PROJECT OFFICE & NÍVEL
DE MATURIDADE
Curso de Pós-graduação Latu Sensu
Especialização - MBA FGV
Adriana Nunes
Leandro de M...
O NEGÓCIO
A LLOSA Consultancy atua em consultoria e
implementação de escritórios e assuntos referente ao
de gerenciamento ...
OBJETIVO
Implantar um escritório de projetos (PMO) que
sistematize e coordene metodologias para um eficiente
gerenciamento...
IDENTIFICAÇÃO DE
PROJETOS
EDUCAÇÃO SAÚDE ECONOMIA
QUALIDADE
DE VIDA
POLÍTICA
EXTERNA
HABITAÇÃO
DIVERSIDADE
CULTURAL
CULTUR...
CATEGORIZAÇÃO
As seções abaixo foram consideradas para a categorização dos projetos de LISARB
• EDUCAÇÃO
• SAÚDE
• ECONOMI...
AVALIAÇÃO
Dentre a gama de projetos existentes no portfólio de LISARB, seguem os selecionados
para avaliação com base nos ...
AVALIAÇÃO
Os seguintes critérios foram adotados para avaliação dos projetos:
A. LEIS DE INCENTIVO
• Diretamente proporcion...
PRIORIZAÇÃO
CRITÉRIO PESO
MONILISA
RB
VIGIA
LISARB
LER "+" "+"ESPORTE ECONO "+"
PRATO
CHEIO
SANEA "+
NOTA CRIT NOTA CRIT N...
AVALIAÇÃO
Aplicando o processo de avaliação de projetos, priorizou-se os projetos com
melhores valores (ordem decrescente)...
BALANCEAMENTO DE
PORTFÓLIO
0
2
5
7
9
0 2 4 5 7
Legenda:
1. PRATO CHEIO
2. “+" Esporte
3. LER “+"
4. SANEA “+"
5. VIGIA LIS...
NÍVEL DE MATURIDADE
	 A LLOSA Consultancy encomendou uma pesquisa sobre maturidade envolvendo os
administradores de LISARB...
BENEFÍCIOS
Com a implementação do PMO, os benefícios obtidos por LISARB são:
Maior difusão sobre a metodologia de gerencia...
NÍVEL HIERÁRQUICO
Todo o planejamento está voltado para a instalação de
um PMO de nível 3 com o foco na estratégia,
abrang...
REPRESENTAÇÃO
GRÁFICA
!
PRESIDÊNCIA
GOVERNO GOVERNO GOVERNO GOVERNO GOVERNO
PREFEITURA PREFEITURA PREFEITURA PREFEITURA
PR...
FUNÇÃO
	 O nível de maturidade em gerênciamento de projetos
existente em LISARB justifica a necessidade de
implantação de ...
MODELO
O modelo escolhido foi Torre de Controle, tendo em
vista a necessidade de LISARB em estabelecer
padrões de gerência...
ETAPAS DE
IMPLEMENTAÇÃO
DIAGNÓSTICO
IDENTICAR
SPONSOR
DEFINIÇÃO DE
ORÇAMENTO
REALIZAÇÃO DE
PLANO DE
COMUNICAÇÃO
IDENTIFICA...
ETAPAS DE
IMPLEMENTAÇÃO•
1) Diagnóstico que identifique o nível de maturidade encontrado em LISARB;
•
2) Identificar o spo...
MÉTRICAS DE SUCESSO
As métricas estão alinhadas com a estratégia de LISARB e
visa atender às expectativas de cada uma das ...
FATORES CRÍTICOS DE
SUCESO
Divulgação de boas práticas no gerenciamento dos
projetos
Realização das métricas para avaliaçã...
FIM
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Escritório de Projetos em LISARB

110 visualizações

Publicada em

Titulo: Escritório de Projetos em LISARB
Alunos:Leandro,LINARDO LIMA,SAMANTA CARVALHO DE OLIVEIRA,
Cidade: Natal
Disciplina: Integração
Turma: GP06
Data:23-05-2014
Hora:19:31
Comentarios:Professor, o trabalho foi enviado anteriormente por "Linardo Pepino", porém, por um problema no sistema, ele não conseguiu selecionar o nome de todos os alunos. Segue novamente o trabalho.

OBS: A integrante "Adriana Nunes" está no grupo e não está cadastrada no site.
Publico até ápos a correção

0 comentários
1 gostou
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
110
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
6
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
1
Comentários
0
Gostaram
1
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Escritório de Projetos em LISARB

  1. 1. PROJECT OFFICE & NÍVEL DE MATURIDADE Curso de Pós-graduação Latu Sensu Especialização - MBA FGV Adriana Nunes Leandro de Medeiros Dantas Linardo Lima Pepino de Macedo Samanta C. de Oliveira Maio/2014
  2. 2. O NEGÓCIO A LLOSA Consultancy atua em consultoria e implementação de escritórios e assuntos referente ao de gerenciamento de projetos 15 anos de experiência no assunto Principais clientes: Apple, Carrefour, Baker Hughes, Halliburton, Correios BR
  3. 3. OBJETIVO Implantar um escritório de projetos (PMO) que sistematize e coordene metodologias para um eficiente gerenciamento do portfólio de projetos de LISARB.
  4. 4. IDENTIFICAÇÃO DE PROJETOS EDUCAÇÃO SAÚDE ECONOMIA QUALIDADE DE VIDA POLÍTICA EXTERNA HABITAÇÃO DIVERSIDADE CULTURAL CULTURA + LAZER SUSTENTABILI DADE POLÍTICA SEGURANÇA FAZER APRENDER DROGA “0" ECONO "+" ENVELHECER MELHOR WHATSARB HABITALISAR B TODOS IGUAIS “+" ESPORTE LIXO EM LUXO NOVA POLÍTICA PAZARB EDUCATEL SANEA "+" POUPA LISARB QUALISARB DE VIDA URBANISARB SABE DE NADA, INOCENTE! ESPORTEART LISARB VERDE 100% VOCÊ SEGFORTE LER "+" ÁGUA LIMPA VIVER MELHOR MOBILISARB O DIFERENTE É BOM TEATRO CIDADÃO INSTAGRAMA PRA FRENTE, LISARB! PROTEG UNIVERLISAR B PRATO CHEIO CONTRUIR MELHOR GRANDE FAMÍLIA BIBLIOTECA SOCIAL CORRUPNÃO REDE SOCIAL DA PAZ VIGIA LISARB
  5. 5. CATEGORIZAÇÃO As seções abaixo foram consideradas para a categorização dos projetos de LISARB • EDUCAÇÃO • SAÚDE • ECONOMIA • QUALIDADE DE VIDA • POLÍTICA EXTERNA • HABITAÇÃO • DIVERSIDADE CULTURAL • CULTURA + LAZER • SUSTENTABILIDADE • POLÍTICA • SEGURANÇA
  6. 6. AVALIAÇÃO Dentre a gama de projetos existentes no portfólio de LISARB, seguem os selecionados para avaliação com base nos critérios que serão expostos na sequência: A. MOBILISARB B. VIGIA LISARB C. LER “+" D. “+" ESPORTE E. ECONO”+" F. PRATO CHEIO G. SANEA "+"
  7. 7. AVALIAÇÃO Os seguintes critérios foram adotados para avaliação dos projetos: A. LEIS DE INCENTIVO • Diretamente proporcional à quantidade de leis de incentivo): 20% B. CUSTO DE IMPLANTAÇÃO • Inversamente proporcional aos custos, ou seja, quanto maior os custos, menor a nota: 10% C. ACEITAÇÃO POPULAR • Diretamente proporcional à aceitação da população: 10% D. ABRANGÊNCIA SOCIAL • Diretamente proporcional à abrangência social do projeto: 20% E. TEMPO DE IMPLANTAÇÃO • Inversamente proporcional ao tempo de implantação, ou seja, quanto maior o tempo, menor a nota: 10% F. COMPLEXIDADE A. Inversamente proporcional à complexidade, ou seja, quanto maior a complexidade, menor a nota: 10% G. RISCOS A. DInversamente proporcional aos riscos, ou seja, quanto mais riscos, menor a nota: 10% H. DISPONIBILIDADE DE RECURSOS A. Diretamente proporcional à disponibilidade de recursos para este projeto: 10%
  8. 8. PRIORIZAÇÃO CRITÉRIO PESO MONILISA RB VIGIA LISARB LER "+" "+"ESPORTE ECONO "+" PRATO CHEIO SANEA "+ NOTA CRIT NOTA CRIT NOTA CRIT NOTA CRIT NOTA CRIT NOTA CRIT NOTA CRIT Leis de incentivo 0,2 4 0,8 3 0,6 9 1,8 10 2 6 1,2 4 0,8 9 1,8 Custo de Implantação 0,1 2 0,2 4 0,4 8 0,8 7 0,7 2 0,2 9 0,9 5 0,5 Aceitação popular 0,1 10 1 10 1 6 0,6 9 0,9 5 0,5 10 1 9 0,9 Abrangência social 0,2 10 2 9 1,8 6 1,2 8 1,6 7 1,4 10 2 10 2 Tempo de implantação 0,1 4 0,4 6 0,6 9 0,9 6 0,6 4 0,4 6 0,6 3 0,3 Complexidade 0,1 3 0,3 6 0,6 9 0,9 6 0,6 8 0,8 7 0,7 3 0,3 Riscos 0,1 4 0,4 7 0,7 10 1 5 0,5 3 0,3 9 0,9 4 0,4 Disponibilidade de recursos 0,1 8 0,8 6 0,6 3 0,3 7 0,7 6 0,6 8 0,8 6 0,6 TOTAL 1 5,9 6,3 7,5 7,6 5,4 7,7 6,9 Priorização 6 5 3 2 7 1 4
  9. 9. AVALIAÇÃO Aplicando o processo de avaliação de projetos, priorizou-se os projetos com melhores valores (ordem decrescente): PRATO CHEIO “+" Esporte LER “+" SANEA “+" VIGIA LISARB MOBILISARB ECONO "+"
  10. 10. BALANCEAMENTO DE PORTFÓLIO 0 2 5 7 9 0 2 4 5 7 Legenda: 1. PRATO CHEIO 2. “+" Esporte 3. LER “+" 4. SANEA “+" 5. VIGIA LISARB 6. MOBILISARB 7. ECONO "+" 1 2 3 4 5 6 7
  11. 11. NÍVEL DE MATURIDADE A LLOSA Consultancy encomendou uma pesquisa sobre maturidade envolvendo os administradores de LISARB e após tabulação e análise dos dados constatou-se que o país se encontra no nível 2 de maturidade. Alguns aspectos caracterizam esse nível, tais como: • Início do reconhecimento dos benefícios tangíveis do GP; GP apoiado por todos os níveis de orçamento; Reconhecimento da necessidade de processos / metodologias; Gerenciamento de Escopo, Prazos e Custos; Grade de conhecimento em GP !
  12. 12. BENEFÍCIOS Com a implementação do PMO, os benefícios obtidos por LISARB são: Maior difusão sobre a metodologia de gerenciamento de projetos Utilização de linguagem padrão para gerencimento de projetos em diferentes áreas Foco em informações relevantes sobre o andamento dos projetos Arquivamento de informações e dados sobre os projetos implementados, bem sucedidos ou não Histórico de projetos Base de lições aprendidas
  13. 13. NÍVEL HIERÁRQUICO Todo o planejamento está voltado para a instalação de um PMO de nível 3 com o foco na estratégia, abrangendo a organização como um todo e alinhando os projetos e programas em direção ao alcance dos resultados. PMO Nível 3 PMO Nível 2 PMO Nível 1
  14. 14. REPRESENTAÇÃO GRÁFICA ! PRESIDÊNCIA GOVERNO GOVERNO GOVERNO GOVERNO GOVERNO PREFEITURA PREFEITURA PREFEITURA PREFEITURA PROJETOS PMO NÍVEL 3 PMO NÍVEL 2 PMO NÍVEL 1
  15. 15. FUNÇÃO O nível de maturidade em gerênciamento de projetos existente em LISARB justifica a necessidade de implantação de um PMO com mais de uma função, sendo elas: • Métodos e Procedimentos: Dará ênfase na implantação de metodologias bem como na Comunicação e Reporte; • Gerência Técnica: Focado em auditoria e suporte.
  16. 16. MODELO O modelo escolhido foi Torre de Controle, tendo em vista a necessidade de LISARB em estabelecer padrões de gerência de projetos, suporte para seguir os padrões e melhoria contínua dos mesmos; Para reforço dos padrões será necessário o desempenho de um papel de auditoria pela Torre.
  17. 17. ETAPAS DE IMPLEMENTAÇÃO DIAGNÓSTICO IDENTICAR SPONSOR DEFINIÇÃO DE ORÇAMENTO REALIZAÇÃO DE PLANO DE COMUNICAÇÃO IDENTIFICAR EQUIPE E FUNÇÕES CONDUÇÃO DO PILOTO IMPLEMENTAÇ ÃO OBTENÇÃO DE RECURSOS DE PESSOAL E FINANCEIRO
  18. 18. ETAPAS DE IMPLEMENTAÇÃO• 1) Diagnóstico que identifique o nível de maturidade encontrado em LISARB; • 2) Identificar o sponsor e obter sua aprovação para o PMO; • 3) Identificar o time e definir a função de cada participante; • 4) Realizar o Plano de Comunicação de forma que todos tenham conhecimento das funções e autoridades de cada participante da equipe do PMO; • 5) Elaborar um orçamento detalhado de cada etapa da implantação do PMO; • 6) Obter os recursos necessários para dar suporte à implantação do PMO; • 7) Elaboração de plano piloto com criação de métodos e processos; • 8) Implantação propriamente dita.
  19. 19. MÉTRICAS DE SUCESSO As métricas estão alinhadas com a estratégia de LISARB e visa atender às expectativas de cada uma das partes: Pesquisa de satisfação Projetos em andamento/ Total de projetos Curva S físico-financeira (EVA - Earned Value Analysis); Entregáveis por projeto/ Total de entregáveis por projeto
  20. 20. FATORES CRÍTICOS DE SUCESO Divulgação de boas práticas no gerenciamento dos projetos Realização das métricas para avaliação e comparação do andamento dos projetos Disseminação de lições aprendidas e resultados Alinhamento da alta gerência com o objetivo de cada um dos projetos implementados
  21. 21. FIM

×