Condomínio Virgem Maria

1.001 visualizações

Publicada em

Titulo: Condomínio Virgem Maria
Alunos:Douglas Luccas,Gabriel Branco,Rafael Pereira,Sérgio Tenório dos Santos,
Cidade: Curitiba
Disciplina: Aquisições
Turma: GP03/13
Data:03-10-2014
Hora:17:53
Comentarios:Sugerimos que alguns itens adicionais sejam gerados no pdf, como por exemplo, o gráfico do sistema de pontuação, os totais dos valores de cada fornecedor na equalização, o termo de encerramento do contrato e o cronograma (DC).
Publico até ápos a correção

0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
1.001
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
54
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
6
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Condomínio Virgem Maria

  1. 1. PROJETO Condomínio Virgem Maria TAP - Termo de Abertura do Projeto Nome Condomínio Virgem Maria Descrição O escopo deste projeto compreende a seleção e aquisição do terreno, aprovação do condomínio com todas as licenças necessárias, registro do condomínio, implantação da infraestrutura básica, área de lazer, portaria, organização do evento de lançamento para posterior comercialização em outro projeto. O prazo para entrega do empreendimento é de no máximo 26 meses. Não estão relacionados no escopo deste projeto: 1- Construção das residências 2- Implantação de infraestrutura externa ao condomínio, como asfalto, abertura de vias. 3- Venda dos terrenos 4- Implantação de sistema de segurança. Justificativa Após pesquisas de mercado na região metropolitana de Curitiba, verificamos uma demanda no mercado imobiliário de terrenos em condomínio de alto padrão para pessoas que procuram para residir, um local longe do congestionamento e stress do dia a dia do grande centro urbano de Curitiba, capital paranaense. Objetivo S.M.A.R.T. Implantar um condomínio de alto padrão de terrenos grandes e em contato com a natureza fora no centro urbano proporcionando tranquilidade, segurança e conforto a seus moradores. Requisitos 1- O terreno deve estar localizado em região de fácil acesso, arborizada, a cerca de no máximo 20km de Curitiba. 2- Cada lote deve medir no mínimo 2.000 m². 3- O terreno no qual será realizado o loteamento deve atender um mínimo de 30 lotes e toda a estrutura interna, portanto no mínimo de 70.000 m². Os critérios que serão utilizados para que o projeto seja considerado como entregue são: 1- Escrituração do condomínio. 2- Infraestrutura básica implantada. 3- Infraestrutura de lazer implantada. 4- Unidades aptas para venda. Designação O gerente de projetos designado para acompanhamento e tomada de decisão, responsável em garantir a entrega do empreendimento é o Sr. Sérgio Tenório, pois o mesmo é um experiente gerente de projetos, sendo formado pela Fundação Getulio Vargas e tendo em seu currículo diversos empreendimentos de porte igual ou maior que o apresentado. O sponsor do projeto é o Sr. Douglas Luccas, engenheiro renomado no mercado e capacitado, que terá a responsabilidade de cooperar e criar situações favoráveis para que o sucesso do projeto seja garantido. Os Srs. Rafael Pereira e Gabriel Branco, profissionais altamente qualificados nas áreas de gestão de pessoas, finanças e comunicação, compõem a equipe de projetos. Deverão ser aplicadas neste projeto as melhores praticas do PMBOK, utilizando como ferramenta o software OTMMA3. Milestones 1- Reunião de Partida do Projeto: 01/10/2014. 2- Término Plano de Projetos: 24/10/2014. 3- Término Viabilidade: 24/11/2014.
  2. 2. 4- Término Projetos: 24/04/2015. 5- Término Construção: 13/10/2016. 6- Término Encerramento: 14/11/2016. Orçamento Após benchmarking realizado em condomínios com mesmas características do proposto e levantamento detalhado de atividades a serem desenvolvidas, chegamos a um valor estimado de R$ 20.000.000,00 para realização deste empreendimento. Custos associados diretamente à execução das tarefas Terreno: R$ 5.000.000,00 Custo de mão de obra: R$ 3.098.400,00 Custo de materiais: R$ 3.500.000,00 Total: R$ 11.598.400,00 Custos administrativos Custos do time de gerenciamento: R$ 1.000.000,00 Custo de sistemas: R$ 500.000,00 Custos financeiros: R$ 800.000,00 Custos dos riscos: R$ 255.860,00 Total: R$ 2.555.860,00 Riscos 1- Atraso na entrega dos projetos de Arquitetura de Urbanismo, Infraestrutura Básica e Infraestrutura de Lazer. 2- Não recebimento das liberações ambientais e demais órgãos competentes antes das datas de início das obras previstas no cronograma do projeto. 3- Condições Climáticas limitadoras ao desenvolvimento das tarefas de infraestrutura. 4- Greve dos operários no decorrer da obra. 5- Alta no preço de materiais de construção acima do previsto pelo INCC. Data, Assinatura do Sponsor 30/11/-0001 - Aprovado OTMMA3 Sérgio Tenório dos Santos - 02/10/2014 21:41:29
  3. 3. PROJETO Condomínio Virgem Maria ISH - Registro de Stakeholder - Online Stakeholder Posição Papel no Projeto Email Telefone Celular Douglas Luccas Diretor de Engenharia Sponsor do Projeto luccasd99@gmail.com +33 99997-9695 +55 99 9898-3333 Gabriel Branco Diretor de Recursos Humanos Membro da Equipe de Projeto gabrielbranco@gmail.com +55 99 4747-1876 +55 99 9696-5555 Rafael Pereira Diretor Administrativo e Financeiro Membro da Equipe de Projeto rafael_pereira_ctba@hotmail.com +5 99 2929-4762 +55 99 9595-6666 Sérgio Tenório dos Santos Diretor Presidente Gerente do Projeto sergiotenorio@gmx.com +55 99 3838-5589 +55 99 9797-4444
  4. 4. PROJETO Condomínio Virgem Maria ISH - Registro de Stakeholder - Online Classificação Outras Caracteristicas Requisitos Superficiais Estrátegia Gerenciar com atenção Engenheiro empreendedor renomado no mercado e capacitado para obras de grande porte. Tem a expectativa de que o projeto atinja êxito total, a necessidade de que seja executado com o nível de qualidade, prazo, orçamento e tempo estimado, que seja lucrativo e o anseio de que novos projetos surjam em virtude do sucesso deste empreendimento. Terá a responsabilidade de cooperar e criar situações favoráveis para que o sucesso do projeto seja garantido. Manter informado Profissional altamente qualificado nas áreas de gestão de pessoas e comunicação. Tem a necessidade de conduzir o projeto com sucesso dentro das melhores praticas, a expectativa de que a execução, monitoramento e controle obtenha êxito total e anseia que o resultado final seja exatamente o que foi planejado. Aplicar neste projeto as melhores praticas do PMBOK, utilizando como ferramenta o software OTMMA3. Manter informado Profissional altamente qualificado nas áreas de gestão de finanças e comunicação. Tem a necessidade de conduzir o projeto com sucesso dentro das melhores praticas, a expectativa de que a execução, monitoramento e controle obtenha êxito total e anseia que o resultado final seja exatamente o que foi planejado. Aplicar neste projeto as melhores praticas do PMBOK, utilizando como ferramenta o software OTMMA3. Gerenciar com atenção Experiente gerente de projetos formado pela Fundação Getulio Vargas, tem em seu currículo diversos empreendimentos de porte igual ou maior que o apresentado. Tem a necessidade que o projeto seja executado de acordo com as melhores praticas do PMBOK, a expectativa de que seja cumprido de acordo com o plano de projeto estabelecido para que tendo pleno êxito, anseia gerenciar projetos no mercado de mesmo nível ou superior. Responsável em garantir a entrega do empreendimento.
  5. 5. PROJETO Condomínio Virgem Maria WBS C.C. Fase / Pacote de Trabalho Análise M/B 1 Gerenciamento do Projeto 1.1 Iniciação Make 1.2 Plano do Projeto Buy 1.3 Monitoramento e Controle Make 2 Viabilidade 2.1 Local Buy 2.2 Fornecedor Buy 2.3 Econômica Buy 3 Projetos 3.1 Arquitetura e Urbanismo Buy 3.2 Infraestrutura Básica Buy 3.3 Infraestrutura de Lazer Buy 3.4 Aprovação Órgãos Públicos Buy 4 Construção 4.1 Infraestrutura Básica Buy 4.2 Infraestrutura de Lazer Buy 5 Encerramento 5.1 Evento de Lançamento Buy 5.2 Desmobilização Equipes do Projeto Buy 5.3 Encerramento dos Contratos Make 5.4 Registro de Lições Apreendidas Make OTMMA3 Sérgio Tenório dos Santos - 02/10/2014 21:41:29
  6. 6. PROJETO Condomínio Virgem Maria D-WBS - Dicionário WBS Fase 1 C.C. Pacote de Trabalho Descrição Entrega do PT Critério de Aceitação OK 1.1 Iniciação Reunião de Kickoff do projeto. 01/10/2014 Ata de reunião aprovada pela equipe de projeto e sponsor. Aceitou 1.2 Plano do Projeto Documentos que contemplam todo o plano do projeto, considerando os processos de Escopo, Custo, Tempo, Qualidade, Comunicação, Stakeholders, Recursos Humanos, Riscos, Aquisições e Integração. 24/10/2014 Aceite do sponsor e da equipe de projeto. Aceitou 1.3 Monitoramento e Controle Planejamento e execução de controle nas diferentes etapas do projeto, de forma que se possa acompanhar, revisar e regular o progresso e o desempenho do projeto. 14/11/2016 Aceite formal do sponsor do projeto. Aceitou
  7. 7. PROJETO Condomínio Virgem Maria D-WBS - Dicionário WBS Fase 2 C.C. Pacote de Trabalho Descrição Entrega do PT Critério de Aceitação OK 2.1 Local Atividades necessárias relativas à busca do local apropriado e condizente com as condições do projeto e a sua aquisição.para a construção do empreendimento. 17/11/2014 Capacidade para acomodar os lotes e estruturas propostas. Aceitou 2.2 Fornecedor Prospecção de fornecedores para atendimento às necessidades de bens e serviços para a realização do projeto. 19/11/2014 Fornecedores com experiência comprovada em projeto similar. Aceitou 2.3 Econômica Levantamento da viabilidade econômica do projeto frente aos valores de aquisição do local e fornecedores. 24/11/2014 Aceite do sponsors do projeto. Aceitou
  8. 8. PROJETO Condomínio Virgem Maria D-WBS - Dicionário WBS Fase 3 C.C. Pacote de Trabalho Descrição Entrega do PT Critério de Aceitação OK 3.1 Arquitetura e Urbanismo Documentos do Projeto de Arquitetura e Urbanismo do empreendimento. 23/02/2015 Aceite do sponsor e da equipe de projeto. Aceitou 3.2 Infraestrutura Básica Documentos do Projeto de Infraestrutura Básica relativos às Instalações Hidráulicas, Elétricas e Obra Civil do empreendimento. 18/03/2015 Aceite do sponsor e da equipe de projeto. Aceitou 3.3 Infraestrutura de Lazer Documentos do Projeto de Infraestrutura de Lazer relativos ao Paisagismo e Iluminação do empreendimento. 25/03/2015 Aceite do sponsor e da equipe de projeto. Aceitou 3.4 Aprovação Órgãos Públicos Documentos e procedimentos necessários para a Aprovação e Registro do Projeto nos Órgãos Públicos. 24/04/2015 Documentos comprobatórios da Aprovação e Registro. Aceitou
  9. 9. PROJETO Condomínio Virgem Maria D-WBS - Dicionário WBS Fase 4 C.C. Pacote de Trabalho Descrição Entrega do PT Critério de Aceitação OK 4.1 Infraestrutura Básica Construção da infraestrutura básica do empreendimento relativa à Terraplanagem, Canteiro de Obras, Topografia, Drenagem e Esgoto, Arruamento, Iluminação Pública, Muro de Fechamento e Guarita. 03/09/2015 Deverá estar de acordo com o escopo do projeto. Aceitou 4.2 Infraestrutura de Lazer Construção da Infraestrutura de Lazer do empreendimento relativa às Praças, Piscinas, Academias, Churrasqueiras, Quadras Poliesportivas e Campo de Futebol. 13/10/2016 Deverá estar de acordo com o escopo do projeto. Aceitou
  10. 10. PROJETO Condomínio Virgem Maria D-WBS - Dicionário WBS Fase 5 C.C. Pacote de Trabalho Descrição Entrega do PT Critério de Aceitação OK 5.1 Evento de Lançamento Realização do evento de lançamento do empreendimento. 14/10/2016 Aceite da equipe do projeto. Aceitou 5.2 Desmobilização Equipes do Projeto Desmobilização de todas as equipes do projeto. 21/10/2016 Aceite do Sponsor e da equipe de projeto. Aceitou 5.3 Encerramento dos Contratos Encerramento dos contratos de aquisição do projeto. 31/10/2016 Contratos encerrados e arquivados. Aceitou 5.4 Registro de Lições Apreendidas Elaboração do relatório final do projeto contendo dentre outros registros, as lições apreendidas para utilização em projetos futuros. 14/11/2016 Aprovação do sponsor e equipe do projeto. Aceitou
  11. 11. PROJETO Condomínio Virgem Maria RR - Registro de Risco Categoria na RBS Risco Identificado Tipo Data de Registro Qualitativo Probabilidade P Qualitativo de Impacto I Semáforo 39 4 W>Riscos técnicos>Riscos específicos da tecnologia Defeito nos Servidores de Armazenamento de dados do Projeto do Escritório Arquitetura, que provocará atraso na entrega do Projeto com consequente multa aplicada pelo sponsor. Ameaça 29/9/2014 Média 0.5 Média 0.2 0.10 39 6 W>Externos previsíveis>Riscos operacionais Identificação de falhas dos revestimentos em Paver das calçadas do condomínio. Ameaça 29/9/2014 Improvável 0.3 Pequena 0.1 0.03 39 7 W>Externos previsíveis>Impactos ambientais Índice de Chuvas acima do esperado, constatado no estudo pluviométrico para durante a fase da Construção da Estrutura de Lazer. Ameaça 29/9/2014 Provável 0.7 Média 0.2 0.14 40 0 W>Riscos legais>Licenças Não recebimento das liberações ambientais e demais órgãos competentes antes da fase planejada para o inicio da obra previstas no cronograma do projeto. Ameaça 30/9/2014 Improvável 0.3 Muito Grande 0.8 0.24 40 2 W>Riscos legais>Contratos Greve dos operários no decorrer da obra, de 5 á 10 dias, ocasionando atraso no cronograma do Projeto, equivalente ao dias parados. Ameaça 30/9/2014 Quase Certa 0.9 Grande 0.4 0.36 40 3 W>Externos previsíveis>Inflação Alta no preço de materiais de construção acima do previsto pelo INCC em até 10% Ameaça 30/9/2014 Média 0.5 Média 0.2 0.10
  12. 12. PROJETO Condomínio Virgem Maria RR - Registro de Risco V.M.E. antes da resposta [R$] Resposta V.M.E. depois da resposta [R$] Sinal de alerta Proprietário Ação a tomar 39 4 50.000,00 Evitar 0,00 Históricos de problemas com servidores em projetos anteriores, e escritórios concorrentes que já passaram pela ocorrência. Rafael Pereira Exigir da empresa servidor com hot-backup 39 6 30.000,00 Mitigar 0,00 No recebimento dos lotes de Paver, e no período da colocação. Rafael Pereira Vistoriar diariamente a etapa de colocação do paver, identificar falhas durante a colocação. 39 7 200.000,00 Aceitar 0,00 Previsão do tempo indicando probabilidade de chuva de 80% ou superior. Rafael Pereira Solicitar a empresa de Construção de Estrutura e Lazer a desmobilização de equipe durante o período de chuvas. 40 0 500.000,00 Mitigar 10.000,00 Atentar, para o atraso na tramitação do processo Rafael Pereira Buscar informações sobre o atraso junto aos orgãos competentes.E da empresa contratada para a realização desta atividade. 40 2 250.000,00 Mitigar 30.000,00 Início do período de negociações com o sindicato. Rafael Pereira Monitoramento das Empresas de Construção, quanto a negociação sindical três meses antes da data base da categoria. 40 3 150.000,00 Evitar 0,00 Variação de alta de 8% do INCC do preço do material com relação ao valor do planejamento financeiro do projeto. Rafael Pereira Prever no Contrato, Modalidade de Preço fixo para os Materiais.
  13. 13. PROJETO Condomínio Virgem Maria MA - Mapa de Aquisições Concorrência Item(s) a ser contratado Ref.WBS Fornecedores Orçamento Prazo Critérios MAKE OR BUY ultilizados Tipo de contrato 496 Gerenciamento do Projeto > Plano do Projeto 1.2 Project's Admnistrations Project Face Leisure Project 100.000,00 24/10/2014 Capacidade (quantidade e qualidade) da equipe Necessidade de fornecimento especializado Compartilhamentos de riscos Preço Fixo 497 Projetos > Aprovação Órgãos Públicos 3.4 Architectural Job Architecture Project Face 30.000,00 24/04/2015 Compartilhamentos de riscos Restrições de prazo Necessidade de fornecimento especializado Preço Fixo 460 Projetos > Arquitetura e Urbanismo 3.1 Architectural Job Architecture Project Face 150.000,00 23/02/2015 Compartilhamentos de riscos Necessidade de fornecimento especializado Existência de fornecedores confiáveis. Preço Fixo 461 Construção > Infraestrutura Básica 4.1 Basic Infrastructure Simple Infrasctuture Infrastructure Singele 4.000.000,00 03/09/2015 Restrições de custo Restrições de prazo Tempo e Material 462 Projetos > Infraestrutura de Lazer 3.3 Leisure Project Hobby Architectural Recreational Facilities 90.000,00 25/03/2015 Restrições de custo Restrições de prazo Custo Reembolsável 465 Projetos > Infraestrutura Básica 3.2 Basic Infrastructure Simple Infrasctuture Infrastructure Singele 85.000,00 18/03/2015 Restrições de custo Restrições de prazo Custo Reembolsável 466 Viabilidade > LocalViabilidade > FornecedorViabilidade > Econômica 2.12.22.3 Study Business Optima Location Visibility Business 60.000,00 24/11/2014 Restrições de custo Restrições de prazo Custo Reembolsável 467 Construção > Infraestrutura de Lazer 4.2 Basic Infrastructure Simple Infrasctuture Infrastructure Singele 2.598.400,00 13/10/2016 Restrições de custo Restrições de prazo Tempo e Material 468 Encerramento > Evento de Lançamento 5.1 Majesty Events Selenion Programming Reality Dream 40.000,00 14/10/2016 Restrições de custo Restrições de prazo Custo Reembolsável
  14. 14. 469 Encerramento > Desmobilização Equipes do Projeto 5.2 Demobilization Job Work Organization Storage Work 20.000,00 21/10/2016 Capacidade (quantidade e qualidade) da equipe Necessidade de fornecimento especializado Restrições de custo Restrições de prazo O core business da empresa Compartilhamentos de riscos Preço Fixo
  15. 15. PROJETO Condomínio Virgem Maria MA - Mapa de Aquisições RFP - 496 1.2Gerenciamento do Projeto > Plano do Projeto NOTAS: REV. DATA DESCRIÇÃO EXEC. VERIF. APR.
  16. 16. PROJETO Condomínio Virgem Maria MA - Mapa de Aquisições RFP - 497 3.4Projetos > Aprovação Órgãos Públicos NOTAS: REV. DATA DESCRIÇÃO EXEC. VERIF. APR.
  17. 17. PROJETO Condomínio Virgem Maria MA - Mapa de Aquisições RFP - 460 3.1Projetos > Arquitetura e Urbanismo NOTAS: REV. DATA DESCRIÇÃO EXEC. VERIF. APR.
  18. 18. PROJETO Condomínio Virgem Maria DT - Declaração de Trabalho Especificação Quantidade Unidade Projeto arquitetônico da portaria 1 pl principal que deverá ser construída em alvenaria e detalhes em concreto aparente; portões de entrada e saída separados e automatizados. Projeto arquitetônico das quadras poliesportivas tipo outdoor, construída em concreto com superfície alisada; pintura de faixas com tinta epoxi nas cores branca, amarela e verde para atender as modalidades esportivas de voleibol, basquetebol e futebol. 1 pl Projeto arquitetônico da piscina semiolímpica aquecida, com revestimento cerâmico na cor branca; com profundidade variando de 1 m a 2,5 m de um extremo ao outro, equipada com vestiários. 1 pl Projeto arquitetônico do campo de futebol nas dimensões conforme padrão FIFA, equipado com vestiários e arquibancadas em uma das laterais do campo. 1 pl Projeto arquitetônico da churrasqueira coletiva com seis ambientes, construída em alvenaria rústica e telhado aparente em madeira de reflorestamento e telhas de cerâmica glasurada. 1 pl Projeto de urbanismo das ruas internas e praças, considerando pavimentação asfáltica e arborização com espécies nativas e exóticas e calçadas em pavers. 2 pl Prazos As propostas deverão ser encaminhadas ao escritório do empreendimento aos cuidados do GP até 23/12/14 às 12:00 horas. A elaboração dos projetos arquitetônicos completos deverá respeitar o prazo final de conclusão até 23/02/2015. As entregas serão escalonadas da seguinte forma: projeto de implantação geral, projetos da portaria e dos muros de divisas até 15/01/2015; projetos das praças internas, estacionamentos e área das churrasqueiras coletivas até 30/01/2015; projetos do salão de festas, campo de futebol, quadras poliesportivas e piscinas, até 15/02/2015; memorial descritivo e estatística para apresentação nos órgãos públicos, até 23/02/2015. Qualidade Requirida O projeto arquitetura e urbanismo, objeto desta concorrência, deverá conter um número de pranchas (desenhos) suficiente para demonstrar e aclarar tecnicamente todas as necessidades do projeto. Todo material produzido deverá estar baseado nas normas aplicáveis a este tipo de empreendimento, boas práticas de arquitetura e urbanismo e em conformidade com as normas e regras governamentais do município. Deverá ser aplicada na elaboração dos desenhos, soluções modernas e sustentáveis em relação ao uso do solo, água, energia e compatibilização com o meio
  19. 19. ambiente do entorno. Os materiais especificados a serem aplicados deverão ter sua procedência rastreada devendo ser produzidos e/ou explorados por empresas certificadas e que atendam as disposições legais no que se refere ao respeito do meio ambiente. Equipamentos elétricos especificados no projeto deverão ter classificação "A" para consumo de energia e os materiais utilizados na sua fabricação deverão ser passíveis de reciclagem com taxa superior a 80%. Todas as áreas não pavimentadas deverão possuir vegetação e/ou cobertura permeável para permitir a penetração de água pluviais no solo. Os materiais de acabamento deverão ter classificação "A" de alto padrão de qualidade. Deverão ser utilizados de maneira geral materiais e equipamentos de última geração e de alto padrão de qualidade considerando-se a sua sustentabilidade em toda a sua cadeia produtiva. O condomínio pretende requerer a certificação "AQUA" de qualidade (Alta Qualidade Ambiental). Suporte Técnico O escritório de arquitetura contratado deverá dar suporte técnico na fase de liberação do empreendimento junto à prefeitura do município, contemplando a liberação das licenças e alvarás necessários. Durante a execução das obras a contratada deverá dar suporte técnico acompanhando a evolução dos trabalhos no sentido de apontar possíveis desvios do projeto validado. Em caso de fiscalizações realizadas pela prefeitura e/ou entidades de classe profissional, a contratada deverá participar destas ações ficando responsável pela apresentação de documentos e dados referentes a obra. Treinamento Desejado Em função dos requisitos definidos na especificação de qualidade, será necessário que se programe a realização, durante ou próximo ao final da execução do empreendimento, as formações necessárias no sentido de preparar o pessoal de manutenção e limpeza do futuro condomínio, a operar e manutenir as novas instalações. A Proponente deverá propor um conteúdo programático a ser aplicado aos profissionais que serão os responsáveis pelo bom funcionamento do condomínio após a sua implantação. Nivel Serviço O escritório contratado deverá revisar os projetos sempre que alterações se façam necessárias. Após as revisões deverá ser encaminhado ao escritório do empreendimento novas cópias dos projetos em papel, no formato padronizado ABNT A0 para desenhos e A4 para textos, além de uma cópia em mídia eletrônica. As versões superadas deverão ser arquivadas em espaço físico segregado apropriado e eletronicamente em partição do servidor destinada a esta finalidade, evitando-se desta maneira conflitos entre diferentes versões de documentos. Garantia Os projetos deverão ser garantidos em relação ao respeito das normas aplicáveis, funcionalidade das soluções adotadas, procedência dos materiais aplicados, qualificação e habilitação dos profissionais responsáveis técnicos. Deverá ser garantido todo e qualquer desembaraço burocrático junto aos órgãos governamentais. A garantia terá um prazo de duração de 5 anos a partir da aceitação do projeto arquitetônico e urbanismo. Local Entrega Todo material produzido pelo escritório de arquitetura contratado deverá ser entregue no escritório do empreendimento aos cuidados do assistente administrativo Sr. José Silva, o qual será responsável por receber, protocolar e encaminhar internamente todos os documentos recebidos.
  20. 20. PROJETO Condomínio Virgem Maria DT - WBS do Contrato C.C. Fase / Pacote de Trabalho Unidade Quantidade Planejada Orçamento 26 Projeto de Arquitetura e Urbanismo 120.000,00 26.1 Projetos de implantação geral, portaria, muros de divisas pl 3 30.000,00 26.2 Projetos das praças, estacionamentos e churrasqueiras coletivas pl 3 30.000,00 26.3 Projetos do salão de festas, campo de futebol, quadras poliesportivas e piscinas pl 4 40.000,00 26.4 Memorial descritivo e estatistica pc 2 20.000,00
  21. 21. PROJETO Condomínio Virgem Maria Equalização Architectural Job Architecture Project Face Especificação Técnica Quant. Unid. Valor Unit Valor Total Quant. Unid. Valor Unit Valor Total Quant. Unid. Valor Unit Valor Total Projeto arquitetônico da portaria principal que deverá ser construída em alvenaria e detalhes em concreto aparente; portões de entrada e saída separados e automatizados. 1 pl 8.800,00 8.800,00 1 pl 11.200,00 11.200,00 1 pl 9.800,00 9.800,00 Projeto arquitetônico das quadras poliesportivas tipo outdoor, construída em concreto com superfície alisada; pintura de faixas com tinta epoxi nas cores branca, amarela e verde para atender as modalidades esportivas de voleibol, basquetebol e futebol. 1 pl 11.500,00 11.500,00 1 pl 9.600,00 9.600,00 1 pl 10.200,00 10.200,00 Projeto arquitetônico da piscina semiolímpica aquecida, com revestimento cerâmico na cor branca; com profundidade variando de 1 m a 2,5 m de um extremo ao outro, equipada com vestiários. 1 pl 9.900,00 9.900,00 1 pl 12.300,00 12.300,00 1 pl 13.000,00 13.000,00 Projeto arquitetônico do campo de futebol nas dimensões conforme padrão FIFA, equipado com vestiários e arquibancadas em uma das laterais do campo. 1 pl 11.000,00 11.000,00 1 pl 8.900,00 8.900,00 1 pl 11.600,00 11.600,00 Projeto arquitetônico da churrasqueira coletiva com seis ambientes, construída em alvenaria rústica e telhado aparente em madeira de reflorestamento e telhas de cerâmica glasurada. 1 pl 10.100,00 10.100,00 1 pl 9.800,00 9.800,00 1 pl 9.700,00 9.700,00 Projeto de urbanismo das ruas internas e praças, considerando pavimentação asfáltica e arborização com espécies nativas e exóticas e calçadas em pavers. 2 pl 19.300,00 38.600,00 2 pl 21.600,00 43.200,00 2 pl 18.000,00 36.000,00
  22. 22. PROJETO Condomínio Virgem Maria SP - Sistema de Pontuação Id Critério Classificatório Comercial Peso Architectural Job Architecture Project Face Nota Média Nota Média Nota Média 470 Menor Preço 4 9 36 7 28 8 32 580 Histórico de relacionamento com o cliente 2 8.5 17 7.75 15.5 8.5 17 Id Critério Classificatório Técnico Peso Architectural Job Architecture Project Face Nota Média Nota Média Nota Média 472 Alinhamento com DT 5 8.25 41.25 7.25 36.25 8.5 42.5 582 Estrutura comprovada para suporte técnico 3 6.75 20.25 7.5 22.5 7.75 23.25 581 Atestado de capacidade técnica 4 7.75 31 8 32 6.75 27
  23. 23. PROJETO Condomínio Virgem Maria BM - Boletim de Medição Item Descrição Unidade Orçamento da Fase Peso[%] Quant Planejada Quant Realizada Critério[%] Avanço Físico Planejado Avanço Físico Realizado [%] 26 Projeto de Arquitetura e Urbanismo - 120.000,00 100 - - - - - - 26.1 Projetos de implantação geral, portaria, muros de divisas pl - - 3 3 25 30.000,00 30.000,00 100 26.2 Projetos das praças, estacionamentos e churrasqueiras coletivas pl - - 3 3 25 30.000,00 30.000,00 100 26.3 Projetos do salão de festas, campo de futebol, quadras poliesportivas e piscinas pl - - 4 4 33.33 40.000,00 40.000,00 100 26.4 Memorial descritivo e estatistica pc - - 2 2 16.67 20.000,00 20.000,00 100 TOTAL - - - 120.000,00 120.000,00 120.000,00 100
  24. 24. PROJETO Condomínio Virgem Maria MA - Mapa de Aquisições RFP - 461 4.1Construção > Infraestrutura Básica NOTAS: REV. DATA DESCRIÇÃO EXEC. VERIF. APR.
  25. 25. PROJETO Condomínio Virgem Maria SP - Sistema de Pontuação Id Critério Classificatório Comercial Peso Basic Infrastructure Simple Infrasctuture Infrastructure Singele Nota Média Nota Média Nota Média 474 Menor Preço 4 0 0 0 0 0 0 Id Critério Classificatório Técnico Peso Basic Infrastructure Simple Infrasctuture Infrastructure Singele Nota Média Nota Média Nota Média 475 Garantia Acima do Minimo Solicitada em DT 3 0 0 0 0 0 0 476 Alinhamento com DT 5 0 0 0 0 0 0 477 Atestado de capacidade técnica 4 0 0 0 0 0 0
  26. 26. PROJETO Condomínio Virgem Maria MA - Mapa de Aquisições RFP - 462 3.3Projetos > Infraestrutura de Lazer NOTAS: REV. DATA DESCRIÇÃO EXEC. VERIF. APR.
  27. 27. PROJETO Condomínio Virgem Maria SP - Sistema de Pontuação Id Critério Classificatório Comercial Peso Leisure Project Hobby Architectural Recreational Facilities Nota Média Nota Média Nota Média 478 Menor Custo 5 0 0 0 0 0 0 Id Critério Classificatório Técnico Peso Leisure Project Hobby Architectural Recreational Facilities Nota Média Nota Média Nota Média 479 Alinhamento com DT 5 0 0 0 0 0 0 480 Tempo de resposta a um atendimento 3 0 0 0 0 0 0 481 Estrutura comprovada para suporte técnico 4 0 0 0 0 0 0
  28. 28. PROJETO Condomínio Virgem Maria MA - Mapa de Aquisições RFP - 465 3.2Projetos > Infraestrutura Básica NOTAS: REV. DATA DESCRIÇÃO EXEC. VERIF. APR.
  29. 29. PROJETO Condomínio Virgem Maria SP - Sistema de Pontuação Id Critério Classificatório Comercial Peso Basic Infrastructure Simple Infrasctuture Infrastructure Singele Nota Média Nota Média Nota Média 488 Menor Preço 5 0 0 0 0 0 0 Id Critério Classificatório Técnico Peso Basic Infrastructure Simple Infrasctuture Infrastructure Singele Nota Média Nota Média Nota Média 489 Alinhamento com DT 5 0 0 0 0 0 0 490 Tempo de resposta a um atendimento 4 0 0 0 0 0 0 491 Tempo de mercado da empresa 3 0 0 0 0 0 0
  30. 30. PROJETO Condomínio Virgem Maria MA - Mapa de Aquisições RFP - 466 2.12.22.3Viabilidade > LocalViabilidade > FornecedorViabilidade > Econômica NOTAS: REV. DATA DESCRIÇÃO EXEC. VERIF. APR.
  31. 31. PROJETO Condomínio Virgem Maria SP - Sistema de Pontuação Id Critério Classificatório Comercial Peso Study Business Optima Location Visibility Business Nota Média Nota Média Nota Média 492 Menor Preço 5 0 0 0 0 0 0 Id Critério Classificatório Técnico Peso Study Business Optima Location Visibility Business Nota Média Nota Média Nota Média 493 Tempo de mercado da empresa 4 0 0 0 0 0 0 494 Atestado de capacidade técnica 4 0 0 0 0 0 0 495 Tempo de resposta a um atendimento 5 0 0 0 0 0 0 496 Histórico de relacionamento com o cliente 3 0 0 0 0 0 0
  32. 32. PROJETO Condomínio Virgem Maria MA - Mapa de Aquisições RFP - 467 4.2Construção > Infraestrutura de Lazer NOTAS: REV. DATA DESCRIÇÃO EXEC. VERIF. APR.
  33. 33. PROJETO Condomínio Virgem Maria SP - Sistema de Pontuação Id Critério Classificatório Comercial Peso Basic Infrastructure Simple Infrasctuture Infrastructure Singele Nota Média Nota Média Nota Média 497 Menor Preço 5 0 0 0 0 0 0 Id Critério Classificatório Técnico Peso Basic Infrastructure Simple Infrasctuture Infrastructure Singele Nota Média Nota Média Nota Média 498 Garantia Acima do Minimo Solicitado na DT 4 0 0 0 0 0 0 499 Alinhamento com DT 5 0 0 0 0 0 0 500 Atestado de capacidade técnica 3 0 0 0 0 0 0 501 Estrutura comprovada para suporte técnico 2 0 0 0 0 0 0
  34. 34. PROJETO Condomínio Virgem Maria MA - Mapa de Aquisições RFP - 468 5.1Encerramento > Evento de Lançamento NOTAS: REV. DATA DESCRIÇÃO EXEC. VERIF. APR.
  35. 35. PROJETO Condomínio Virgem Maria SP - Sistema de Pontuação Id Critério Classificatório Comercial Peso Majesty Events Selenion Programming Reality Dream Nota Média Nota Média Nota Média 502 Menor Preço 5 0 0 0 0 0 0 Id Critério Classificatório Técnico Peso Majesty Events Selenion Programming Reality Dream Nota Média Nota Média Nota Média 504 Alinhamento com DT 5 0 0 0 0 0 0 505 Histórico de relacionamento com o cliente 4 0 0 0 0 0 0 506 Estrutura comprovada para suporte técnico 3 0 0 0 0 0 0 507 Atestado de capacidade técnica 2 0 0 0 0 0 0 508 Tempo de mercado da empresa 1 0 0 0 0 0 0 509 Localização física da empresa 1 0 0 0 0 0 0
  36. 36. PROJETO Condomínio Virgem Maria MA - Mapa de Aquisições RFP - 469 5.2Encerramento > Desmobilização Equipes do Projeto NOTAS: REV. DATA DESCRIÇÃO EXEC. VERIF. APR.
  37. 37. PROJETO Condomínio Virgem Maria SP - Sistema de Pontuação Id Critério Classificatório Comercial Peso Demobilization Job Work Organization Storage Work Nota Média Nota Média Nota Média 514 Menor Preço 5 0 0 0 0 0 0 Id Critério Classificatório Técnico Peso Demobilization Job Work Organization Storage Work Nota Média Nota Média Nota Média 512 Alinhamento com DT 4 0 0 0 0 0 0 511 Estrutura comprovada para suporte técnico 5 0 0 0 0 0 0 513 Localização física da empresa 3 0 0 0 0 0 0
  38. 38. PROJETO Condomínio Virgem Maria Fluxograma de Execução

×