprego 30% ≤1% de vagas criadas >1% e <10% de vagas criadas ≥10% de vagas criadas Investimento 30% ≥10% do PIB >5% e <10% do PIB ≤5% do PIB Visibilidade 10% ≤20% de aprovação dos governantes >20% e <80% de aprovação dos governantes ≥80% de aprovação dos governantes Alinhamento Estratégico 20% ≤15% de aderência >15% e <80% de aderência ≥80% de aderência Crescimento da Expectativa de vida 10% ≤1 ano >1 e <4 anos ≥4 anos
  18. 18. 21/ago/2014 AVALIAÇÃO Todos os Projetos foram avaliados SELEÇÃO Foi definido, pelos critérios estabelecidos, que os projetos que obtivessem nota maior ou igual a 7 seriam selecionados. PRIORIZAÇÃO O critério de priorização foi o de maior à menor nota. Desta forma os projetos por ordem de priorização são: P3 (nota 8,5), P1 (nota 8) e P4 (nota 7). Critério Peso P1 P2 P3 P4 P5 P6 Políticas Sociais Políticas Sociais Políticas Sociais Políticas Sociais Políticas Sociais Políticas Sociais Notas Média Notas Média Notas Média Notas Média Notas Média Notas Média Geração de Empregos 30% 10 3 5 1,5 10 3 5 1,5 5 1,5 10 3 Investimentos 30% 5 1,5 0 0 5 1,5 5 1,5 5 1,5 0 0 Visibilidade 10% 10 1 10 1 10 1 10 1 10 1 5 0,5 Alinhamento Estratégico 20% 10 2 10 2 10 2 10 2 10 2 10 2 Expectativa de Vida 10% 5 0,5 10 1 10 1 10 1 5 0,5 10 1 Total 100% 8 5,5 8,5 7 6,5 6,5
  19. 19. 21/ago/2014 BALANCEAMENTO DOS PROJETOS Objetivo: Verificar se os Objetivos Estratégicos de LISARB estão sendo atendidos por pelo menos um projeto. Para demonstração do balanceamento do portfólio foi construído um gráfico de bolhas relacionando os seguintes aspectos: – Eixo x: Categorias dos Projetos Aprovados (Foi desconsiderada, no gráfico, a categoria “Educação” por não ter nenhum projeto selecionado). – Eixo y: Objetivos Estratégicos (OE). OE 9 OE 8 OE 7 OE6 OE 5 OE 4 OE 3 OE 2 OE 1 Políticas Sociais Crescimento Qualidade Legenda Cores: Cor Verde – Investimento Pequeno - 0,5 pontos Cor Laranja – Investimento de Médio Porte – 1 ponto Cor Azul – Investimento de Grande Porte Grande – 1,5 pontos Eixoy Eixo x Tamanho das Bolhas: Curto PrazoMédio PrazoLongo Prazo P1 P3 P3 P1 P1 P3 P4 P4 P1 P4
  20. 20. 21/ago/2014 OBRIGADO! CONCLUSÃO Na última interação de balanceamento, conforme apresentado no slide anterior, os projetos P1, P3 e P4 nas cores verde e de tamanho de bolhas de médio prazo conseguem atender todos os Objetivos Estratégicos de LISARB.

×